Termoterapia
Termoterapia



  • Calor superficial local – utilizado principalmente em condições
   subagudas para reduzir a dor e prov...
Termoterapia


    O calor oferece-nos os seguintes benefícios:

    - Dilatação dos vasos sanguíneos;

    - A hiperemia ...
Termoterapia

  Importante:
    Hematomas recentes (coágulos sanguíneos) nunca devem ser
    tratados com calor até que a ...
Termoterapia


    Com um fluxo sanguíneo aumentado obtemos:

    - mais oxigenação

    - mais anticorpos

    - mais nut...
Termoterapia



  1. Aumenta a elasticidade e diminui a viscosidade do tecido conjuntivo –
  o que constitui uma important...
Termoterapia


 Formas de aplicação de calor:


    - Turbilhão quente
    - Compressas hydrocollator
    - Banhos de para...
Termoterapia


 Indicações

 -   Condições inflamatórias crónicas e sub-agudas
 -   Dor crónica ou subaguda
 -   ADM dimín...
Termoterapia


 Contra-indicações:
 1. Condições musculoesqueléticas agudas
 2. Circulação prejudicada
 3. Doença vascular...
Termoterapia


 Utilização:
   Posicionar cerca de seis camadas como surge na imagem.
   Utilizar toalhas suficientes para...
Termoterapia




          Hugo Pedrosa – hpedrosa_31@sapo.pt
          Ver também - http://www.slideshare.net/hugopedrosa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Termoterapia

24.637 visualizações

Publicada em

Documento resumo de apoio ao curso de Massagem Terapêutica.

Termoterapia

  1. 1. Termoterapia
  2. 2. Termoterapia • Calor superficial local – utilizado principalmente em condições subagudas para reduzir a dor e provocar efeitos analgésicos. • Nos estágios finais da cicatrização, um efeito de aquecimento mais profundo é geralmente desejável (por exemplo ultra-som). Page 2 Hugo Pedrosa 2009
  3. 3. Termoterapia O calor oferece-nos os seguintes benefícios: - Dilatação dos vasos sanguíneos; - A hiperemia criada pelo calor exerce efeito benéfico na lesão (devido à acumulação de sangue durante o processo metabólico); Nota: A frequência de metabolismo do tecido aumenta aproximadamente 13% para cada 1ºC de elevação de temperatura; Page 3 Hugo Pedrosa 2009
  4. 4. Termoterapia Importante: Hematomas recentes (coágulos sanguíneos) nunca devem ser tratados com calor até que a sua resolução esteja completa. O aumento da frequência metabólica com elevação da produção de produtos metabólicos levam a uma... ... pressão hidrostática intravascular aumentada Pergunta? Que ocorrência característica da fase inflamatória pode ocorrer devido a esta pressão aumentada? EDEMA Page 4 Hugo Pedrosa 2009
  5. 5. Termoterapia Com um fluxo sanguíneo aumentado obtemos: - mais oxigenação - mais anticorpos - mais nutrientes e enzimas - mais limpeza de metabolitos ... pode ser indicado para lesões com inflamações brandas Page 5 Hugo Pedrosa 2009
  6. 6. Termoterapia 1. Aumenta a elasticidade e diminui a viscosidade do tecido conjuntivo – o que constitui uma importante consideração nas lesões articulares pós-agudas ou após longos períodos de imobilização. 2. Muitos terapeutas não entendem que o calor possua grande aplicabilidade ao nível dos efeitos sobre a patologia, mas sim no criar de um ambiente propício ao posterior tratamento (pelo relaxamento induzido). 3. Este relaxamento actua ao nível da redução da dor, diminuição da hipertonicidade e tensão do músculo, na produção de sedação (trabalhando a espasticidade e a sensibilidade). Page 6 Hugo Pedrosa 2009
  7. 7. Termoterapia Formas de aplicação de calor: - Turbilhão quente - Compressas hydrocollator - Banhos de parafina - Lâmpadas infravermelhas - Fluidoterapia Page 7 Hugo Pedrosa 2009
  8. 8. Termoterapia Indicações - Condições inflamatórias crónicas e sub-agudas - Dor crónica ou subaguda - ADM dimínuida - Pontos-gatilho miofasciais - Protecção muscular - Espasmo muscular - Tensão muscular subaguda - Torção ligamentar subaguda - Contusão subaguda Page 8 Hugo Pedrosa 2009
  9. 9. Termoterapia Contra-indicações: 1. Condições musculoesqueléticas agudas 2. Circulação prejudicada 3. Doença vascular periférica 4. Anestesia da pele 5. Feridas abertas ou problemas de pele Sugestão: Assim que o paciente deixa de manifestar sensibilidade ao toque, é provavelmente seguro trocar o frio por alguma forma de calor. Page 9 Hugo Pedrosa 2009
  10. 10. Termoterapia Utilização: Posicionar cerca de seis camadas como surge na imagem. Utilizar toalhas suficientes para protecção de potenciais queimaduras. A posição dever ser confortável. A duração do tratamento deve ser de 15 a 20 minutos. Page 10 Hugo Pedrosa 2009
  11. 11. Termoterapia Hugo Pedrosa – hpedrosa_31@sapo.pt Ver também - http://www.slideshare.net/hugopedrosa31/crioterapia-1656709 Page 11

×