Breve Introdução ao Estudo das Profecias

1.402 visualizações

Publicada em

Autor: Hugo Hoffmann

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.402
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
684
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Breve Introdução ao Estudo das Profecias

  1. 1. 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS PROFECIAS Parte I – UM DEUS QUE SE REVELA As Escrituras, tanto o Antigo Testamento quanto o Novo Testamento, apresentam um relato da maneira pela qual Deus Se manifestou na história humana. Sem a revelação divina, sem o devido conhecimento do verdadeiro caráter e da vontade de Deus, a humanidade pereceria alienada por causa da culpa e do pecado. A intenção de Deus é que, através desta revelação, os seres humanos possam conhecê-Lo e estabelecer com Ele uma relação salvadora, que trará a vida eterna. A maior revelação de Deus está na pessoa de Jesus Cristo.  Daniel 2:19-23  Jeremias 36:1-2  Hebreus 1:1-3 REVELAÇÃO GERAL NATUREZA (Rm 1:20) HUMANIDADE (Is 30:21) HISTÓRIA (Dn 5:25-28) ESPECIAL BÍBLIA (João 1:14,18)
  2. 2. 2 Parte II – O QUE É PROFECIA? Muitos ligam a palavra profecia à ideia de futurologia. Mas em sua grande parte, tanto a profecia dos profetas mais antigos (Josué, Juízes, Samuel e Reis) quanto dos profetas mais recentes (Isaías, Jeremias, Ezequiel, Daniel e os doze profetas menores) e dos profetas do Novo Testamento, na verdade envolve os mensageiros de Deus na proclamação da Palavra do Senhor para a cultura contemporânea que precisava ser transformada de modo a deixar de resistir à Palavra de Deus. A Bíblia contém 31.103 versículos (AT = 23.146; NT = 7.957) e cerca de 8.352 desses, apresentam alguma previsão profética (26%). Os únicos livros que não contém previsões no AT são Rute e Cantares e, no NT, apenas 3 João. LIVROS DO AT COM MAIOR CONTEÚDO PROFÉTICO Ezequiel 65% Jeremias 60% Isaías 59% Características das profecias bíblicas que as distingue de qualquer imitação: 1. A profecia bíblica prevê de maneira clara as coisas que estão por vir, sem envolvê-las em ambiguidades como faziam os oráculos das nações pagãs. LIVROS DO NT COM MAIOR CONTEÚDO PROFÉTICO Apocalipse 63% Mateus 26% Lucas 23%
  3. 3. 3 2. A profecia bíblica é destinada e pretendida para ser uma previsão e não uma declaração retrospectiva, uma profecia não intencional, ou uma adivinhação que por acaso acabou acontecendo. 3. Ela é escrita, publicada ou proclamada antes da ocorrência da eventualidade e é um acontecimento que não poderia ter sido previsto pela simples sagacidade humana. 4. Ela é cumprida, subsequentemente, de acordo com as palavras da previsão original. 5. Ela não causa o seu próprio cumprimento, mas mantém-se como testemunha até que o acontecimento tenha ocorrido. 6. Uma profecia bíblica não é uma previsão isolada, mas pode estar relacionada a outras profecias e, como tal, torna-se parte de uma longa série de previsões. Parte III – ENTENDENDO SÍMBOLOS PROFÉTICOS CRIPTOGRAFADOS Criptografia (Do Grego kryptós, "escondido", e gráphein, "escrita") é o estudo dos princípios e técnicas pelas quais a informação pode ser transformada da sua forma original para outra ilegível, de forma que possa PROFECIAS INCONDICIONAIS REDENÇÃO (Gn 3:15; João 14:3) CONDICIONAIS BENÇÃOS E MALDIÇÕES (Lv 26; Dt 28; Jr 18:7-10)
  4. 4. 4 ser conhecida apenas por seu destinatário (detentor da "chave secreta"), o que a torna difícil de ser lida por alguém não autorizado. Assim sendo, só o receptor da mensagem pode ler a informação com facilidade. CONHECENDO A CHAVE BÍBLICA: “Porque é preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali.” (Isaías 28:10) APLICANDO A CHAVE BÍBLICA EM DANIEL 7:1-3: “Falou Daniel e disse: Eu estava olhando, durante a minha visão da noite, e eis que os quatro ventos do céu agitavam o mar grande. Quatro animais, grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar.” (Daniel 7:2-3) SÍMBOLO SIGNIFICADO CHAVE BÍBLICA Animais Rei / Reino Daniel 7:17, 23 Ventos Contenda / Guerras Jeremias 51:1 Mar Povos / Nações Apocalipse 17:15 AMPLIANDO O ENTENDIMENTO DO TEXTO PROFÉTICO: “Os quatro ventos do céu a combaterem no mar grande, representam as terríveis cenas de conquista e revolução, pelas quais os reinos têm atingido o poder.” (Ellen G. White. O Grande Conflito, p. 440)

×