[Sermão] Quando fomos adotados?

4.027 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.027
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.119
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Sermão] Quando fomos adotados?

  1. 1. Sermão baseado em: Mario Veloso – Romanos: Comentário bíblico Homilético, p. 127-129 16 de Maio de 2014 | www.exegesebiblia.blogspot.com.br p. 1 QUANDO FOMOS ADOTADOS? Texto: Mateus 5:44-45 Tema: Identidade Objetivo: Reconhecer que ou vivemos como homens e mulheres verdadeiramente adotados por Deus ou achamos que somos filhos, quando estamos longe de ser. CONTEXTO  Mateus 5:44-45: “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste”.  Mateus 6:8-9: “Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais. Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus”.  Mateus 13:43: “Os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai.” Segundo o dicionário Aurélio, adoção é a “aceitação voluntária e legal de uma criança como filho”.
  2. 2. Sermão baseado em: Mario Veloso – Romanos: Comentário bíblico Homilético, p. 127-129 16 de Maio de 2014 | www.exegesebiblia.blogspot.com.br p. 2 “Pela fé, o crente passa da posição de rebelde, de filho do pecado e de Satanás, para a posição de súdito leal de Cristo Jesus, não por causa de alguma bondade inerente, mas porque Cristo o recebe como Seu filho, por adoção.” — Ellen G. White. Fé e Obras, p. 93.2 DESENVOLVIMENTO I. A ADOÇÃO DE ISRAEL “Dirás a Faraó: Assim diz o SENHOR: Israel é meu filho, meu primogênito. Digo-te, pois: deixa ir meu filho, para que me sirva; mas, se recusares deixá-lo ir, eis que eu matarei teu filho, teu primogênito.” (Êxodo 4:22-23) 1. Israel foi chamado por Deus para que fosse Seu povo. Os israelitas estavam para nascer na história humana, como uma nação e Moisés estava sendo preparado e já recebia suas últimas instruções para executar sua missão de libertar o povo do Egito. 2. Havia escravidão e nenhum ser humano pode escolher a quem servir vivendo assim, sem opção. Deus libertou o povo
  3. 3. Sermão baseado em: Mario Veloso – Romanos: Comentário bíblico Homilético, p. 127-129 16 de Maio de 2014 | www.exegesebiblia.blogspot.com.br p. 3 com a intenção de adotar a nação, transformá-los em Seus filhos para que O servissem. 3. Era uma filiação adotiva, e o conceito chave em relação aos israelitas como filhos de Deus era este: filhos de Deus, livres para servir a seu Pai celestial. Nada era mais forte na religiosidade de cada israelita que a consciência de ser filho de Deus. 4. “Mas Tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nos reconhece; tu, ó SENHOR, és nosso Pai; nosso Redentor é o teu nome desde a antiguidade.” (Isaías 63:16) 5. Israel foi adotado por Deus como Seu filho para que vivesse em liberdade e em obediência à Sua vontade. Para que, servindo-O, fosse um exemplo visível perante as demais nações, e elas ao perceber a bondade de Deus, se sentissem atraídas para Ele. II. A ADOÇÃO EM CRISTO “Vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que
  4. 4. Sermão baseado em: Mario Veloso – Romanos: Comentário bíblico Homilético, p. 127-129 16 de Maio de 2014 | www.exegesebiblia.blogspot.com.br p. 4 estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção de filhos. E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus.” (Gálatas 4:4-7) 1. Os crentes são chamados à mesma condição de filhos que a nação de Israel, e Deus os adota no Espírito Santo, que transforma a vida deles à semelhança de Cristo. Uma vida obediente ao Pai, dedicada à missão de Cristo e ao serviço missionário que compartilha a salvação com os que não são filhos de Deus. 2. A adoção dos crentes é uma obra que o Pai realiza por intermédio do Filho. E uma vez adotados, Deus envia a confirmação através do Espírito Santo, pois ninguém pode declarar-se filho de Deus por si mesmo. 3. Dwight L. Moody diz que: “Paulo usa Aba, a palavra aramaica para pai, seguida pelo equivalente grego. A filiação [ou adoção] exclui a servilidade e inclui a posição de herdeiro.
  5. 5. Sermão baseado em: Mario Veloso – Romanos: Comentário bíblico Homilético, p. 127-129 16 de Maio de 2014 | www.exegesebiblia.blogspot.com.br p. 5 O Espírito Santo é a garantia dessas bênçãos”. — Comentário Bíblico: Gálatas, p. 25. 4. Matthew Henry comenta: “Observemos nestes versos as maravilhas do amor e da misericórdia divina, particularmente de Deus Pai, ao enviar o seu Filho ao mundo para redimir-nos e salvar-nos; do Filho de Deus, ao sujeitar-se a tanta baixeza e a sofrer tanto por nós; e do Espírito Santo, ao condescender e habitar nos corações dos crentes para tais propósitos de graça. — Comentário Bíblico: Gálatas, p. 12 CONCLUSÃO No juízo, os perdidos podem apontar para vocês, dizendo: “Se não fosse sua influência, eu não teria tropeçado e zombado da religião. Ele tinha luz, conhecia o caminho para o Céu. Eu era ignorante e fui de olhos vendados no caminho da destruição.” Oh, que resposta podemos dar a semelhante acusação? Quão importante é que cada um considere para onde está guiando as pessoas! Estamos à vista do mundo eterno, e quão diligentemente devemos calcular o custo de nossa influência. — Ellen G. White. Mensagens aos Jovens, p. 31

×