SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 88
Baixar para ler offline
INDÚSTRIA DO
PETRÓLEO
Estaleiros
Transportadoras – distribuidoras
Petroquímica
Manutenção em geral
Estaleiros
• O que é?
• Onde tem?
• Funções?
• O que é necessário para trabalhar?
O que é um estaleiro?
• Onde se fabricam navios e plataformas
Construção do casco
Estaleiro OSX – Construção Navio Sonda para
a Petrobras
Hangar para
construção de
carcaça de navio
Sonda para a
Petrobras pelos
estaleiros OSX no
Rio de Janeiro
Lançamento de Navio ao Mar –
Estaleiro Rio Grande
Lançamento de
navio Conteineiro no
mar. O Navio é
construído em dique
seco e depois a
comporta é aberta e
ele é lançado no mar
Lançamento ao Mar
Como são os estaleiros na China ; ou
porque é barato fazer navios na China ?
Onde tem : Estaleiro Rio Grande
Plataforma Offshore / Dique seco
Área Construída: 450.000 m²
Situado na cidade de Rio Grande, no
Rio Grande do Sul, o Estaleiro Rio
Grande, com área total construída de
440 mil metros quadrados, abrigará o
maior Dique Seco da América Latina,
com exatos 133 metros de largura
por 350 metros de comprimento terá
capacidade de receber,
simultaneamente, duas embarcações
para
igual
deste
construção ou manutenção,
às atuais estruturas asiáticas
segmento, atualmente
referencia mundial.
Estaleiro Atlântico Sul
O Estaleiro
fica em
Atlântico Sul
Recife no
Pernambuco e é focado na
produção
cargueiros
de navios
– petroleiros,
conteineiros, graneleiros e
gerais, entre
além de
offshore
de cargas
outros –
plataformas
,navios de perfuração e
barcos de apoio à indústria
petrolífera.
Estaleiros Eisa
ESTALEIRO VAI GERAR 500
NOVOS EMPREGOS EM SÃO
GONÇALO
Cerca de 500 novos
trabalho estão previstos com
postos de
o
início das atividades do Estaleiro
Eisa, empresa do Grupo Synergy,
no município de São Gonçalo (RJ)
Em relação a área de 46 mil
metros quadrados no Gradim que
foi arrendada pelo estaleiro Eisa,
funcionará uma unidade para
fabricação de estruturas metálicas
para atender ao segmento naval,
offshore, indústrias em geral e ao
novo Complexo Petroquímico do
Rio de Janeiro (Comperj), em
Itaboraí.
Estaleiro Mauá
O Estaleiro Mauá, no bairro da
Ponta da Areia, prevê o início das
obras dos quatro navios do
programa de Modernização e
Expansão da Frota da Transpetro
I (Promef I), para março de 2011.
Ocean Worker e Ocean
Whittington, as duas plataformas
de perfuração que pertencem à
Brasdril, já no pier do Mauá para
obras de reparo e modernização.
Após a conclusão das obras, elas
trabalharão sob contrato com a
Petrobras.
Funções que existem num Estaleiro
• Soldador
• Eletricista Manutenção
• Montador
• Caldeireiro
• Técnico em Solda
• Inspetor de Solda
• Encanador
• Esmerilhador
• Pintor
Maior necessidade de Mão de Obra
• O presidente do EAS
Sul ),(estaleiro Atlântico
Ângelo Alberto Bellelis,
falou sobre a empresa e
os desafios de formar mão
de obra qualificada. idealizar
Programa
prioridade
Como o Brasil não tinha tradição na
indústria naval, não havia
trabalhadores especializados
disponíveis no mercado nacional. A
empresa enfrentou esse quadro ao
e executar seu arrojado
de Qualificação. A
é a formação de
soldadores e montadores, que são
as funções com mais demanda no
Estaleiro Atlântico Sul.
Soldador
• Responsável por
soldas em ligas
metálicas que
forma a estrutura
do casco e nas
chapas do casco
Qualificações necessárias para Soldador
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Realizar a preparação e aplicação dos processos de
soldagem e o controle de qualidade da soldagem,
aplicando normas e procedimentos técnicos,
ambientais, de qualidade e de saúde e segurança
no trabalho
Caldeireiro
• Responsável por cortar
dobrar e montar projetos
de equipamentos partindo
de chapas lisas e retas.
• Projetos como tubulações,
caldeiras, insufladores.
Qualificações necessárias para Caldeireiro
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial
de Petróleo.
• Conhecimentos tecnológicos básicos de materiais ferrosos
e processos de fabricação, bem como técnicas básicas de
fabricação e reparo de peças e equipamentos de
caldeiraria, considerando normas técnicas, ferramentas da
qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
Montador
• Responsável por trabalhar
na montagem de peças de
ou plataformas
de estaleiros.
navios
dentro
Trabalha diretamente com
peças acabadas e prontas
para serem unidas
Qualificações necessárias para Montador
• Profissão Básica
• Ensino Médio
• Curso de formação de Auxiliar na Área de Petróleo,
ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e
meio ambiente.
Esmerilhador
• Responsável por acabamento
nas Soldas, retirada de
rebarba, lixamento de
superfícies e emendas
Qualificações necessárias para Esmerilhador
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Formação inicial visando à qualificação que lhe
permita atuar em acabamento de chapas, soldas,
rejuntes e arrebites.
• Ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e
meio ambiente.
Transportadoras e Distribuidoras
Transportadoras e distribuidoras
• O que são?
• Quais são as empresas do Setor?
• Cargos e Funções de postos de Trabalho?
•Quais os requisitos necessários parta ocupar um
posto de trabalho na área?
O que é uma transportadora
•Transportam Petróleo da Plataforma ou dos campos em
terra ate a refinaria ou o porto onde serão exportados.
•Em terra o meio de transporte por excelência é o óleo
duto.
• Navios-tanque são os meios por excelência para o
transporte de óleo cru da Plataforma ate o continente.
O que é uma Distribuidora
Distribuem Petróleo da refinaria e seus derivados ate os
seguintes clientes :
Nas industrias Petroquímicas.
Até as grandes industrias consumidoras (empresas que tem
caldeiras, empresas de ônibus que usam diesel, Querosene
de aviação nos Aeroportos, óleo combustível de navios para
armadores de Navios, etc.)
Aos postos de combustível varejista.(consumidor final –
carros)
Oleoduto Osbra
O Oleoduto
Brasília (Osbra), o
São Paulo-
maior
poliduto existente no País,
são implantadas novas
trechoinstalações no
localizado a altura do
quilômetro 288 da Rodovia
Anhanguera, sentido
Ribeirão Preto - São Paulo,
em Cravinhos.
Transportadoras - Construção de Oleoduto
Obra: Serviços de reabilitação
do oleoduto ORBIG 40" entre o
TEBIG - Angra dos Reis e a
REDUC -
Rio de
123,0
Duque de Caxias,
Janeiro. Extensão
km.
Petróleo BrasileiroCliente:
S.A. - PETROBRAS.
Localização: Angra dos Reis –
Rio de Janeiro – Brasil.
Transportadoras – Oleoduto Rio – Belo Horizonte
Projetos básico e executivo
do oleoduto Rio de Janeiro -
Belo Horizonte, em relevo
acidentado da Serra do Mar,
incluindo estudos geológicos,
hidrológicos e hidráulicos
para proteção ambiental
Transportadoras - Navio Petroleiro
O super-petroleiro Knock Nevis,
também conhecido como Jahre
Viking,
Seawise
Happy Giant ou
Giant, entrou para o
livro dos recordes como o maior
navio do mundo. Quando
completamente carregado, um
calado de 24,6 metros, que o
impede de navegar no Canal da
Mancha e capacidade para
transportar 564.761 toneladas de
cargas (cerca de 4,1 milhões de
barris) 2 dias de produção total
da Petrobras no Brasil.
Transportadoras - Transferência de Óleo da
Plataforma para o Navio Tanque
O Navio Aliviador encosta
na Plataforma para retirar
o Petróleo que já esta
extraído e levá-lo para o
continente. Observe que o
Petróleo é transferido da
plataforma para o navio
por mangueiras
Transportadoras - Esquema de extração e atracagem
do Navio Aliviador no Campo de Marlim Sul
Navio rebocadores – rebocam o navio
Petroleiro
rebocador, éUm navio
feito para que possa
empurrar, puxar e
rebocar navios petroleiros
em manobras delicadas
como atracação e
(estacionardesatracação
no porto).
Gás Eteno para Petroquímicas
Matéria Prima Básica
para fabricação de
Plásticos. Ele se
liquefaz facilmente, e é
distribuído em cilindros
de aço como gás
liquefeito.
Querosene de Aviação para aeroportos
Caminhão
Querosene
aeroporto.
Tanque Transportando
de Aviação para o
Abaixo imagem de
querosene de aviação (azul).
postos deGasolina e diesel para os
combustível – Consumidor final
Caminhão Tanque
identificação
de Gasolina. Notar
as placas de
de
produtos perigosos
Quais as empresas do setor:
Funções para Trabalhadores
Área de Transportadoras
- Auxiliar de Geral de Rebocador
- Mecânico Diesel
Área de Distribuidoras
- Aux geral de Logística
- Motorista de Cargas Perigosas
Qualificações para Auxiliar de Logística:
•Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de
Petróleo.
•Realizar a preparação e aplicação dos processos de
Logística e o controle de armazéns, aplicando normas
e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e
de saúde e segurança no trabalho.
Qualificações para Auxiliar de rebocador :
•Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de
Petróleo.
• Cartão de Tripulação e segurança (CTS).
•Auxiliar a preparação e aplicação dos processos de
Atracamento e o controle de Navio, aplicando normas
e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e
de saúde e segurança no trabalho.
Qualificações para Motorista de cargas
Perigosas:
•Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de Petróleo.
•Curso MOPP – Movimentação de Produtos Perigosos de 50
hrs de aula.
• Carteira de Habilitação categoria “E”.
• Periodicamente cursos de reciclagem profissional de 16 hrs
de aula.
•Curso de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e
Saude) para aplicar normas e procedimentos técnicos,
ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho.
Qualificações para Mecânico Diesel:
•Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de
Petróleo.
• Curso Mecânico Diesel.
•Curso de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e
Saúde) para aplicar normas e procedimentos técnicos,
ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no
trabalho.
Petroquímica
• O que é ?
• Onde tem?
• Funções?
• O que é necessário para trabalhar?
O que são Petroquímicas
•Empresas que transformas derivados em produtos
de alto valor agregados.
•Exemplo são as industrias que transformam o gás
eteno em plástico.
•Outro exemplo são as industrias que transformam
Nafta em centenas de solventes usados por industria
química, de tintas, de borracha. etc.
Inicio da Industria Petroquímica
•A indústria petroquímica brasileira tem suas
origens no governo militar fundando :
• Pólo Petroquímico de São Paulo em 1972,
• Pólo de Camaçari (BA) em 1978
• Pólo de Triunfo (RS) em 1982.
•Produz matéria prima para quase todas as outras
indústrias. É difícil imaginar algum produto de
consumo em que a indústria Petroquímica não
esteja presente de alguma forma.
Produtos Petroquímicos = ETENO
•Gás incolor e inodor que com reações químicas
simples pode se tornar em todos os tipos de
plásticos usados pelo homem.
• Atualmente as três centrais de matérias-primas
petroquímicas brasileiras, juntas, têm capacidade de
anuais deprodução de 2,9 milhões de toneladas
eteno (etileno), seu principal produto
Produtos produzidos a partir do eteno pelas
industrias petroquímicas
• Polietileno de baixa densidade (PEBD)
• Polietileno de baixa densidade linear (PEBDL)
• Polietileno de alta densidade (PEAD)
• Polipropileno
Produtos Petroquímicos = Nafta
Produto transparente, líquido
com ponto de ebulição (fervura)
pouco abaixo da gasolina, da
parecidaqual é relativamente
quimicamente.
A nafta contém solventes, para
vários tipos de industria.
Esquema de produtos derivados da NAFTA
Seqüência de produtos derivados da Nafta
1º. A nafta é refina na refinaria
2º. São extraídos os solventes
3º. O solventes são transformados em resinas básicas
4º. As resinas básicas viram outros plásticos ou produtos de alto
valor agregado
Exemplos de Industrias Petroquímicas
Petroquímica - Lanxess
Elastômeros
de Caxias
LANXESS
em Duque
(RJ)
Clear HIPS
alternativa
é uma
para o
polipropileno transparente,
usado especialmente no
segmento de descartáveis
e potes termo formados.
Petroquímica - Exxon Mobil (Esso)
A ExxonMobil Chemical é líder mundial na produção de
solventes oxigenados e hidrocarbonetos, com aplicação nas
indústrias de tintas, adesivos, produtos farmacêuticos e
agrícolas, entre outros. Plastificantes e intermediários vinílicos
são utilizados em couro sintético, pisos, cabos elétricos,
papéis de parede etc.
Petroquímica - Innova
Monômero de Estireno é um líquido
incolor de odor característico
utilizado na produção de
ABS, borrachas, resinas acrílicas e
poliéster, poliestireno expandido,
poliestireno cristal e alto impacto e
muitos outros produtos.
Criada em 1996, a Innova entrou em operação em 2000 com a
unidade de Estireno. A planta fazia parte da estratégia da antiga
controladora - a multinacional argentina Perez Companc - de
expandir seus negócios em diversos países da América Latina.
Petroquímica - Shell
A Shell há quase 100 anos no
Brasil (desde 09 de abril de 1913)
busca contribuir
suprimento
demanda
da
energética
para o
crescente
global,
respeitando as pessoas e o meio
ambiente.
Funções que existem numa Petroquímica
• Soldador
• Eletricista Manutenção
• Montador
• Caldeireiro
• Auxiliar Geral
Soldador
• Responsável por soldas em
ligas metálicas que forma a
estrutura de tubulações da
linha de produção.
Qualificações necessárias para Soldador
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Realizar a preparação e aplicação dos processos
de soldagem e o controle
soldagem, aplicando normas
de qualidade da
e procedimentos
técnicos, ambientais, de qualidade segurança no
trabalho, saúde e segurança no trabalho.
Eletricista manutenção
• Manutenção em Painéis elétricos.
• Manutenção em instalações
elétricas em geral.
Qualificações necessárias para Eletricista
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Formação inicial visando à qualificação que lhe
permita atuar em manutenção e montagem de
painéis elétricos industriais.
• Ferramentas da qualidade, segurança no trabalho
e aspectos de saúde e meio ambiente.
Montador
• Responsável por
trabalhar na linha
montagem de
peças de plásticos .
Qualificações necessárias para Montador
• Profissão Básica
• Ensino Médio
• Curso de formação de Auxiliar na Área de Petróleo,
ferramentas da qualidade, segurança no trabalho e
aspectos de saúde e meio ambiente
Caldeireiro
• Responsável por cortar
dobrar e montar projetos de
equipamentos partindo de
chapas lisas e retas.
• Projetos como tubulações,
caldeiras, insufladores.
Qualificações necessárias para Caldeireiro
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Conhecimentos tecnológicos básicos de materiais
ferrosos e processos de fabricação, bem como
técnicas básicas de fabricação e reparo de peças
e equipamentos de caldeiraria, considerando
normas técnicas, ferramentas da qualidade e
aspectos de saúde e meio ambiente.
Auxiliar Geral de Industria de Petróleo
• Ajudante Geral em todos os
setores.
• Necessário ter noções de
Segurança no trabalho,
qualidade, meio ambiente e
saúde.
Qualificações necessárias para Auxiliar de
Industria de petróleo
• Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área
Industrial de Petróleo.
• Conhecimentos s básicos de industria de petróleo
e processos de fabricação, bem como técnicas
básicas de peças e equipamentos, considerando
normas técnicas, ferramentas da qualidade e
aspectos de saúde e meio ambiente.
Manutenção geral
Manutenção geral
•O que são as empresas de Manutenção
terceirizadas.
• Quais são as empresas do Setor.
• Cargos e Funções de postos de Trabalho.
• Quais os requisitos necessários parta ocupar um
posto de trabalho na área.
O que é uma empresa de Manutenção
terceirizada
• Realizam Projetos de Engenharia para a Petroleiras
instaladas no Brasil como não há mais monopólio da
Petrobras desde 1997, pode ser a Petrobras ou outra
empresa de Exploração de petróleo com a OGX, B.P.,
GALP ou YPF - Repsol por exemplo.
•Os projetos podem ser operação de Navios-tanque que
são os meios por excelencia para o transporte de oleo cru
da Plataforma ate o continente.
O que é uma empresa de Manutenção
terceirizada
•Esses projetos incluem instalação de gasodutos
em terra.
• Reforma de Plataformas de Petróleo.
•Ou fornecimento de Tecnologia de Perfuração
para as Petroleiras
Manutenção terceirizada - GDK
Construção de
Gasoduto pela
empreiteira GDK .
Trabalho
terceirizado.
Manutenção
terceirizada - GDK
Construção de Gasoduto pela
GDK . Trabalhoempreiteira
terceirizado.
Manutenção terceirizada - GDK
Complexo serviço de
reabilitação do duto
Pegaso da Petrobras
em São Paulo para a
Petrobras
Manutenção terceirizada – Andrade Gutierrez
Rede de Distribuição de Gás Natural
Localização:
Minas Gerais - Brasil
Características:
Instalação completa do canteiro de
obras, mobilização da construção,
equipamentos, materiais e mão-de-
obra. Aprovação de documentação de
garantia da qualidade, planejamento e
controle referente ao projeto.
(Fevereiro/1997 a Novembro/1998)
.
Manutenção terceirizada – Andrade Gutierrez
Rede de Distribuição de Gás
Natural
Localização:Minas Gerais - Brasil
Características:
Instalação completa do canteiro de
obras, mobilização da construção,
equipamentos, materiais e mão-
de-obra. Aprovação de
documentação de garantia da
qualidade, planejamento e controle
referente ao projeto.
(Fevereiro/1997 a Novembro/1998)
Manutenção terceirizada - Carioca Engenharia
A Carioca Engenharia participou da construção de diversos
oleodutos, gasodutos e polidutos no país, com destaque para o
poliduto ligando a Refinaria de Paulínia, em São Paulo, à Brasília.
Neste projeto, foi responsável pela execução do trecho de 300 km
entre as cidades de Ribeirão Preto (SP), e Uberlândia (MG).
Tendo como cliente a Petrobras.
Quais as empresas do setor:
Camargo Correa
• A Construtora Andrade Gutierrez é uma das maiores empresas de
construção pesada da América Latina e faz parte de um dos principais
grupos privados do Brasil. Durante sua trajetória, adquiriu vasta
experiência em grandes projetos de engenharia e construção.
•Contribuiu para a auto-suficiência brasileira na produção de
petróleo, com a execução de algumas das obras mais importantes
já realizadas para o setor de óleo e gás.
Etesco Engenharia
A Etesco firmou contrato com a Petrobrás, de charter e operação, da
Unidade de Apoio e Acomodação Cidade Armação dos Búzios, para operar
na Bacia de Campos.
A unidade com capacidade de 270 leitos contém também um refeitório para
135 pessoas, Piscina, Academia de Ginástica, 2 Cinemas para 40 pessoas
em cada, 4 Salas de Vídeo/Tv, Sala de Jogos, 8 Escritórios, Sala de
Conferência, etc...
A Etesco participa em parceria na unidade produção de petróleo
denominado FPSO Cidade do Rio de Janeiro, com capacidade de
processamento de 100.000 barris/dia e para a unidade de estocagem
denominada FSO Cidade de Macaé com capacidade de estocagem de 2,2
milhões de barris, em contratos com a Petrobrás.
Geral DaMulakis Engenharia
A GDK S.A. foi fundada em Salvador-Ba no ano de 1989 em 2001
incorporou a Damulakis, tradicional empresa deste setor, passando a adotar
a razão social Geral-Damulakis e agregando ao seu acervo mais de 45
anos de experiência e realizações no segmento de Petróleo e Gás Com
essa evolução, consolidou sua atuação no mercado de construção e
manutenção de gasodutos e oleodutos – onshore e offshore -, montagens
industriais e instalações de produção de petróleo e gás, plantas
petroquímicas e construção de plataformas de produção offshore.
Quais as empresas do Setor
Carioca Engenharia
Fundada pelo engenheiro João Carlos Backheuser, no Rio de Janeiro, sua
trajetória de sucesso começou com a urbanização de ruas do subúrbio
carioca. Hoje, a Carioca Engenharia detém alta capacitação técnica e um
dos mais completos acervos da construção nacional. Seus principais
segmentos de atuação são, polidutos e oleodutos.
Funções para Trabalhadores
Setor que mais contrata mão de Obra
Tem grande necessidade de contratar mão de
obra de nível médio, tais como:
- Auxiliar de Geral de Manutenção
- Eletricista de Instalação
- Aux geral de Logística
- Soldador
- Mestre de Obras
Auxiliar geral em Manutenção
-Responsável por serviços
gerais .
- Montagem de estruturas.
Eletricista
Instalação
manutenção
de Painéis e
de
equipamentos elétricos
Auxiliar de Logística
Profissional que ira trabalhar em
empresas terceirizadas, que
prestam serviços de logística à
Petrobras
Soldador
• Responsável por soldas em
ligas metálicas que forma a
estrutura de tubulações da
linha de produção
Mestre de Obras
Chefiar pessoal de varias profissões como soldadores,
eletricistas e mecânicos , respondendo diretamente para o
Engenheiro chefe da obra para executar um a obra .
FIM!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Sonia Rodrigues
 
Apresentação tcc etec 2016 .
Apresentação tcc etec 2016 . Apresentação tcc etec 2016 .
Apresentação tcc etec 2016 . Rubinaldo Freitas
 
Apostila aula pratica inorgânica
Apostila aula pratica inorgânicaApostila aula pratica inorgânica
Apostila aula pratica inorgânicagrazy1
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAndré Boaratti
 
Aula 1 - Diagnóstico Organizacional
Aula 1 - Diagnóstico OrganizacionalAula 1 - Diagnóstico Organizacional
Aula 1 - Diagnóstico OrganizacionalProf. Leonardo Rocha
 
Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética Adeildo Caboclo
 
Empreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula InicialEmpreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula InicialJúlio Moscardini
 
Aula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de ProjetosAula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de ProjetosAyslanAnholon
 
Apresentação sondagem spt
Apresentação sondagem sptApresentação sondagem spt
Apresentação sondagem sptilmar147
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoNJS Consultoria
 

Mais procurados (20)

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
 
05 aula gás natural
05 aula gás natural05 aula gás natural
05 aula gás natural
 
Apresentação tcc etec 2016 .
Apresentação tcc etec 2016 . Apresentação tcc etec 2016 .
Apresentação tcc etec 2016 .
 
Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
 
Apostila aula pratica inorgânica
Apostila aula pratica inorgânicaApostila aula pratica inorgânica
Apostila aula pratica inorgânica
 
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientifico
 
Carvão
CarvãoCarvão
Carvão
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Plano de Carreira
Plano de CarreiraPlano de Carreira
Plano de Carreira
 
Gestao por Processos
Gestao por ProcessosGestao por Processos
Gestao por Processos
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Dicas: Como fazer seu currículo
Dicas: Como fazer seu currículoDicas: Como fazer seu currículo
Dicas: Como fazer seu currículo
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
Aula 1 - Diagnóstico Organizacional
Aula 1 - Diagnóstico OrganizacionalAula 1 - Diagnóstico Organizacional
Aula 1 - Diagnóstico Organizacional
 
Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética Responsabilidade Social e Ética
Responsabilidade Social e Ética
 
Empreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula InicialEmpreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula Inicial
 
Aula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de ProjetosAula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de Projetos
 
Apresentação sondagem spt
Apresentação sondagem sptApresentação sondagem spt
Apresentação sondagem spt
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 

Destaque

Pré-sal: folheto
Pré-sal: folhetoPré-sal: folheto
Pré-sal: folhetoFatoseDados
 
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3o
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3oMaual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3o
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3ohomertc
 
15 aula torres de perfuração e equipamentos
15 aula torres de perfuração e equipamentos15 aula torres de perfuração e equipamentos
15 aula torres de perfuração e equipamentosHomero Alves de Lima
 
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...Delcídio do Amaral
 
01 Aula a História do Petróleo no Brasil
01 Aula a História do Petróleo no Brasil01 Aula a História do Petróleo no Brasil
01 Aula a História do Petróleo no BrasilHomero Alves de Lima
 
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)Saulo Melo
 
Museu da Escola de Lavra
Museu da Escola de LavraMuseu da Escola de Lavra
Museu da Escola de LavraMargarida Mota
 
07 aula campos de petróleo e plataformas
07 aula campos de petróleo e plataformas07 aula campos de petróleo e plataformas
07 aula campos de petróleo e plataformasHomero Alves de Lima
 
12 aula corrosão tanque e purgadores
12 aula corrosão tanque e purgadores12 aula corrosão tanque e purgadores
12 aula corrosão tanque e purgadoresHomero Alves de Lima
 
09 aula valvulas da industria de petroleo
09 aula valvulas da industria de petroleo09 aula valvulas da industria de petroleo
09 aula valvulas da industria de petroleoHomero Alves de Lima
 
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazo
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazoTopografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazo
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazoIsaías Rodrigo
 

Destaque (20)

11 aula refino do petróleo
11  aula refino do petróleo11  aula refino do petróleo
11 aula refino do petróleo
 
Pré-sal: folheto
Pré-sal: folhetoPré-sal: folheto
Pré-sal: folheto
 
Petróleo pps
Petróleo ppsPetróleo pps
Petróleo pps
 
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3o
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3oMaual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3o
Maual Técnico mineraçãoApostila tminerac3a7c3a3o
 
15 aula torres de perfuração e equipamentos
15 aula torres de perfuração e equipamentos15 aula torres de perfuração e equipamentos
15 aula torres de perfuração e equipamentos
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
 
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...
Delcídio do Amaral - 2010 Assembléia Legislativa - Campo Grande - Divisão dos...
 
01 Aula a História do Petróleo no Brasil
01 Aula a História do Petróleo no Brasil01 Aula a História do Petróleo no Brasil
01 Aula a História do Petróleo no Brasil
 
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)
Mineração e DNPM (The Brazilian Mining Sector and The Mineral Agency)
 
Museu da Escola de Lavra
Museu da Escola de LavraMuseu da Escola de Lavra
Museu da Escola de Lavra
 
07 aula campos de petróleo e plataformas
07 aula campos de petróleo e plataformas07 aula campos de petróleo e plataformas
07 aula campos de petróleo e plataformas
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
 
12 aula corrosão tanque e purgadores
12 aula corrosão tanque e purgadores12 aula corrosão tanque e purgadores
12 aula corrosão tanque e purgadores
 
09 aula valvulas da industria de petroleo
09 aula valvulas da industria de petroleo09 aula valvulas da industria de petroleo
09 aula valvulas da industria de petroleo
 
17 aula sistema de monitoração
17 aula sistema de  monitoração17 aula sistema de  monitoração
17 aula sistema de monitoração
 
03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos
 
16 aula cimentação de poços
16 aula cimentação de poços16 aula cimentação de poços
16 aula cimentação de poços
 
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazo
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazoTopografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazo
Topografia aplicada ao planejamento de lavra a curto prazo
 
13 aula instrumentação
13 aula instrumentação13 aula instrumentação
13 aula instrumentação
 
18 aula brocas
18 aula brocas18 aula brocas
18 aula brocas
 

Semelhante a Indústria do petróleo: estaleiros, transportadoras, petroquímica e manutenção

Naval Summit Brazil
Naval Summit BrazilNaval Summit Brazil
Naval Summit BrazilJuliaGreghi
 
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA EMPRESA VALE NO ES
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA  EMPRESA VALE  NO ESLOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA  EMPRESA VALE  NO ES
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA EMPRESA VALE NO ESElionaldo Cruz
 
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásApresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásLeocyr
 
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásApresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásLeocyr
 
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_FinalArchie Watts-Farmer
 
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_FinalArchie Watts-Farmer
 
Apresentacao hidroclean janeiro_2010
Apresentacao hidroclean janeiro_2010Apresentacao hidroclean janeiro_2010
Apresentacao hidroclean janeiro_2010supremouw
 
Operação offloading app e impactos ambientais
Operação offloading   app e impactos ambientaisOperação offloading   app e impactos ambientais
Operação offloading app e impactos ambientaisCaco1160
 
"Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"
"Gestão Portuária:Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo""Gestão Portuária:Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"
"Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"ABRACOMEX
 
Ministério dos Transportes
Ministério dos TransportesMinistério dos Transportes
Ministério dos Transportesguest5b59f9bb
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesNovo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesPorto de Luanda
 
004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dandeJoao Rodrigues
 
Projecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeProjecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeAni Santos
 

Semelhante a Indústria do petróleo: estaleiros, transportadoras, petroquímica e manutenção (20)

Slides2
Slides2Slides2
Slides2
 
CurricVilaPort
CurricVilaPortCurricVilaPort
CurricVilaPort
 
Institucional INCATEP
Institucional INCATEPInstitucional INCATEP
Institucional INCATEP
 
Naval Summit Brazil
Naval Summit BrazilNaval Summit Brazil
Naval Summit Brazil
 
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA EMPRESA VALE NO ES
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA  EMPRESA VALE  NO ESLOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA  EMPRESA VALE  NO ES
LOGÍSTICA PORTUÁRIA NA ÁREA DA EMPRESA VALE NO ES
 
USO DE SIMULADORES INCATEP
USO DE SIMULADORES INCATEP USO DE SIMULADORES INCATEP
USO DE SIMULADORES INCATEP
 
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásApresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
 
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gásApresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
Apresentação de curso básico de operações em petóleo e gás
 
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
 
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
21 - TCC-COPPE-Archie Watts-Farmer_Final
 
Apresentacao hidroclean janeiro_2010
Apresentacao hidroclean janeiro_2010Apresentacao hidroclean janeiro_2010
Apresentacao hidroclean janeiro_2010
 
Operação offloading app e impactos ambientais
Operação offloading   app e impactos ambientaisOperação offloading   app e impactos ambientais
Operação offloading app e impactos ambientais
 
"Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"
"Gestão Portuária:Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo""Gestão Portuária:Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"
"Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Brasil e no Mundo"
 
Ministério dos Transportes
Ministério dos TransportesMinistério dos Transportes
Ministério dos Transportes
 
Ministerio Dos Transportes
Ministerio Dos TransportesMinisterio Dos Transportes
Ministerio Dos Transportes
 
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos FortesNovo Porto do Dande - Domingos Fortes
Novo Porto do Dande - Domingos Fortes
 
004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande004 mindelo-porto-de-dande
004 mindelo-porto-de-dande
 
Projecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do DandeProjecto do novo Porto do Dande
Projecto do novo Porto do Dande
 
MARTIFER - 2014
MARTIFER -  2014MARTIFER -  2014
MARTIFER - 2014
 
Uhe jirau
Uhe   jirauUhe   jirau
Uhe jirau
 

Mais de Homero Alves de Lima

Aula 01 curso de administração de hotel
Aula 01 curso de administração de hotelAula 01 curso de administração de hotel
Aula 01 curso de administração de hotelHomero Alves de Lima
 
Livro completo de administração de empresa
Livro completo de administração de empresaLivro completo de administração de empresa
Livro completo de administração de empresaHomero Alves de Lima
 
Simulado de matemática e suas tecnologias
Simulado de matemática e suas tecnologiasSimulado de matemática e suas tecnologias
Simulado de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologias
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologiasSimulado de linguagens, códigos e suas tecnologias
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Simulado de ciências humanas e suas tecnologias
Simulado de ciências humanas e suas tecnologiasSimulado de ciências humanas e suas tecnologias
Simulado de ciências humanas e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologias
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologiasSimulado de ciências da natureza e suas tecnologias
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Caderno de ecercícios de redação
Caderno de ecercícios de redaçãoCaderno de ecercícios de redação
Caderno de ecercícios de redaçãoHomero Alves de Lima
 
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologias
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologiasCaderno de exercícios de matemática e suas tecnologias
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologiasAula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologiasAula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 07 de matemática e suas tecnologias
Aula 07 de matemática e suas tecnologiasAula 07 de matemática e suas tecnologias
Aula 07 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 06 de matemática e suas tecnologias
Aula 06 de matemática e suas tecnologiasAula 06 de matemática e suas tecnologias
Aula 06 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 05 de matemática e suas tecnologias
Aula 05 de matemática e suas tecnologiasAula 05 de matemática e suas tecnologias
Aula 05 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 04 de matemática e suas tecnologias
Aula 04 de matemática e suas tecnologiasAula 04 de matemática e suas tecnologias
Aula 04 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 03 de matemática e suas tecnologias
Aula 03 de matemática e suas tecnologiasAula 03 de matemática e suas tecnologias
Aula 03 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aula 02 de matemática e suas tecnologias
Aula 02 de matemática e suas tecnologiasAula 02 de matemática e suas tecnologias
Aula 02 de matemática e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 

Mais de Homero Alves de Lima (20)

Aula 01 curso de administração de hotel
Aula 01 curso de administração de hotelAula 01 curso de administração de hotel
Aula 01 curso de administração de hotel
 
Livro completo de administração de empresa
Livro completo de administração de empresaLivro completo de administração de empresa
Livro completo de administração de empresa
 
Sumulando uma prova do enem
Sumulando uma prova do enemSumulando uma prova do enem
Sumulando uma prova do enem
 
Simulado de matemática e suas tecnologias
Simulado de matemática e suas tecnologiasSimulado de matemática e suas tecnologias
Simulado de matemática e suas tecnologias
 
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologias
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologiasSimulado de linguagens, códigos e suas tecnologias
Simulado de linguagens, códigos e suas tecnologias
 
Simulado de ciências humanas e suas tecnologias
Simulado de ciências humanas e suas tecnologiasSimulado de ciências humanas e suas tecnologias
Simulado de ciências humanas e suas tecnologias
 
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologias
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologiasSimulado de ciências da natureza e suas tecnologias
Simulado de ciências da natureza e suas tecnologias
 
Caderno de ecercícios de redação
Caderno de ecercícios de redaçãoCaderno de ecercícios de redação
Caderno de ecercícios de redação
 
Aula 02 redação
Aula 02 redaçãoAula 02 redação
Aula 02 redação
 
Aula 01 redação
Aula 01 redaçãoAula 01 redação
Aula 01 redação
 
Conteúdo programático redação
Conteúdo programático redaçãoConteúdo programático redação
Conteúdo programático redação
 
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologias
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologiasCaderno de exercícios de matemática e suas tecnologias
Caderno de exercícios de matemática e suas tecnologias
 
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologiasAula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologiasAula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 07 de matemática e suas tecnologias
Aula 07 de matemática e suas tecnologiasAula 07 de matemática e suas tecnologias
Aula 07 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 06 de matemática e suas tecnologias
Aula 06 de matemática e suas tecnologiasAula 06 de matemática e suas tecnologias
Aula 06 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 05 de matemática e suas tecnologias
Aula 05 de matemática e suas tecnologiasAula 05 de matemática e suas tecnologias
Aula 05 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 04 de matemática e suas tecnologias
Aula 04 de matemática e suas tecnologiasAula 04 de matemática e suas tecnologias
Aula 04 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 03 de matemática e suas tecnologias
Aula 03 de matemática e suas tecnologiasAula 03 de matemática e suas tecnologias
Aula 03 de matemática e suas tecnologias
 
Aula 02 de matemática e suas tecnologias
Aula 02 de matemática e suas tecnologiasAula 02 de matemática e suas tecnologias
Aula 02 de matemática e suas tecnologias
 

Último

As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

Indústria do petróleo: estaleiros, transportadoras, petroquímica e manutenção

  • 3. Estaleiros • O que é? • Onde tem? • Funções? • O que é necessário para trabalhar?
  • 4. O que é um estaleiro? • Onde se fabricam navios e plataformas
  • 6. Estaleiro OSX – Construção Navio Sonda para a Petrobras Hangar para construção de carcaça de navio Sonda para a Petrobras pelos estaleiros OSX no Rio de Janeiro
  • 7. Lançamento de Navio ao Mar – Estaleiro Rio Grande Lançamento de navio Conteineiro no mar. O Navio é construído em dique seco e depois a comporta é aberta e ele é lançado no mar
  • 9. Como são os estaleiros na China ; ou porque é barato fazer navios na China ?
  • 10. Onde tem : Estaleiro Rio Grande Plataforma Offshore / Dique seco Área Construída: 450.000 m² Situado na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, o Estaleiro Rio Grande, com área total construída de 440 mil metros quadrados, abrigará o maior Dique Seco da América Latina, com exatos 133 metros de largura por 350 metros de comprimento terá capacidade de receber, simultaneamente, duas embarcações para igual deste construção ou manutenção, às atuais estruturas asiáticas segmento, atualmente referencia mundial.
  • 11. Estaleiro Atlântico Sul O Estaleiro fica em Atlântico Sul Recife no Pernambuco e é focado na produção cargueiros de navios – petroleiros, conteineiros, graneleiros e gerais, entre além de offshore de cargas outros – plataformas ,navios de perfuração e barcos de apoio à indústria petrolífera.
  • 12. Estaleiros Eisa ESTALEIRO VAI GERAR 500 NOVOS EMPREGOS EM SÃO GONÇALO Cerca de 500 novos trabalho estão previstos com postos de o início das atividades do Estaleiro Eisa, empresa do Grupo Synergy, no município de São Gonçalo (RJ) Em relação a área de 46 mil metros quadrados no Gradim que foi arrendada pelo estaleiro Eisa, funcionará uma unidade para fabricação de estruturas metálicas para atender ao segmento naval, offshore, indústrias em geral e ao novo Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí.
  • 13. Estaleiro Mauá O Estaleiro Mauá, no bairro da Ponta da Areia, prevê o início das obras dos quatro navios do programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro I (Promef I), para março de 2011. Ocean Worker e Ocean Whittington, as duas plataformas de perfuração que pertencem à Brasdril, já no pier do Mauá para obras de reparo e modernização. Após a conclusão das obras, elas trabalharão sob contrato com a Petrobras.
  • 14. Funções que existem num Estaleiro • Soldador • Eletricista Manutenção • Montador • Caldeireiro • Técnico em Solda • Inspetor de Solda • Encanador • Esmerilhador • Pintor
  • 15. Maior necessidade de Mão de Obra • O presidente do EAS Sul ),(estaleiro Atlântico Ângelo Alberto Bellelis, falou sobre a empresa e os desafios de formar mão de obra qualificada. idealizar Programa prioridade Como o Brasil não tinha tradição na indústria naval, não havia trabalhadores especializados disponíveis no mercado nacional. A empresa enfrentou esse quadro ao e executar seu arrojado de Qualificação. A é a formação de soldadores e montadores, que são as funções com mais demanda no Estaleiro Atlântico Sul.
  • 16. Soldador • Responsável por soldas em ligas metálicas que forma a estrutura do casco e nas chapas do casco
  • 17. Qualificações necessárias para Soldador • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Realizar a preparação e aplicação dos processos de soldagem e o controle de qualidade da soldagem, aplicando normas e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho
  • 18. Caldeireiro • Responsável por cortar dobrar e montar projetos de equipamentos partindo de chapas lisas e retas. • Projetos como tubulações, caldeiras, insufladores.
  • 19. Qualificações necessárias para Caldeireiro • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Conhecimentos tecnológicos básicos de materiais ferrosos e processos de fabricação, bem como técnicas básicas de fabricação e reparo de peças e equipamentos de caldeiraria, considerando normas técnicas, ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 20. Montador • Responsável por trabalhar na montagem de peças de ou plataformas de estaleiros. navios dentro Trabalha diretamente com peças acabadas e prontas para serem unidas
  • 21. Qualificações necessárias para Montador • Profissão Básica • Ensino Médio • Curso de formação de Auxiliar na Área de Petróleo, ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 22. Esmerilhador • Responsável por acabamento nas Soldas, retirada de rebarba, lixamento de superfícies e emendas
  • 23. Qualificações necessárias para Esmerilhador • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Formação inicial visando à qualificação que lhe permita atuar em acabamento de chapas, soldas, rejuntes e arrebites. • Ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 25. Transportadoras e distribuidoras • O que são? • Quais são as empresas do Setor? • Cargos e Funções de postos de Trabalho? •Quais os requisitos necessários parta ocupar um posto de trabalho na área?
  • 26. O que é uma transportadora •Transportam Petróleo da Plataforma ou dos campos em terra ate a refinaria ou o porto onde serão exportados. •Em terra o meio de transporte por excelência é o óleo duto. • Navios-tanque são os meios por excelência para o transporte de óleo cru da Plataforma ate o continente.
  • 27. O que é uma Distribuidora Distribuem Petróleo da refinaria e seus derivados ate os seguintes clientes : Nas industrias Petroquímicas. Até as grandes industrias consumidoras (empresas que tem caldeiras, empresas de ônibus que usam diesel, Querosene de aviação nos Aeroportos, óleo combustível de navios para armadores de Navios, etc.) Aos postos de combustível varejista.(consumidor final – carros)
  • 28. Oleoduto Osbra O Oleoduto Brasília (Osbra), o São Paulo- maior poliduto existente no País, são implantadas novas trechoinstalações no localizado a altura do quilômetro 288 da Rodovia Anhanguera, sentido Ribeirão Preto - São Paulo, em Cravinhos.
  • 29. Transportadoras - Construção de Oleoduto Obra: Serviços de reabilitação do oleoduto ORBIG 40" entre o TEBIG - Angra dos Reis e a REDUC - Rio de 123,0 Duque de Caxias, Janeiro. Extensão km. Petróleo BrasileiroCliente: S.A. - PETROBRAS. Localização: Angra dos Reis – Rio de Janeiro – Brasil.
  • 30. Transportadoras – Oleoduto Rio – Belo Horizonte Projetos básico e executivo do oleoduto Rio de Janeiro - Belo Horizonte, em relevo acidentado da Serra do Mar, incluindo estudos geológicos, hidrológicos e hidráulicos para proteção ambiental
  • 31. Transportadoras - Navio Petroleiro O super-petroleiro Knock Nevis, também conhecido como Jahre Viking, Seawise Happy Giant ou Giant, entrou para o livro dos recordes como o maior navio do mundo. Quando completamente carregado, um calado de 24,6 metros, que o impede de navegar no Canal da Mancha e capacidade para transportar 564.761 toneladas de cargas (cerca de 4,1 milhões de barris) 2 dias de produção total da Petrobras no Brasil.
  • 32. Transportadoras - Transferência de Óleo da Plataforma para o Navio Tanque O Navio Aliviador encosta na Plataforma para retirar o Petróleo que já esta extraído e levá-lo para o continente. Observe que o Petróleo é transferido da plataforma para o navio por mangueiras
  • 33. Transportadoras - Esquema de extração e atracagem do Navio Aliviador no Campo de Marlim Sul
  • 34. Navio rebocadores – rebocam o navio Petroleiro rebocador, éUm navio feito para que possa empurrar, puxar e rebocar navios petroleiros em manobras delicadas como atracação e (estacionardesatracação no porto).
  • 35. Gás Eteno para Petroquímicas Matéria Prima Básica para fabricação de Plásticos. Ele se liquefaz facilmente, e é distribuído em cilindros de aço como gás liquefeito.
  • 36. Querosene de Aviação para aeroportos Caminhão Querosene aeroporto. Tanque Transportando de Aviação para o Abaixo imagem de querosene de aviação (azul).
  • 37. postos deGasolina e diesel para os combustível – Consumidor final Caminhão Tanque identificação de Gasolina. Notar as placas de de produtos perigosos
  • 38. Quais as empresas do setor:
  • 39. Funções para Trabalhadores Área de Transportadoras - Auxiliar de Geral de Rebocador - Mecânico Diesel Área de Distribuidoras - Aux geral de Logística - Motorista de Cargas Perigosas
  • 40. Qualificações para Auxiliar de Logística: •Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de Petróleo. •Realizar a preparação e aplicação dos processos de Logística e o controle de armazéns, aplicando normas e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho.
  • 41. Qualificações para Auxiliar de rebocador : •Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de Petróleo. • Cartão de Tripulação e segurança (CTS). •Auxiliar a preparação e aplicação dos processos de Atracamento e o controle de Navio, aplicando normas e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho.
  • 42. Qualificações para Motorista de cargas Perigosas: •Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de Petróleo. •Curso MOPP – Movimentação de Produtos Perigosos de 50 hrs de aula. • Carteira de Habilitação categoria “E”. • Periodicamente cursos de reciclagem profissional de 16 hrs de aula. •Curso de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saude) para aplicar normas e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho.
  • 43. Qualificações para Mecânico Diesel: •Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área de Petróleo. • Curso Mecânico Diesel. •Curso de QSMS (Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde) para aplicar normas e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho.
  • 44. Petroquímica • O que é ? • Onde tem? • Funções? • O que é necessário para trabalhar?
  • 45. O que são Petroquímicas •Empresas que transformas derivados em produtos de alto valor agregados. •Exemplo são as industrias que transformam o gás eteno em plástico. •Outro exemplo são as industrias que transformam Nafta em centenas de solventes usados por industria química, de tintas, de borracha. etc.
  • 46. Inicio da Industria Petroquímica •A indústria petroquímica brasileira tem suas origens no governo militar fundando : • Pólo Petroquímico de São Paulo em 1972, • Pólo de Camaçari (BA) em 1978 • Pólo de Triunfo (RS) em 1982. •Produz matéria prima para quase todas as outras indústrias. É difícil imaginar algum produto de consumo em que a indústria Petroquímica não esteja presente de alguma forma.
  • 47. Produtos Petroquímicos = ETENO •Gás incolor e inodor que com reações químicas simples pode se tornar em todos os tipos de plásticos usados pelo homem. • Atualmente as três centrais de matérias-primas petroquímicas brasileiras, juntas, têm capacidade de anuais deprodução de 2,9 milhões de toneladas eteno (etileno), seu principal produto
  • 48. Produtos produzidos a partir do eteno pelas industrias petroquímicas • Polietileno de baixa densidade (PEBD) • Polietileno de baixa densidade linear (PEBDL) • Polietileno de alta densidade (PEAD) • Polipropileno
  • 49. Produtos Petroquímicos = Nafta Produto transparente, líquido com ponto de ebulição (fervura) pouco abaixo da gasolina, da parecidaqual é relativamente quimicamente. A nafta contém solventes, para vários tipos de industria.
  • 50. Esquema de produtos derivados da NAFTA
  • 51. Seqüência de produtos derivados da Nafta 1º. A nafta é refina na refinaria 2º. São extraídos os solventes 3º. O solventes são transformados em resinas básicas 4º. As resinas básicas viram outros plásticos ou produtos de alto valor agregado
  • 52. Exemplos de Industrias Petroquímicas
  • 53. Petroquímica - Lanxess Elastômeros de Caxias LANXESS em Duque (RJ) Clear HIPS alternativa é uma para o polipropileno transparente, usado especialmente no segmento de descartáveis e potes termo formados.
  • 54. Petroquímica - Exxon Mobil (Esso) A ExxonMobil Chemical é líder mundial na produção de solventes oxigenados e hidrocarbonetos, com aplicação nas indústrias de tintas, adesivos, produtos farmacêuticos e agrícolas, entre outros. Plastificantes e intermediários vinílicos são utilizados em couro sintético, pisos, cabos elétricos, papéis de parede etc.
  • 55. Petroquímica - Innova Monômero de Estireno é um líquido incolor de odor característico utilizado na produção de ABS, borrachas, resinas acrílicas e poliéster, poliestireno expandido, poliestireno cristal e alto impacto e muitos outros produtos. Criada em 1996, a Innova entrou em operação em 2000 com a unidade de Estireno. A planta fazia parte da estratégia da antiga controladora - a multinacional argentina Perez Companc - de expandir seus negócios em diversos países da América Latina.
  • 56. Petroquímica - Shell A Shell há quase 100 anos no Brasil (desde 09 de abril de 1913) busca contribuir suprimento demanda da energética para o crescente global, respeitando as pessoas e o meio ambiente.
  • 57. Funções que existem numa Petroquímica • Soldador • Eletricista Manutenção • Montador • Caldeireiro • Auxiliar Geral
  • 58. Soldador • Responsável por soldas em ligas metálicas que forma a estrutura de tubulações da linha de produção.
  • 59. Qualificações necessárias para Soldador • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Realizar a preparação e aplicação dos processos de soldagem e o controle soldagem, aplicando normas de qualidade da e procedimentos técnicos, ambientais, de qualidade segurança no trabalho, saúde e segurança no trabalho.
  • 60. Eletricista manutenção • Manutenção em Painéis elétricos. • Manutenção em instalações elétricas em geral.
  • 61. Qualificações necessárias para Eletricista • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Formação inicial visando à qualificação que lhe permita atuar em manutenção e montagem de painéis elétricos industriais. • Ferramentas da qualidade, segurança no trabalho e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 62. Montador • Responsável por trabalhar na linha montagem de peças de plásticos .
  • 63. Qualificações necessárias para Montador • Profissão Básica • Ensino Médio • Curso de formação de Auxiliar na Área de Petróleo, ferramentas da qualidade, segurança no trabalho e aspectos de saúde e meio ambiente
  • 64. Caldeireiro • Responsável por cortar dobrar e montar projetos de equipamentos partindo de chapas lisas e retas. • Projetos como tubulações, caldeiras, insufladores.
  • 65. Qualificações necessárias para Caldeireiro • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Conhecimentos tecnológicos básicos de materiais ferrosos e processos de fabricação, bem como técnicas básicas de fabricação e reparo de peças e equipamentos de caldeiraria, considerando normas técnicas, ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 66. Auxiliar Geral de Industria de Petróleo • Ajudante Geral em todos os setores. • Necessário ter noções de Segurança no trabalho, qualidade, meio ambiente e saúde.
  • 67. Qualificações necessárias para Auxiliar de Industria de petróleo • Curso de Aprendizagem como Auxiliar na Área Industrial de Petróleo. • Conhecimentos s básicos de industria de petróleo e processos de fabricação, bem como técnicas básicas de peças e equipamentos, considerando normas técnicas, ferramentas da qualidade e aspectos de saúde e meio ambiente.
  • 69. Manutenção geral •O que são as empresas de Manutenção terceirizadas. • Quais são as empresas do Setor. • Cargos e Funções de postos de Trabalho. • Quais os requisitos necessários parta ocupar um posto de trabalho na área.
  • 70. O que é uma empresa de Manutenção terceirizada • Realizam Projetos de Engenharia para a Petroleiras instaladas no Brasil como não há mais monopólio da Petrobras desde 1997, pode ser a Petrobras ou outra empresa de Exploração de petróleo com a OGX, B.P., GALP ou YPF - Repsol por exemplo. •Os projetos podem ser operação de Navios-tanque que são os meios por excelencia para o transporte de oleo cru da Plataforma ate o continente.
  • 71. O que é uma empresa de Manutenção terceirizada •Esses projetos incluem instalação de gasodutos em terra. • Reforma de Plataformas de Petróleo. •Ou fornecimento de Tecnologia de Perfuração para as Petroleiras
  • 72. Manutenção terceirizada - GDK Construção de Gasoduto pela empreiteira GDK . Trabalho terceirizado.
  • 73. Manutenção terceirizada - GDK Construção de Gasoduto pela GDK . Trabalhoempreiteira terceirizado.
  • 74. Manutenção terceirizada - GDK Complexo serviço de reabilitação do duto Pegaso da Petrobras em São Paulo para a Petrobras
  • 75. Manutenção terceirizada – Andrade Gutierrez Rede de Distribuição de Gás Natural Localização: Minas Gerais - Brasil Características: Instalação completa do canteiro de obras, mobilização da construção, equipamentos, materiais e mão-de- obra. Aprovação de documentação de garantia da qualidade, planejamento e controle referente ao projeto. (Fevereiro/1997 a Novembro/1998) .
  • 76. Manutenção terceirizada – Andrade Gutierrez Rede de Distribuição de Gás Natural Localização:Minas Gerais - Brasil Características: Instalação completa do canteiro de obras, mobilização da construção, equipamentos, materiais e mão- de-obra. Aprovação de documentação de garantia da qualidade, planejamento e controle referente ao projeto. (Fevereiro/1997 a Novembro/1998)
  • 77. Manutenção terceirizada - Carioca Engenharia A Carioca Engenharia participou da construção de diversos oleodutos, gasodutos e polidutos no país, com destaque para o poliduto ligando a Refinaria de Paulínia, em São Paulo, à Brasília. Neste projeto, foi responsável pela execução do trecho de 300 km entre as cidades de Ribeirão Preto (SP), e Uberlândia (MG). Tendo como cliente a Petrobras.
  • 78. Quais as empresas do setor: Camargo Correa • A Construtora Andrade Gutierrez é uma das maiores empresas de construção pesada da América Latina e faz parte de um dos principais grupos privados do Brasil. Durante sua trajetória, adquiriu vasta experiência em grandes projetos de engenharia e construção. •Contribuiu para a auto-suficiência brasileira na produção de petróleo, com a execução de algumas das obras mais importantes já realizadas para o setor de óleo e gás.
  • 79. Etesco Engenharia A Etesco firmou contrato com a Petrobrás, de charter e operação, da Unidade de Apoio e Acomodação Cidade Armação dos Búzios, para operar na Bacia de Campos. A unidade com capacidade de 270 leitos contém também um refeitório para 135 pessoas, Piscina, Academia de Ginástica, 2 Cinemas para 40 pessoas em cada, 4 Salas de Vídeo/Tv, Sala de Jogos, 8 Escritórios, Sala de Conferência, etc... A Etesco participa em parceria na unidade produção de petróleo denominado FPSO Cidade do Rio de Janeiro, com capacidade de processamento de 100.000 barris/dia e para a unidade de estocagem denominada FSO Cidade de Macaé com capacidade de estocagem de 2,2 milhões de barris, em contratos com a Petrobrás.
  • 80. Geral DaMulakis Engenharia A GDK S.A. foi fundada em Salvador-Ba no ano de 1989 em 2001 incorporou a Damulakis, tradicional empresa deste setor, passando a adotar a razão social Geral-Damulakis e agregando ao seu acervo mais de 45 anos de experiência e realizações no segmento de Petróleo e Gás Com essa evolução, consolidou sua atuação no mercado de construção e manutenção de gasodutos e oleodutos – onshore e offshore -, montagens industriais e instalações de produção de petróleo e gás, plantas petroquímicas e construção de plataformas de produção offshore.
  • 81. Quais as empresas do Setor Carioca Engenharia Fundada pelo engenheiro João Carlos Backheuser, no Rio de Janeiro, sua trajetória de sucesso começou com a urbanização de ruas do subúrbio carioca. Hoje, a Carioca Engenharia detém alta capacitação técnica e um dos mais completos acervos da construção nacional. Seus principais segmentos de atuação são, polidutos e oleodutos.
  • 82. Funções para Trabalhadores Setor que mais contrata mão de Obra Tem grande necessidade de contratar mão de obra de nível médio, tais como: - Auxiliar de Geral de Manutenção - Eletricista de Instalação - Aux geral de Logística - Soldador - Mestre de Obras
  • 83. Auxiliar geral em Manutenção -Responsável por serviços gerais . - Montagem de estruturas.
  • 85. Auxiliar de Logística Profissional que ira trabalhar em empresas terceirizadas, que prestam serviços de logística à Petrobras
  • 86. Soldador • Responsável por soldas em ligas metálicas que forma a estrutura de tubulações da linha de produção
  • 87. Mestre de Obras Chefiar pessoal de varias profissões como soldadores, eletricistas e mecânicos , respondendo diretamente para o Engenheiro chefe da obra para executar um a obra .
  • 88. FIM!!