Um grupo de 288 vacas leiteiras de raça Holandesa,
                                                                    lac...
Os animais foram, então, estratificados por produção em       os grupos de tratamento, as comparações entre as médias
três...
Efeito da vacina Vision 7, de uma vacina com saponina, e controle com solução salina na produção de leite
Efeito da vacina Vision 7, de uma vacina com saponina, e controle com solução salina na produção de leite
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Efeito da vacina Vision 7, de uma vacina com saponina, e controle com solução salina na produção de leite

1.392 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efeito da vacina Vision 7, de uma vacina com saponina, e controle com solução salina na produção de leite

  1. 1. Um grupo de 288 vacas leiteiras de raça Holandesa, lactantes (30 a 110 dias em ordenha) foram divididas em grupos e vacinadas com Vision 7, vacina com saponina, e solução salina (grupo controle). Nos dias 1 e 3 pós-vacina- ção, as vacas vacinadas com Vision e solução salina tiveram produção diária de leite mais alta (P<,05) do que as vacas vacinadas com vacina com saponina. No Dia 2 pós-vacina- ção, Vision e solução salina tiveram produção diária de leite mais alta (P=,12) do que a vacina saponinada. No geral, a produção diária de leite de três dias pós-vacinação foi maior Efeito da (P=,08) em vacas vacinadas com Vision 7 e solução salina quando comparado àquelas em que foi apliacada vacina com saponina. A produção diária de leite durante os três vacina Vision 7*, dias pós-vacinação teve uma média de 40,3, 40,1 e 37,7 kg para Vision 7, solução salina e vacina com saponina, res- de uma vacina com pectivamente. Os autores concluem que a vacina Vision 7 pode ser utilizada em vacas lactantes sem risco de diminui- ção da produção diária de leite. saponina, e controle com solução salina na produção de leite S. NORDSTROM1, K. SWIFT2, D. KELBERT2 mentar o estímulo do sistema imune e minimizar INTRODUÇÃO as reações vacinais indesejáveis. Vision 7 é MATERIAIS E MÉTODOS indicada para uso em bovinos e ovinos sau- ANÁLISE ESTATÍSTICA dáveis como um auxílio para a prevenção de RESULTADOS doenças causadas por C. chauvoei CONCLUSÃO (Carbúnculo Sintomático), C. septicum (Edema Maligno), C. haemolyticum (Hemoglobinúria INTRODUÇÃO bacilar) C. novyi (doença Negra), C. sordellii e C. perfringens tipos C & D (Enterotoxemia). A vacinação contra as clostridioses é Dose: 2 ml. uma prática de manejo comum e importante em bovinos e ovinos, podendo interferir na MATERIAIS E MÉTODOS produção leiteira. O presente estudo foi realizado para de- Foram empregadas no estudo 288 vacas terminar o efeito na produção de leite de duas lactantes de raça Holandesa (30 a 110 dias em vacinas clostridiais comerciais. O estudo com- ordenha). Do total, aproximadamente 40% das parou três grupos de vacas leiteiras vacina- vacas eram primíparas e 60% multíparas. 1 Scott Nordstrom, DVM, Servi- das com Vision 7, com uma vacina saponinada A produção de leite foi monitorada por ço Técnico, Intervet Inc., 10 dias para estabelecer a média de produção e com o grupo controle que recebeu solução Millsboro, DE, ESTADOS UNI- DOS. salina. diária. Quaisquer animais arrolados na pesqui- 2 Kathy Swift, DVM, David Vision 7 é uma vacina composta de sa, com registro inadequado ou inconsistente Kelbert, DVM, Veterinários Clí- toxóides e bacterina inativada de C. chauvoei, de controle leiteiro durante o período de 10 nicos, Gainesville, FL, ESTA- C. septicum, C. novyi, C. sordellii e C. dias, foram removidos do estudo. Todo o con- DOS UNIDOS. trole leiteiro foi registrado utilizando-se um *Vision 7, Coopers, São Paulo, perfringens tipos C e D, contendo SPUR, BRASIL. adjuvante exclusivo desenvolvido para au- sistema AFI de registro leiteiro. A Hora Veterinária - Ano 29, nº 171, setembro/outubro/2009 1
  2. 2. Os animais foram, então, estratificados por produção em os grupos de tratamento, as comparações entre as médias três grupos de tratamento. Os grupos foram randomicamente foram feitas utilizando-se o procedimento de Diferença Míni- distribuídos entre Vision 7 (com SPUR), vacina com saponina e ma Significativa (DMS) para estabelecer as diferenças entre solução salina. os três grupos de tratamento. Os animais receberam injeções subcutâneas no lado es- querdo do pescoço no Dia 11: RESULTADOS O grupo 1 (n=96) recebeu 2mL de Vision 7. O grupo 2 (n=95) recebeu 2mL de vacina com saponina. Durante os primeiros 10 dias de pré-vacinação, não hou- O grupo 3 (n=97) recebeu 2mL de solução salina a 0,9%. ve diferenças significativas entre os três grupos de tratamen- to quanto à produção diária de leite. A produção de leite para cada grupo de tratamento Nos Dias 1 e 3 pós-vacinação, as vacas vacinadas com foi então acompanhada por um período de 14 dias pós- Vision 7 e solução salina tiveram produção diária de leite maior vacinação. (P<,05) do que as vacas vacinadas com vacina com saponina. A média de dias em ordenha foram 73, 75 e 73 para Vision 7, No Dia 2 pós-vacinação, Vision 7 e solução salina tive- vacina com saponina e vacas controle, respectivamente. A ram produção diária de leite maior (P=,12) do que a vacina com média de paridades foi de 2,2, 2,2 e 2,1 para Vision 7, vacina saponina. com saponina e vacas controle, respectivamente. No geral, a produção diária de leite para os três dias pós- vacinação foi maior (P=,08) em vacas vacinadas com Vision 7 e ANÁLISE ESTATÍSTICA solução salina quando comparado àquelas vacinadas com Vacina com Saponina. A produção leiteira diária foi avaliada utilizando-se os A produção diária de leite para os três dias pós-vacina- procedimentos de análise de variância (ANOVA) para compa- ção teve uma média de 40,3, 40,1 e 37,7 kg para Vision 7, solu- rar as médias de tratamento para a produção diária de leite com os ção salina e vacina com saponina, respectivamente. dias em ordenha e o grupo de parição utilizado como co- variáveis no modelo. CONCLUSÃO As diferenças foram consideradas significativas para os valores P (P<,05). Quando foram detectadas diferenças entre Os resultados do estudo demonstram que a vacina Vision 7 pode ser utilizada em vacas em lactação sem risco de dimi- Comparação da Produção Leiteira nuição na produção diária de leite. Produção de Leite Libras/Cabeça/Dia Summary Effect of Vision® 7, Saponined Vaccin or Saline Control on Milk Production S. Nordstrom, K. Swift, D. Kelbert A group of 288 lactating Holstein dairy cows (30 to 110 days in milk) were vaccinated with Vision® 7, Saponined Vaccin or saline. On Days 1 and 3 post-vaccination, Vision- and saline-vaccinated cows had higher (P<.05) Tabela 1. Descrição dos Grupos de Vacas a e Produção daily milk production than Saponined Vaccin Diária de Leite por Grupo de Tratamento -vaccinated cows. On Day 2 post- vaccination, Vision and saline had higher (P=.12) daily milk production than Saponined Vaccin. Overall, daily milk production for three days post-vaccination was greater (P=.08) in cows vaccinated with Vision 7 and saline compared with those vaccinated with Saponined Vaccin. Daily milk production for three days post- vaccination averaged 88.8, 88.3 and 83.2 for Vision 7, saline and Saponined Vaccin, respectively. Vision 7 can be utilized in a lactating cow without a risk of a decreased daily milk production. 2 A Hora Veterinária - Ano 29, nº 171, setembro/outubro/2009

×