Europa aspectos gerais

16.503 visualizações

Publicada em

Slides sobre os aspectos gerais do continente europeu

Publicada em: Educação
0 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.503
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.079
Comentários
0
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Europa aspectos gerais

  1. 1. EUROPA Professor: Herbert Galeno herbertgaleno.blogspot.com.br
  2. 2. EUROPA • • • • • • • • • • Berço do capitalismo Início da Revolução Industrial Introdução do Socialismo: Rússia Palco da 1ª e 2ª Guerras Mundiais Mudanças geográficas: século XX Influência geopolítica União Européia: blocos econômicos Países com elevado nível socioeconômico Milhares de imigrantes Baixo índice de natalidade
  3. 3. EUROPA EM 1919
  4. 4. EUROPA NA ATUALIDADE
  5. 5. ORIENTAÇÕES GEOGRÁFICAS • Mais de 10 milhões de Km² • Estende-se do Oceano Atlântico aos Montes Urais • Mares importantes: Mediterrâneo, Negro, Adriático, do Norte, Báltico, da Noruega, Egeu e Cáspio • Possui três grandes ilhas: Grã-Bretanha, Irlanda e Islândia • Fica próximo da África e Ásia
  6. 6. O CONTINENTE EUROPEU • • • • • • Possui 7% das terras emersas Litoral bem recortado com vários acidentes geográficos Construção de portos Navegação Rússia: país afetado por temperaturas muito baixas Possui várias penínsulas: península Escandinava: Noruega e Suécia; península Jutlândia: Dinamarca; península Ibérica: Portugal e Espanha; península Itálica: Itália; península Balcânica: Bulgária, Croácia, BósniaHerzegovina, Sérvia, Montenegro, Macedônia, Turquia, Grécia e Albânia
  7. 7. EUROPA FÍSICO RELEVO E HIDROGRAFIA
  8. 8. RELEVO • Predominam baixas altitudes: a maioria do território tem altitudes inferiores a 200 m • Possui cadeias montanhosas: 4 mil m (Alpes) e 5 mil m (Cáucaso) • Formação de planaltos,cadeias de montanhas, planícies e depressões.
  9. 9. • • • • • • Norte e Centro do continente Desgastados pela erosão Baixas altitudes Formas arredondadas ou planas (mesetas) Ex: Alpes Escandinavos Pico Glittertind Cadeia Penina maciço Xisto-Renano maciço Central meseta Espanhola Outros planaltos: da Boêmia (Rep. Tcheca) de Valdai Central Russo Rússia Montes Urais
  10. 10. CADEIAS DE MONTANHAS • • • • • • Centro e Sul Formação mais recente Altitude elevada Formação por tectonismo Sul: atividade sísmica e vulcânica Islândia: região vulcânica e com muitos gêiseres geração de energia
  11. 11. • Rios com grande volume de água • Servem como vias de transporte • Principais rios: Danúbio Volga Reno
  12. 12. ALPES • Sul da França até o leste da Áustria • Atinge a Suíça e o norte da Itália • 12 picos com mais de 4 mil metros: monte Branco • Além dos Alpes temos: • Pirineus (entre a França e a Espanha) • Apeninos (pen. Itálica) • Cárpatos (planície da Hungria) • Bálcãs (pen. Balcânica) • Cáucaso (entre o mar Negro e o Cáspio)
  13. 13. Planícies e Depressões • Sedimentares • Ocorrem junto ao Mar Cáspio ( Europa e • Rios navegáveis Ásia), na Holanda e • Leste e centro da ao norte do rio Reno. Europa • Mais extensas: Russa, Germano-Polonesa e Hungria
  14. 14. DANÚBIO • • • • • • • • Tem sua nascente na Alemanha Atravessa um grande número de países Serve de limite entre alguns países Principal rio de três importantes capitais: Viena, Budapeste e Belgrado Quase totalmente navegável durante todo o ano Via de ligação entre a Europa Ocidental e a Oriental Navegação afetada pela Guerra Fria Liga-se ao Reno pelo canal Ludwig e o rio Meno.
  15. 15. VOLGA • Mais extenso do continente • Navegável em grande extensão • Congela em boa parte do ano RENO • • • • • • • Liga a Europa Central aos Países Baixos Separa a Alemanha da França Corta a principal região industrial da Alemanha Rio Ruhr: maior complexo industrial da Europa Construção de usinas hidrelétricas Ligação de vários rios Porto de Roterdã: grande movimento mundial localiza-se na foz do rio Reno
  16. 16. • LÁDOGA E ONEGA: Rússia Européia, tem origem tectônica, são alimentados pelo derretimento das neves. • Ládoga: maior lago da Europa • Venern e Vattern: península Escandinava, lagos residuais. • A Finlândia possui lagos resultantes das escavações de geleiras • Os mais belos lagos ficam nos Alpes
  17. 17. CLIMA E VEGETAÇÃO
  18. 18. FATORES CLIMÁTICOS • Situado,quase totalmente, na zona temperada do hemisfério Norte • Clima temperado: oceânico e continental • Correntes marinhas:corrente do Golfo • Litoral recortado • Penetração das massas de ar, através das formas de relevo: montanhas na região sul, dificulta a entrada da massa de ar tropical saariana; no norte, entrada das massas de ar frio (Ártica oceânica e Ártica continental)
  19. 19. OCEÂNICO CONTINENTAL • Parte ocidental • Influência da Corrente do Golfo • Úmido • Verão e inverno menos rigoroso • Chuvas distribuídas de forma regular • Amplitude térmica menor • Interior do continente • Não recebe a influência do mar • Parte central e oriental • Verões quentes • Inverno rigoroso e com neve • Chuvas irregulares • Amplitude térmica grande
  20. 20. VEGETAÇÃO RELACIONADA COM O CLIMA • • • • Floresta temperada Landa Turfeira Estepe
  21. 21. CLIMA FRIO ÁRTICO • • • • • Ocorre próximo ao Oceano Glacial Ártico Verão curto temperaturas próximas dos 10º Inverno longo médias de 0º Vegetação típica tundra Elevadas temperaturas clima frio da montanha
  22. 22. A população européia
  23. 23. A POPULAÇÃO CAI
  24. 24.  A Europa é a única região importante do mundo em que a população vem decrescendo.  População 2005: 728 milhões.  População 2050: 653 milhões.  Taxa de natalidade: 1,4 criança por casal.  Taxa de natalidade necessária: 2,1 crianças por casal.
  25. 25. TERRA DE VELHOS
  26. 26.  Baixa taxa de natalidade reflete aumento de idosos na população. Para manter a força de trabalho os governos terão que:  Elevar a idade de aposentadoria  Permitir a entrada de imigrantes.  A Alemanha teria que permitir a entrada de 3,6 milhões de imigrantes anualmente.
  27. 27. DESTINO: EUROPA
  28. 28.  De 1960 a 2000 o número de imigrantes de outros continentes elevou-se de 14 para 33 milhões.  Turcos e norte-africanos. Preocupações:  Resolvem o problema de mãode-obra.  Identidade e valores culturais.  Xenofobia.
  29. 29. ONDA MIGRATÓRIA
  30. 30.  Aumento drástico no número de imigrantes após o fim da URSS.  A partir de 1993 vários países europeus passaram a controlar a entrada de estrangeiros.  No fim da década de 90 o fluxo voltou a crescer.  Espanha, Itália, Reino Unido e Alemanha recebem cerca de 80% do fluxo migratório para a EU.
  31. 31.  Aumento no número de habitantes das cidades, eleva a taxa de URBANIZAÇÃO.
  32. 32. BLOCOS ECONÔMICOS
  33. 33. Definição: associações de países que estabelecem relações econômicas privilegiadas entre si. Classificação:  Zona de livre comércio;  União Aduaneira;  Mercado Comum;  União Econômica e Monetária.
  34. 34. UNIÃO EUROPÉIA:  Em 1951 Alemanha Ocidental, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Holanda criam a CECA;  Em 1957 os mesmos países criam a CEE;  Em 1991, tratado de Maastricht, (Tratado da UE), entra em vigor em 1993;
  35. 35.  Livre circulação serviços e capital; de  União Política e Monetária e Econômica; bens, União  Após 2004: 25 países (leste europeu); 2007 ingressam Romenia Bulgaria  Moeda única: euro; e
  36. 36. UNIÃO EUROPÉIA
  37. 37. Novos Membros da UE (2004)
  38. 38.  dos países da UE, 12 usam o euro como unica moeda, chamada zona do euro ;  Países da UE que não assinaram a constituição européia: França e Holanda;  Países da UE com maior crescimento econômico e menor índice de desemprego: Inglaterra, Suécia e Dinamarca.

×