Exames 2009

4.735 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.735
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exames 2009

  1. 1. EXAMES 2008/2009<br />Ensino Básico e Secundário<br />NORMAS<br />
  2. 2. INSTRUÇÕES<br />Os vigilantes/suplentes devem apresentar-se no Secretariado de Exames (sala A2) 30 minutos antes da hora marcada para o início da prova.<br />Os coadjuvantes devem apresentar-se no Secretariado de Exames (sala A2) 20 minutos antes da hora marcada para o início da prova.<br />Os suplentes estão ao serviço durante todo o tempo e não podem ausentar-se por mais de 15 minutos, assegurando, sempre, a permanência de alguns.<br />
  3. 3. A troca de vigilantes será efectuada entre os professores envolvidos. <br />Sendo da responsabilidade de cada um a permanência prevista no mapa de vigilâncias.<br />
  4. 4. Professor Coadjuvanteatribuições…<br />Verificar e controlar o material específico autorizado a usar pelos alunos durante a realização da prova, de acordo com as Informações do GAVE;<br />Transmitir esclarecimentos aos estudantes sobre o conteúdo das provas, desde que expressamente comunicadas ou autorizadas pelo JNE;<br />Divulgar informação junto dos estudantes sobre gralhas tipográficas ou erros evidentes, desde que expressamente autorizada pelo Secretariado de Exames;<br />Solicitar pedidos de esclarecimento ao GAVE relativos aos conteúdos da prova e ao JNE sobre todas as outras situações. <br />
  5. 5. Após rubricarem a folha de presenças e receber as pautas de chamada devem dirigir-se, de imediato, para a sala de exame. <br />O professor vigilante só pode sair da sala em caso de força maior, sendo substituído por um professor suplente que permanece na sala de exame até ao fim da prova. <br />O professor substituído deverá dirigir-se à sala anexa à do Secretariado, onde permanecerá até ao final do exame.<br />
  6. 6. NAS SALAS…<br />Durante a realização da prova, não é permitida a entrada de outras pessoas além dos:<br />professor coadjuvante;<br />professores designados para a vigilância das provas;<br />elementos do órgão de gestão;<br />membros do secretariado de exames.<br />Os Inspectores (da Inspecção Geral de Educação) têm acesso livre e directo às salas de exame, desde que não perturbem o normal funcionamento dos exames.<br />
  7. 7. OS ESTUDANTES<br />Os estudantes devem apresentar-se no estabelecimento de ensino 30 minutos antes da hora marcada para início da prova. <br />A chamada faz-se 15 minutos antes da hora marcada para o início da prova (haverá toque para esse efeito), pela ordem constante nas pautas.<br />
  8. 8. OS ESTUDANTES<br /> Não podem levar para a sala da prova:<br />Quaisquer suportes escritos não autorizados (ex. livros, cadernos, folhas)<br />Nem quaisquer sistemas de comunicação móvel (computadores portáteis, aparelhos de áudio e vídeo, incluindo telemóveis, bips, etc.)<br />Os objectos não estritamente necessários para a realização da prova (mochilas, carteiras, estojos, etc.) devem ser colocados junto à secretária dos professores vigilantes. <br />
  9. 9. OS ESTUDANTES<br /> Atenção!<br />Se o aluno trouxer algum sistema de comunicação móvel, poderá, excepcionalmente, entregar à funcionária do bloco que o guardará devidamente identificado e desligado. <br />
  10. 10. AOS PROFESSORES…<br />É igualmente proibida a utilização de quaisquer sistemas de comunicação móvel nas salas de exames por parte dos professores vigilantes.<br />ATENÇÃO!<br />ALGUNS TELEMÓVEIS MESMO ESTANDO DESLIGADOS OU EM SILÊNCIO PODEM TOCAR SE TIVEREM ALGUM DESPERTADOR OU LEMBRETE ACTIVADO.<br />
  11. 11. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO<br />Os estudantes não podem prestar provas sem serem portadores do seu Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão ou de documento que o substitua, desde que contenha fotografia. <br />O Bilhete de Identidade ou o documento de substituição devem estar em condições que não suscitem quaisquer dúvidas na identificação do aluno. <br />
  12. 12. AOS ALUNOS NACIONAIS <br /> OU ESTRANGEIROS QUE:<br />Não disponham de Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão emitido pelas autoridades portuguesas podem, em sua substituição, apresentar ou o título de residência ou o passaporte ou o documento de identificação utilizado no país de que são nacionais ou em que residem…<br />Neste caso, devem ser igualmente portadores do documento emitido pela escola com o número interno de identificação que lhes foi atribuído pelo: <br />Programa ENEB (9º ano)<br />Programa ENES (secundário)<br />(cf. nº 8 da Norma 01/JNE/2009)<br />
  13. 13. FALTA DE DOCUMENTOS<br />Os estudantes que se apresentarem com falta de documentos de identificação podem realizar a prova, devendo o Secretariado de Exames elaborar no final da mesma um auto de identificação do estudante perante duas testemunhas, utilizando para o efeito:<br />Modelo 01/JNE/EB (9º ano)<br />Modelo 01/JNE/ES (Secundário)<br />
  14. 14. TÍTULO CONDICIONAL<br />Na eventualidade de algum aluno se apresentar a exame sem constar da pauta e a situação indicar erro administrativo, deve ser sempre admitido à prestação da prova a título condicional, procedendo-se de imediato à clarificação da situação escolar do aluno.<br />
  15. 15. NASALA DA PROVA<br />
  16. 16. DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOS…<br /> Na distribuição dos alunos nas salas deve acautelar-se a conveniente distância entre eles. <br /> Esta distribuição começa junto à janela e secretária do professor no sentido longitudinal e deve respeitar sempre a ordem da pauta da chamada, deixando vagos os lugares correspondentes aos alunos que faltem.<br />
  17. 17. DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOSEnsino Secundário – Provas com Versões<br />Na realização das provas que apresentam duas versões, deve ainda observar-se o esquema logístico indicado no Anexo II (Norma 02/ES/2009) sendo registado nesse anexo o número de pauta de chamada de cada aluno presente).<br />
  18. 18. ATRASOS…<br />O atraso na comparência dos estudantes às provas não pode ultrapassar 15 minutos após a hora do início da mesma. <br />A estes estudantes não é concedido nenhum prolongamento especial, pelo que terminam a prova ao mesmo tempo dos restantes. <br />Após os 15 minutos estabelecidos no ponto anterior, um dos professores responsáveis pela vigilância deve assinalar na pauta os alunos que não compareceram à prova.<br />
  19. 19. PAPEL DE PROVA<br />Terminada a chamada e atribuídos os lugares, os professores responsáveis pela vigilância devem distribuir o papel da prova. <br />Aos examinandos não é permitido escrever nas folhas de resposta antes da distribuição dos enunciados das provas, à excepção do preenchimento do cabeçalho. <br />
  20. 20. EXCEPÇÕES:<br />Na disciplina de Matemática do 3º ciclo as respostas são dadas no próprio enunciado, pelo que o cabeçalho só pode ser preenchido depois da abertura dos sacos com os enunciados. <br />Na Prova 708 – Geometria Descritiva A, deve ter-se em conta que apenas um exercício pode ser resolvido em cada folha de prova, não devendo, em caso algum, ser utilizado o verso da respectiva folha. Estas provas são realizadas em folhas de provas específicas, apresentando no topo das mesmas a designação da respectiva disciplina.<br />
  21. 21. PROVA<br />Antes da abertura dos sacos, os professores vigilantes devem confirmar se o código da prova corresponde ao código registado na pauta.<br />Os professores vigilantes devem verificar, em momento oportuno após a distribuição dos enunciados, se o número de exemplares inscrito no exterior do saco de enunciados corresponde ao número de provas existentes no seu interior, dando urgente conhecimento ao Secretariado de Exames caso seja detectada discrepância.<br />
  22. 22. PROVA<br />Devido ao facto de haver, por vezes, na mesma sala a realização de duas provas com códigos diferentes, chama-se especial atenção para a correcta distribuição aos estudantes dos enunciados que correspondam à prova código/disciplina por eles requerida no boletim de inscrição.<br />
  23. 23. 3º CICLO ENSINO BÁSICO<br />Os professores responsáveis pela vigilância, após a chamada dos alunos, devem proceder à leitura das instruções emanadas do GAVE, no caso das provas de Língua Portuguesa e de Matemática.<br />Devem ainda avisar os alunos que: <br />Não podem escrever comentários fora do contexto da prova, nem mesmo referir que a matéria não foi leccionada;<br />Não podem abandonar a sala antes de ter terminado o tempo regulamentar da prova.<br />
  24. 24. Material específico autorizadoLíngua Portuguesa3º CEB<br />Na disciplina de Língua Portuguesa do 3º ciclo do ensino básico as respostas não são dadas no enunciado, mas em folhas de provas enviadas pela Editorial do ME. <br />O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével azul ou preta.<br />Não é permitido o uso de dicionário.<br />Não é permitido o uso de corrector.<br />Informação-Exame nº 1/2009 - GAVE<br />
  25. 25. Material específico autorizadoMatemática3º CEB<br />Na disciplina de Matemática asrespostas são dadas no próprio enunciado. <br />O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével azul ou preta.<br />O examinando deve ser portador de material de desenho e de medição:<br /> • régua graduada;<br /> • compasso;<br /> • esquadro;<br /> • transferidor;<br /> • lápis;<br /> • borracha.<br />
  26. 26. Material específico autorizadoMatemática3º CEB<br />– máquina de calcular com que trabalha habitualmente (gráfica ou não), que satisfaça, cumulativamente as seguintes condições:<br /> • ter, pelo menos, as funções básicas +, –, ×, ÷, √ ;<br /> • ser silenciosa;<br /> • não necessitar de alimentação exterior localizada;<br /> • não ter cálculo simbólico (CAS);<br /> • não ter capacidade de comunicação à distância;<br /> • não ter teclado Qwerty;<br /> • não ter fitas, rolos de papel ou outro meio de impressão<br />Informação-Exame nº 2/2009 - GAVE<br />
  27. 27. 3º CICLO ENSINO BÁSICO<br /> As provas de exame, cujas respostas são dadas nos enunciados, não são substituídas.<br /> Em caso de engano, os alunos devem riscar.<br />Não é permitido o uso de corrector<br />
  28. 28. 3º CICLO ENSINO BÁSICO<br />As provas de Língua Portuguesa e de Matemática do 3.º ciclo são sempre enviadas para classificação no Agrupamento de Exames, ainda que tenha só os cabeçalhos preenchidos.<br />
  29. 29. UTILIZAÇÃO DO LÁPIS…<br /><ul><li>A utilização do lápis só é permitida nas provas para as quais está previsto, devendo, mesmo nestas provas, ser utilizada caneta/esferográfica nos textos escritos.</li></ul>É permitida a utilização do lápis na prova de Geometria Descritiva A.<br />Nas provas deMatemática A, Matemática B e Matemática Aplicada às Ciências Sociais, a utilização do lápis só é permitida nos itens que envolvem construções que impliquem a utilização do material de desenho.<br />
  30. 30. Material específico autorizadoEnsino SecundárioMáquinas de calcular<br />Matemática A (prova 635)<br />Matemática B (prova 735)<br />Matemática Aplicada às Ciências Sociais (prova 835)<br />Física e Química (prova 735)<br />Só são autorizadas as calculadoras que respeitem as característica do ofício circular S-DGIDC/2009/1743, de 06/02 <br />
  31. 31. Material específico autorizadoEnsino SecundárioMáquinas de calcular<br />Economia A (prova 712)<br />Geografia A (prova 719)<br />Só pode ser utilizada máquina de calcular<br />Não Alfanumérica e Não Programável. <br />
  32. 32. <ul><li>Devem utilizar a língua portuguesa para responder às questões das provas de exame. Exceptuam-se, obviamente as disciplinas de Língua Estrangeira.
  33. 33. Só é permitido o uso de dicionários nas provas para as quais está previsto nas Informações-Exame de acordo com a tipologia aí prescrita, e ainda na situação mencionada no Ofício Circular DGIDC/JNE/2009/1, de 24/03.
  34. 34. Não podem abandonar a sala antes de terminado o tempo regulamentar da prova.</li></li></ul><li>PREENCHIMENTO DO CABEÇALHO DA PROVA<br />Na parte destacável: <br />
  35. 35. PREENCHIMENTO DO CABEÇALHO DA PROVA <br />Na parte fixa:<br />
  36. 36. PREENCHIMENTO DO CABEÇALHO DA PROVA 3º CEB<br />Estes cabeçalhos devem ser preenchidos antes do início da prova, devendo ser abertos os pacotes com as instruções, fornecidas pelo GAVE, às 9:00h e lidas aos alunos. <br />A realização da prova tem início às 9:10h, impreterivelmente.<br />Norma 02/EB/2009<br />
  37. 37. PROFESSORES VIGILANTES…<br />Os professores responsáveis pela vigilância devem ainda dar a conhecer o disposto nas Normas 02/EB/2009 e 02/ES/2009, no que diz respeito a:<br />Irregularidades<br />Fraudes<br />Desistência da resolução da prova<br />NOTA: Vão ser distribuídos aos vigilantes para a sua leitura destas informações<br />
  38. 38. Aos professores vigilantes compete suspender imediatamente as provas dos examinandos e de eventuais cúmplices que no decurso da realização da prova de exame cometam ou tentem cometer inequivocamente qualquer fraude, não podendo esses examinandos abandonar a sala até ao fim do tempo de duração da prova.<br />
  39. 39. A situação referida anteriormente deve ser imediatamente comunicada ao Presidente/Director, a quem compete a anulação da prova, quer se trate de exame nacional ou exame de equivalência à frequência, mediante relatório devidamente fundamentado, ficando em arquivo na escola a prova anulada, bem como outros elementos de comprovação da fraude, para eventuais averiguações.<br />
  40. 40. SUSPEITA DE FRAUDE…<br />A suspeita de fraude levantada em qualquer fase do processo de exames ou que venha a verificar-se posteriormente implica a interrupção da eventual eficácia dos documentos entretanto emitidos, após a elaboração de um relatório fundamentado em ordem à possível anulação da prova, na sequência das diligências consideradas necessárias.<br />A anulação da prova, neste caso, é da competência do <br />Presidente do JNE, <br />qualquer que seja a modalidade de exame.<br />
  41. 41. CONTAGEM DO TEMPO <br />DA PROVA<br />A contagem do tempo de duração da prova inicia-se logo que concluída a distribuição dos enunciados aos estudantes.<br />A hora de conclusão da prova, tem de ser escrita obrigatoriamente no quadro, bem como o tempo de tolerância (30min.)<br />Os alunos que pretendam usufruir da tolerância só podem abandonar a sala, no fim do tempo suplementar. <br />
  42. 42. ALUNOS C/ NEE<br />Caso os alunos com necessidades educativas especiais de carácter permanente necessitem de um tempo de tolerância para além dos trinta minutos concedidos pelo despacho referido, este tempo deve ser homologado pelo Presidente/Director do estabelecimento de ensino, de acordo com as necessidades educativas de cada aluno.<br />Esta tolerância para além dos 30 minutos destina-se apenas ao aluno e é permitido que entregue a prova de exame e saia da sala, caso não precise de utilizar todo o tempo autorizado para além do tempo inicialmente previsto (90min + 30min).<br />O SECRETARIADO DE EXAMES IRÁ INFORMAR OS VIGILANTES QUE TÊM ALUNOS COM NEE <br />e as ESPECIFICIDADES DE CADA UM<br />NORMA 02/EB/2009<br />
  43. 43. INÍCIO DA PROVA…<br />Após o toque para o início da prova são abertos os sacos e distribuídos os enunciados, devendo, apenas neste momento ser distribuído o papel de rascunho devidamente carimbado que será datado e rubricado por um dos vigilantes.<br />NEM SEMPRE HÁ TOQUES NO FIM DO EXAME DEVIDO AOS DIFERENTES TEMPOS. <br />SERÃO AFIXADOS PREVIAMENTE OS TOQUES.<br />
  44. 44. CÓDIGOS…<br />Antes da abertura dos sacos, os professores vigilantes devem confirmar se o código da prova corresponde ao código registado na pauta<br />Os professores vigilantes devem verificar, em momento oportuno após a distribuição dos enunciados, se o número de exemplares inscrito no exterior do saco de enunciados corresponde ao número de provas existentes no seu interior, dando urgente conhecimento ao Secretariado de Exames caso seja detectada discrepância.<br />
  45. 45. CÓDIGOS DIFERENTES…<br />Devido ao facto de haver, por vezes, na mesma sala a realização de duas provas com códigos diferentes, chama-se especial atenção para a correcta distribuição aos estudantes dos enunciados que correspondam à prova código/disciplina por eles <br />
  46. 46. INSUFICIÊNCIA DE PROVAS…<br />Verificando-se a insuficiência de provas de exame os estudantes permanecem na sala até à distribuição dos enunciados, altura a partir da qual se inicia a contagem do tempo de duração da prova.<br />
  47. 47. OS VIGILANTES DEVEM DURANTE A RESOLUÇÃO DA PROVA:<br />Conferir a identidade do examinando face ao seu documento de identificação e verificar se o nome coincide com o da pauta de chamada;<br />Verificar o correcto preenchimento dos elementos de identificação nas folhas de resposta;<br />
  48. 48. Nas provas do quadro seguinte, verificar a exactidão da correspondência entre a versão indicada pelo examinando no cabeçalho da sua folha de resposta e a versão do enunciado (versão 1 ou versão 2), que vem reforçada por sinal colorido no enunciado da prova<br />Aplicações Informáticas B – 11.º/12.º anos - 7 0 3<br /> Economia A – 10.º/11.º anos ou 11.º/12.º anos - 7 1 2<br /> Geografia A – 10.º/11.º anos ou 11.º/12.º anos - 7 1 9<br /> Matemática A – 12.º ano - 6 3 5<br /> Biologia e Geologia – 10.º/11.º anos ou 11.º/12.º anos - 7 0 2<br /> Física e Química A – 10.º/11.º anos ou 11.º/12.º anos - 7 1 5<br /> Português 12º ano - 639<br />
  49. 49. Rubricar as folhas de resposta no local reservado para o efeito, depois de preenchido o cabeçalho pelo aluno <br />
  50. 50. FOLHAS DE PROVA…<br />Os examinandos que pretendam substituir alguma das folhas de resposta devem solicitá-lo aos professores responsáveis pela vigilância.<br />As folhas inutilizadas são imediatamente rasgadas pelos professores vigilantes na presença do aluno.<br />
  51. 51. DESISTÊNCIA…<br />Em caso de desistência de resolução da prova não deve ser escrita pelo estudante qualquer declaração formal de desistência, nem no papel da prova nem noutro suporte qualquer.<br />O estudante não podeabandonar a sala antes do fim do tempo regulamentar da prova.<br />
  52. 52. Se, apesar de advertido em contrário, algum estudante abandonar a sala antes do fim do tempo regulamentar da prova, os professores responsáveis pela vigilância devem comunicar imediatamente o facto ao Presidente/Director .<br />
  53. 53. PROCEDIMENTOS…<br />São rigorosamente interditos aos professores responsáveis pela vigilância quaisquer procedimentos que possam ajudar os estudantes a resolver a prova.<br />
  54. 54. FAMILIARES DE PROFESSORES…<br />O mapa de vigilâncias é elaborado antes da afixação das pautas de exames. <br />Os professores com familiares a prestar provas devem consultar as pautas e, se necessário, trocar de sala de vigilância. <br />
  55. 55. OUTROS ASPECTOS <br />Os professores-juris de provas orais devem apresentar-se 15 minutos antes da hora da prova. <br />Os exames elaborados a nível de escola para a 1ª fase devem ser entregues, no Conselho Executivo, até 1 de Junho, impreterivelmente.<br />Os exames elaborados a nível de escola para a 2ª fase (Secundário e 3º ciclo) devem ser entregues, no Conselho Executivo, até 3 de Julho, impreterivelmente. <br />
  56. 56. FIM DE PROVA PROCEDIMENTOS…<br /><ul><li>recolhem, nos lugares, as folhas de resposta;
  57. 57. procedem à sua conferência pela pauta;
  58. 58. confirmam o número de páginas utilizadas que o estudante indicou;</li></li></ul><li><ul><li>No caso das provas com versão verificar a indicação de versão 1 ou versão 2, conforme o enunciado distribuído</li></ul>ATENÇÃO: Se não for indicada a versão (versão 1 ou versão 2) são cotadas com 0 (zero) pontos todas as questões de escolha múltipla. <br />
  59. 59. Autorizam, finalmente, a saída dos estudantes.<br />As folhas de rascunho não são recolhidas, já que em caso algum podem ser objecto de classificação.<br />Os estudantes podem levar da sala as folhas de rascunho e o enunciado da prova.<br />
  60. 60. Os professores responsáveis pela vigilância entregam ao Secretariado de Exames as folhas de resposta, a pauta de chamada e os enunciados não utilizados.<br />
  61. 61. LEGISLAÇÃO DE EXAMESeInformações<br />PLATAFORMA MOODLE DA ESCOLA<br />SECRETARIADO DE EXAMES 2009<br />
  62. 62. Secretariado de Exames<br />Hilda Pinto Gonçalves<br />João Mendes<br />Inês Manta<br />João Moreira<br />João Pedro Rodrigues<br />Maria José Sítima<br />Óscar Sequeira<br />BOM TRABALHO!<br />

×