Identificação:<br />                              -  Feira da Produção, Negócios e Potencialidades da Serra  Geral.<br /> ...
Como participar e obter melhores resultados da 1ª PROSSEG<br /> <br />Neste contexto, as feiras de negócios são um instrum...
As vantagens de participar de uma feira são múltiplas como, por exemplo:<br /> <br />A presença pode ser a ação de marketi...
Por isso, os expositores deverão ser bastante objetivos nos seus propósitos e ter a presença de uma equipe qualificada cap...
Mas o simples fato de estar presente 1ª PROSSEG não é condição suficiente para vencer no mercado. A feira deverá ser trata...
No plano de participação na 1ª PROSSEG o expositor deve ficar atento:<br /> <br />A participação solicita um planejamento ...
Para ter êxito nesse empreendimento deverá:<br /> <br />-Nomear um responsável<br /> <br />- É importante que seja só uma ...
Opções de utilização do stand:<br /> <br />- Chão livre, ou seja, os metros quadrados alugados<br /> <br />- Estrutura fís...
A definição do stand deve ainda ter em conta:<br /> <br />- O público-alvo<br /> - As mensagens e imagem a comunicar<br />...
O orçamento deve ser dividido por sete categorias:<br /> <br />- Aluguel do espaço<br /> <br />- Stand<br /> <br />- Trans...
Fazer o marketing pré-feira:<br /> <br />Para se atingir o maior número possível de visitantes, com interesse para a empre...
- Telemarketing – é uma boa ferramenta no âmbito dos contatos<br />Personalizados e prende-se essencialmente com a marcaçã...
Saber quais os erros a evitar no stand<br /> <br />Um dos erros mais comuns é selecionar uma feira porque a concorrência t...
- Não distribuir folhetos indiscriminadamente<br />- Nãos ser agressivo<br />- Não deixar questões por resolver<br />- Não...
Para garantir o sucesso desta atuação é aconselhável:<br /> <br />- Definir uma estratégia<br />- Adaptar os produtos aos ...
Elaborar o relatório da feira:<br /> <br />Posteriormente, e mesmo durante a realização do certame, é importante registrar...
- Transporte: incluir copia de correpondencia trocada com as transportadoras e contactos das mesmas.<br /> <br />- Pessoal...
A empresa expositora deve reunir todos os contactos efetuados e:<br /> <br />-Estabelecer uma nova ligação por telefone<br...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROSSEG

1.247 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.247
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
133
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROSSEG

  1. 1. Identificação:<br /> - Feira da Produção, Negócios e Potencialidades da Serra Geral.<br /> De 1° à 04 de Outubro de 2009<br />Parque de Exposições de Janaúba – MG<br />Realização:<br />- Associação Comercial e Industrial de Janaúba.<br /> <br />
  2. 2. Como participar e obter melhores resultados da 1ª PROSSEG<br /> <br />Neste contexto, as feiras de negócios são um instrumento extremamente importante. <br /> <br />Em muitos casos podem mesmo ser decisivos para o sucesso no mercado.<br />
  3. 3. As vantagens de participar de uma feira são múltiplas como, por exemplo:<br /> <br />A presença pode ser a ação de marketing como melhor custo/benefício por visitante, porque a grande maioria dos que participam do evento são potenciais clientes.<br /> <br />As empresas concorrentes estarão presentes no mesmo espaço, o que permite aos clientes comparar condições e, portanto, decidir-se mais rapidamente.<br /> <br />A participação na 1ª PROSSEG é uma excelente ação para fidelizar clientes, enviando convites (personalizados) aos clientes e através de um atendimento personalizado no stand.<br /> <br />Estar presente na 1ª PROSSEG é uma ocasião excelente para promover novos produtos ou serviços, e ainda testá-los investigando diretamente o mercado (consumidores). <br /> <br />
  4. 4. Por isso, os expositores deverão ser bastante objetivos nos seus propósitos e ter a presença de uma equipe qualificada capaz de realizar essa análise observando a reação dos visitantes (cadastro). <br /> <br />A presença na 1ª PROSSEG é também uma forma de reforçar ou iniciar a presença em mercados local, regionais ou internacionais. <br /> <br />É muito importante para relacionar como novas empresas e atualizar informações sobre o mercado e a concorrência. <br /> <br />A 1ª PROSSEG será um excelente meio que permitira ao expositor combinar elementos como as forças de vendas, a publicidade, a promoção e as relações públicas.<br /> <br />A participação numa feira não deve ser considerada como ato isolado, na medida em que esta realidade se relaciona com todos os componentes do marketing-mix, ou seja, o conjunto coerente de decisões relativas à política de produto, preço, distribuição e comunicação do produto.<br /> <br />
  5. 5. Mas o simples fato de estar presente 1ª PROSSEG não é condição suficiente para vencer no mercado. A feira deverá ser tratada como uma medida de marketing direto. Especialmente na definição das ações que deverão ser perfeitamente coordenadas antes, durante e depois das feiras. <br />
  6. 6. No plano de participação na 1ª PROSSEG o expositor deve ficar atento:<br /> <br />A participação solicita um planejamento e deve ser condicionado ao regulamento do evento. O regulamento não é inibidor nem limitante, é um instrumento democrático e tem a finalidade de estabelecer as possibilidades para o melhor aproveitamento junto aos visitantes, e o expositor deverá observar:<br /> - Programação das datas da realização<br /> - Horários<br /> - Receber bem os visitantes<br /> - Aproveitar bem a área ocupada, sem entulhar<br /> - Data e horários de montagem/desmontagem<br /> - Não mudar a estratégia durante o evento<br /> - Definir e observar a qualidade dos produtos ou serviços expostos<br /> - Atribuição das responsabilidades<br /> - Elaboração da escala de serviço<br /> - Atuação pós-feira<br />
  7. 7. Para ter êxito nesse empreendimento deverá:<br /> <br />-Nomear um responsável<br /> <br />- É importante que seja só uma pessoa que supervisione e controle o processo de participação na feira de forma a evitar dispersar as tarefas essenciais por várias pessoas. Senão existe o risco de desorientação, sempre lamentável tendo em conta os investimentos efetuados.<br /> <br /> <br />-O stand é a estrutura onde se materializa a participação de uma empresa numa feira e como tal não devem ser poupados esforços na sua elaboração. É a imagem da empresa e tem por objetivos chamar a atenção do público-alvo.<br />
  8. 8. Opções de utilização do stand:<br /> <br />- Chão livre, ou seja, os metros quadrados alugados<br /> <br />- Estrutura física que, por sua vez pode ser construída:<br />Com elementos fornecidos pela própria organização (opções de montagem com a Minas Stands), e se possível contar com a intervenção de um especialista que deverá apresentar soluções mais eficazes para otimizar a apresentação dos seus produtos/serviços X o tamanho do stand.<br /> <br />- A localização do stand dentro da feira não é de grande importância, já que a maioria dos visitantes percorre toda a feira, mas deve:<br /> <br />- Atrair o olhar devendo-se por isso evitar os painéis com excesso de texto<br /> <br />- Informações especificas<br /> <br />- Facilitar o convívio<br />
  9. 9. A definição do stand deve ainda ter em conta:<br /> <br />- O público-alvo<br /> - As mensagens e imagem a comunicar<br /> - Os produtos a colocar em destaque<br />Orçamento e Logística:<br /> <br />O investimento depende muito dos objetivos e das disponibilidades financeiros do expositor, dos objetivos e das potencialidades da feira. Mas a participação deve ser sempre encarada como um investimento e não como um custo. De fato, trata-se de um investimento que se for bem efetuada, trará retornos no futuro.<br />
  10. 10. O orçamento deve ser dividido por sete categorias:<br /> <br />- Aluguel do espaço<br /> <br />- Stand<br /> <br />- Transporte das mercadorias<br />-Serviços da feira, como contratar pessoal para montar, eletrificar ou alcatifar o stand; serviços de limpeza, de aluguel de mobiliário, fotografo; seguro; plantas; telefone; etc.<br /> <br />- Pessoal: avaliar se são necessárias pessoas suplementares, qual o número de horas extra a pagar ao pessoal, etc.<br /> <br />- Publicidade e divulgação<br /> <br />- Deslocações e estadias<br />
  11. 11. Fazer o marketing pré-feira:<br /> <br />Para se atingir o maior número possível de visitantes, com interesse para a empresa, é necessário apostar num bom marketing pré-feira, através do envio de convites “directmail” ou publicidade na imprensa. Cada expositor deve tentar cativar não o maior número de visitantes, mas o seu público-alvo. São vários os instrumentos a utilizar:<br /> <br />- Convites personalizados – são a melhor forma de garantir a presença dos visitantes mais importantes, para tal há que prevenir previamente o universo que se pretende atingir e construir uma base de dados com os clientes eletivos e potenciais.<br /> <br />- Mailing – é a forma de atingir ponteciais clientes e neste domínio há várias opções á escolha consoante a intenção da empresa. O mailing de convites deve ser feito dois meses antes, mas a empresa deve fazer um segundo, Mailing um mês antes da feira.<br />
  12. 12. - Telemarketing – é uma boa ferramenta no âmbito dos contatos<br />Personalizados e prende-se essencialmente com a marcação de entrevistas para o certame. Este trabalho de ser iniciado com cerca de duas a quatro semanas de antecedência e é de grande utilidade quando a empresa expositora pretende aproveitar a oportunidade de participar na feira para organizar uma atividade paralela.<br /> <br />- Imprensa – a estratégia a seguir será determinada pelo orçamento existente. A freqüência da publicação de anúncios deve ser preferida á dimensão dos mesmos. A publicação de noticias. Sobretudo, na imprensa especializada, equivale a publicação gratuita dos produtos/serviços que estarão em exposição. No entanto tem que existir alguma novidade senão o artigo arrisca-se a dar uma imagem desfavorável da empresa a ser contraproducente.<br />
  13. 13. Saber quais os erros a evitar no stand<br /> <br />Um dos erros mais comuns é selecionar uma feira porque a concorrência também participa ou porque já é habitual marcar presença num determinado salão. No entanto optar por não participar por recear ser visto pela concorrência também é um erro. Além disso, existe um conjunto de regras que não devem ser esquecidas dentro do stand de uma empresa numa feira:<br />- Evitar sentar-se<br />- Não ler<br />- Não fumar<br />- Não comer ou beber<br />- Não ignorar os visitantes<br />- Não conversar ao telefone<br />- Não ficar especado obstruindo a visão dos clientes<br />
  14. 14. - Não distribuir folhetos indiscriminadamente<br />- Nãos ser agressivo<br />- Não deixar questões por resolver<br />- Não subestimar potenciais clientes<br />- Não conversar com os amigos em pequenos grupos<br /> <br />Tendo em conta estes erros que é necessário evitar, o programa de participação numa feira deve ser enquadrado na estratégia de marketing e comunicação de uma empresa.<br />Atuar durante a feira:<br /> <br />O fato do visitante/comprador se dirigir ao stand receptivo e motivado é algo de que se deve tirar partido. Contrariamente ás outras formas de marketing, nas feiras é possível ver, tocar ou provar os produtos, assim, os certames permitem mostrar os produtos nas melhores condições.<br />
  15. 15. Para garantir o sucesso desta atuação é aconselhável:<br /> <br />- Definir uma estratégia<br />- Adaptar os produtos aos mercados e escolher os produtos ou serviços mais adequados a cada feira<br />- Realizar demonstrações e entregar brindes<br />- Distribuir documentação<br />- Conhecer a concorrência<br />- Preencher fichas de contacto, com o objetivo de obter contactos qualificados, ou seja, contactos que venham a transformar-se em compras<br />- Aproveitar os serviços propostos pela organização (imprensa, atividades paralelas)<br />- Analisar o atendimento aos visitantes<br />- Animar o stand<br />- Manter reuniões diárias com todo pessoal do stand<br />- Fotografar o stand limpo e arrumado<br />
  16. 16. Elaborar o relatório da feira:<br /> <br />Posteriormente, e mesmo durante a realização do certame, é importante registrar em termos globais o que passou no stand e na feira – este registro, que dá pelo nome de relatórios da feira, deve ser feito regularmente ao longo da participação na feira e deve reunir vários documentos:<br /> <br />- Planejamento: inclui o orçamento, as notas das reuniões com o pessoal, os objetivos da participação, etc.<br /> <br />- Serviços da feira: arquivar as copias dos serviços encomendados.<br />Exposição: incluir o desenho do stand, a implantação dos produtos a expor, instruções para a montagem/desmontagem, os contactos da empresa, números de emergência, o regulamento da feira e o guia do expositor.<br /> <br />- Promoção e Publicidade: guardar uma listagem das empresas para onde foram enviados os convites, fazer um mapa com os meios de comunicação social onde foi divulgada a participação.<br /> <br />
  17. 17. - Transporte: incluir copia de correpondencia trocada com as transportadoras e contactos das mesmas.<br /> <br />- Pessoal: copia do manual do pessoal.<br /> <br />- Contatos: arquivar um exemplar da ficha de contato assim como a planificação quanto à conversão dos contatos em vendas efetivas.<br />Tomar as medidas necessárias para enfrentar com êxito os dias do certame.<br />Gerir o pós-feira:<br /> <br />Depois do contacto inicial estabelecido com um cliente na feira, o acompanhamento do mesmo é fundamental para que resulte, sempre que possível, na conclusão de um negocio.<br />
  18. 18. A empresa expositora deve reunir todos os contactos efetuados e:<br /> <br />-Estabelecer uma nova ligação por telefone<br />-Enviar a documentação requerida ou a amostra dos produtos<br />-Visitar o cliente<br /> <br />- A empresa deve também enviar cartões de agradecimento aos clientes que aceitaram o convite e compareceram ao salão.<br /> <br />- Noutro enquadramento, o responsável apontado pela empresa para gerir a participação na feira deve fazer um balanço final no qual incluirá uma avaliação dos resultados da participação. Esta avaliação deve ser feita a três níveis:<br /> <br />- Aspectos técnicos, comerciais e administrativos<br /> <br />Este documento será depois utilizado como ponto de partida ou orientação para futuras participações em certames.<br />

×