Pp bio

240 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pp bio

  1. 1. Programa de Pesquisa em Biodiversidade - PPBio O Programa de Pesquisa em Biodiversidade – PPBio é um programa gerado noâmbito da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento –SEPED, do Ministério de Ciência e Tecnologia, a partir de demandas concretas vindasda comunidade científica e da sociedade brasileira. Foi desenvolvido em consonânciacom os princípios da Convenção sobre Diversidade Biológica, com as diretrizes daPolítica Nacional de Biodiversidade (Decreto 4.339, de 22/08/2002) e com asprioridades apontadas pela Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia de 2002.Criado em 2004, tem a missão de desenvolver uma estratégia de investimento em C & Tque priorize e integre competências em pesquisa e transferência de conhecimento embiodiversidade, gerando, integrando e disseminando informações que possam serutilizadas para diferentes finalidades. A gestão do programa é realizada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia eadota um modelo descentralizado composto por Núcleos Executores (NE’s) e NúcleosRegionais (NR’s). Cabe aos núcleos executores coordenar as atividades de pesquisa,capacitação e gerenciamento da informação de cada rede e aos núcleos regionais odesenvolvimento das pesquisas e manutenção das coleções.Os Núcleos Executores do programa são:  Amazônia Oriental - Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)  Amazônia Ocidental – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA)  Semi Árido - Universidade Estadual de Feira de SantanaNúcleos Regionais Amazônia Oriental  Núcleo Regional do Pará  Núcleo Regional do Amapá  Núcleo Regional do Maranhão  Núcleo Regional do Mato Grosso  Núcleo Regional do Tocantins  Núcleo de Comunicação e Difusão  Núcleo BioGeoInformática ( NBGI )
  2. 2. Núcleo Regional do Mato Grosso O Núcleo da Amazônia Meridional (NURAM) foi criado em março de 2007 emreunião em Brasília, sendo o convênio assinado em 18 de junho de 2007 em Cuiabá,pela Universidade do Estado de Mato Grosso, pela Secretaria de Ciência e Tecnologiado Estado de Mato Grosso (SECITEC) e Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado deMato Grosso (FAPEMAT) e Museu Paraense Emilio Goeldi, representando oMinistério de Ciência e Tecnologia, tendo como parceira a Universidade Federal deMato Grosso. Além de colaboradores de instituição extra amazônicas, como UFRGS,atualmente conta com 35 pesquisadores, 3 colaboradores credenciados e 7 bolsistas.Com a criação do núcleo, foi iniciada na Universidade Estadual do Mato Grosso,campus de Alta floresta a reforma física para a criação de uma infra-estrutura depesquisa, antes inexistente na Universidade. Esta estrutura é composta por salas detriagem para peixes, vertebrados e invertebrados; sala para biogeoinformática; capturade imagens da biota coletados; Coleção de peixes e o Herbário da AmazôniaMeridional. O projeto de pesquisa do núcleo aprovado pelo CNPq em 2009 - “Inventários,conservação e valoração de alternativas sustentáveis do uso da Biodiversidade naAmazônia Meridional” - tem como objetivo principal o inventário da biodiversidade degrupos taxonômicos na escala regional associada aos fatores abióticos, usandoprotocolos de coleta padronizados como estratégia de inventários, integrando a práticaecológica com a taxonomia, melhorando as informações associada às coleções epossibilitando novos usos da biodiversidade. O projeto pretende: (1) Qualificar e manter as coleções científicas de zoologia ebotânica apoiadas pelo Núcleo Amazônia Meridional (UNEMAT e UFMT) e sua infra-estrutura associada, provendo as condições necessárias para o pleno funcionamento dasmesmas, de forma a otimizar o seu aproveitamento como fonte e depositório primáriosdas informações sobre a biodiversidade amazônica; (2) Promover a formação e aqualificação de recursos humanos através do apoio à projetos de graduação e pós-graduação em sistemática e ecologia desenvolvidos no âmbito do projeto; (3) Ampliar oconhecimento taxonômico e ecológico da Amazônia Meridional, promovendoinventários estruturados rápidos em áreas selecionadas; (4) Realizar projetos de
  3. 3. pesquisa de longa duração, por meio de protocolos de inventários estruturados, nosmódulos da Amazônia Meridional no Parque Nacional do Juruena; (5) Capacitar onúcleo regional de pesquisa para atuar na rede de inventários biológicos padronizados;(6) Apresentar novas estratégias para o uso sustentável da biodiversidade da Zona deAmortecimento do Parque Nacional do Juruena; (7) Garantir a integração do Projetocom a Rede PPBio – Amazônia Oriental e com os demais projetos associados, atravésda disponibilização de dados nas plataformas de integração do PPBio e da participaçãoem reuniões de planejamento, trabalho, coordenação e comunicação de resultados.

×