SlideShare uma empresa Scribd logo
Maiakovski Poeta russo "suicidou-se" após a revolução de Lenin… escreveu, ainda no início  do século XX :
Na primeira noite, eles se aproximam e colhem uma flor de nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem, pisam as flores, matam o nosso cão. E não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles, entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua, e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada.
Depois de Maiakovski…
Primeiro levaram os negros Mas não me importei com issoEu não era negro Em seguida levaram alguns operáriosMas não me importei com issoEu também não era operário Depois prenderam os miseráveisMas não me importei com issoPorque eu não sou miserável Depois agarraram uns desempregadosMas como tenho meu emprego Também não me importei Agora estão me levandoMas já é tarde.Como eu não me importei com ninguémNinguém se importa comigo. BertoldBrecht (1898-1956)
Um dia vieram e levaram o meu vizinho que era judeu.Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram o meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram o meu vizinho católico.Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e levaram-me;já não havia mais ninguém para reclamar...  MartinNiemöller, 1933 - símbolo da resistência aos nazis.
Primeiro eles roubaram nos sinais, mas não fui eu a vítima,  Depois incendiaram os ônibus, mas eu não estava neles; Depois fecharam ruas, onde não moro; Fecharam então o portão da favela, que não habito; Em seguida arrastaram até a morte uma criança, que não era meu filho...  CláudioHumberto, em 09 FEV 2007
O que os outros disseram, foi depois de ler Maiakovski. Incrível é que, após mais de cem anos, ainda nos encontremos tão desamparados, inertes, e submetidos aos caprichos da ruína moral dos poderes governantes, que vampirizam o erário, aniquilam as instituições, e deixam aos cidadãos os ossos roídos e o direito ao silêncio : porque a palavra, há muito se tornou inútil… - até quando?...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Rita Steter
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Mensagens Virtuais
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Nelson Pereira
 
MAIAKOVSKI
MAIAKOVSKIMAIAKOVSKI
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Jose Pinto Cardoso
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Silvilene Oliveira
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Cantacunda
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Armin Caldas
 
Maiakovs
MaiakovsMaiakovs
Maiakovs
Luis Novo
 
Comigo
ComigoComigo
Comigo
guest7742202
 
Comigo
ComigoComigo
Maiakovski. Teoria Do Caos
Maiakovski. Teoria Do CaosMaiakovski. Teoria Do Caos
Maiakovski. Teoria Do Caos
Agostinho NSilva
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Armin Caldas
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Mihaly Munkacsy
Mihaly MunkacsyMihaly Munkacsy
Mihaly Munkacsy
adam eva
 

Mais procurados (15)

Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
MAIAKOVSKI
MAIAKOVSKIMAIAKOVSKI
MAIAKOVSKI
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovs
MaiakovsMaiakovs
Maiakovs
 
Comigo
ComigoComigo
Comigo
 
Comigo
ComigoComigo
Comigo
 
Maiakovski. Teoria Do Caos
Maiakovski. Teoria Do CaosMaiakovski. Teoria Do Caos
Maiakovski. Teoria Do Caos
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Mihaly Munkacsy
Mihaly MunkacsyMihaly Munkacsy
Mihaly Munkacsy
 

Destaque

SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
mluisa56
 
Dora, De Picasso
Dora, De PicassoDora, De Picasso
Dora, De Picasso
Helena
 
OraçãO De Ghandi
OraçãO De GhandiOraçãO De Ghandi
OraçãO De Ghandi
Helena
 
Biblioteca valter
Biblioteca   valterBiblioteca   valter
Biblioteca valterHelena
 
Holocausto
HolocaustoHolocausto
Holocausto
Helena
 
OBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃEOBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃE
Helena
 
Bom ano lectivo
Bom ano lectivoBom ano lectivo
Bom ano lectivo
dinaflopes
 
Mapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra MundialMapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra Mundial
Helena
 
Picasso e o cubismo
Picasso e o cubismoPicasso e o cubismo
Picasso e o cubismo
Alessandra Tanda
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
Helena
 
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-iVinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
jcmucuge
 
How to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your NicheHow to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your Niche
Leslie Samuel
 

Destaque (12)

SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
SOLIDARIEDADE (Maiakovsky, Brecht e outros...)
 
Dora, De Picasso
Dora, De PicassoDora, De Picasso
Dora, De Picasso
 
OraçãO De Ghandi
OraçãO De GhandiOraçãO De Ghandi
OraçãO De Ghandi
 
Biblioteca valter
Biblioteca   valterBiblioteca   valter
Biblioteca valter
 
Holocausto
HolocaustoHolocausto
Holocausto
 
OBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃEOBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃE
 
Bom ano lectivo
Bom ano lectivoBom ano lectivo
Bom ano lectivo
 
Mapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra MundialMapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra Mundial
 
Picasso e o cubismo
Picasso e o cubismoPicasso e o cubismo
Picasso e o cubismo
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
 
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-iVinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
 
How to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your NicheHow to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your Niche
 

Semelhante a Maiakovski

Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski1
Maiakovski1Maiakovski1
Maiakovski1
Victor Costa Costa
 
Maiakovski1
Maiakovski1Maiakovski1
A propósito do silêncio maiakovski
A propósito do silêncio   maiakovskiA propósito do silêncio   maiakovski
A propósito do silêncio maiakovski
Jose Pinto Cardoso
 
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãOMaiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
jmeirelles
 
Maiakoviski
MaiakoviskiMaiakoviski
Maiakoviski
jmeirelles
 
Maioviski E ConsciêNcia Coletiva
Maioviski E ConsciêNcia ColetivaMaioviski E ConsciêNcia Coletiva
Maioviski E ConsciêNcia Coletiva
jmeirelles
 
Deixa, Não é Comigo
Deixa, Não é ComigoDeixa, Não é Comigo
Deixa, Não é Comigo
guestd53d60
 
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docxSOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
Nelson Pereira
 

Semelhante a Maiakovski (9)

Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Maiakovski1
Maiakovski1Maiakovski1
Maiakovski1
 
Maiakovski1
Maiakovski1Maiakovski1
Maiakovski1
 
A propósito do silêncio maiakovski
A propósito do silêncio   maiakovskiA propósito do silêncio   maiakovski
A propósito do silêncio maiakovski
 
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãOMaiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
Maiakoviski E ConsciêNcia Coletiva úLtima VersãO
 
Maiakoviski
MaiakoviskiMaiakoviski
Maiakoviski
 
Maioviski E ConsciêNcia Coletiva
Maioviski E ConsciêNcia ColetivaMaioviski E ConsciêNcia Coletiva
Maioviski E ConsciêNcia Coletiva
 
Deixa, Não é Comigo
Deixa, Não é ComigoDeixa, Não é Comigo
Deixa, Não é Comigo
 
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docxSOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
SOCIALISMO. A BEM DE QUEM_.docx
 

Mais de Helena

Mozart E O Seu Fiel Amigo
Mozart E O Seu Fiel AmigoMozart E O Seu Fiel Amigo
Mozart E O Seu Fiel Amigo
Helena
 
Portugal Antigo Livros Escolares
Portugal   Antigo   Livros EscolaresPortugal   Antigo   Livros Escolares
Portugal Antigo Livros Escolares
Helena
 
Saudade1
Saudade1Saudade1
Saudade1
Helena
 
Obrigado
ObrigadoObrigado
Obrigado
Helena
 
Os Conselhosde Bill Gates
Os Conselhosde Bill GatesOs Conselhosde Bill Gates
Os Conselhosde Bill Gates
Helena
 
Luanda ... Em Tempos
Luanda ... Em TemposLuanda ... Em Tempos
Luanda ... Em Tempos
Helena
 
Eugenio Andrade 4
Eugenio Andrade 4Eugenio Andrade 4
Eugenio Andrade 4
Helena
 
Amizadess Ofeitasdepedacinhos
Amizadess OfeitasdepedacinhosAmizadess Ofeitasdepedacinhos
Amizadess Ofeitasdepedacinhos
Helena
 
A Amizade
A AmizadeA Amizade
A Amizade
Helena
 
A Nobreza Humana
A Nobreza HumanaA Nobreza Humana
A Nobreza Humana
Helena
 
3 Profeciade F Tima
3 Profeciade F Tima3 Profeciade F Tima
3 Profeciade F Tima
Helena
 
Salarios Humor
Salarios HumorSalarios Humor
Salarios Humor
Helena
 
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
Helena
 
Van Gogh Music
Van Gogh   MusicVan Gogh   Music
Van Gogh Music
Helena
 
Sobre A Dignidade Do Homem
Sobre A Dignidade Do HomemSobre A Dignidade Do Homem
Sobre A Dignidade Do Homem
Helena
 
Roms Marcas Famosas E Suas Origens 2009
Roms   Marcas Famosas E Suas Origens   2009Roms   Marcas Famosas E Suas Origens   2009
Roms Marcas Famosas E Suas Origens 2009
Helena
 
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
Helena
 
Pieta Miguelangelo
Pieta MiguelangeloPieta Miguelangelo
Pieta Miguelangelo
Helena
 
Photos Anciennes
Photos AnciennesPhotos Anciennes
Photos AnciennesHelena
 
Patrimonio Mundial
Patrimonio MundialPatrimonio Mundial
Patrimonio Mundial
Helena
 

Mais de Helena (20)

Mozart E O Seu Fiel Amigo
Mozart E O Seu Fiel AmigoMozart E O Seu Fiel Amigo
Mozart E O Seu Fiel Amigo
 
Portugal Antigo Livros Escolares
Portugal   Antigo   Livros EscolaresPortugal   Antigo   Livros Escolares
Portugal Antigo Livros Escolares
 
Saudade1
Saudade1Saudade1
Saudade1
 
Obrigado
ObrigadoObrigado
Obrigado
 
Os Conselhosde Bill Gates
Os Conselhosde Bill GatesOs Conselhosde Bill Gates
Os Conselhosde Bill Gates
 
Luanda ... Em Tempos
Luanda ... Em TemposLuanda ... Em Tempos
Luanda ... Em Tempos
 
Eugenio Andrade 4
Eugenio Andrade 4Eugenio Andrade 4
Eugenio Andrade 4
 
Amizadess Ofeitasdepedacinhos
Amizadess OfeitasdepedacinhosAmizadess Ofeitasdepedacinhos
Amizadess Ofeitasdepedacinhos
 
A Amizade
A AmizadeA Amizade
A Amizade
 
A Nobreza Humana
A Nobreza HumanaA Nobreza Humana
A Nobreza Humana
 
3 Profeciade F Tima
3 Profeciade F Tima3 Profeciade F Tima
3 Profeciade F Tima
 
Salarios Humor
Salarios HumorSalarios Humor
Salarios Humor
 
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
Vilade Sintra ApresentaçãO 1!!!
 
Van Gogh Music
Van Gogh   MusicVan Gogh   Music
Van Gogh Music
 
Sobre A Dignidade Do Homem
Sobre A Dignidade Do HomemSobre A Dignidade Do Homem
Sobre A Dignidade Do Homem
 
Roms Marcas Famosas E Suas Origens 2009
Roms   Marcas Famosas E Suas Origens   2009Roms   Marcas Famosas E Suas Origens   2009
Roms Marcas Famosas E Suas Origens 2009
 
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
Pinturas CláSicas (No Tocar Mouse)
 
Pieta Miguelangelo
Pieta MiguelangeloPieta Miguelangelo
Pieta Miguelangelo
 
Photos Anciennes
Photos AnciennesPhotos Anciennes
Photos Anciennes
 
Patrimonio Mundial
Patrimonio MundialPatrimonio Mundial
Patrimonio Mundial
 

Maiakovski

  • 1. Maiakovski Poeta russo "suicidou-se" após a revolução de Lenin… escreveu, ainda no início  do século XX :
  • 2. Na primeira noite, eles se aproximam e colhem uma flor de nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem, pisam as flores, matam o nosso cão. E não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles, entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua, e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada.
  • 4. Primeiro levaram os negros Mas não me importei com issoEu não era negro Em seguida levaram alguns operáriosMas não me importei com issoEu também não era operário Depois prenderam os miseráveisMas não me importei com issoPorque eu não sou miserável Depois agarraram uns desempregadosMas como tenho meu emprego Também não me importei Agora estão me levandoMas já é tarde.Como eu não me importei com ninguémNinguém se importa comigo. BertoldBrecht (1898-1956)
  • 5. Um dia vieram e levaram o meu vizinho que era judeu.Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram o meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram o meu vizinho católico.Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e levaram-me;já não havia mais ninguém para reclamar... MartinNiemöller, 1933 - símbolo da resistência aos nazis.
  • 6. Primeiro eles roubaram nos sinais, mas não fui eu a vítima, Depois incendiaram os ônibus, mas eu não estava neles; Depois fecharam ruas, onde não moro; Fecharam então o portão da favela, que não habito; Em seguida arrastaram até a morte uma criança, que não era meu filho... CláudioHumberto, em 09 FEV 2007
  • 7. O que os outros disseram, foi depois de ler Maiakovski. Incrível é que, após mais de cem anos, ainda nos encontremos tão desamparados, inertes, e submetidos aos caprichos da ruína moral dos poderes governantes, que vampirizam o erário, aniquilam as instituições, e deixam aos cidadãos os ossos roídos e o direito ao silêncio : porque a palavra, há muito se tornou inútil… - até quando?...