Aula3 21 02-2013

1.322 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Aula3 21 02-2013

  1. 1. Controle IndustrialEngº. Hamilton SenaCurso: Técnico em Eletrotécnica – 4º MóduloAula 3 – 21/02/2013
  2. 2. Controlador lógico programável • O que é um CLP ? s • Como funciona um CLP ? • Para que serve o CLP ? • Por que devemos usar o CLP ? • Quais são as vantagens do CLP ? • Qual PLC devo utilizar ? Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  3. 3. O que é um CLP?Os Controladores LógicosProgramáveis – CLP´s – são smicrocomputadores de propósitoespecífico, dedicado para o controlede processos e equipamentos. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  4. 4. Como é seu funcionamento? s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  5. 5. Como é seu funcionamento? s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  6. 6. Como é seu funcionamento? s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  7. 7. Como é seu funcionamento? s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  8. 8. Para que server o CLP? Foram criados para substituir os painéis de lógica a relés (intertravamento e automação). São equipamentos robustos e flexíveis que executam uma função previamente s programada. Hoje são utilizados também para controle de processo (sinais analógicos e algoritmo PID). Estão cada vez mais assumindo a totalidade destas aplicações dentro da área industrial, comercial e serviço. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  9. 9. Por que devemos usar o CLP ? Devido a flexibilidade disponibilizada para alterações nos processos e no funcionamento de máquinas, tudo sem gerar custos elevados; Aumento da confiabilidade no funcionamento das s aplicações; Redução de downtime na procura e resolução de defeitos nos equipamentos, com isso reduzindo improdutividade; Entre outros. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  10. 10. Quais as suas vantagens?Baixo investimento em fiação;Espaço para instalação reduzidos;Baixo custo de Projeto; sBaixo custo para depuração e start-up;Enorme facilidade para efetuar reformas e/ou ampliações;Tecnologia consolidada e amplamente utilizada. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  11. 11. Qual CLP devo utilizar?A especificação do CLP a ser utilizadodependerá de: sNúmeros de pontos de I/O;Tipo de aplicação;Ambiente de trabalho;Sensibilidade do processo:Haverá comunicação em rede?;Entre outros; Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  12. 12. Estudo de caso Controle de um motor trifásico SEM CLP s COM CLP Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  13. 13. Comando sem CLP No circuito de comando são instalados os dispositivos de comando (botões) e proteção s (relé térmico) para a bobina do contator. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  14. 14. Comando sem CLP Acrescentando-se itens de instrumentação, como por exemplo, uma chave s de fluxo, obtemos funções de intertravamento. Se a chave atuar o motor irá parar AUTOMATICAMENTE. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  15. 15. Comando sem CLP Acrescentando-se alarmes e sinalizações... s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  16. 16. Comando com o CLP – S7-200 s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  17. 17. Comando com o CLPInterligação de dispositivos de entrada e saída s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  18. 18. Lógica de funcionamentoimplementada no CLP usando Ladder s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  19. 19. Componentes de um CLP Processador (CPU) Pontos de entradas s Pontos de saídas Adaptadores de redes Fonte de alimentação Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  20. 20. Módulos de entrada e saída  Tipos:  Funções de diagnóstico - Discretos  Permitir trocas a ¨quente¨ - Analógicos s  Funções especiais  Diferentes densidades Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  21. 21. Funções de diagnósticos  Fio partido  Ausência de carga  Presença de alimentação de campo  Fusível eletrônico para cada canal s  Pulso de teste para saídas  “Timestamping” dos diagnósticos  Relatório de falha por ponto  Captura de falhas intermitentes Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  22. 22. Mas para usa-los deve-se conhecer?Sensores e atuadoresLógica combinacional simples sMapas de Veitch-KarnaughMaquina de estado finitoLinguagem de programação (Ladder) Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  23. 23. Porque preciso saber?  Elaboração de programas para o CLP de forma lógica  Evitar o processo empírico, que hoje é o mais usado, s causando: o Programas mais longos o Menos eficientes o E desgastando o projetista/programador a um desgaste desnecessário Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  24. 24. Então vamos iniciar!Lógica combinacional simplesSão blocos que executam funções lógicas simples, como sAND, OR, NAND, NOR, etc. A maioria dos controladoresdisponibilizam estes blocos prontos, bastando ao projetistaimplementá-las ao sistema. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  25. 25. Lógica AND (E) s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  26. 26. Lógica AND (E) - Combinações s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  27. 27. Lógica OR (ou) s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  28. 28. Lógica NOT (Inversora) s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  29. 29. Lógica NAND (não e) s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  30. 30. Lógica NOR (não ou) s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  31. 31. Blocos de memorização s Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  32. 32. EXERCICIOS!!s ! Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net
  33. 33. Dispositivo de Separação e Contagem Considerar as seguintes condições: • Velocidade da esteira: 5 m/min; s • Comprimento da caixa grande: 0,8 m; • Comprimento da caixa pequena: 0,2 m; • Tempo de acionamento do pistão: 0,5 s. Técnico em Eletrotécnica – 4º Modulo http://hamiltonsena.net

×