Ligaduras Funcionais

18.617 visualizações

Publicada em

Documento de apoio ao Curso de Massagem Terapêutica

Formador - Hugo Pedrosa

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.617
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ligaduras Funcionais

  1. 1. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] [Presented by Hugo Pedrosa]
  2. 2. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Definição e conceito de Ligadura Funcional A Ligadura Funcional apoia e protege de forma selectiva, estruturas funcionais, lesionadas ou submetidas a esforços específicos limitando ou controlando gestos susceptíveis de originar ou agravar uma lesão.
  3. 3. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] A quem se dirige? Atletas e população em geral Qual o objectivo? Meio de prevenção e reabilitação Que material a utilizar? Aplicação apropriada a cada caso
  4. 4. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Objectivos: 1 - Modalidade terapêutica utilizada em lesões do sistema musculoesquelético, integrada num contexto de cuidados globais; 2 - Vantagens em relação às imobilizações rígidas (parciais e totais); 3 - Promove e acelera o processo de reparação tecidular; 4 - Evita os efeitos negativos das imobilizações rígidas, permitindo o movimento selectivo;
  5. 5. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Material Ligaduras elásticas adesivas Ligaduras adesivas (não elásticas) TAPE
  6. 6. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Almofadas (foam) Material
  7. 7. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Mousse protectora, ligadura elástica adesiva e não adesiva (tradicional) Material
  8. 8. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Tesoura de pontas rombas; Lâmina; Creme hidratante; Tape remover; Material
  9. 9. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] 1 - Terapêuticas Desde a fase mais precoce até à reintegração funcional 2 - Preventivas Primária; Secundária; Terciária; Tipos de Ligaduras Funcionais
  10. 10. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] 1 - Taping imediato – Imediatamente após a lesão Objectivos: a) Minimizar complicações secundárias; b) Controlar fase inflamatória; c) Estabilizar situação; 2 - Taping protector – Após diagnóstico das unidades funcionais lesadas Objectivos: a) Manter as estruturas afectadas na posição ideal para cicatrização b) Criar as melhores condições para o processo de remodelação, minimizando o risco de recidivas; c) Potenciar a função sem comprometer a remodelação; Tipos de Ligaduras Funcionais (pós-lesão)
  11. 11. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] 1 - Taping Profilático (prevenção primária) Objectivos: a) Proteger determinadas estruturas de forças de tensão específicas, inerentes às actividades funcionais e modalidade desportiva; 2 - Taping pós lesão (prevenção secundária) Objectivos: a) Conferir apoio adicional após recuperação da lesão, minimizando recidivas; b) Controlar a mobilidade, anulando stresse adicional; 3 - Taping terciário (prevenção terciária) Objectivos: a) Potenciar a mobilidade para uma melhor adaptação funcional; Tipos de Ligaduras Funcionais (preventivas)
  12. 12. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] <ul><li>Preparação da pele; </li></ul><ul><li>Verificação de antecedentes de intolerância ao adesivo </li></ul><ul><li>Trabalho de distal para proximal </li></ul><ul><li>Desenrolar, medir antes de aplicar </li></ul><ul><li>Fase Aguda (material elástico) </li></ul><ul><li>Reunir material necessário </li></ul><ul><li>Bandas colocadas no sentido do encurtamento das estruturas lesadas </li></ul><ul><li>Posicionar utente </li></ul><ul><li>Reavaliar (componente vascular, neurológica e eficácia) </li></ul><ul><li>Alertar utente para sinais indicadores </li></ul><ul><li>Informar utente sobre cuidados a ter </li></ul><ul><li>Utilizar Tape remover e tesoura pontas rombas </li></ul><ul><li>Reavaliar estado da pele </li></ul>Ligaduras Funcionais - Princípios básicos de aplicação
  13. 13. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Ligaduras Funcionais - Efeitos 1 - Mecânicos 2 - Exteropceptivos e Proprioceptivos 3 - Psicológicos
  14. 14. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] 1 - Efeito Mecânico Limita e/ou controla mecanicamente (de forma selectiva) a mobilidade articular e tecidular: a) Correcção do alinhamento; b) Controlo dos mecanismos da lesão; c) Encurtamento de estruturas; d) Alivia tensão nas estruturas a proteger; e) Contenção;
  15. 15. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] <ul><li>Facilita o controlo do movimento e </li></ul><ul><li>seus mecanismos fisiológicos de protecção; </li></ul>b) Respeita a função (input mais próximo do normal); c) Reforça a informação de origem cutânea e sub-cutânea; 2 - Efeitos exteropceptivos e proprioceptivos
  16. 16. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] <ul><li>Os efeitos mecânico, exteroceptivo e proprioceptivo, conferem </li></ul><ul><li>uma sensação de conforto, estabilidade e segurança que garantem </li></ul><ul><li>economia e rentabilidade do gesto motor; </li></ul>3 - Efeito Psicológico
  17. 17. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Ligaduras Funcionais - Vantagens a) Protecção selectiva da unidade funcional b) Preserva o padrão normal de movimento; d) Controla e minimiza o stresse sobre as estruturas lesadas; c) Promove uma reparação tecidular mais rápida;
  18. 18. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] a) Material relativamente dispendioso; Diferentes estudos apontam como desvantagens das Ligaduras Funcionais: a) Perda de eficácia após prolongada actividade (desportiva); b) Instabilidade articular após a utilização de Ligadura Funcional; c) Intolerância ao adesivo; d) Aplicações prolongadas (complicações cutâneas); Ligaduras Funcionais - desvantagens b) Lesões cutâneas;
  19. 19. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] <ul><li>Distensões ligamentares de I e II Grau; </li></ul><ul><li>2. Prevenção de laxidão ligamentar; </li></ul><ul><li>3. Roturas e microroturas musculares; </li></ul><ul><li>4. Distensões e estiramentos musculares; </li></ul><ul><li>5. Fissuras em costelas; </li></ul><ul><li>6. Em período de reabilitação; </li></ul><ul><li>7. Descarga para tendinites. </li></ul>Ligaduras Funcionais - Indicações
  20. 20. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] 1. Rupturas totais dos tecidos moles; 2. Fracturas ósseas e condrais; 3. Alterações circulatórias graves; 4. Hemorragias extensas; 5. Lesões da pele; 6. Intolerância ao adesivo; 7. Edema; 8. Feridas abertas; Ligaduras Funcionais – Contra-indicações
  21. 21. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Imagem exemplificativa da limitação do movimento articular:
  22. 22. Hugo Pedrosa 2009 [Ligaduras funcionais] Ligadura recomendada para Hallux Valgus Construção: Colocamos TAPE ( 1,5 cm ) na parte interna do dedo do pé com tensão suficiente para corrigir o ângulo externo do dedo Depois colocar duas ou três tiras em função da tensão que se quer obter.
  23. 23. Hugo Pedrosa 2009 [hpedrosa_31@sapo.pt]

×