#ciberativismo: da rua para as redes

1.687 visualizações

Publicada em

Slides da oficina realizada no III Encontro Nacional de Educação Jurídica Popular, Salvador, Bahia

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.687
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
164
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

#ciberativismo: da rua para as redes

  1. 1. Redes sociais e #ciberativismo Yuri Almeida @herdeirodocaos Foto: Jeff Widener/AP | China - 1989
  2. 2. Das ruas para a rede Da rede para as ruas
  3. 3. Como era organizado um protesto na rua?
  4. 4. <ul><li>Motivos: causa fixas (campanha salarial, condições de trabalho, direito de minorias) </li></ul><ul><li>Atores: partidos políticos, sindicatos, ONG, entidades, enfim a mesma turma de sempre </li></ul><ul><li>Ferramentas: boca a boca, boletim, aviso, carro de som </li></ul><ul><li>Estratégia: chamar atenção da sociedade e das autoridades </li></ul><ul><li>Formas: greve, paralisação, caminhada, passeata </li></ul>
  5. 5. Como é organizado um protesto via Web?
  6. 6. <ul><li>Motivos: causa específicas (aumento da tarifa, buracos, opinião de políticos, leis) </li></ul><ul><li>Atores: eu, você, a rede... </li></ul><ul><li>Ferramentas: Redes sociais, blogs, e-mail, carro de som </li></ul><ul><li>Estratégia: topo do Trends Topic, corrente de e-mails, comunidades no Orkut, Curtir ou aceitar convite no Facebook </li></ul><ul><li>Formas: blogagem coletiva, hashtags, smart mobs, sites, google bombs, hacktivismo </li></ul>
  7. 7. #ciberativismo
  8. 8. Categoria ciberativismo <ul><li>conscientização e informação, como as campanhas promovidas pela Anistia Internacional, Greenpeace ou a Rede Telemática de Direitos Humanos; </li></ul>
  9. 9. Categoria ciberativismo <ul><li>organização e mobilização, a partir da Internet, para uma determinada ação (convite para ações concretas nas cidades) e; </li></ul>
  10. 10. Categoria ciberativismo <ul><li>iniciativas mais conhecidas por “hacktivismo”, ações na rede, envolvendo diversos tipos de atos eletrônicos como o envio em massa de emails, criação de listas de apoio e abaixo-assinados (Lemos) </li></ul>
  11. 11. Rua = Web Relação não é de substituição Palavra-chave é a “reconfiguração”
  12. 12. O que mudou com a Internet? <ul><li>Ruptura com os “pedágios informacionais”; </li></ul><ul><li>Todos (desde que conectados) tem voz; </li></ul><ul><li>Influencia dos partidos, sindicatos e movimentos sociais cada vez menor; </li></ul><ul><li>Mais pressão popular e mais transparência; </li></ul><ul><li>Novas relações de poder e representação </li></ul>
  13. 13. Na comunicação...
  14. 14. Na comunicação...
  15. 15. Na comunicação...
  16. 16. Mudanças no governo
  17. 17. <ul><li>Governo eletrônico </li></ul><ul><li>Novas formas de deliberação </li></ul><ul><li>- Mais pressão do “povo” </li></ul><ul><li>Transparência </li></ul><ul><li>Diálogo </li></ul><ul><li>Participação </li></ul><ul><li>Voto eletrônico </li></ul>
  18. 18. O que muda?
  19. 19. É possível mudar o mundo com a Internet?
  20. 21. Hashtag não muda nada.
  21. 22. O povo nas ruas muda!
  22. 23. #redessocias
  23. 24. Rede é continuidade das ruas <ul><li>Redes sociais não foram criadas pela Internet </li></ul><ul><li>Redes são espaços de convivência </li></ul><ul><li>Principal objetivo é organizar as pessoas </li></ul><ul><li>A sociedade em rede potencializa o empoderamento do indivíduo </li></ul><ul><li>Internet recupera o sentido voluntariado </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Atrai novos membros </li></ul><ul><li>Pressionar a esfera de decisão política </li></ul><ul><li>Alternativa para a cobertura midiática </li></ul><ul><li>Rede amplia “as vozes” das ruas </li></ul>
  25. 26. #experiências
  26. 29. Ferramentas <ul><li>Twitter </li></ul><ul><li>http://trendsmap.com/local/br/salvador </li></ul><ul><li>http://www.twitradar.com/ </li></ul><ul><li>http://socialmention.com/search?t=microblogs&q=lauro+de+freitas&btnG=Search </li></ul><ul><li>http://topsy.com/ </li></ul><ul><li>Qwitter </li></ul><ul><li>twInfluence (Ranking influência no Twitter.) </li></ul><ul><li>TwitterLocal (encontra usuários a partir de um local) </li></ul><ul><li>Bit.ly </li></ul><ul><li>http://www.tweeteffect.com/index.php (Descubra quantos tweets ganharam e perderam os seus seguidores) </li></ul><ul><li>http://twitpic.com/ </li></ul><ul><li>http://twittercounter.com/ </li></ul><ul><li>http://twibbon.com/ </li></ul>Gerenciar conta http://hootsuite.com/ http://desktop.seesmic.com/ http://echofon.com/ http://www.tweetdeck.com/ http://www.snaptu.com/
  27. 30. Ferramentas <ul><li>Facebook </li></ul><ul><li>Causes </li></ul><ul><li>Páginas </li></ul><ul><li>Aplicativos </li></ul><ul><li>Criação de Eventos </li></ul><ul><li>Orkut </li></ul><ul><li>Comunidades/Perfil </li></ul>Gerenciar conta http://www.socialoomph.com/ (agenda posts) http://desktop.seesmic.com/ http://echofon.com/ http://www.snaptu.com / Blogs
  28. 31. Ferramentas <ul><li>Wiki </li></ul><ul><li>Escrita coletiva </li></ul><ul><li>Conteúdo editável </li></ul><ul><li>Celular </li></ul><ul><li>Portabilidade </li></ul><ul><li>Conexão mais barata </li></ul><ul><li>Maior densidade </li></ul><ul><li>Dispositivo multimídia </li></ul>Redes colaborativas http://www.midiaindependente.org/ http://pt.globalvoicesonline.org/ http://www.trezentos.blog.br/ http://www.revista.espiritolivre.org/ Games http://www.gmfgames.com/ http://www.gmfgames.com/?page_id=319
  29. 32. Dicas <ul><li>A causa precisa ser coletiva </li></ul><ul><li>Busque audiência para o conteúdo e não para a plataforma (blog, Orkut, Twitter e afins). </li></ul><ul><li>Ventilar o conteúdo é a lei. </li></ul><ul><li>Colaboração é a essência </li></ul>
  30. 33. Dicas <ul><li>Identifique os nós da rede </li></ul><ul><li>Identifique um nicho </li></ul><ul><li>Conversação é o método </li></ul><ul><li>Não alimente trolls. </li></ul>
  31. 34. A revolução não será televisionada, nem tuitada. A revolução será remixada
  32. 35. Yuri Almeida Herdeirodocaos.com [email_address] @herdeirodocaos

×