evoluir suas manobras.Autores: Matheus Felipe, An-
driely Oliveira e Sara Rosana
Porque os alunos gostam tan-
to de andar ...
E S P O R T E N A E S C O L A
A S T R O L O G I A
ma. Quando encontra com
as amigas, adora uma fofo-
quinha. Simpática e i...
Autoras: Jeisiely e Débora
1- O que você acha da edu-
cação dos alunos ?
R: Informal - Acredito que
esta muito elástica o ...
Autores: Beatriz Cardoso, Djeniffer Oliveira, Luiz Fernando
A 8ª série lança a ideia de brechó escolar para ajudar a arrec...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal

573 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
447
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal

  1. 1. evoluir suas manobras.Autores: Matheus Felipe, An- driely Oliveira e Sara Rosana Porque os alunos gostam tan- to de andar de skate? A maioria dos alunos respon- deu que viram outras pessoas andando e acharam legal, então começaram a andar de skate. Leonardo Francisco Nunes aprendeu a andar de skate com 8 anos, aprendeu sozinho e disse que quis aprender a andar pois não tinha nada pra fazer, e seu futuro em relação ao skate ele pretende comprar um novo, pois o seu está que- brado. Aurio Franco aprendeu a an- dar de skate com 11 anos, quis aprender, pois viu um homem andando e achou in- crível e para o seu futuro em relação ao skate não faz a mínima ideia. Matheus Marcelo aprendeu a andar de skate com 16 anos por vontade própria e apren- deu sozinho, porém, achou difícil e pretende continuar andando de skate. Wesley Moraes aprendeu a andar de skate com 9 anos e sozinho, resolveu andar de skate por que achou legal. Pre- tende com- prar um skate novo e continuar andando de skate. Daniel Le- mos Silvei- ra de 16 anos diz ter aprendido a andar de skate aos 15 anos, com a ajuda de seus amigos e vídeos da web, “achei legal e gosto do estilo dos skatistas”, ele diz também que sua maior in- fluência é o skatista brasileiro Luan Oliveira e não tem ne- nhum plano para o futuro, só S K A T E D E N Ú N C I A Autores: Alexssandra Frei- tas, Gabriela Moreira e Vinicius Guckert Na escola vemos muita coisa quebrada. Um exemplo é o telhado do ginásio. Quando chove os alunos mal podem jogar bola direito, pois a água molha a metade da quadra, sem falar no corredor e escada para o segundo piso. E em algumas salas há falta de ventiladores. No verão é aquele calor! Em nossa sala (Oitava série, 81) os dois foram danificados. Já em outras salas o problema é sobre as lâmpadas queima- das, e apenas uma ou duas não dão conta da iluminação completa. Queremos melhorar, por isso queremos fazer esta denún- cia ao Governo, Ministério da Educação, redes sociais e neste jornalzinho. Mas, acre- ditamos que para melhorar, todos os alunos devem cola- borar não depredando a es- cola. J U L H O D E 2 0 1 3 V O L U M E 1 , E D I Ç Ã O 1 J O R N A L D A 8 1 N E S T A E D I Ç Ã O : S K A T E 1 C O N S E R V A Ç Ã O D A E S C O L A 1 E S P O R T E N A E S C O L A 2 A S T R O L O G I A 2 E N T R E V I S T A P R O F ª V A L É R I A 3 E N T R E V I S T A C O M O V I G I A A L E X A N D R E 3 E N T R E V I S T A C O M A D I R E T O - R A R O S Â N G E L A 4 E L A B O R A Ç Ã O  Artigos: Alunos da 8ª série  Supervisão: Prof.ª Andressa da Costa Farias  Edição e formatação: Prof. Hugo Del Cistia Andrade
  2. 2. E S P O R T E N A E S C O L A A S T R O L O G I A ma. Quando encontra com as amigas, adora uma fofo- quinha. Simpática e inteli- gente, adapta-se com a maior facilidade a qualquer situação, detesta a rotina e por não conseguir ficar para- da, está sempre procurando algo diferente para fazer. Seus maiores defeitos po- dem ser uma certa tendên- cia à fofoca e à superficiali- dade. *Câncer (21/06 à 21/07). No estilo : Neste ano, apos- te nas cores mais escuras, e tente se equilibrar entre o discreto e o ousado, sem parecer exótica ou certinha demais. A dica é misturar peças mais clássicas, com acessório mais ousados, sempre buscando o equilí- brio e a elegância! Previsão do dia : É hora de encontrar novas soluções para velhos problemas, can- ceriana. No amor, você está com sorte e os astros vão dar o empurrãozinho que faltava. Nas amizades, o momento também é muito bom e sua turma está au- mentando. Na escola, dedi- que-se mais! Anual: 2013 promete mui- tas mudanças, revoluções, viradas... Enfim, será um ano agita- do, cheio de acontecimentos mar- cantes! O segundo semestre, com a entrada de Júpiter no seu signo, poderá ser ainda mais animado. Na primeira metade do ano, alguns problemas antigos poderão ser re- solvidos e um novo ciclo se iniciará a partir do segundo semestre! Ah, cuidado pra não comer demais e acabar engordando, ok? Aposte nos exercícios físicos para não entrar em guerra com a balança! Sobre você : Sensível, romântica, superligada à família, você tem um lado meigo e doce, mas também pode ser ranco- rosa e mau humorada. Tudo depen- de da Lua. Aparentemente, você é uma garota frágil e sonhadora, mas na realidade, possui uma grande força interior e uma imensa capaci- dade de defender quem você ama. Capta de longe as intenções das pessoas, por isso, pode ser um pou- co desconfiada e arredia. Tem um grande coração e sabe ser uma ótima amiga, mas tem que aprender a não guardar mágoas e nem se apegar tanto ao passado. Fonte: Revista Capricho on-line. Autoras: Danielli Albuquerque, Kely Amorim e Mirelle Caetano Resolvemos escrever sobre Ho- róscopo e vermos qual signo é o mais recorrente entre os alunos da 8ª série. Entrevistamos todos os alunos que vieram no dia 06/06/2013 e os signos mais citados entre eles foram: *Gêmeos (21/05 à 20/06). Nos estudos: O primeiro semestre será mais fácil, embora este pro- meta ser um ano bom para os estudos. Aposte numa boa apre- sentação dos trabalhos sem es- quecer de caprichar no conteúdo também, é claro! No amor: O primeiro semestre tende a ser mais agitado, você pode sair e paquerar mais. Já no segundo, pode rolar uma calma- ria ou quem sabe até um namoro! Na amizade: Neste ano, você estará muito ligada aos amigos, e justamente por isso, podem ocor- rer momentos de tensão, com cenas de ciúme ou excesso de controle. Aja de forma racional sempre! Sobre você: Alegre, curiosa, comunicativa, desencanada, você adora conhe- cer pessoas e conversar muito. Sempre conectada, sabe tudo o que está acontecendo e é sempre a garota mais informada da tur- “Resolvemos escrever sobre Horóscopo e vermos qual signo é o mais r e c o r r e n t e e n t r e o s alunos da 8ª série”. Página 2J O R N A L D A 8 1 Autores: Matteus, Paulo, Valmor, Ana, Beatriz FUTSAL: É o futebol adaptado para prática em uma quadra esportiva por times de apenas 5 jogadores. As equipes, tal como no futebol, têm como objetivo colocar a bola na meta adversária, definida por dois postes verticais limitados pela altura por uma trave horizon- tal. Quando tal objetivo é alcança- do, diz-se que um gol foi marcado, e um ponto é adicionado à equipe que o atingiu. O goleiro, último jogador responsável por evitar o gol, é o único autorizado a segurar a bola com as mãos. A partida é ganha pela equipe que marcar o maior número de gols em 40 mi- nutos divididos em dois tempos. Devido às proporções da área de jogo, o menor número de jogado- res e a facilidade em que se pode jogar uma partida, o futsal já é considerado por muitos como o esporte mais praticado do Brasil, superando o futebol que ainda assim é o mais popular. A rigor, existem duas modalidades do esporte, sendo uma delas a mais antiga, estabelecida quando a Federação Internacional de Fute- bol de Salão ou futsal de quadra (FIFUSA) regulamentava a prática do esporte e por isso conhecida como futebol de salão-FIFUSA e a outra, estabelecida sob a regula- mentação da FIFA, conhecida co- mo futsal (embora o termo atual- mente denomine a prática do es- porte nas duas versões). As dife- renças limitam-se a algumas poucas regras, mas que acabam influenciando sensivelmente a dinâmica e plástica do jogo. Campeonato de futsal do Mais Educação
  3. 3. Autoras: Jeisiely e Débora 1- O que você acha da edu- cação dos alunos ? R: Informal - Acredito que esta muito elástica o quê é isto? - que os pais não esta- belecem limites para as crianças, e não estão trans- mitindo valores principais. Formal – Os alunos não estudam, não se envergo- nham de tirar notas baixas e só reagem no final do ano quando sabem que estão prestes a rodar no final do ano. 2- O que você acha que deveria mudar na sala de aula? R: As atitudes dos alunos, o comportamento, o respeito com os outros (colegas e professores). 3- Como você ensina seus alunos ? R: Com questionamentos e atividades de feedback. 4- O que você acha da estru- tura da escola? R: Apesar de possuirmos alguns recursos muito bons (sala de informática e biblio- teca), ainda precisamos de melhorias. A iluminação da sala dos professores, por exemplo, deixa muito a desejar. Eu prefiro utilizar as salas dos alunos para fazer as correções. 5- Como você interage com seus alunos? R: Com brincadeiras e atividades em grupo. 6- Você costuma descon- trair seus alunos? R: Sim, com algumas ativi- dades lúdicas. 7- O que você acha sobre a limpeza dos banheiros? R: Razoável em razão da es- cola ser grande e ter poucos funcionários para a limpeza. 8- O que você acha da ali- mentação dos alunos? R: Não sei porque os profes- sores são proibidos de me- rendar na escola, e nem po- dem entrar no refeitório. 9- O que você acha sobre o guardinha da escola fazendo a merenda? R: Se isso ocorreu, foi porque imprevistos acontecem. Isso não seria um costume e sim uma exceção 3- Como é trabalhar na escola? R: Bom, às vezes tem algumas incomodações, mais a maioria das vezes é bom. 4- O senhor gosta de trabalhar na escola? Porque? R: Sim. Por que me dou bem com todos os funcionários e alguns alunos. Autores: José Geovani e Juliano Corrêa 1– Como o senhor chegou nesta escola? R: Deixei meu currículo na em- presa casvig que teria uma vaga no colégio. 2– Há quantos anos o senhor trabalha nesta escola? R: 8 anos pela empresa casvig. E N T R E V I S T A C O M A P R O F E S S O R A V A L É R I A E N T R E V I S T A C O M O V I G I A A L E X A N D R E “Os pais não estabelecem limites para as crianças, e não estão transmitindo v a l o r e s principais”. Página 3V O L U M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Professora Valéria
  4. 4. Autores: Beatriz Cardoso, Djeniffer Oliveira, Luiz Fernando A 8ª série lança a ideia de brechó escolar para ajudar a arrecadar dinheiro para a formatura. O brechó escolar vai funcionar aos sába- dos das 09:00 às 11:00 e das 14:00 às 17:00 horas. Os alunos Luiz Fernando, Beatriz e Djeniffer ficarão responsáveis pela venda dos objetos doados pela comunidade escolar. As doações serão de rou- pas, calçados, brinquedos, etc. Tudo tem que estar em bom estado de uso. FAÇA PARTE DESTA IDEIA!!!! B R E C H Ó E S C O L A R Estamos na web: acesse eebpresidenteroosevelt.blogspot.com.br E N T R E V I S T A C O M A D I R E T O R A R O S Â N G E L A M E D E I R O S J O R N A L D A 8 1 Página 4 Autoras: Daivana Godóis e Etiani Mateus A diretora da Escola Estadual Básica Presidente Roose- velt foi entrevistada pelas alunas citadas acima, numa segunda feira do dia 06/06/2013 para o jornal da 8º série. As alunas perguntaram: 1- O que a senhora pretende fazer de me- lhoria na escola até o fim do ano? R: Tudo o que estiver no orçamento do colé- gio, mas este mês já será feito alguma me- lhoria. 2- Em relação a forma- tura da 8º serie e do 3º ano, como será organizada? R: No mês de junho será realizada uma reunião para organizar tudo. 3- Porque não houve gincana no ano anterior? R: No ano anterior não houve, pois faltou re- curso humano para a organização. 4- Sobre as brigas na escola, o que a senho- ra acha a respeito disso? R: Sem comentários. É um horror para a esco- la, é o fim do mundo os alunos usarem esse meio para resolver as coisas. 5- O que a senhora acha da estrutura da escola, tem algo que precisa melhorar? R: A estrutura da esco- la é boa. Serão feitas melhorias sim, mas tem que ser de acordo com a verba da escola. Fachada da Escola

×