O Egito Antigo   Economia:
Localização:
• A economia egípcia era baseada  principalmente na agricultura que era  realizada, principalmente, nas margens férteis  d...
• Com o tempo, a produção agrícola tornou-se  variada, sendo cultivados algodão, linho  (utilizados na fabricação de roupa...
Lentilhas:
Grão de Bico:
Gergelim:
Trigo:
Cevada:
Fava:
• Perto de suas casas, eles criavam porcos e  carneiros. O trabalho no campo era realizado  com o auxílio de um arado de m...
• Os camponeses que moravam nos pântanos e  nos lagos costeiros, organizados em equipes,  criavam em tanques numerosas var...
O Papiro:• No Egito Antigo, o papiro era encontrado nas  margens do rio Nilo. Foi muito utilizado pelos  egípcios para div...
• O papiro tinha outras funções no Egito Antigo.  Os artesãos utilizavam a planta para a  fabricação de cestos, redes e at...
Barco de papiro:
• O papel dos egípcios era preparado da seguinte  maneira: o caule da planta era cortado em  pedaços de tamanho variável d...
Fabricação do Papiro:
• Sobre uma primeira camada de tiras, dispostas  na horizontal, era colocada uma segunda camada  de tiras, dispostas no se...
• A face melhor do material era aquela que tinha  as fibras na direção horizontal. As folhas prontas,  que nunca excediam ...
• O papiro mais largo encontrado até hoje pelos  arqueólogos é um Livro dos Mortos,  conhecido como Papiro Greenfield, e m...
A medicina egípcia:• Não se pode falar em ciência no Antigo Egito (e  em geral na Antiguidade) tendo como referência  o co...
• A medicina foi a disciplina que mais se  desenvolveu entre os egípcios, sendo famosa  na Antiguidade, em particular entr...
• Eram desenvolvidas diversas atividades de  tipo cirúrgico, tais como a circuncisão  (obrigatória por motivos higiénicos)...
• Os remédios eram compostos por vários  elementos, na maioria oriundos do reino  vegetal, mas recorria-se também a elemen...
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
O egito antigo   economia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O egito antigo economia

2.664 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O egito antigo economia

  1. 1. O Egito Antigo Economia:
  2. 2. Localização:
  3. 3. • A economia egípcia era baseada principalmente na agricultura que era realizada, principalmente, nas margens férteis do rio Nilo. Os egípcios também praticavam o comércio de mercadorias e o artesanato. Os trabalhadores rurais eram constantemente convocados pelo faraó para prestarem algum tipo de trabalho em obras públicas (canais de irrigação, pirâmides, templos, diques).
  4. 4. • Com o tempo, a produção agrícola tornou-se variada, sendo cultivados algodão, linho (utilizados na fabricação de roupas), trigo, cevada, gergelim, legumes, frutas e, principalmente, oliveiras. Às margens do rio os camponeses faziam pomares e hortas, produzindo favas, lentilhas, grão–de–bico e pepinos. Cultivavam ainda uva, utilizada na fabricação do vinho.
  5. 5. Lentilhas:
  6. 6. Grão de Bico:
  7. 7. Gergelim:
  8. 8. Trigo:
  9. 9. Cevada:
  10. 10. Fava:
  11. 11. • Perto de suas casas, eles criavam porcos e carneiros. O trabalho no campo era realizado com o auxílio de um arado de madeira puxado por bois.
  12. 12. • Os camponeses que moravam nos pântanos e nos lagos costeiros, organizados em equipes, criavam em tanques numerosas variedades de peixes. O peixe, seco e conservado, era consumido muitas vezes com pão e cerveja, e constituía parte importante da alimentação dos egípcios. Contando com um intenso artesanato, o comércio também foi outra importante atividade econômica no Egito Antigo.
  13. 13. O Papiro:• No Egito Antigo, o papiro era encontrado nas margens do rio Nilo. Foi muito utilizado pelos egípcios para diversos propósitos. As folhas eram sobrepostas e trabalhadas para serem transformadas numa espécie de papel, conhecido pelo mesmo nome da planta. Este papel (papiro) era utilizado pelos escribas egípcios para escreverem textos e registrarem as contas do império. Vários rolos de papiro, contando a vida dos faraós, foram encontrados pelos arqueólogos nas pirâmides egípcias.
  14. 14. • O papiro tinha outras funções no Egito Antigo. Os artesãos utilizavam a planta para a fabricação de cestos, redes e até mesmo pequenas embarcações (através da formação de feixes). Era também utilizado como alimento pelas pessoas mais pobres e também para alimentar o gado.
  15. 15. Barco de papiro:
  16. 16. • O papel dos egípcios era preparado da seguinte maneira: o caule da planta era cortado em pedaços de tamanho variável de até 48 centímetros. Neles eram feitas incisões para retirar a casca verde e permitir a separação das películas, em quantidade variável entre 10 e 12. Essas lâminas finíssimas, manuseadas com cuidado para não se romperem, eram estendidas em uma tábua inclinada sobre as águas, com a finalidade de serem molhadas constantemente.
  17. 17. Fabricação do Papiro:
  18. 18. • Sobre uma primeira camada de tiras, dispostas na horizontal, era colocada uma segunda camada de tiras, dispostas no sentido perpendicular. A própria água do Nilo, ao molhar as películas, aliada ao fato de que o material era martelado, ativava a goma natural da planta que, então, unia as tiras. As duas camadas de papiro depois de comprimidas, batidas e polidas com pedra pome, atingiam a maciez necessária para receber a escrita. Ainda que tênues e delicadas, as películas, unidas entre si e sobrepostas, ofereciam bastante resistência.
  19. 19. • A face melhor do material era aquela que tinha as fibras na direção horizontal. As folhas prontas, que nunca excediam cerca de 48 centímetros de comprimento por, aproximadamente, 43 centímetros de largura, eram coladas umas às outras para formar longas tiras que eram enroladas com a face de fibras horizontais voltadas para dentro. Uma vareta de madeira ou marfim era presa em cada extremidade do rolo de papiro, formando um volume.
  20. 20. • O papiro mais largo encontrado até hoje pelos arqueólogos é um Livro dos Mortos, conhecido como Papiro Greenfield, e mede 49,5 centímetros de largura. O mais extenso, o assim chamado Grande Papiro Harris, mede 41 metros de comprimento. O papiro em rolo era um dos principais produtos de exportação do Egito antigo e foi, sem sombra de dúvida, um dos maiores legados da época faraônica à civilização.
  21. 21. A medicina egípcia:• Não se pode falar em ciência no Antigo Egito (e em geral na Antiguidade) tendo como referência o conceito atual. O conhecimento entre os antigos Egípcios estava associado aos escribas, às classes sacerdotais e aos templos. Numa parte dos templos encontravam-se as "Casas de Vida" (Per Ankh), nome dado a uma área do templo que funcionava como biblioteca e arquivo, onde também se ministravam conhecimentos e se copiavam os textos de caráter médico, astronômico e matemático.
  22. 22. • A medicina foi a disciplina que mais se desenvolveu entre os egípcios, sendo famosa na Antiguidade, em particular entre os Gregos. classe médica dividia-se entre médicos do povo e médicos reais; alguns médicos trabalhavam como clínicos gerais, enquanto que outros eram especialistas em determinada área.
  23. 23. • Eram desenvolvidas diversas atividades de tipo cirúrgico, tais como a circuncisão (obrigatória por motivos higiénicos), a castração, a cesariana e, muito provavelmente, a excisão de cataratas oculares e próteses dentárias.
  24. 24. • Os remédios eram compostos por vários elementos, na maioria oriundos do reino vegetal, mas recorria-se também a elementos que do ponto de vista contemporâneo parecem estranhos, como os excrementos dos animais, o sangue de lagarto, dente de porco ou pó de natrão. Eram aplicados sob a forma de poção, pílula ou em cataplasma.

×