UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO SERIDÓ
CAMPUS DE CAICÓ
DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA
...
Componentes Abordagem
Alison Localização
Geopolítica
Francsley História
Hermínio Geologia
Geomorfologia
Climatologia
Ana S...
Localização
CONHECENDO AS NAÇÕES BALTICAS...
Capital: Talinn
População: 1,3 milhões de hab.
Área: 45 mil Km²
Moeda: membro da eurozona...
LETÔNIA
Capital: Riga
População: 2,3 milhões de hab.
Área: 65.000 Km²
Idioma: Letão e russo
Moeda: Membro da eurozona desd...
Capital: Vilnius
População: 3,3 milhões de habitantes
Área: 65 000 km²
Idioma: lituano e russo
Moeda: litas (Lt)
Membro do...
PERCEPÇÕES GEOPOLÍTICAS...
 Do ponto de vista territorial, a região também é uma
importante porta de acesso tanto para a ...
- Uma peça geopolítica
estratégica
Gasoduto Nord Stream
Vyborg
Lubmin
O gasoduto do Báltico, um novo elemento na geopolíti...
História
• Os primeiros a se instalarem nessa região foram
os “Protobálticos”, por volta do ano 9000 a.C;
• O nome “Países...
História
• Embora constituísse importante entroncamento
nas rotas de âmbar e de comércio utilizadas
pelos varegues (viking...
História - Guerras
• Os Países Bálticos foram palco de batalhas entre russos,
germânicos, suecos, eslavos e outros povos d...
• Os primeiros sinais de nacionalismo surgiu a partir das
Revoluções Russas de 1905;
• Segundo Edgars Andersons (2001), a ...
• Revolução Russa em 1917;
• No Báltico, a expulsão dos alemães que
haviam avançado sobre a região
litorânea.
• Em 1917 Un...
História – Independência da
Estônia
• Em fevereiro de 1918, a Estônia
declara sua independência;
• Entra em conflito contr...
História – Independência da
Lituânia
• Em fevereiro de 1918, o Conselho da
Lituânia declarou a independência do
país;
• Co...
História – Independência da
Letônia
• Em novembro de 1918, foi a vez do
povo da Letônia declarar sua
independência
• A ind...
História - Pacto Molotov-
Ribbentrop
• Em 1939, pouco antes da II Guerra
Mundial a União Soviética e a Alemanha
assinaram ...
História
• Durante o período em que os Países Bálticos estiveram sob
o domínio soviético, foram feitos vários investimento...
• O sucateamento da União
Soviética e seus problemas
políticos estruturais levaram às
reformas implementadas por
Mikhail G...
História
• As organizações nacionalistas das Repúblicas Soviéticas às margens do Báltico
primeiro se voltaram contra as li...
Aspectos Físicos
Fonte: Atlas 2000. La France et le monde. Paris: Nathan, 1998. p. 28 (adaptado).
Maciços antigos Dobramen...
Países Bálticos: Relevo
Lituânia – o relevo lituano é constituído principalmente por planícies
responsáveis pela topografi...
Monte Munamägi
Fonte: estonianbloggers.blogspot.com
Hidrografia
Fonte: giihnt.blogspot.com
• Os rios europeus são, em
geral, de pequeno curso e
poucos volumosos se
comparados...
Hidrografia
Estônia – o rio mais importante e maior é o Narva. Mas só o Emajõgi é
navegável. Outros rios importantes são o...
Hidrografia
Letônia – Os principais rios são o Daugava (Duína Ocidental), muito
aproveitado para a geração de energia elét...
Hidrografia
Lituânia – O rio Neman ou Nemunas é o mais importante rio da Lituânia.
Com sua nascente na Bielorrússia é cons...
Clima
Fonte: marlivieira.blogspot.com
Clima
Fonte: yedaseveral.com.br (adaptado).
Clima
Fonte: www.10emtudo.com.br
Vegetação
• A formação vegetal predominante é a floresta temperada, importantes
para a economia desses países, em parte ba...
Economia
Estônia : economia de
transição, mudança da economia
planificada para a economia de mercado.
Moeda – Euro
Letônia...
Países Bálticos:
POPULAÇÃO
Parcela da população de
origem russa.
ESTÔNIA
População: 1.340.263 habitantes
IDH: 0,812 (muito alto)
30% da população estoniana é constituída
da ex-União Sovié...
Religião ortodoxa
A principal língua é a fino-ugriana
e também a língua russa.
LETÔNIA
População: 2.067.887 habitantes
IDH: 0,769 (alto)
26,9% da população letã é de origem
russa
A maioria da população da Letônia é
cristã (34% luteranos, 24%
católicos, 17% ortodoxos).
A principal língua é o letão e t...
LITUÂNIA
População: 3.286.547 habitantes
IDH: 0,783 (alto)
O país possui 7% de polacos, 5% de russos
e 1,5 de bielorrussos.
A religião predominante na Lituânia
é o catolicismo (80%)
A principal língua é o letão e também
predomina a língua russa.
COMÉRCIO EXTERIOR:
relações entre o Brasil.
 São as técnicas utilizadas na relação de compra e
venda de produtos e serviç...
IMPORTAÇÕES X
EXPORTAÇÕES.
Importação: é o processo comercial e fiscal que
consiste em trazer um bem, que pode ser um pro...
Os Estados
Bálticos:
Estônia, Letônia e Lituânia
formam os Países Bálticos, essas
nações estão localizadas na
porção norde...
ESTÔNIA X BRASIL
No final de 1991, o Governo brasileiro reconheceu a independência dos Estados bálticos. Entre 1992 e
1993...
Lituânia X Brasil
Em visita oficial ao Brasil, a vice-ministra das Relações Exteriores da Lituânia, veio inaugurar a
Câmar...
Letônia X Brasil
GRÁFICOS DE EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO DOS PAÍSES
BÁLTICOS.
Questões ambientais
Luis coloque uma imagem de fundo que julgar bacana para a
temática.
QUESTÕES AMBIENTAIS
O Mar Báltico
1) Eutrofização:
- Conseqüências:
* Qualidade e biodiversidade
ameaçadas devido a
excessivas descargas de
ni...
Uma criança caminha entre algas na Praia de Cap Coz em Fouesnant, França
Fonte: http://www.meioambientenews.com.br/
2) Afluxo das águas, transporte
marítimo, e a sobrepesca:
* Consequências:
- Extinção de algumas
espécies marinhas;
-“Intr...
Fonte:
http://infoener.iee.usp.br/infoener/hemeroteca/imagens/465
47.gif
Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=10390
A explosão da Usina nuclear Chernobyl, em 1986 na
Ucrânia (antiga URSS).
Fonte: http://totallycoolpix.com/2011/04/chernoby...
Fonte: Itar-Tass/Reuters, 13/06/1986.
Imagem (i): Helicóptero espalha produto para tentar descontaminar a área afetada pel...
Imagem (ii): Makar Krosovski visita sua casa abandonada pouco tempo depois da
explosão de Chernobyl. 21/02/2011.
Foto: Vas...
Imagem(iii): Jardim de Infância em Prypiat, Ucrânia.
Fonte: Damir Sagolj/Reuters, 31/03/2006.
Estratégias para mitigar a situação
 Reduzir a poluição do Mar Báltico, lançando estratégias
para remoção dos fosfatos do...
Conclusão
Através do exposto, podemos conhecer os aspectos
que abrangem o Continente Europeu(UE), especialmente
os países ...
Referências bibliográficas
• GARCIA, Helio Carlos. Aspectos naturais da Europa. In: ____. Lições de
Geografia: Europa, Ási...
Apresentação do seminário
Apresentação do seminário
Apresentação do seminário
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação do seminário

740 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
740
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação do seminário

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO SERIDÓ CAMPUS DE CAICÓ DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA CURSO: LICENCIATURA EM GEOGRAFIA PAÍSES BALTICOS ESTÔNIA LETÔNIA LITUÂNIA ANA SANTANNA ADRÉIA LOURENA ALISON FERNANDES LAYSE LIRA LUÍS EDUARDO FRANCISO HEMÍNIO FRANCSLEY ITALO
  2. 2. Componentes Abordagem Alison Localização Geopolítica Francsley História Hermínio Geologia Geomorfologia Climatologia Ana Santana Economia Luís Eduardo Infraestrutura População Layse Comércio Exterior Relações com o Brasil Andréia Questão Ambiental Estrutura
  3. 3. Localização
  4. 4. CONHECENDO AS NAÇÕES BALTICAS... Capital: Talinn População: 1,3 milhões de hab. Área: 45 mil Km² Moeda: membro da eurozona desde 2011 (€) Idioma: estoniano e russo Membro do Espaço Schengen desde 2007 ESTÔNIA
  5. 5. LETÔNIA Capital: Riga População: 2,3 milhões de hab. Área: 65.000 Km² Idioma: Letão e russo Moeda: Membro da eurozona desde 2014 Membro do Espaço Schengen desde 2007
  6. 6. Capital: Vilnius População: 3,3 milhões de habitantes Área: 65 000 km² Idioma: lituano e russo Moeda: litas (Lt) Membro do espaço schengen desde 2007 LITUÂNIA
  7. 7. PERCEPÇÕES GEOPOLÍTICAS...  Do ponto de vista territorial, a região também é uma importante porta de acesso tanto para a Rússia quanto para o Leste Europeu. Até o espaço aéreo da região é potencialmente estratégico.  Apesar de seu tamanho significativo, a Rússia precisava das margens do Báltico para garantir suas saídas para o Oceano Atlântico e para o Leste Europeu.  A Alemanha, por outro lado, teria seu acesso ao Oriente Médio bastante facilitado a partir das possíveis entradas fluviais no Mar Báltico. Importância da região báltica:
  8. 8. - Uma peça geopolítica estratégica Gasoduto Nord Stream Vyborg Lubmin O gasoduto do Báltico, um novo elemento na geopolítica europeia
  9. 9. História • Os primeiros a se instalarem nessa região foram os “Protobálticos”, por volta do ano 9000 a.C; • O nome “Países Bálticos” é derivado de Mar Báltico, ou Mare Balticum, o substantivo “bálticos” tem sido usado desde 1845. • Por lá não passaram apenas povos bálticos, mais muitos outros como: russos, poloneses, germânicos, suecos, dinamarqu eses, judeus; • Último refúgio para os povos pagãos na Europa medieval, no século XII e XIII; Fonte: https://maladerodinhaenecessaire.wordpress.com/tag/tpv-tensao-pre viagem/ acesso em 18/03/14 às 11:20
  10. 10. História • Embora constituísse importante entroncamento nas rotas de âmbar e de comércio utilizadas pelos varegues (vikings) entre o Báltico e Bizâncio, as quais cruzavam o interior do continente europeu, a distância que separava o território habitado pelos povos bálticos dos dois polos mais importantes da civilização europeia de então – o Ocidente em que predominava o latim e a Igreja Católica e o Oriente ortodoxo – foi capaz de preservá-lo relativamente isolado. Fonte: http://fotos.fot.br/page_img/163/pedra_ambar acesso em 18/03/14 Fonte: http://guiadoscuriosos.com.br/blog/2012/09/07/o-capacete- com-chifres-e-outras-curiosidades-sobre-vikings/ acesso em 18/03/14 às 11:20
  11. 11. História - Guerras • Os Países Bálticos foram palco de batalhas entre russos, germânicos, suecos, eslavos e outros povos da região entre os séculos XVI, XVII e XVIII. • As guerras expansionistas de Pedro, o Grande (1672-1725), e Catarina II (1729-1796) levaram o Império Russo à conquista de toda a região litorânea do Báltico. • Em 1795, apenas uma pequena parte da Lituânia, ao sul, seguiu sob posse da Prússia, enquanto todo o restante passou ao domínio russo. • Revoluções Polonesa-Lituanas de 1830-1831 e 1864-1865; Guerra Estoniana de Mahtras, em 1858; Os movimentos nacionalistas que invadiram a Europa em 1848 a partir da chamada Primavera dos Povos, mais nenhum deles foi capaz de trazer a tona o sentimento nacionalista para esses povos. Fonte: https://maladerodinhaenecessaire.wordpress.com/tag/tpv-tensao-pre viagem/ acesso em 18/03/14 às 11:20
  12. 12. • Os primeiros sinais de nacionalismo surgiu a partir das Revoluções Russas de 1905; • Segundo Edgars Andersons (2001), a participação de homens do Báltico nas forças armadas russas influenciou a formação de uma consciência nacional nos líderes da região. • Mais só com acontecimentos como: a Primeira Guerra Mundial, a Revolução Bolchevique, o colapso do Império Alemão e o direito de autodeterminação dos povos proclamado pela Tríplice Entente que os povos bálticos conseguiram se preparar para sua independência; • Contato dos soldados bálticos com técnicas de guerra. Fonte: http://batalhaodeguerra.blogspot.com.br/2012/12/guerra-no- iraqueos-soldados-da-morte.html acesso em 18/03/14 às 12:30 História
  13. 13. • Revolução Russa em 1917; • No Báltico, a expulsão dos alemães que haviam avançado sobre a região litorânea. • Em 1917 United Baltic Duchy ( Estados Ducado Báltico) foi criada por militares alemães na área litorânea do Báltico como um Estado independente, mas sob controle de uma monarquia alemã. • Foram criadas bases militares denominadas Freikorps que eram responsáveis de “manter a segurança” da região. Bandeira da United Baltic Duchy Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/File:United_Baltic_Duchy_flag.sv g acesso em 18/03/14 às 13:00 Fonte: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Garford_Putilov_in_Freikorps_use.j pg acesso em 18/03/14 às 13:00 História
  14. 14. História – Independência da Estônia • Em fevereiro de 1918, a Estônia declara sua independência; • Entra em conflito contra a Rússia soviética e a resistência alemã; • É reconhecida como estado soberano em 1920, primeiro pela Finlândia, depois pela Polônia e depois por todos os outros países. Fonte: http://professormarcianodantas.blogspot.com.br/2011/12/os -paises-balticos.html acesso em 18/03/14 às 13:05
  15. 15. História – Independência da Lituânia • Em fevereiro de 1918, o Conselho da Lituânia declarou a independência do país; • Conflitos com a Polônia e Alemanha; • Na década de 1920, os poloneses ocupam Vilnius, tradicional capital da Lituânia, obrigando a sua transferência para Kaunas. • Em 1923, os alemães também invadem o país e ocupam a região de Klaipeda, onde permaneceram até 1939. Fonte: http://professormarcianodantas.blogspot.com.br/2011/12/os -paises-balticos.html acesso em 18/03/14 às 13:05
  16. 16. História – Independência da Letônia • Em novembro de 1918, foi a vez do povo da Letônia declarar sua independência • A independência foi seguida de uma guerra dos independentistas contra os soviéticos letos, os russos e os alemães da United Baltic Duchy. Fonte: http://professormarcianodantas.blogspot.com.br/2011/12/os -paises-balticos.html acesso em 18/03/14 às 13:05
  17. 17. História - Pacto Molotov- Ribbentrop • Em 1939, pouco antes da II Guerra Mundial a União Soviética e a Alemanha assinaram um um Tratado de não agressão entre os dois Estados, que levou o nome de Pacto Molotov- Ribbentrop, assinado em Moscou. • A cláusula principal do acordo era a neutralidade entre as nações em caso de agressões de terceiros, e ele manteve-se ativo até a invasão alemã aos territórios soviéticos em 1941. À esquerda as fronteiras conforme o Pacto Molotov-Ribbentrop. À direita, as fronteiras reais em 1939. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pacto_Molotov-Ribbentrop acesso em 18/03/14 às 13:40 Cerimônia de assinatura: Molotov a assinar, Ribbentrop atrás (com os olhos fechados), com Stalin à sua esquerda. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pacto_Molotov-Ribbentrop acesso em 18/03/14 às 13:40
  18. 18. História • Durante o período em que os Países Bálticos estiveram sob o domínio soviético, foram feitos vários investimentos como: Nas áreas portuárias; Com a instalação de indústrias Novas técnicas agrícolas. • A implantação do programa de sovietização da população gerou o envio de grandes números de russos para as três Repúblicas Soviéticas, em especial para ocuparem cargos da burocracia estatal, bem como o envio de milhares de estonianos, letos e lituanos para a Sibéria ou para o exílio.
  19. 19. • O sucateamento da União Soviética e seus problemas políticos estruturais levaram às reformas implementadas por Mikhail Gorbachev a partir da década de 1980, em especial a Glasnost. • A abertura econômica feita a partir da Perestroica favoreceu os movimentos nacionalistas na URSS Postal soviético relaciona comemorações do Grande Outubro com a Perestoika e o Glasnost. Neste postal são mostradas as modernidades que a Rússia ganharia com este projetoFonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Perestroika acesso em 18/03/14 às 14:00 Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Perestroika acesso em 18/03/14 às 14:00 História
  20. 20. História • As organizações nacionalistas das Repúblicas Soviéticas às margens do Báltico primeiro se voltaram contra as lideranças políticas regionais e, em um segundo momento, com o apoio dos políticos locais, lutaram por suas independências; • Os protestos, a partir de 1989, mobilizaram milhares de pessoas, em grande parte incentivadas pelas instâncias políticas locais. Durante o aniversário de 50 anos do Pacto Molotov-Ribbentrop, mais de dois milhões de pessoas deram as mãos pelos Países Bálticos no simbólico Abraço pela Paz, que formou um cordão 600 km; • Os principais organizadores dessas manifestações foram os grupos políticos separatistas Rahvarinne da Estônia, a Frente Popular da Letônia e o Movimento de Reforma da Lituânia ; • As independências foram declaradas em 1990.
  21. 21. Aspectos Físicos Fonte: Atlas 2000. La France et le monde. Paris: Nathan, 1998. p. 28 (adaptado). Maciços antigos Dobramentos modernos Planícies Meseta Espanhola Montes Cantábricos Maciço Central
  22. 22. Países Bálticos: Relevo Lituânia – o relevo lituano é constituído principalmente por planícies responsáveis pela topografia plana que recobre quase todo o território lituano. Apresentando ondulações no relevo mais acentuado nos baixos planaltos do oeste e nas montanhas do leste, com cotas altimetrias inferiores a 300 metros. Estônia - sendo constituído a maior parte do território por planícies que apresentam altitudes entre 75 e 100 metros acima do nível do mar e são encontradas em sua maior parte no oeste. E ao sul são encontrados planaltos, sendo o ponto mais alto o Monte Munamägi a 317 metros. Letônia – o relevo da Letónia é caracterizada pela suavidade das montanhas e a maior parte do seu território é plano constituído de planícies, sendo a principal as planícies férteis de Zemgale.
  23. 23. Monte Munamägi Fonte: estonianbloggers.blogspot.com
  24. 24. Hidrografia Fonte: giihnt.blogspot.com • Os rios europeus são, em geral, de pequeno curso e poucos volumosos se comparados aos da América do Sul. • No entanto são muito importantes para a vida social e econômica da Europa. Além de possuírem valores históricos devido serem navegáveis e foram fundamentais na origens de vários núcleos de povoamento e para a expansão da economia. • Os principais rios são: Reno, Sena, Ródano, Volga, Da
  25. 25. Hidrografia Estônia – o rio mais importante e maior é o Narva. Mas só o Emajõgi é navegável. Outros rios importantes são o Pärnu, Pirita, Ahja e o Võhandu. Fonte: www.panoramio.com.br Foto:Byerki12 Rio Narva Fonte: www.panoramio.com.br Foto:RaivoS Emajõgi
  26. 26. Hidrografia Letônia – Os principais rios são o Daugava (Duína Ocidental), muito aproveitado para a geração de energia elétrica; o Lielupe; o Gauja; o Venta e o Salaca Fonte: www.panoramio.com Foto:RGB.LV Daugava
  27. 27. Hidrografia Lituânia – O rio Neman ou Nemunas é o mais importante rio da Lituânia. Com sua nascente na Bielorrússia é considerado o maior rio genuinamente do leste europeu. Rio Neman Fonte: www.panoramio.com Foto:Szakola
  28. 28. Clima Fonte: marlivieira.blogspot.com
  29. 29. Clima Fonte: yedaseveral.com.br (adaptado).
  30. 30. Clima Fonte: www.10emtudo.com.br
  31. 31. Vegetação • A formação vegetal predominante é a floresta temperada, importantes para a economia desses países, em parte baseada na extração de madeira. Essa formação vegetal é bem diversificada, suas folhas morrem e caem durante o inverno. Por esse motivo também é conhecida como floresta caducifólia. Fonte: meioambiente.culturamix.com Fonte: estonianbloggers.blogspot.com
  32. 32. Economia Estônia : economia de transição, mudança da economia planificada para a economia de mercado. Moeda – Euro Letônia: indústria e turismo. Moeda - Euro Lituânia: agricultura e indústria Moeda – Litas lituano
  33. 33. Países Bálticos: POPULAÇÃO Parcela da população de origem russa.
  34. 34. ESTÔNIA População: 1.340.263 habitantes IDH: 0,812 (muito alto) 30% da população estoniana é constituída da ex-União Soviética (Rússia)
  35. 35. Religião ortodoxa A principal língua é a fino-ugriana e também a língua russa.
  36. 36. LETÔNIA População: 2.067.887 habitantes IDH: 0,769 (alto) 26,9% da população letã é de origem russa
  37. 37. A maioria da população da Letônia é cristã (34% luteranos, 24% católicos, 17% ortodoxos). A principal língua é o letão e também predomina a língua russa.
  38. 38. LITUÂNIA População: 3.286.547 habitantes IDH: 0,783 (alto) O país possui 7% de polacos, 5% de russos e 1,5 de bielorrussos.
  39. 39. A religião predominante na Lituânia é o catolicismo (80%) A principal língua é o letão e também predomina a língua russa.
  40. 40. COMÉRCIO EXTERIOR: relações entre o Brasil.  São as técnicas utilizadas na relação de compra e venda de produtos e serviços com empresas do exterior ou órgãos governamentais de outros países.  O profissional dessa área analisa as tendências do mercado, identifica as necessidades da empresa em que trabalha e também de seus clientes ou fornecedores no exterior, elabora estratégias de negócios e marketing que visam à lucratividade do negócio e define os meios de transporte mais favoráveis para a transação. Atua no controle de importação ou exportação de bens ou mercadorias. Seu campo de trabalho também envolve atividades em instituições financeiras, entidades governamentais, departamentos de desenvolvimento econômico, empresas de câmbio, de seguro e de transporte.  Para que se faça uma avaliação do perfil comercial brasileiro, examinam-se, separadamente, as exportações e importações. . Fonte: guiadoestudante.abril.com.br
  41. 41. IMPORTAÇÕES X EXPORTAÇÕES. Importação: é o processo comercial e fiscal que consiste em trazer um bem, que pode ser um produto ou um serviço, do exterior para o país de referência. O procedimento deve ser efetuado via nacionalização do produto ou serviço, que ocorre a partir de procedimentos burocráticos ligados à Receita do país de destino, bem como da alfândega, durante o descarregamento e entrega, que pode se dar por via aérea, marítima, rodoviária ou ferroviária. Quando mais de um tipo de transporte é utilizado para entrega, chamamos de transporte multimodal. Exportação é a saída de bens, produtos e serviços além das fronteiras do país de origem. Esta operação pode envolver pagamento (cobertura cambial), como venda de produtos, ou não, como nas doações. Fonte: vigordaterra.blogspot.com
  42. 42. Os Estados Bálticos: Estônia, Letônia e Lituânia formam os Países Bálticos, essas nações estão localizadas na porção nordeste do continente europeu, na costa leste do mar Báltico. Juntos, possuem extensão territorial de 174.800 quilômetros quadrados e população de 6.876.172 habitantes. Essas três nações integraram a extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), e declararam suas independências em 1991, passando, portanto, a serem Estados autônomos. Fonte: www.brasilescola.com Fonte: www.estadao.com.brFonte: viagem-fotos.russian-women.net Fonte: www.viagens.org
  43. 43. ESTÔNIA X BRASIL No final de 1991, o Governo brasileiro reconheceu a independência dos Estados bálticos. Entre 1992 e 1993, formalizou o restabelecimento de relações diplomáticas com os três países e criou Embaixadas não residentes nas respectivas capitais. A Estônia não tem Embaixada no Brasil, possibilidade que examina com prioridade. Mantém, porém, três Consulados Honorários, um Geral, com jurisdição sobre São Paulo e Paraná, outro no Rio de Janeiro e um terceiro no porto de Santos. O Brasil estabeleceu, em 2004, Consulado Honorário em Tallinn. Entre as principais visitas bilaterais, destaca-se aquela efetuada em novembro de 2000 pelo então Chanceler e atual Presidente Toomas Hendrik Ilves, que incluiu etapas em Brasília e São Paulo. Durante a visita foram assinados acordo de cooperação cultural e educacional, em vigor desde 31 de março de 2006, e acordo de cooperação na área de turismo, em vigor a partir de 24 de abril de 2006. O Brasil conta hoje com uma das mais extensas redes de missões diplomáticas entre todos os países do mundo, resultado de amplo esforço despendido e que encontraria justificativa e recompensa na posição que o país hoje desfruta no mundo. Parece haver chegado o momento de integrar mais plenamente os Estados bálticos no âmbito da política externa brasileira. É amplamente positivo que se haja estabelecido mecanismo de consultas políticas em bases regulares. Assim como foi bastante proveitoso ao Brasil que os Presidentes da Letônia e da Lituânia tenham efetuado visitas oficias ao Brasil respectivamente em 2007 e em 2008. Os primeiros acordos foram assinados, e o comércio começa a crescer, embora ainda seja modesto e sempre o será, dada a reduzida dimensão daqueles mercados. A distância prejudica ainda a atenção requerida e necessária para acompanhar os movimentos da Rússia, da UE e dos EUA numa das áreas historicamente mais suscetíveis ao embate entre potências. Os três Estados bálticos encontram-se entre os raros Estados membros da UE, parceira estratégica do Brasil, em que o Brasil ainda não possui Embaixada residente.
  44. 44. Lituânia X Brasil Em visita oficial ao Brasil, a vice-ministra das Relações Exteriores da Lituânia, veio inaugurar a Câmara de Comércio Brasil-Lituânia, uma iniciativa que visa aumentar o comércio entre os dois países. Ela explicou que a Lituânia foi criada há 1.000 anos, e já teve um território muito maior do que hoje, quando formou um único Estado em junção com a Polônia, que durou de 1569 até 1795. Quando o seu território foi dividido, o que hoje é a Lituânia acabou ficando para o império russo, levando o povo lituano a ter que esperar muito tempo para conseguir recuperar sua independência, que veio somente após a Primeira Guerra Mundial. Mesmo assim, foi por pouco tempo, uma vez que após a Segunda Guerra Mundial, o país foi ocupado e anexado pela então União Soviética, e somente em 1990, foi que conseguiu novamente recuperar a sua soberania. Em relação aos Estados Bálticos (Lituânia, Estônia e Letônia), os três são muito próximos em suas políticas internas e externas, formando um mercado de nove milhões de pessoas. Na relação entre a Lituânia e o Brasil a ministra destacou que após o seu país ter sido ocupado pela União Soviética em 1940, o Brasil foi um dos poucos países que não reconheceram de imediato a soberania soviética sobre o povo lituano. Foi somente em 1960, depois de muita pressão do governo do Kremlin, que Brasília acabou reconhecendo a ocupação. Isso, para ela, foi um ato que os lituanos não esquecem, e é visto com muito carinho e agradecimento, não só pelo governo lituano, mas pelo seu povo também. Além disso, há mais de 250 mil descendentes do seu povo no Brasil, uma imigração que começou nos anos de 1926-27, e que se caracteriza até hoje pela forma generosa como os lituanos foram recebidos pelos brasileiros. E por tudo isso, espera que seu governo consiga abrir uma embaixada em Brasília, uma vez que o embaixador em Buenos Aires acumula as responsabilidades pelas relações entre seu país e os do Mercosul.
  45. 45. Letônia X Brasil
  46. 46. GRÁFICOS DE EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO DOS PAÍSES BÁLTICOS.
  47. 47. Questões ambientais Luis coloque uma imagem de fundo que julgar bacana para a temática. QUESTÕES AMBIENTAIS
  48. 48. O Mar Báltico 1) Eutrofização: - Conseqüências: * Qualidade e biodiversidade ameaçadas devido a excessivas descargas de nitratos e fosfatos provenientes da agricultura, da indústria e de fontes domésticas. Fonte: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/0d/Mar_Baltico_mappa.jpg
  49. 49. Uma criança caminha entre algas na Praia de Cap Coz em Fouesnant, França Fonte: http://www.meioambientenews.com.br/
  50. 50. 2) Afluxo das águas, transporte marítimo, e a sobrepesca: * Consequências: - Extinção de algumas espécies marinhas; -“Introdução” de espécies exóticas; Fonte: http://www.dw.de/ativistas-lutam-contra- extin%C3%A7%C3%A3o-de-botos-no-mar-b%C3%A1ltico/a- 17195586
  51. 51. Fonte: http://infoener.iee.usp.br/infoener/hemeroteca/imagens/465 47.gif
  52. 52. Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=10390
  53. 53. A explosão da Usina nuclear Chernobyl, em 1986 na Ucrânia (antiga URSS). Fonte: http://totallycoolpix.com/2011/04/chernobyl-25-years-later-then-and-now/
  54. 54. Fonte: Itar-Tass/Reuters, 13/06/1986. Imagem (i): Helicóptero espalha produto para tentar descontaminar a área afetada pela explosão do reator 4 de Chernobyl.
  55. 55. Imagem (ii): Makar Krosovski visita sua casa abandonada pouco tempo depois da explosão de Chernobyl. 21/02/2011. Foto: Vasily Fedosenko/Reuters, 21/02/2011.
  56. 56. Imagem(iii): Jardim de Infância em Prypiat, Ucrânia. Fonte: Damir Sagolj/Reuters, 31/03/2006.
  57. 57. Estratégias para mitigar a situação  Reduzir a poluição do Mar Báltico, lançando estratégias para remoção dos fosfatos dos detergentes;  Melhorar os sistemas de transportes; Melhorar as condições de segurança de forma a e evitar acidentes tanto em terra quanto em mar;
  58. 58. Conclusão Através do exposto, podemos conhecer os aspectos que abrangem o Continente Europeu(UE), especialmente os países bálticos, no que se refere a historia de integração das nações, o desenrolar da nova geopolítica e os embates entre a Rússia e os países bálticos, os aspectos físicos e a magnitude dos rios da região, a riqueza cultural e a economia locais. Por fim, as questões ambientais que ameaçam o mar báltico e colocando em risco o ecossistema marinho e a vida na região.
  59. 59. Referências bibliográficas • GARCIA, Helio Carlos. Aspectos naturais da Europa. In: ____. Lições de Geografia: Europa, Ásia e África. 9º ano. São Paulo; Scipione, 2007. (Ensino Fundamental) • SOUZA NETO, José Estanislau do Amaral. Usos da história: a diplomacia contemporânea dos Estados Bálticos, subsídios para a política externa brasileira. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2011. 216 p. • Figura 1. Disponível em: <http://www.4x4viagens.com.pt>. Acesso em: 18 de março de 2014. • Mercado exteriores. Disponível em: <http://www.mercadosexteriores.pt/destaques_paises-balticos.html>. Acesso em: 18 de março de 2014.

×