O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Estruturasgeolgicas formasdorelevoplancieplanaltoedepresso-120604155217-phpapp02

811 visualizações

Publicada em

A geológica formas e relevo

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Estruturasgeolgicas formasdorelevoplancieplanaltoedepresso-120604155217-phpapp02

  1. 1. ESTRUTURAS GEOLÓGICAS E FORMAS DO RELEVO
  2. 2. ESTRUTURA GEOLÓGICA  Crátons ou Escudos Cristalinos  Bacias Sedimentares  Dobramentos Modernos
  3. 3. ESTRUTURA GEOLÓGICA 
  4. 4. CRÁTONS – ESCUDOS CRISTALINOS  Conhecidos também como maciços antigos, são estruturas geológicas muito antigas (pré-cambrianas) constituídas por rochas cristalinas. Suas estruturas são estáveis, rigidas, resistentes e associadas à ocorrência de minerais metálicos.
  5. 5. ESTRUTURA GEOLÓGICA  Serra do Mar – Dobramentos antigos sofreu um grande processo de erosão
  6. 6. BACIAS SEDIMENTARES  São depressões preenchidas por sedimentos, formadas durantes as eras Paleozoicas, Mesozoicas e Cenozoica. Apresentam a ocorrência de combustíveis fósseis tais como petróleo, gás natural, carvão mineral e xisto (rocha metamórfica).
  7. 7. ESTRUTURA GEOLÓGICA 
  8. 8. DOBRAMENTOS MODERNOS  São estruturas rochosas que sofreram a ação de forças tectônicas recentes (Período terciário da Era Cenozóica) resultando em áreas geológicamente instáveis e fortemente dobradas.
  9. 9. DOBRAMENTOS MODERNOS  As maiores cadeias de montanhas do mundo, como as Rochosas, os Andes, os Alpes, o Cáucaso e o Himalaia, são cadeias de dobramentos.
  10. 10. PRINCIPAIS FORMAS DO RELEVO  Montanhas  Planaltos  Planícies  Chapadas  Cuesta  Depressões
  11. 11. PRINCIPAIS FORMAS DO RELEVO  Toda a rugosidade da superfície continental pode ser agrupada em quatro tipos fundamentais de relevo.  Montanhas  Planaltos  Planícies  Depressões
  12. 12. MONTANHAS  São as formas mais elevadas do relevo, sendo constituídas de flancos e cume. Podem ser formadas por dobras, falhas ou vulcões. As maiores e mais altas cadeias têm sua origem em dobramentos terciários.
  13. 13. MONTANHAS  Idade De acordo com a idade as montanhas podem ser velhas ou novas.
  14. 14. MONTANHAS VELHAS   São baixas  Onduladas  Surgiram nas três primeiras eras (Pré-Cambriana, Paleozoica e Mesozoica).
  15. 15. MONTANHAS NOVAS   São altas  Abruptas  Surgiram na Era Cenozoica
  16. 16. CHAPADAS  É um planalto constituído por rochas sedimentares e que formam superfícies tabulares como as chapadas do Centro-Oeste brasileiro.
  17. 17. CUESTA  Conhecidos também como escarpa, são formas assimétricas do relevo, formadas por uma sucessão alternadas de camadas rochosas com diferentes resistências ao desgaste, formando um corte abrupto de um lado e um declive do outro.
  18. 18. CUESTA  São deformações na superfície terrestre. Fraturas nas rochas com movimento formadas por forças compressíveis ou distensíveis bruscas, a altas ou baixas temperaturas.
  19. 19. PLANÍCIES  São superfícies mais ou menos planas, de natureza sedimentar, em que predominam processos de deposição ou acumulação. Existem basicamente dois tipos de planícies: Litorâneas ou Costeiras Continentais
  20. 20. DEPRESSÕES  São áreas do relevo com altitude média inferior ao relevo vizinho ou ao nível dos oceanos. Podemos caracterizar ela em dois tipos: Depressões Absoluta Depressões Relativas
  21. 21. DEPRESSÕES RELATIVA  Estão situadas em um nível mais baixo que o relevo vizinho, porém acima do nível dos oceanos. A região da bacia do rio São Francisco no Brasil é exemplo de uma depressão relativa.
  22. 22. DEPRESSÕES ABSOLUTA  Situam-se abaixo do nível médio dos oceanos, como, por exemplo, a Depressão Caspianalocalizada entre o Irã, a Federação Russa, o Cazaquistão, o Turcomenistão e o Azerbaijão.
  23. 23. DEPRESSÕES PERIFÉRICAS  Corresponde a um tipo de depressões relativas muito comuns nos planaltos brasileiros. São áreas deprimidas que se formam na zona de contato entre terrenos sedimentares e cristalinos, como a Depressão Periférica da Borda Leste da Bacia do Paraná (planalto Paranaense).
  24. 24. BRASIL – MAPA HIPSOMÉTRICO 
  25. 25. ESCUDOS CRISTALINOS x BACIAS SEDIMENTARES 
  26. 26. ESCUDOS CRISTALINOS x BACIAS SEDIMENTARES  BACIAS SEDIMENTARES : 64 % DO BRASIL ESCUDOS CRISTALINOS: 36 % DO BRASIL
  27. 27. CLASSIFICAÇÃO DE AROLDO DE AZEVEDO  Planícies todas as áreas inferiores a 200 metros de altitude Planaltos as áreas com elevações superiores a 200 metros
  28. 28. CLASSIFICAÇÃO DE AZIZ AB´SÁBER  Os planaltos deixam de ser classificado apenas pelo critério de altitude e passaram a ser vistos como elementos onde ocorrem processos erosivos em maior proporção que os processos de sedimentação. As planícies, por sua vez, recebem mais sedimentos do que são desgastadas, em função da sua baixa altitude.
  29. 29. CLASSIFICAÇÃO DE JURANDYR ROSS  A classificação do relevo leva em conta as altitudes e a geomorfologia. Consideram três grandes formas do relevo: Planalto, planície e depressões.
  30. 30. CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO  Aroldo de Azevedo: Planície 0 a 200 m Planalto 200 m para cima Aziz Ab´ Sáber Planície recebe sedimentos Planaltos sofre erosão JURANDYR ROSS Planície recebe sedimentos Planaltos sofre erosão Depressão

×