Animais em vias de extinção 7ºb

7.032 visualizações

Publicada em

animais em vias de extinção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.032
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animais em vias de extinção 7ºb

  1. 1. Trabalho realizado por: Aires nº1 Hugo nº15 João nº18
  2. 2. • Nós escolhemos este trabalho porque gostaríamos de advertir as pessoas a preservar o habitat dos animais, visto que cada vez há mais espécies de animais em vias de extinção. Índice
  3. 3. Espécies cujo número de indivíduo é muito reduzido estão em perigo de desaparecer (em via de extinção). Desde que a terra existe, muitas espécies de animais foram desaparecendo, principalmente devido à destruição imposta pelo Homem. Índice
  4. 4. Os seres vivos estão feitos para viver num determinado tipo de ambiente.Quando este muda ,vão ser substituídos por novas espécies. Se o ritmo das mudanças for muito rápido, a reprodução não acontece e as espécies vãoextinguir-se antes de ser substituídas. O que significa uma diminuição na variedades e no número de espécies. Índice
  5. 5. • Mudanças ambientais• Chuvas intensas, secas prolongadas, sismos• Incêndios florestais Índice
  6. 6. • Poluição: a Indústria e a agricultura usam produtos químicos que se infiltram nos solos , ou misturam-se com a água , contaminando o habitat e levando ao envenenando as espécies.• Caça e coleccionismo de espécies não regulamentada, caça desportiva e caça para comércio (marfim, espécies exóticas, vestuário,• Destruição do habitat pela Desflorestação para obter madeira, para construir edifícios, fabricas, cidades e estradas. Índice
  7. 7. • Lobo Ibérico• Abetarda• Águia Pesqueira• Saramugo• Lince Ibérico• Camaleão• Foca-Monge• Morcego Índice
  8. 8. • Descrição: O Lince Ibérico é uma espécie de felídeo característica da Península Ibérica. As partes superiores são cinzentas, tem manchas escuras sobre as costas, flancos e patas. A barriga é branca amarelada e a extremidade da cauda é negra. As orelhas caracterizam-se por um tufo de pêlos negros nas extremidades. Longevidade: 13 anos. Comprimento: entre 85 e 110 cm Peso: 13 kg (as fêmeas são um pouco mais leves) Habitat: regiões montanhosas (Malcata e S. Mamede), áreas planas do Sul e Centro (Vale do Sodo, Vale do Guadiana)Ameaças: Perda do seu habitat (bosque e matagal mediterrâneo)Desaparecimento progressivo das populações de coelhos bravos (sua principal presa) Caça e perseguição do HomemProtegido por lei, em Portugal, desde 1967. Índice
  9. 9. • Descrição:• É uma subespécie do Lobo Cinzento. Tem a pelagem de coloração acizentada mesclada de negro, particularmente sobre o dorso. Tem grande cabeça.• Longevidade: 16 anos• Comprimento: 130 a 180 cm• Peso: entre 30– 45 kg• Habitat: Região centro-este, em zonas de fronteira com Espanha Embora cace quase sempre sozinho, o Lobo-ibérico vive em alcateia.• Ameaças: Envenenamento Caça Destruição do seu habitat (construção estradas, edifícios…) Presença do Homem a alcateia varia entre os 3 a 10 indivíduos. Índice
  10. 10. • Descrição:• Peixe de água doce.• Tem muitas escamas pequenas e o seu corpo é estreito e• comprido. A sua cor é de tons prateados ou amarelados a• rosados com minúsculas manchas negras ao longo do• flanco.• Longevidade: 3 anos• Comprimento: entre 6 -7 cm• Habitat: águas pouco profundas, de corrente lenta e fundos com muita vegetação aquática. Encontra-se só em alguns afluentes do rio Guadiana Índice
  11. 11. • Descrição:• Geralmente são castanhas com manchas claras na barriga.• Os bigodes são muitos importantes porque funcionam como órgãos de auxilio aos olhos.• É um mamífero: (não aguenta muito tempo debaixo da água)• Longevidade: entre 20 – 30 anos• Comprimento: Uma das maiores focas pode medir até 4 m (2,5 m as fêmeas)• Peso: 300 kg• Habitat: Mares temperados• Ameaças: Poluição dos mares Índice
  12. 12. • Descrição: É uma ave migradora, a melhor de rapina pescadora. Tem barriga branca, asas escuras e uma faixa escura do olho à nuca. Ao contrário da maioria das aves pescadoras, que apanham os peixes com o bico, a águia pesqueira pega-os com suas garras compridas e dedos escamados e rugosos.• Longevidade: 25 anos• Comprimento: 50 cm (as fêmeas são maiores)• Envergadura: até 1,70 m• Habitat: Mora nas árvores perto da costa. Caça nos rios e nos lagos. A maioria dos exemplares estão na América do Norte. Em Portugal só há um casal (no sudoeste)• Ameaças: Perda de habitat: Presença dos Homens Índice
  13. 13. • Descrição:• É um animal da família de répteis escamados e uma das mais conhecidas famílias de lagartos. Há cerca de 80 espécies de camaleões.• Características: LÍNGUA: Muito comprida (até 1 m), de ponta pegajosa, é usada como laço para apanhar os insectos (mariposas, moscas…) OLHOS: Podem ser movidos para qualquer direcção, o que lhe confere aparência curiosa. PELE: Tem bastante queratina. Essa característica faz com que o camaleão consiga mudar a sua cor e faça a "muda" de pele durante o seu crescimento.• Comprimento: Até 60 cm• Habitat: Regiões quentes. Habitam principalmente em árvores e podem passar de uma árvore a outra graças à sua cauda e aos pés em forma de pinças.• Ameaças: Mudança de habitat Perda das presas Caça e coleccionismo de espécies não regulamentada Índice
  14. 14. • Descrição:• O morcego é o único mamífero voador.• Características: o uso de ultra-som para orientar-se.• Tem ampla variedade de hábitos alimentares: frutas, néctar, pólen, insectos, pequenos vertebrados e peixes.• Comprimento: Há uma enorme variedade de formas e tamanhos. Podem ter uma envergadura de 5 centímetros até 2 metros.• Habitat: Os morcegos vivem em grupos em cavernas, ou em cima das árvores nos lugares com clima temperado. Em geral têm uma enorme capacidade de adaptação a qualquer ambiente.• Ameaças: Perda de habitat (grutas) Homem: Mata-os por não lhe encontrar função ou utilidade e porque os acha portadores de azar. Índice
  15. 15. • Descrição:• Maior ave voadora da Europa.• Os machos destas aves têm uma plumagem vistosa em tons de castanho- avermelhado, branco e cinza-azulado.• As fêmeas possuem uma plumagem menos colorida.• Comprimento: entre 50 – 120 cm (Abetarda Gigante)• Peso: 16 kg• Habitat: Vive em meios agrícolas abertos, sem arbustos e• com árvores escassas ou ausentes. (Alentejo)• Ameaças: Perda de habitat (a utilização de pesticidas está a provocar a diminuição do alimento disponível) Colisão com cabos de transporte de electricidade. Índice
  16. 16. • Publicar leis que proíbam a caça de espécies raras• Impedir a utilização dos animais selvagens na investigação médica (ex: macacos)• Criar animais em via de extinção em jardim zoológico, parques de animais selvagens, cativeiro…• Impedir que alguns animais sejam tirados do seu habitat para serem vendidos como animais de estimação Índice
  17. 17. • www.wikipédia.org.pt• Conhecimentos dos elementos do grupo• Livros:• Enciclopédias Índice
  18. 18. • Nós gostámos de fazer este trabalho porque conseguimos perceber que animais estavam em extinção e o que fazer para ajudar a que a espécies não se extinguem. Esperamos que tenham gostado. Índice
  19. 19. • Capa…………………………………………………………………………………………….1 – Introdução…………………………………………………………………………….2 – O que são animais em vias de extinção………………………………….3 – Como se vão extinguindo………………………………………………………4 – Causas naturais que provocam a destruição do habitat…………5 – Causas humanas que provocam a destruição do habitat……….6 – Espécies protegidas em Portugal…………………………………………..7 – Lince Ibérico………………………………………………………………………....8 – Lobo Ibérico………………………………………………………………………….9 – Saramugo…………………………………………………………………………….10 – Foca-Monge…………………………………………………………………………11 – Águia Pesqueira……………………………………………………………………12 – Camaleão…………………………………………………………………………….13 – Morcego………………………………………………………………………………14 – Abetarda……………………………………………………………………………..15 – Soluções para evitar a extinção de animais………………………….16 – Bibliografia………………………………………………………………………….17 – Conclusão …………………………………………………………………………..18

×