PSDB e Corrupção

18.508 visualizações

Publicada em

Para os jovens que não vivenciaram, ou os mais velhos que se esqueceram, uma aula sobre a nossa história recente e a hipocrisia da campanha do PSDB.

6 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Tem toda a razão... O ideal para uma sociedade é o estado de coisas atuais quando a ética é o que está acontecendo, com um escândalo de corrupção e roubo por dia, com pessoas ligadas aos ptralhas sendo prezas e processadas, desde o congresso até as mais comezinhas funções aparelhadas.
    O ideal é a competência comprovada no trato da coisa pública, na gestão do país, na gestão da saúde, educação, segurança pública então vai ser exportada para esses paisezinhos hipócritas do primeiro mundo onde os idiotas vivem sem adrenalina dos 50.000 ASSASSINATOS POR ANO...
    Nem tem competência para quebrar uma petroleira via aparelhamento e incompetência gerencial... E, ISSO QUEM FALA NÃO É A OPOSIÇÃO, SÃO AS AUDITORIAS, A PF DO SINISTRO DA JUSTIÇA, AS EMPRESAS DE CONSULTORIA E AVALIAÇÃO DO BRASIL E DE FORA...

    É, pelo que se vê, o ideal é o modus operandi que ai está, afinal, criaram o 'leidão' de Libra e ainda falam dos outros???
    Para quem não tem vergonha na carar, que não faz sequer a autocrítca prevista nos manuais malditos de 1913 revisados por Gramsci, aos quais tanto veneram esses são os verme lhos caviar tupiniquns...
    Além disso a máquina hipócrita, essa sim, de fazer dependentes de favores ao invés de pessoas com capacidade de melhorar, além de uma propaganda mentirosa, enganadora, alicadora, esses são os ideais dessa gente...

    E, ultimamente a oposição nem precisa discursar... Os atos e fatos noticados pela imprensa em geral, apequenada, mesmo pondo panos quentes na safadeza mostradar, é isso ai que se vê, sem comentários mais...

    O bom é que continuemos nos processos de argentinização, venezuelização pois isso é o que quer o desgoverno e seus áulicos.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • voltar ao passado é regredir com aquele sistema medíocre, que só assolava os pobres e classe média que hoje não existe mais chora por ser considerada pobre e esquece o lado social, só o meu umbigo é importante, hipócritas !!!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Eu que tinha dado um voto de confiança ao governo de são paulo que é do psdb e me decepcionou muito eu não acredito neste pessoal do psdb.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • O psdb é só demagogia e mais nada que me convença.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • O psdb é só demagogia e mais nada.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.508
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.868
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
187
Comentários
6
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PSDB e Corrupção

  1. 1. Percebo que muita gente mais jovem tem baseado seu voto na questão da ética, e que tem impressão que a coisa piorou. Não é verdade. Quem não vivenciou ou se esqueceu precisa dedicar um tempo lendo esta apresentação, para saber o que era o país há oito anos atrás. É importantíssimo. No final, fica claro, que além dos resultados economicos e sociais infinitamente superiores, houve avanços também no combate a corrupção. Pode estar muito aquém do ideal, mas não é o PSDB que vai resolver a questão. Leia e tire as suas conclusões.
  2. 2. Operador influente no PSDB, o caixa de campanha de Fernando Henrique e ex-diretor da área internacional do Banco do Brasil em seu governo, Ricardo Sérgio de Oliveira, foi condenado em 2006, pela Justiça Federal, a sete anos e meio de cadeia mais multa, em regime semi-aberto, pelos crimes de gestão temerária e desvio de crédito durante a sua atuação no BB no governo Fernando Henrique. Recorreu. Mas assim como essa capa da Veja, ele ainda tem muito mais coisa e explicar. Ricardo Sergio foi tesoureiro de FH e Serra e diretor do Banco do Brasil no governo PSDB. FH deixou a Polícia Federal apurar ? Tem mais ...
  3. 3. Operador influente no PSDB, o caixa de campanha de Fernando Henrique e ex-diretor da área internacional do Banco do Brasil em seu governo, Ricardo Sérgio de Oliveira, foi condenado em 2006, pela Justiça Federal, a sete anos e meio de cadeia mais multa, em regime semi-aberto, pelos crimes de gestão temerária e desvio de crédito durante a sua atuação no BB no governo Fernando Henrique. Recorreu. Mas assim como essa capa da Veja, ele ainda tem muito mais coisa e explicar. Ricardo Sergio foi tesoureiro de FH e Serra e diretor do Banco do Brasil no governo PSDB. FH deixou a Polícia Federal apurar ? Tem mais ...
  4. 4. A denúncia de compra de votos para a reeleição de FH por R$ 200 mil mereceu só 1 capa da Veja, muito pouca investigação por parte da imprensa e nenhuma pela Polícia Federal. O suposto “mensalão” ficou praticamente 6 meses sendo explorado intensamente pela mídia e os envolvidos só foram descobertos graças a PF. Essa é a diferença. Sergio Motta era amigo e Ministro das Comunicações de FH. Ele deixou a Polícia Federal apurar ?
  5. 5. Bom, tem muita coisa que não foi devidamente investigada sobre as Privatizações Tucanas. Apontado como um dos gurus econômicos do PSDB, Mendonça de Barros, junto com o genro da FH ex- presidente da ANP, acha que ainda tem muita coisa a privatizar, inclusive a Petrobrás (conforme disse à revista Exame em 2006). Imaginem o estrago ! Nas fitas o presidente FH autoriza sua equipe a utilizar os fundos de pensão das estatais para favorecer o consórcio formado pelo Opportunity (Daniel Dantas) e a Telecom Italia. Pesquise "grampos BNDES" na internet. Mendonça de Barros foi presidente do BNDES e ministro das comunicações de FH.
  6. 6. O contrato de US$ 1,4 bilhão para execução do projeto Sivam foi marcado por escândalos. Segundo a revista Veja o secretário particular de FHC estaria por trás dos grampos ilegais dentro do Palácio do Planalto movido por interesses pessoais. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ombu dsman/omb_19951126_1.htm Graziano era amigo e assessor direto de FH e depois virou secretario estadual de meio ambiente de Serra. Zequinha Sarney no governo FH e Graziano no governo Serra. Meio ambiente em boas mãos ...
  7. 7. O ex-presidente do Banco Central no governo FH, Chico Lopes foi condenado a dez anos de prisão por "crime contra o sistema financeiro nacional", pela juíza Ana Paula Vieira de Carvalho, da 6ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelo processo sobre fraudes envolvendo os bancos Marka e FonteCindam, conforme noticiou o colunista Ancelmo Gois, no "O Globo". Recorreu. FH afirmou na época: "O Chico (Lopes) saiu do Banco Central por razões meramente operacionais” Chico Lopes foi presidente do Banco Central de FH.
  8. 8. Eduardo Jorge aparece no caso do escandalo do TJ, após ter supostamente recebido 108 ligações do juiz Lalau. FH aparece como vítima. A Veja foi processada e perdeu por essa capa. Mas, ainda, segundo a revista Istoé de 26/07/2006: Força-tarefa de auditores da Receita conclui investigação e aponta que Eduardo Jorge criou empresas com “laranjas” e emitiu notas frias para arrecadar dinheiro junto a fornecedores do DNER durante o governo FH. Eduardo Jorge era assessor direto de FH e coordenador de campanha de Serra.
  9. 9. Tudo pela reeleição • Em 1995, a Prefeitura de São Paulo, na gestão de Paulo Maluf, emitiu títulos com um valor inflado em R$ 1,3 bilhão o valor gasto com o pagamento de precatórios • Segundo a CPI, instituições financeiras formavam um esquema para auxiliar a emissão, recebendo comissões. O lucro obtido foi enviado ao exterior por meio de doleiros, empresas "fantasmas" e "laranjas" • Em junho de 1997, Paulo Maluf se reuniu com Fernando Henrique Cardoso. Prometeu apoiar a reeleição de FHC em troca de apoio à sua candidatura ao governo paulista, por meio da aliança PPB-PFL • Em 1998, já na gestão de Celso Pitta, o Senado aprovou uma resolução que proibiu a rolagem dos títulos considerados irregulares pela CPI dos Precatórios. A única exceção foi feita à Prefeitura de São Paulo • Em 1999, o governo FHC editou medida provisória que autorizou a federalização (transferência da dívida para a União) dos títulos paulistanos. O Senado aprovou a federalização com restrições • Pressionados pelo governo federal, os senadores recuaram e aprovaram um novo projeto que permitia a federalização dos títulos da Prefeitura de São Paulo independentemente de sua legalidade. (http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u26312.shtml)
  10. 10. Em 2003 o Ministério Público Federal ajuizou ação cívil pública, por improbidade administrativa, contra os ex-presidentes do Banco Central Gustavo Loyola e Gustavo Franco. Também foram processados o ex- diretor de Fiscalização do BC, Cláudio Mauch e o ex-diretor da Carteira Internacional do BB, Ricardo Sérgio. Gustavo Loyola, Gustavo Franco, e, novamente Ricardo Sérgio. Todos homens de confiança do PSDB e de FH. Definitivamente não dá para competir. Antigamente a coisa era muito mais pesada e corria livre. Deve ter muita gente com saudade, doida para que eles voltem.
  11. 11. Mar de lama ? Será que a imprensa esqueceu ? Veja de abril de 2000
  12. 12. A contrário do Lula que apareceu na capa da Veja com dos dois “Ls” do Collor, com olho enfaixado, com pé na bunda, polvo e por aí vaí ... A Veja coloca FH no meio de tantos escandâlos com pose de galã, um sorriso maroto e aponta suas chances de recuperação.
  13. 13. Enfim, Rubens Ricupero, com a sinceridade de quem não sabia estar sendo filmado pelas câmeras, em 1993, traduziu o prenuncio do que seria a relação governo- imprensa na era FHC: “Eu não tenho escrúpulos. O que é bom a gente fatura; o que é ruim, esconde .“ Como você viu não deu para esconder tudo em 8 anos, exceto na hora das campanhas, onde a máquina “sem escrúpulos” funciona a todo vapor. E tem mais !!
  14. 14. Com Serra no ministério da saúde a máfia dos vampiros (desvios de R$ 2bi) e dos sanguessugas roubou sem ser incomodada, só foi descoberta no governo Lula. Seu nome consta nas investigações do escandalo do Banestado. E as principais obras de SP, tocadas por Paulo Preto, são suspeitas de desvios de recursos pela operação Castelo de Areia da PF. O que Serra tem a dizer:
  15. 15. Essa é só para lembrar que além de corrupção, sem investigação, tinha incompetência também.
  16. 16. A corrupção existiu e vai continuar existindo sempre, no mundo inteiro. Mas veja o que foi feito para combater:   Número de policiais federais: FHC: 5 mil / Lula: 11 mil Operações da PF contra a corrupção, crime organizado, lavagem  de dinheiro etc. (dado só até 2005, faltam 5 anos de Lula): FHC- 20 / Lula- 183  Prisões efetuadas (dado só até 2005): FHC: 54 / Lula: 2.971 E mais: independencia do procurador geral (indicado por Lula) para denunciar inclusive pessoas próximas e do próprio partido, como no "mensalão" (o procurador geral tem o poder de arquivar qualquer denuncia, no governo FH, das 600 que chegaram a ele grande parte foi arquivada rendendo o apelido de "engavetador-geral), fortalecimento da Controladoria Geral da União que realizou 995 operações em conjunto com a PF resultando em quase 13 mil prisões, criação do Conselho Nacional de Justiça, fortalecimento da COAF, etc...
  17. 17. Bom está claro que o combate a corrupção melhorou, embora longe de ser perfeito, vamos comparar outros números então:   Taxa de desemprego: Lula - queda 10.9 para 6.2 (-38%) FHC - aumento de 5.9 para 10.5 (+78%) Credito (% do PIB) FHC - queda de 30% para 22% Lula - Aumento de 22% para 46% - juro para pessoa fisica menor desde 1994 Reservas internacionais líquidas (reservas em dolar para enfrentar as crises) Lula - de 16 para 270 bilhões (+1588%) FHC - de 38.8 para 16 bilhões (-59%) Divida interna do governo Lula - De 51.3% do PIB para 41% (-19%) FHC - Aumento de 30% para 51.3% (+70%) Divida Externa: Lula: Divida bruta estavel, credor no conceito de divida liquida (reservas-divida) FHC: Crescimento de 53% Uma pausa ... Como é que o governo do PSDB, vendeu US$ 30 bilhões do nosso patrimonio e conseguiu ainda aumentar absurdamente a divida interna e externa, gastando as reservas e ainda aumentando a carga tributaria ? Para onde foi o dinheiro das privatizações??? Gestão desastrosa. Tem mais !!
  18. 18. Crescimento das exportações: Lula - 228% x FHC 48% Indice de Pobreza: Lula – 38,2% (2002); 25,3 (2008) – queda de 12,9 p.p.. FHC – 38,6% (1995); 38,2% (2002) – queda de 0,6 p.p. Construção de escolas tecnicas Lula - 214 FHC - zero Pobreza Extrema (fonte: IPEA) Lula – De 16,5% em 2002 caiu para 8,8% (2008) (queda de 7,7 p.p.). FHC – De 17,3% (1995) caiu para 16,5% (2002) (queda de 0,8 p.p.); Programa Habitacional Lula: Minha casa minha vida - cerca de 700 mil contratos já assinados e financiamento habitacional pelo SFH batendo recordes FHC - nenhum Política para o pré-sal a maior descoberta de Petroleo do mundo  recentemente  Lula: JÁ FEITO: criação de um fundo soberano com as riquezas do pré sal para investir em educação, combater a pobreza, e proteger o meio ambiente, regime de partilha com maior participação ($$) do Brasil, Petrobras a frente da exploração Serra: Não está claro, mas o presidente da ANP no governo FHC veio a publico esta semana defender uma maior participação de empresas estrangeiras Divida com o FMI zerada, com FHC aumentou a informalidade, com Lula a
  19. 19. Leia, se informe (busque tambem os veículos e blogs fora da "grande mídia" e seus interesses, que não são os nossos) e vote consciente !!!!!!!!!!!

×