SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Co-dominância e Alelos Múltiplos
Tipos de interação Herança Mendeliana Simples  Alelos letais Co-dominância Alelos múltiplos Herança ligada ao sexo  Os alelos seguem estritamente os padrões de dominância e recessividade. Alelo de um gene essencial que tem a potencialidade de causar a morte de um organismo. Ocorre quando o heterozigoto expressa ambos alelos ao mesmo tempo. Mais de dois alelos para um dado gene em uma espécie Envolve a herança de genes localizados nos cromossomos X.
Co-dominância: • Nos casos de co-dominância, o indivíduo heterozigótico vai apresentar um fenótipo diferente dos indivíduos homozigóticos.  • Neste caso vai apresentar um fenótipo que resulta da mistura dos dois indivíduos homozigóticosantagônicos.
Co-dominância P F1
Co-dominância F1 F2 1:2:1! VV  VB  BB
Co-dominância P VV BB F1 VB VB VB VB
Co-dominância VB VB F1 F2 VB VB VV BB
Co-dominância Pêlo vermelho x Pêlo branco Pêlo Ruão (vermelhos e brancos) Todos os fenótipos
Co-dominância Galinha Andaluza
Co-dominância EL EL LL EL EL EE LL LL LL EL EL EL Co-dominância
Alelos múltiplos ou polialelia: • Quando existem mais de dois alelos para um dado gene em uma espécie.  • Assim, um lócus específico pode ser ocupado por uma série de alelos múltiplos, de forma que um indivíduo diplóide possa apresentar quaisquer dois alelos de um gene.  • Eles produzem variabilidade genética na população.
Cor de pelagem em coelhos Pelagem selvagem ou agouti/aguti: pêlo dividido em 3 bandas (cinza, amarela e preta/marrom) Pelagem chinchila: 2 bandas no pêlo, cinza e preta Pelagem himalaia: pelagem branca na maior parte do corpo e extremidades pretas: nariz, orelhas, pés e rabo Albino: pêlos e olhos despigmentados
Cor de pelagem em coelhos Ordem de dominância dos alelos: C  >  Cch  >  Ch  >  c Agouti: C_ -> CC, CCch, CCh, Cc Chinchila: Cch_ -> CchCch, CchCh, Cchc Ch_ ChCh, Chc Himalaia: -> Albino: cc
Alelos sanguíneos ABO em humanos 3 tipos de alelos:       IA      =   IB      IA    >    i      IB    >    i  IA _ Tipo A:  -> IAIA , IA i IB _ -> IB i Tipo B:  IBIB , IA IB Tipo AB:  ii Tipo O:
ii IB _ IA i IB _ IB i ii IA IB  IA _ -> IAIA , IA i Tipo A:        IA i     x      IB i Tipo B:  IB _ -> IBIB , IB i IA IB ,IA i, IB i , ii Tipo AB:  IAIB ii Tipo O:
A interação antígeno-anticorpo Antígeno: Substância/molécula que, quando introduzida no corpo, ativa a produção de anticorpos pelo sistema imune. O sistema imune vai então neutralizar ou matar o antígeno que é reconhecido como estranho e possível causador de danos.
A interação antígeno-anticorpo Anticorpo:  É uma proteína grande em forma de Y. No sistema imune, possui o papel de identificar e neutralizar corpos estranhos como bactérias e vírus. O anticorpo reconhece uma porção específica do alvo, chamado antígeno.
A interação antígeno-anticorpo Cada anticorpo se liga a um antígeno específico.  Interação do tipo chave-fechadura
Sistema ABO Um par de genes determina a produção de proteínas na membrana das hemácias
Sistema ABO
Sistema Rh Mais importante sistema sangüíneo após o ABO Determinando por herança do tipo dominância completa. Alelos R e r RR e Rr = Rh positivo rr = Rh negativo Possui 50 antígenos definidos, o sistema Rh+ e Rh- geralmente se refere ao anti-D
Tipagem sanguínea Vídeo
Tipagem sanguínea Sangue tipo A Sangue tipo B Sangue tipo O Sangue tipo AB
O esquema abaixo indica o tipo sangüíneo dos integrantes de uma família. A probabilidade de os indivíduos I e II terem sangue do tipo O é, respectivamente: A) zero e zero B) zero e 0,5 C) 0,5 e 0,5 D) 0,5 e 0,75 E) 1 e 1
Eritroblastose fetal Mãe Rh –  -> rr ,[object Object],-> RR ou Rr ,[object Object],-> RR ou Rr

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sangue (genetica)
Sangue (genetica)Sangue (genetica)
Sangue (genetica)emanuel
 
Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica UERGS
 
Sistema ABO e Co Dominância
Sistema ABO e Co DominânciaSistema ABO e Co Dominância
Sistema ABO e Co DominânciaAndrea Barreto
 
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercício
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercícioprof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercício
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercícioHebert Pecorelli
 
V Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão MendelianaV Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão MendelianaRinaldo Pereira
 
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_20133 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013CotucaAmbiental
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosProf Regina
 
Polialelia e dominância incompleta.
Polialelia e dominância incompleta.Polialelia e dominância incompleta.
Polialelia e dominância incompleta.Claudete Carvalho
 
Património Genético´- Trabalhos de Mendel
Património Genético´- Trabalhos de MendelPatrimónio Genético´- Trabalhos de Mendel
Património Genético´- Trabalhos de MendelIsabel Lopes
 
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos abril 2015
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos  abril 20153S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos  abril 2015
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos abril 2015Ionara Urrutia Moura
 
Sistema abo
Sistema aboSistema abo
Sistema aboletyap
 
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012Ionara Urrutia Moura
 
Transmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasTransmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasCatir
 
2º lei de mendel aprofundamento
2º lei de mendel aprofundamento2º lei de mendel aprofundamento
2º lei de mendel aprofundamentoletyap
 

Mais procurados (20)

Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Sangue (genetica)
Sangue (genetica)Sangue (genetica)
Sangue (genetica)
 
A interação gênica
A interação gênicaA interação gênica
A interação gênica
 
Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica
 
Sistema ABO e Co Dominância
Sistema ABO e Co DominânciaSistema ABO e Co Dominância
Sistema ABO e Co Dominância
 
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercício
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercícioprof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercício
prof. Paulo Roberto Genética Enem Biologia exercício
 
V Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão MendelianaV Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão Mendeliana
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_20133 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013
3 s alelos múltiplos e tipagem sanguinea_15_abril_2013
 
GenéTica Diibridismo
GenéTica DiibridismoGenéTica Diibridismo
GenéTica Diibridismo
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneos
 
Polialelia e dominância incompleta.
Polialelia e dominância incompleta.Polialelia e dominância incompleta.
Polialelia e dominância incompleta.
 
Património Genético´- Trabalhos de Mendel
Património Genético´- Trabalhos de MendelPatrimónio Genético´- Trabalhos de Mendel
Património Genético´- Trabalhos de Mendel
 
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos abril 2015
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos  abril 20153S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos  abril 2015
3S alelos múltiplos e Sistemas sanguineos abril 2015
 
Sistema abo
Sistema aboSistema abo
Sistema abo
 
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012
Aula 5 3 s_alelos múltiplos e abo abril 2012
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Ação gênica
Ação gênicaAção gênica
Ação gênica
 
Transmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasTransmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditárias
 
2º lei de mendel aprofundamento
2º lei de mendel aprofundamento2º lei de mendel aprofundamento
2º lei de mendel aprofundamento
 

Destaque

Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhosElaine
 
Relatório técnico cláudia
Relatório técnico cláudiaRelatório técnico cláudia
Relatório técnico cláudiaclaudiaebruna
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo Maria Jaionara
 
Bio 12 sistema abo
Bio 12   sistema aboBio 12   sistema abo
Bio 12 sistema aboNuno Correia
 
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABOAlelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABORafael Portela
 
Aplicações da genética
Aplicações da genéticaAplicações da genética
Aplicações da genéticabiohorrores
 
Interação gênica 4 e
Interação gênica   4 eInteração gênica   4 e
Interação gênica 4 eCésar Milani
 
Bio 12 dominância incompleta
Bio 12   dominância incompletaBio 12   dominância incompleta
Bio 12 dominância incompletaNuno Correia
 
Aula 2. genética hereditariedade e mendelismo
Aula 2. genética   hereditariedade e mendelismoAula 2. genética   hereditariedade e mendelismo
Aula 2. genética hereditariedade e mendelismoEvandro Sanguinetto
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitasjcrrios
 
Aula5 em genealogia.pptx
Aula5 em genealogia.pptxAula5 em genealogia.pptx
Aula5 em genealogia.pptxdel_sena
 
3 - Herança Mendeliana
3 - Herança Mendeliana3 - Herança Mendeliana
3 - Herança MendelianaRodrigo Vianna
 

Destaque (20)

Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
 
Relatório técnico cláudia
Relatório técnico cláudiaRelatório técnico cláudia
Relatório técnico cláudia
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Genética 2 aula
Genética 2 aulaGenética 2 aula
Genética 2 aula
 
Bio 12 sistema abo
Bio 12   sistema aboBio 12   sistema abo
Bio 12 sistema abo
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
 
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABOAlelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
 
Interacao genica
Interacao genicaInteracao genica
Interacao genica
 
Aplicações da genética
Aplicações da genéticaAplicações da genética
Aplicações da genética
 
Botânica 2
Botânica 2Botânica 2
Botânica 2
 
Interação gênica 4 e
Interação gênica   4 eInteração gênica   4 e
Interação gênica 4 e
 
Mendel e leis-313kb
Mendel e leis-313kbMendel e leis-313kb
Mendel e leis-313kb
 
Bio 12 dominância incompleta
Bio 12   dominância incompletaBio 12   dominância incompleta
Bio 12 dominância incompleta
 
Aula 2. genética hereditariedade e mendelismo
Aula 2. genética   hereditariedade e mendelismoAula 2. genética   hereditariedade e mendelismo
Aula 2. genética hereditariedade e mendelismo
 
Heredogramas
HeredogramasHeredogramas
Heredogramas
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Aula5 em genealogia.pptx
Aula5 em genealogia.pptxAula5 em genealogia.pptx
Aula5 em genealogia.pptx
 
3 - Herança Mendeliana
3 - Herança Mendeliana3 - Herança Mendeliana
3 - Herança Mendeliana
 

Semelhante a Alelos múltiplos

IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKD
IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKDIMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKD
IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKDJiggly1
 
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)Professô Kyoshi
 
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)Professô Kyoshi
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfCésar Milani
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelHindria Guimarães
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Carlos Priante
 
Genética básica
Genética básicaGenética básica
Genética básicaVal Silva
 
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)primeiroanocsl
 
www.CentroApoio.com - Biologia - Genética.
www.CentroApoio.com -  Biologia - Genética.www.CentroApoio.com -  Biologia - Genética.
www.CentroApoio.com - Biologia - Genética.Vídeo Aulas Apoio
 

Semelhante a Alelos múltiplos (20)

Codominancia
CodominanciaCodominancia
Codominancia
 
alelos multiplos.pptx
alelos multiplos.pptxalelos multiplos.pptx
alelos multiplos.pptx
 
Genetica 2
Genetica 2Genetica 2
Genetica 2
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKD
IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKDIMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKD
IMUNOGENÉTICA GTETAURIRAHBDJDKSKAJDHFHRRRKKD
 
10 - genética II
10 - genética II10 - genética II
10 - genética II
 
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)
3EM #17 Alelos e Probabilidade (2016)
 
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)
3EM #02 Alelos e Probabilidade (2017)
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014
 
Introdução à Genética
Introdução à GenéticaIntrodução à Genética
Introdução à Genética
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genética básica
Genética básicaGenética básica
Genética básica
 
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica - Sistema ABO/RH
Genetica - Sistema ABO/RHGenetica - Sistema ABO/RH
Genetica - Sistema ABO/RH
 
3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica
 
www.CentroApoio.com - Biologia - Genética.
www.CentroApoio.com -  Biologia - Genética.www.CentroApoio.com -  Biologia - Genética.
www.CentroApoio.com - Biologia - Genética.
 

Último

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 

Último (20)

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 

Alelos múltiplos

  • 2. Tipos de interação Herança Mendeliana Simples Alelos letais Co-dominância Alelos múltiplos Herança ligada ao sexo Os alelos seguem estritamente os padrões de dominância e recessividade. Alelo de um gene essencial que tem a potencialidade de causar a morte de um organismo. Ocorre quando o heterozigoto expressa ambos alelos ao mesmo tempo. Mais de dois alelos para um dado gene em uma espécie Envolve a herança de genes localizados nos cromossomos X.
  • 3. Co-dominância: • Nos casos de co-dominância, o indivíduo heterozigótico vai apresentar um fenótipo diferente dos indivíduos homozigóticos. • Neste caso vai apresentar um fenótipo que resulta da mistura dos dois indivíduos homozigóticosantagônicos.
  • 5. Co-dominância F1 F2 1:2:1! VV VB BB
  • 6. Co-dominância P VV BB F1 VB VB VB VB
  • 7. Co-dominância VB VB F1 F2 VB VB VV BB
  • 8. Co-dominância Pêlo vermelho x Pêlo branco Pêlo Ruão (vermelhos e brancos) Todos os fenótipos
  • 10. Co-dominância EL EL LL EL EL EE LL LL LL EL EL EL Co-dominância
  • 11. Alelos múltiplos ou polialelia: • Quando existem mais de dois alelos para um dado gene em uma espécie. • Assim, um lócus específico pode ser ocupado por uma série de alelos múltiplos, de forma que um indivíduo diplóide possa apresentar quaisquer dois alelos de um gene. • Eles produzem variabilidade genética na população.
  • 12. Cor de pelagem em coelhos Pelagem selvagem ou agouti/aguti: pêlo dividido em 3 bandas (cinza, amarela e preta/marrom) Pelagem chinchila: 2 bandas no pêlo, cinza e preta Pelagem himalaia: pelagem branca na maior parte do corpo e extremidades pretas: nariz, orelhas, pés e rabo Albino: pêlos e olhos despigmentados
  • 13. Cor de pelagem em coelhos Ordem de dominância dos alelos: C > Cch > Ch > c Agouti: C_ -> CC, CCch, CCh, Cc Chinchila: Cch_ -> CchCch, CchCh, Cchc Ch_ ChCh, Chc Himalaia: -> Albino: cc
  • 14. Alelos sanguíneos ABO em humanos 3 tipos de alelos: IA = IB IA > i IB > i IA _ Tipo A: -> IAIA , IA i IB _ -> IB i Tipo B: IBIB , IA IB Tipo AB: ii Tipo O:
  • 15. ii IB _ IA i IB _ IB i ii IA IB IA _ -> IAIA , IA i Tipo A: IA i x IB i Tipo B: IB _ -> IBIB , IB i IA IB ,IA i, IB i , ii Tipo AB: IAIB ii Tipo O:
  • 16. A interação antígeno-anticorpo Antígeno: Substância/molécula que, quando introduzida no corpo, ativa a produção de anticorpos pelo sistema imune. O sistema imune vai então neutralizar ou matar o antígeno que é reconhecido como estranho e possível causador de danos.
  • 17. A interação antígeno-anticorpo Anticorpo: É uma proteína grande em forma de Y. No sistema imune, possui o papel de identificar e neutralizar corpos estranhos como bactérias e vírus. O anticorpo reconhece uma porção específica do alvo, chamado antígeno.
  • 18. A interação antígeno-anticorpo Cada anticorpo se liga a um antígeno específico. Interação do tipo chave-fechadura
  • 19. Sistema ABO Um par de genes determina a produção de proteínas na membrana das hemácias
  • 21. Sistema Rh Mais importante sistema sangüíneo após o ABO Determinando por herança do tipo dominância completa. Alelos R e r RR e Rr = Rh positivo rr = Rh negativo Possui 50 antígenos definidos, o sistema Rh+ e Rh- geralmente se refere ao anti-D
  • 23. Tipagem sanguínea Sangue tipo A Sangue tipo B Sangue tipo O Sangue tipo AB
  • 24.
  • 25. O esquema abaixo indica o tipo sangüíneo dos integrantes de uma família. A probabilidade de os indivíduos I e II terem sangue do tipo O é, respectivamente: A) zero e zero B) zero e 0,5 C) 0,5 e 0,5 D) 0,5 e 0,75 E) 1 e 1
  • 26.
  • 27. Relação de cursos da UnB www.unb.br > (no topo) aluno de graduação > (à esquerda) matrícula web > (à esquerda) curso > escolhe campus > ex: Darcy Ribeiro > Escolhe curso ex: Administração > fluxo http://www.serverweb.unb.br/matriculaweb/graduacao/curso_rel.aspx?cod=1 http://www.serverweb.unb.br/matriculaweb/graduacao/curso_campus.aspx