Geração y

8.008 visualizações

Publicada em

Os impactos da Geração Y nas relações de trabalho, nos hábitos de consumo e nos novos empreendimentos.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.008
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
125
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
242
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geração y

  1. 1. GERAÇÃO Y Y
  2. 2. ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE GERAÇÃO Y (a partir de 1978) GERAÇÃO X (1965 a 1977) BABY- BOOMERS (1946 a 1 964) TRADICIONAIS (até 1945)
  3. 3. CARACTERÍSTICAS DE CADA GERAÇÃO TRADICIONAIS  (até  1945)  >>>  É  a  geração  que  enfrentou  uma  grande   guerra  e  passou  pela  Grande  Depressão.  Com  os  países  arrasados,   precisaram  reconstruir  o  mundo  e  sobreviver.  São  prá@cos,  dedicados,   gostam  de  hierarquias  rígidas,  ficam  bastante  tempo  na  mesma   empresa  e  sacrificam-­‐se  para  alcançar  seus  obje@vos.   BABY-­‐BOOMERS  (1946  a  1964)  >>>  São  os  filhos  do  pós-­‐guerra,  que   romperam  padrões  e  lutaram  pela  paz.  Já  não  conheceram  o  mundo   destruído  e,  mais  o@mistas,  puderam  pensar  em  valores  pessoais  e  na   boa  educação  dos  filhos.  Têm  relações  de  amor  e  ódio  com  os   superiores,  são  focados  e  preferem  agir  em  consenso  com  os  outros.  
  4. 4. GERAÇÃO X  GERAÇÃO X (1965 a 1977) Nesse período, as condições materiais do planeta permitem pensar em qualidade de vida, liberdade no trabalho e nas relações. Com o desenvolvimento das tecnologias de comunicação já podem tentar equilibrar vida pessoal e trabalho. Mas, como enfrentaram crises violentas, como a do desemprego na década de 80, também se tornaram céticos e superprotetores.    
  5. 5. GERAÇÃO Y GERAÇÃO  Y  (a  par@r  de  1978)     Com  o  mundo  rela@vamente  estável,  eles   cresceram  em  uma  década  de  valorização  intensa   da  infância,  com  internet,  computador  e  educação   mais  sofis@cada  que  as  gerações  anteriores.   Ganharam  autoes@ma  e  não  se  sujeitam  a   a@vidades  que  não  fazem  sen@do  em  longo  prazo.   Sabem  trabalhar  em  rede  e  lidam  com  autoridades   como  se  eles  fossem  um  colega  de  turma.  
  6. 6. REPRESENTAÇÃO NO MERCADO - 40.000.000 de pessoas - 21,6 % da população brasileira - 33,5% do número de pessoas aptas a negociar ações na bolsa. Fonte: IBGE, Isto É Dinheiro
  7. 7. PERFIL DE CONSUMO NO BRASIL Um estudo conduzido pela empresa de pesquisa Bridge Research revelou o perfil da geração Y – jovens nascidos entre 1978 e 1990 Uma amostra de 672 pessoas na Grande São Paulo, Grande Rio de Janeiro e Grande Porto Alegre, universo estimado em cerca de oito milhões de indivíduos, sendo 48% de homens e 52% de mulheres das classes A, B e C com idades entre 18 e 30 anos.
  8. 8. Vida profissional O trabalho é sinônimo de dinheiro, estabilidade financeira. O sentir-se ativo e feliz é parte importante, mas tem que ter um propósito maior . Crescer financeiramente é uma meta que deve ser alcançada rapidamente na percepção dos Y’s.
  9. 9. Comunicação A Geração Y está se afastando do hábito de comprar e ler jornais – substituídos sumariamente pela tevê e internet por “entregar” a informação com rapidez e qualidade. O rádio não é o preferido, mas foi apontado como útil e prático.
  10. 10. Dinheiro O dinheiro é resultado do trabalho e significa independência e estabilidade. Dinheiro e estabilidade são mecanismos para a obtenção de prazer.
  11. 11. Consumo Uma outra especialidade da Geração Y – além de ser veloz – é ir às compras. As associações com a prática são positivas e emocionais. Não são apegados à marcas e têm foco no resultado que a compra produz.
  12. 12. Roupas As classes A e B apontam a vitrine como responsável pelo impulso de compra; na classe C, as lojas de rua dividem espaço com as de departamento, sendo que o foco é se a roupa “caiu bem” e se há facilidade de pagamento.
  13. 13. Bancos Os grandes bancos são associados à visibilidade – quanto mais propaganda, maior a sensação de que se trata de um banco grande –, quantidade de agências espalhadas pela cidade e número de caixas eletrônicos.
  14. 14. Atendimento A demora é a principal reclamação desses jovens. Esperam atendentes bem treinados e capacitados; com boa vontade; eficientes; atenciosos e simpáticos; pró-ativos e com raciocínio rápido. Preferem não falar com mais de um atendente; não ter a ligação derrubada; ter respostas diretas e objetivas; e conseguir resolver o problema. Uma das contradições é que a Geração Y não prefere a internet na hora do atendimento, porque não tem paciência para escrever, enviar e aguardar a solução por e-mail.
  15. 15. DESCONFIADOS É a geração mais desconfiada da história, característica que determina a decisão de compra "Essa geração vai fazer searching [pesquisa] para ver se a empresa é reclamada, confia em amigos e pessoas próximas para indicação de compra e não ouve especialistas, pois acredita que eles podem ter sido comprados". E é por serem desconfiados que, na hora da compra, eles analisam cor, formato, qualidade e, muito mais do que isso, aspectos intangíveis, como se o produto tem assistência técnica, por exemplo.
  16. 16. A RELAÇÃO COM AS EMPRESAS E MARCAS O novo consumidor está aberto ao relacionamento com as marcas, desde que ele as considere s relevantes e confiáveis.
  17. 17. A COMUNICAÇÃO COM A GERAÇÃO Y Transparência, honestidade e clareza são chave para se comunicar com este grupo
  18. 18. Caito Maia da Chili Beans “Todos os conceitos de uma marca devem ser baseados em verdades. A geração Y, quando não percebe verdade no que está sendo prometido, não compra. A linguagem do design ainda é um poderoso driver de consumo. As pessoas querem e buscam muito mais do que função, e o design pode ser um grande diferencial”
  19. 19. Valores essencias •  velocidade, • liberdade, • consumo, • individualidade • tecnologia.
  20. 20. A GERAÇÃO Y NO MERCADO DE TRABALHO Cerca de 20% dos jovens que trabalham em grandes empresas brasileiras já ocupam cargos de liderança, é o que aponta uma pesquisa desenvolvida pela consultoria em recursos humanos Hay Group. Estima-se que esses jovens, chamados de “Geração Y”, até 2014 conquistarão 50% dos cargos de liderança de empresas ao redor do mundo.
  21. 21. COMO RETER OS TALENTOS Y “Olhe, diga o que eu tenho de fazer e não queira saber como vou fazer; respeite minha vida e me informe quanto vou ganhar”. Discurso típico do candidato da geração Y a um emprego
  22. 22. O que eles buscam no mercado de trabalho O principal sonho desta geração é contribuir com a Organização. Querem se envolver com questões estratégicas esperam um rápido crescimento profissional e serem recompensados por suas contribuições. Eles tem muita expectativa de sucesso e realização. Usam muito a inteligência e são rápidos Precisam de lideres inspiradores e exemplos a serem seguidos.
  23. 23. Principais características no trabalho Questionadores Individualistas Tecnológicos Fazem bem o que gostam
  24. 24. AS EMPRESAS DOS SONHOS DOS JOVENS 1º - Google 2º - Petrobras 3º - Unilever 4º - Vale 5º - Natura 6º - Nestlé 7º - Itaú 8º - Rede Globo 9º - Microsoft 10º - AmBev A pesquisa “A empresa dos sonhos dos jovens”, realizada pela Cia de Talentos, em parceria com a NextView, empresa especializada em mapear tendências para a área de recursos humanos e com a TNS, aponta as 10 empresas mais desejadas pelos jovens e o que eles pensam sobre liderança e carreira. Publicada com exclusividade pela revista HSM Management de Julho/Agosto 2010, o estudo apresenta as seguintes empresas como as mais desejadas:
  25. 25. OS EMPREENDEDORES Y 1.  Domínio da tecnologia 2.  Mais colaboração e menos hierarquia 3.  Inovação é ponto forte dos empreendedores Y 4.  Imediatismo 5.  Atuação global e em nichos específicos 6.  Preocupação com a sustentabilidade
  26. 26. CONHEÇA MELHOR A GERAÇÃO Y
  27. 27. A FILA ANDA – A GERAÇÃO Z Uma geração eternamente conectada e preocupada com a ecologia e o respeito ao meio ambiente
  28. 28. “Diga-me qual é a sua comunidade que lhe direi como você é .” Filósofo Pompeano
  29. 29. “Quem aprende com os próprios erros é inteligente. Quem aprende com os erros dos outros é sábio”. J.F.K

×