SlideShare uma empresa Scribd logo

Leixoes magazine 2

Edição n.º2 da revista "Leixões magazine"

1 de 20
Baixar para ler offline
MENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTIS
O mês das eleiçõesO mês das eleiçõesO mês das eleiçõesO mês das eleições
no clubeno clubeno clubeno clube
UMA PUBLICAÇÃO
“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”
Leixoes magazine 2
que fizeram parte da histó-
ria dos últimos 105 anos de existência.
Além da temática das eleições entrevistamos Luís
Silva. Um bebé nascido para o mundo do futebol
nas escolas de futebol do Leixões e que fala de
tudo. Da sua vida pessoal e profissional, da ida às
Seleções Nacionais de Sub20 e Sub21 assim
como a possível saída do clube de Matosinhos, ele
que já leva sete golos apontados ao longo da pre-
sente temporada desportiva que se aproxima a
passos largos do seu final.
O voleibol sénior feminino é, também, notícia
nesta edição. As novas vice-campeãs do principal
escalão nacional moram em Matosinhos e damos-
lhes o devido destaque nesta edição onde volta-
mos a ter um texto de opinião de um jogador que
já vestiu a camisola do clube de Matosinhos assim
como o nosso cantinho dedicado aos espaços do
Leixões SC.
Obrigado a todos pelo vosso tempo,
Hugo M Alves
Caros amigos,
Depois da novidade que consistiu este novo proje-
to não queremos, de forma alguma, defraudar as
vossas expetativas que será, certamente, as melho-
res.
Depois da primeira edição, chegamos às redes
sociais, nomeadamente ao Facebook onde passa-
mos a ter um espaço que conta já com mais de
100 seguidores. Estamos, assim, mais próximos
daqueles que nos leem.
O feedback recebido depois do lançamento da pri-
meira “Leixões magazine” foi bastante positivo e
muitos me disseram ao longo do último mês que
«isto» fazia falta ao Leixões Sport Clube.
O sucesso foi maior do que aquele que alguma
vez esperei pelo que as mais de 900 visualizações
da revista (dados disponíveis ao alcance de todos)
são a prova disso mesmo.
Mas como o número 1 já é passado e centramo-
nos agora no futuro. Este número 2 da Leixões
magazine é já uma realidade!
Graças ao apoio de todos aqueles que colaboraram
e tornaram possível a existência deste segundo
número, desde já o meu muito obrigado! Sem
vocês nada disto seria possível.
E vamos então aos temas que poderão ser consul-
tados nesta edição. Como as eleições no Leixões
Sport Club estão à vista e se realizam já neste
mês, nesta edição fomos à procura das daquelas
EDITORIALEDITORIALEDITORIALEDITORIAL
3333
Nome
Leixões magazine
Produção
blog Leixões
Divulgação
http://leixoes-sc.blogspot.pt
Conteúdos
Hugo M Alves
Design
Hugo M Alves
Fotos
Hugo M Alves
Francisco Teixeira
Cheerleaders Leixões
Periodicidade
maio de 2013
Propriedade
blog Leixões
Revista escrita ao abrigo do novo acordo ortográ-
fico
• Todas as opiniões e posições presentes e
expressas nos artigos de opinião da Revista
“Leixões magazine” são de total responsa-
bilidade dos autores não sendo necessaria-
mente a posição defendida pelo blog Lei-
xões.
FICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICA
4444
DESTAQUESDESTAQUESDESTAQUESDESTAQUES
5555
EDITORIAL - - - - 3
FICHA TÉCNICA - - - - 4
DESTAQUES - - - 4
ÍNDICE - - - - - 5
TEXTO DE OPINIÃO - - - 6
EM ENTREVISTA - - - 8
ANIVERSÁRIOS LEIXÕES - - 12
CHEERLEADERS LEIXÕES- - 13
DIREÇÕES LEIXÕES SC - - 14
VOLEI SÉNIOR FEMININO- - 16
ESPAÇOS DO LEIXÕES - - 18
ÍNDICEÍNDICEÍNDICEÍNDICE
e médio e isso fez-me crescer como jogador.
Aprendi a dar a vida pelo clube e o que mais que-
ria era jogar.
A massa adepta essa é incansável. Nunca pensei
que estando o clube na segunda liga consegui-se
mover tantos adeptos, não só em casa mas tam-
bém fora. Merecem a 1ª liga e, não tenho duvidas
que se conseguirem este ano subir, a próxima épo-
ca o Leixões terá o dobro das assistências nos
estádios. O Leixões é um clube especial e só
quem o vive no dia a dia é que consegue perceber
isso.
Fausto
ex avançado do Leixões SC
D
esde já quero dizer que é sempre com
muito gosto que falo tanto do Leixões
bem como dos adeptos, dizer também
que foi a época mais feliz que tive, a
nível desportivo correu bem mas, principalmente,
pelas pessoas que, durante toda a época, fui cons-
truindo uma enorme amizade.
Desportivamente falando, tínhamos uma equipa
jovem mas muito equilibrada em todos os setores,
com um grande espírito de sacrifício, que apesar
das dificuldades nunca baixou os braços. Mais
pessoalmente, agradeço a quem apostou em mim,
de me terem dado a oportunidade de regressar ao
futebol português. Joguei bastante, não só na
minha posição de raíz mas também como extremo
TEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃO
6666

Recomendados

Relatorio atividades2017
Relatorio atividades2017Relatorio atividades2017
Relatorio atividades2017Pedro Miguel
 
Membuat Presentasi Menggunakan Prezi
Membuat Presentasi Menggunakan PreziMembuat Presentasi Menggunakan Prezi
Membuat Presentasi Menggunakan PreziIrma23042010
 
Leixoes magazine 1
Leixoes magazine 1Leixoes magazine 1
Leixoes magazine 1Hugo Alves
 
Leixoes magazine 4
Leixoes magazine 4Leixoes magazine 4
Leixoes magazine 4Hugo Alves
 
2022-01-28 Entrevista Ana Borges.pdf
2022-01-28 Entrevista Ana Borges.pdf2022-01-28 Entrevista Ana Borges.pdf
2022-01-28 Entrevista Ana Borges.pdfLuís Santos Castelo
 
2021-07-01 Entrevista Daniel Bragança.pdf
2021-07-01 Entrevista Daniel Bragança.pdf2021-07-01 Entrevista Daniel Bragança.pdf
2021-07-01 Entrevista Daniel Bragança.pdfLuís Santos Castelo
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Leixoes magazine 2

Semelhante a Leixoes magazine 2 (20)

2021 03-25 entrevista gonçalo inácio
2021 03-25 entrevista gonçalo inácio2021 03-25 entrevista gonçalo inácio
2021 03-25 entrevista gonçalo inácio
 
Discurso do Dia do Município
Discurso do Dia do MunicípioDiscurso do Dia do Município
Discurso do Dia do Município
 
www.omeuclube.org/fourfutsal/
www.omeuclube.org/fourfutsal/www.omeuclube.org/fourfutsal/
www.omeuclube.org/fourfutsal/
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four futsal automatico1
Four futsal automatico1Four futsal automatico1
Four futsal automatico1
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Four Futsal
Four FutsalFour Futsal
Four Futsal
 
Declara
DeclaraDeclara
Declara
 
Reportagem escrita
Reportagem escritaReportagem escrita
Reportagem escrita
 
Entrevista Do Paulinho
Entrevista Do PaulinhoEntrevista Do Paulinho
Entrevista Do Paulinho
 
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalhoPrograma eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
 
Apresentação Patrocinio 2011 Game Over Esporte Clube (Escrita)
Apresentação Patrocinio 2011 Game Over Esporte Clube (Escrita)Apresentação Patrocinio 2011 Game Over Esporte Clube (Escrita)
Apresentação Patrocinio 2011 Game Over Esporte Clube (Escrita)
 
O jogo da minha vida paulo andré
O jogo da minha vida   paulo andréO jogo da minha vida   paulo andré
O jogo da minha vida paulo andré
 
Jornal AE
Jornal AEJornal AE
Jornal AE
 
R Linhas
R Linhas R Linhas
R Linhas
 

Leixoes magazine 2

  • 1. MENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTISMENSAL | MAIO 2013 | GRÁTIS O mês das eleiçõesO mês das eleiçõesO mês das eleiçõesO mês das eleições no clubeno clubeno clubeno clube UMA PUBLICAÇÃO “São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”“São 15 anos de Leixões ao peito”
  • 3. que fizeram parte da histó- ria dos últimos 105 anos de existência. Além da temática das eleições entrevistamos Luís Silva. Um bebé nascido para o mundo do futebol nas escolas de futebol do Leixões e que fala de tudo. Da sua vida pessoal e profissional, da ida às Seleções Nacionais de Sub20 e Sub21 assim como a possível saída do clube de Matosinhos, ele que já leva sete golos apontados ao longo da pre- sente temporada desportiva que se aproxima a passos largos do seu final. O voleibol sénior feminino é, também, notícia nesta edição. As novas vice-campeãs do principal escalão nacional moram em Matosinhos e damos- lhes o devido destaque nesta edição onde volta- mos a ter um texto de opinião de um jogador que já vestiu a camisola do clube de Matosinhos assim como o nosso cantinho dedicado aos espaços do Leixões SC. Obrigado a todos pelo vosso tempo, Hugo M Alves Caros amigos, Depois da novidade que consistiu este novo proje- to não queremos, de forma alguma, defraudar as vossas expetativas que será, certamente, as melho- res. Depois da primeira edição, chegamos às redes sociais, nomeadamente ao Facebook onde passa- mos a ter um espaço que conta já com mais de 100 seguidores. Estamos, assim, mais próximos daqueles que nos leem. O feedback recebido depois do lançamento da pri- meira “Leixões magazine” foi bastante positivo e muitos me disseram ao longo do último mês que «isto» fazia falta ao Leixões Sport Clube. O sucesso foi maior do que aquele que alguma vez esperei pelo que as mais de 900 visualizações da revista (dados disponíveis ao alcance de todos) são a prova disso mesmo. Mas como o número 1 já é passado e centramo- nos agora no futuro. Este número 2 da Leixões magazine é já uma realidade! Graças ao apoio de todos aqueles que colaboraram e tornaram possível a existência deste segundo número, desde já o meu muito obrigado! Sem vocês nada disto seria possível. E vamos então aos temas que poderão ser consul- tados nesta edição. Como as eleições no Leixões Sport Club estão à vista e se realizam já neste mês, nesta edição fomos à procura das daquelas EDITORIALEDITORIALEDITORIALEDITORIAL 3333
  • 4. Nome Leixões magazine Produção blog Leixões Divulgação http://leixoes-sc.blogspot.pt Conteúdos Hugo M Alves Design Hugo M Alves Fotos Hugo M Alves Francisco Teixeira Cheerleaders Leixões Periodicidade maio de 2013 Propriedade blog Leixões Revista escrita ao abrigo do novo acordo ortográ- fico • Todas as opiniões e posições presentes e expressas nos artigos de opinião da Revista “Leixões magazine” são de total responsa- bilidade dos autores não sendo necessaria- mente a posição defendida pelo blog Lei- xões. FICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICAFICHA TÉCNICA 4444 DESTAQUESDESTAQUESDESTAQUESDESTAQUES
  • 5. 5555 EDITORIAL - - - - 3 FICHA TÉCNICA - - - - 4 DESTAQUES - - - 4 ÍNDICE - - - - - 5 TEXTO DE OPINIÃO - - - 6 EM ENTREVISTA - - - 8 ANIVERSÁRIOS LEIXÕES - - 12 CHEERLEADERS LEIXÕES- - 13 DIREÇÕES LEIXÕES SC - - 14 VOLEI SÉNIOR FEMININO- - 16 ESPAÇOS DO LEIXÕES - - 18 ÍNDICEÍNDICEÍNDICEÍNDICE
  • 6. e médio e isso fez-me crescer como jogador. Aprendi a dar a vida pelo clube e o que mais que- ria era jogar. A massa adepta essa é incansável. Nunca pensei que estando o clube na segunda liga consegui-se mover tantos adeptos, não só em casa mas tam- bém fora. Merecem a 1ª liga e, não tenho duvidas que se conseguirem este ano subir, a próxima épo- ca o Leixões terá o dobro das assistências nos estádios. O Leixões é um clube especial e só quem o vive no dia a dia é que consegue perceber isso. Fausto ex avançado do Leixões SC D esde já quero dizer que é sempre com muito gosto que falo tanto do Leixões bem como dos adeptos, dizer também que foi a época mais feliz que tive, a nível desportivo correu bem mas, principalmente, pelas pessoas que, durante toda a época, fui cons- truindo uma enorme amizade. Desportivamente falando, tínhamos uma equipa jovem mas muito equilibrada em todos os setores, com um grande espírito de sacrifício, que apesar das dificuldades nunca baixou os braços. Mais pessoalmente, agradeço a quem apostou em mim, de me terem dado a oportunidade de regressar ao futebol português. Joguei bastante, não só na minha posição de raíz mas também como extremo TEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃOTEXTO DE OPINIÃO 6666
  • 9. CENTRO COMERCIAL NEW CITY Rua do Godinho n.º 247 Loja 10 Matosinhos Telf: 916 698 078 / 936 781 417 Email: jgcosmeticos@live.com.pt www.facebook.com/JGPRODUTOSCOSMETICOS Foi um motivo de orgulho e de felicidade. Foi um culminar de tantos anos de trabalho e um sonho. Quase me vinham as lágrimas aos olhos. Festejei junto das pessoas que mais gosto e que sempre acreditaram em mim, foi um dos dias mais feli- zes.. Sendo tu um "produto" das escolas do clube, é especial vestir a camisola leixonense? Claro que sim, não escondo a ninguém que o meu clube é o Leixões desde miúdo e para mim repre- sentar o Leixões é sempre um motivo de orgulho e satisfação. O Leixões é um clube com 105 anos de história e nem todos podem se orgulhar de representar um clube centenário e com tanta histó- ria como o Leixões.. Estás no segundo ano de sénior. Que diferenças encontras desde o início da temporada passa- do? As diferenças são completamente visíveis. A equi- pa evoluiu bastante e neste momento somos uma equipa que nos batemos de igual com qualquer outra, tanto é que neste momento lutamos por coi- sas que no início era praticamente impossiveis.. No último ano marcaste um golo pelo Leixões (na Taça de Portugal). Este ano já levas sete golos. É especial marcar pelo Leixões? É um pouco difícil responder a pergunta porque só joguei no Leixões mas é sempre especial, acho que o momento alto do futebol é o golo e eu adoro poder ajudar com golos e quando assim acontece é uma alegria imensa.. F ormado na cantera do Leixões Sport Clube, Luís Silva está no seu segun- do ano de sénior. O jovem matosi- nhense deu-nos uma entrevista onde fala do mais e do menos, das ida às Seleções Nacionais e da ambição de querer colocar o Lei- xões no principal escalão do futebol português. Quem é o Luís Silva? O Luís Silva é um miúdo como tantos outros, muito brincalhão e que adora estar em casa a dor- mir... (risos) Como é que isto tudo do futebol começou? Começou desde muito cedo. Com 4, 5 anos joga- va no ringue perto do Sr. do Padrão, até que um dia o Sr. João Faneco me viu e pediu para ir trei- nar ao Leixões, e assim começou a aventura.. Quando estavas ainda nos juniores chegaste a ser chamado pelo treinador a ir representar o Leixões na Liga Intercalar. Como é que era partilhar o balneário com aqueles que viriam a ser teus colegas na temporada seguinte? É óptimo poder conviver e estar perto de jogado- res que só víamos pela tv. É enriquecedor e era uma prova que dava visibilidade aos mais novos, penso que é uma pena terem desistido da prova… Como é que foi o momento em que te dizem "Luís, fizeste a formação no Leixões e quere- mos que integres o plantel profissional do clu- be"? EM ENTREVISTA...EM ENTREVISTA...EM ENTREVISTA...EM ENTREVISTA...
  • 10. Quem te conhece sabe que sentes o clube. É difícil desligar a pele de adepto enquanto estás dentro de campo a representar a equipa? Não! Já tive a oportunidade de estar de fora em alguns jogos este ano, e posso dizer que fora sofre-se muito mais do que lá dentro.. Cá fora fico bastante nervoso e sou uma pessoa um pouco irri- tante porque não consigo parar quieto.. Lá dentro as coisas são muito diferentes temos de estar con- centrados e empenhados para conseguir vitórias domingo após domingo… Estás no teu último ano de contrato com o Leixões? Tem-se falado que no final da temporada rumas a Braga para representar o clube… Sobre isso não gostaria muito de me pronunciar porque faltam 3 jogos e é nesses 3 jogos que estou focado. O que vai acontecer para o ano vou ter tempo para pensar, neste momento só penso única e exclusivamente no Leixões. Quem é para ti uma “referência” no atual plantel do futebol sénior? É complicado estar a indicar uma referência quan- do se tem um balneário cheio de homens com “H” muito grande , mas destaco os 2 capitães (Nuno Silva, Hernâni). Que recordações guardas ao longo dos vários anos? Positivas e negativas? Tenho muitas recordações do Leixões. São 15 anos de Leixões ao peito.. São mais as positivas do que as negativas… pela positiva o ter assinado pelo futebol sénior e ter chegado a seleção; pela negativa a morte do meu pai que foi um duro gol- pe que ainda hoje tenho dificuldades em digerir e nos iniciados ter perdido mais de metade da época por uma lesão.. Como é que descreves os adeptos do Leixões? São adeptos incríveis , fieis e que estão sempre ao lado da equipa , tem sido muito importantes nesta longa caminhada , espero que possamos dar-lhes uma alegria no final porque eles mere- cem. Na última temporada recebes um prémio pelo clube. Foi um reconheci- mento ou entendeste-o como algo mais? Sim, acho que foi o reconhecimento de todo o trabalho que fiz durante a for- mação. Entendi o prémio como uma forma de eu trabalhar ainda mais para não desiludir as pessoas que estavam apostar em mim. Primeiro Sub20, depois Sub21. Como é que é vestir a camisola? É um sonho. Acho que todos nós Portugueses temos objectivos e sonhos e para mim representar Portugal é uma sensação única e que me deixa sem palavras… Era um sonho para ti representar Portugal? Sim, sem dúvida. Nós temos sempre esse sonho “Neste momento só penso única e exclusivamente no Leixões” 10101010
  • 11. 11111111 mas sabemos que só com muito trabalho e que vamos lá chegar. Eu tive a sorte de as coisas me correr bem. Qual é o teu objectivo a curto/médio prazo? O meu objectivo neste momento é só um: devol- ver o Leixões ao lugar de onde nunca devia ter saído.. Na última edição da «Leixões magazine», o Hernâni disse-nos que tu eras o pior nas palha- çadas. Que é que tens a dizer para te defender? Sou muito brincalhão por natureza e quando nos sentimos bem num balneário e sentimos que as pessoas gostam de nós. Soltamo-nos e tentamos tirar partido de todos os momentos para conviver e nos divertir-mos. Que pergunta querias que te fizesse. Quais são as tuas superstições? E a resposta seria? Vou revelar só uma. Antes do jogo tenho que dor- mir com uma camisola vermelha se não o jogo não me corre de feição.
  • 12. 12121212 Sala de troféus, gabinetes do clube, sala de bilhar, camarotes, camarote presi- dencial, balneários (visitante e visita- do) sendo que o culminar é o pisar do relvado que muitos ambicionam quando forem “crescidos”. Ali, onde joga o futebol sénior, têm a oportunidade de se recria- rem com a bola antes de um merecido repasto onde não falta o tradicional “parabéns a você” antes da abertura dos presentes. Todos os aniversariantes são ainda agracia- dos com um brinde do Leixões para mais tarde recordarem aquele dia que promete ficar na história da sua vida. S ão já vários os aniversários realizados nas instalações do Leixões Sport Club. O objetivo é simples: conjugar uma data especial com o desporto e com o clube que muitos representam. Tudo começa no auditório do Estádio do Mar onde o aniversa- riante e seus convi- dados se reúnem para a partir daí começar a conhecer o centenário clube do Mar. Muitos deles são “bebés do Mar”, outros aparecem por arrasto dos amiguinhos. Não se acei- tam apenas atletas do clube mas sim todos aqueles que queiram desfrutar de uma tarde diferente, de uma tarde bem passada. No auditório, o início da tarde começa com a visualização de um vídeo onde se pretende dar a conhecer mais um pouco um clube que dá “craques” ao futebol português. Mas nesse vídeo nenhuma modalidade é esquecida. Desde o bilhar ao karaté, pas- sando pelo boxe e pelo voleibol não dei- xando de lado a natação, tudo é mostra- do ao aniversariante. Depois do vídeo, umas perguntinhas sobre o Leixões ajudam a adoçar o apeti- te para aquilo que se segue: o início da visita às instalações do Estádio do Mar.
  • 13. 13131313 cou graças a uma providência cautelar interposta pelos responsáveis do clube). Além dos jogos do Futebol Sénior as nossas Cheeleaders já atuaram na Gala dos 105 anos do clube e também contam com várias participações no Pavilhão Ilídio Ramos onde jogam as equipas seniores do voleibol do clube. O repto foi lançado há uns meses no site oficial do Leixões Sport Club. Com o objetivo de animar o estádio do Mar nos intervalos dos jogos, o Lei- xões Sport Club tentou ao longo de algum tempo reunir um grupo de raparigas que sentissem o clu- be. Já contam com mais de 20 atuações desde o dia 20 de Outubro do ano passado. A estreia foi feita diante do CF “Os Belenenses” num encontro que viria a ficar marcado para a história do clube como sendo o primeiro a ter que jogar à porta fechada (coisa que até ao dia de hoje não se verifi-
  • 14. auxiliar o clube em momentos de crise. O primeiro Conselho Geral foi encabeçado por Eurico Felgueiras e foi implantado no clube a 27 de maio de 1957. O segundo foi em 1965 saído de Assembleia-Geral, o 3.º em 1969. Em 1974 foi eleito um Conselho Geral para vigorar em 3 anos (1974 a 1976). Em 1985 foi eleito o último Conselho Geral exis- tente até à atualidade. Narciso Miranda foi eleito entre os 13 conselheiros o presidente do Conse- lho. maio é mês de eleições Neste mês há eleições para se escolher a futura direção do clube. Durante o mês será convocada uma Assembleia- Geral com o propósito de eleger os cor- pos gerentes para o próximo mandato que terá, nos termos dos estatu- tos, a duração de 3 (três) anos. A próxima direção que for eleita vai estar em funções até 2016. E m 105 anos e alguns meses de existên- cia foram já 61 direções as que passa- ram pelo clube de Matosinhos que tem sabido resistir mesmo com os contra tempos que foram existindo. Entre 1907 e 2013 o Leixões Sport Club já passou por várias fases sendo algumas delas certamente com bastantes dificuldades. Prova disso são as mais diversas eleições que se foram verificando ao longo das história. Entre a Comissão Instaladora verificada em 1907 sob o comando de Arthur Nugent e o primeiro mandato foi necessário definir objetivos que foram sendo verificados ao longo do ano necessá- rio para a primeira eleição. O nome de Ricardo Soares Peixinho esteve ligado ao maior número de eleições no clube. Os Conselhos Gerais Até à atualidade existiram apenas cin- co conselhos gerais. Formados por antigos presidentes de Direção do clube e outras figuras de relevo, os Conselhos Gerais sempre tiveram um papel impor- tante durante o tempo em que esti- veram em vigor. Estes Conselhos Gerais eram cha- mados para ajudar a colaborar e Dias da Fonseca é o atual presidente do clube
  • 15. ANO Nome do Presidente 1908 António Costa 1910 Hermann Furbringer 1918 Américo Lemos Pacheco 1920 Artur Nugent Júnior 1922 José Bernardo Pires 1924 José Bernardo Pires 1930 Augusto Baltazar Ribeiro 1931 Manuel Costa Braga (Com. Adm.) 1932 Francisco Marques Reis 1934 Edmundo Alves Ferreira 1938 Filinto Barbosa Júlio 1939 José Ferreira Magalhães 1941 Edmundo Alves Ferreira 1942 Edmundo Alves Ferreira 1943 Hernâni Botelho Gomes 1945 Manuel Lopes Amorim 1946 António Castilho 1947 Edmundo Alves Ferreira 1948 João Manuel Ribeiro 1949 Armando Garcia de Lima 1950 Domingo Ferreira Lucas 1951 Emídio Teixeira Carvalho 1952 Orlando Gomes 1954 Aníbal Pinto de Almeida 1957 Renato Severo Costa 1959 Aníbal Pinto de Almeida 1960 António Laje 1961 Edison de Magalhães 1964 Francisco Mil-Homens 1965 Manuel João Aires 1966 António Ramos Gouveia 1958 António Laje ANO Nome do Presidente 1967 Alfredo Ferreira dos Santos 1968 António Augusto Lopes 1969 António Ramos Gouveia 1970 António Brandão 1972 Vasco Costa e Almeida 1974 Avelino Rocha Ribeiro 1975 Júlio Galante 1976 Avelino Rocha Ribeiro 1977 Joaquim Queiroz 1978 Domingos Nascimento 1978 Marinho Magina 1979 Ricardo Soares Peixinho 1980 Ricardo Soares Peixinho 1981 Ricardo Soares Peixinho 1982 Ricardo Soares Peixinho 1983 Ricardo Soares Peixinho 1984 Ricardo Soares Peixinho 1985 Ricardo Soares Peixinho 1986 Ricardo Soares Peixinho 1987 Mário Santos 1989 Manuel Duarte Cidade 1991 Américo Jorge Branco 1993 Henrique Araújo 1994 Ramiro Patrício 1999 Américo Jorge Branco 2000 José Manuel Teixeira 2004 Dias da Fonseca 2007 Dias da Fonseca 2010 Dias da Fonseca 2013 ??? R. Alfredo Cunha, 488 Matosinhos
  • 16. campeonato nacional da 1.ª Divisão do campeonato nacional de voleibol. Mesmo assim ficamos num honroso 2.º lugar e apesar de não termos con- seguido interromper uma série de 21 anos sem nos sagrarmos campeãs nacionais, a equipa atualmente conhecida por sereias - anteriormente eram conhecidas por Marias - deu uma boa imagem do clube ao longo de toda a temporada! Uma palavra de agradecimento a todos aqueles que ao longo desta épo- ca contribuíram para o sucesso: Diretor Geral Luís Machado Diretor equipa sénior feminina Pedro Veiga Treinador Manuel Almeida Treinador Adjunto Afonso Neves Treinadores adjuntos João David e Hélder Andra- de Médico José Benitez Fisioterapeuta Teresa Oliveira Atletas Filipa Duarte (Capitã), Vanessa Rodri- gues (sub-capitã), Juliana Antunes (sub-capitã), Maria João Caseira, Rita Elísio, Luisa Paiva, Helena Ribeiro, Gracinda Ramos, Ana Monteiro, Vanessa Paquete, Joana Silva, Rosa Couto, Lilia- na Gomes e Rita Mota A inda não é desta que o Leixões SC vai envergar na próxima temporada o emblema das quinas no equipamento da equipa sénior feminina do voleibol. No passado dia 28 de abril a equipa orientada por Manuel Almeida perdeu por 1-3 no segundo jogo da finalíssima diante do Ribeirense. Frente à atual equipa que era bi-campeã nacional, o Leixões SC não baixou os braços e impulsiona- da pelo público presente na Nave Ilídio Ramos fez frente à equipa açoriana. Mesmo assim o resulta- do não foi aquele que a equipa queria pois se tivesse vencido iria ficar com o primeiro lugar do https://www.facebook.com/pages/Radio-Local-para-Matosinhos 16161616
  • 18. ESPAÇOS DO LEIXÕESESPAÇOS DO LEIXÕESESPAÇOS DO LEIXÕESESPAÇOS DO LEIXÕES clube. A vitrina de Troféus da Sala de Imprensa teve a montagem e a pesquisa de várias pessoas ligadas à história do Leixões. Mário Rui Soromenho, Paulo Soromenho e Bel- miro Esteves Galego (autor de dois livros dedica- dos ao clube) foram os obreiros da vitrina de tro- féus que está acessível a todos e que foi inaugura- da a 15 de agosto de 2002. L ado a Lado com o auditório do Estádio do Mar que serve de sala de imprensa aos jogos do Futebol Sénior “vive” a Sala de Troféus do Leixões Sport Club. Uma vitrina onde estão mais de 200 “prémios” conquistados pelas diversas modalidades onde se destacam naturalmente a Taça de Portugal, os Troféus dos Campeonatos da II Divisão, o Troféu do Campeonato da Liga de Honra, os Troféus do Futebol Feminino, da Pesca Desportiva e a única taça do campeonato de juniores conquistado pelo 18181818
  • 19. IMAGENS DO LEIXÕESIMAGENS DO LEIXÕESIMAGENS DO LEIXÕESIMAGENS DO LEIXÕES 19191919