Poema - Paz

577 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poema - Paz

  1. 1. A PAZ A paz invadiu o meu coração De repente me encheu de paz Como se o vento de um tufão Arrancasse meus pês do chãoOnde eu já não me enterro mais
  2. 2. A paz dez o mar da revolução Invadir meu destino, a pazComo aquela grande explosão Uma Bomba sobre o Japão Fez nascer o Japão na paz
  3. 3. Eu Pensei em min Eu pensei em tiEu Chorei por nósQue Crontradição So a Guerra fazNosso amor em paz
  4. 4. Eu, vim parar na beira do caisOnde a estrada chegou ao fim Onde o fim da tarde é lilásOnde o mar arrebenta em min O Lamento detentos “ais”
  5. 5. Eu pensei em min Eu pensei em tiEu chorei por Nos Que contradição So a guerra fazNosso amor em paz
  6. 6. Eu, Vim parar na beira do cais Onde a entrada chegou ao fim Onde o fim da tarde e lilásOnde o mar arrebenta em min O lamento de tantos “ais”
  7. 7. A paz invadiu o meu coração A faz fez o mar da revoluçãoCompositor: Joao Donato- Gilberto Gill

×