A tecnologia que temos hoje
viabiliza a colaboração entre
indivíduos, organizações e
movimentos numa escala global
que nun...
Sharing Economy
Agenda
1	
  
2	
  
Chegada & Apresentação
Definições & Discussão sobre o conceito de Sharing Economy
3	
   Dados da Sharing...
Apresentações
O que é a Sharing Economy?
Definições de Sharing Economy
A Wikipedia traduz a sharing
economy como consumo
colaborativo e a classifica
como uma nova pr...
Sharing Economy Lifestyle
As gerações mais novas valorizam
cada vez menos a posse de bens,
atualmente apenas 1 em cada 2
pessoas atribui status a po...
Produtos em destaque
Mesmo os céticos que ainda não
acreditam no potencial da Sharing
Economy não podem negar que ela
aumenta a eficiência do us...
Sharing Economy Lifestyle
Qual o tamanho da Sharing
Economy hoje?
Quem já experimentou?
Brasil
No Brasil estão crescendo algumas opções de
mobilidade: Tripda, PodShare, ZazCar. Nos outros
...
Vantagens Percebidas
Entre os usuários da Sharing Economy...
63% acham a experiência na Sharing Economy mais
divertida do ...
Pefil desse Consumidor
	
  
18	
  a	
  24	
  anos	
  
	
  
Classe	
  Média	
  /	
  
Média	
  Alta	
  
Casais	
  com	
  filho...
CASES
Cases
O Tamanho dos Negócios
Confira alguns números que não nos deixam
duvidar do poder da Sharing Economy
O Airbnb teve mais de ...
O Estudo da PWC identificou que os setores com maior
potencial na Sharing Economy são: turismo, transporte
(principalmente ...
Ingredientes dos Negócios da
Sharing Economy
§  Formas mais colaborativas de
consumir
Nessa economia as pessoas estão mais
dispostas a de fato conhecer uns aos outros...
Lean Canvas
Sharing Economy Lifestyle
Para ser um negócio de impacto é fundamental escolher
problemas que afetem diretamente as pessoas que são menos
atendidas ...
Criando o seu Negócio
Sharing Economy Lifestyle
Pitches
Pitch
1	
  
2	
  
Apresentação em 5 minutos
Focar a explicação no problema a ser resolvido, no segmento
de clientes e na s...
§  Shelby Clark CEO da Peers.org, fundadora da
RelayRides e ex-diretora da Kiva.org
§  Jim Griffith, Reitor da eBay Educa...
§  Elisabeth Mouchy, Co-fundadora da Daylighted, um
canvas digital para levar arte para todos os lugares.
§  Padden Guy ...
§  The Sharing Economy, Consumer Intelligence Series, PWC
§  Artigo no Washington Post – Emily Badger - http://www.washi...
HenriqueBussacos
henrique.bussacos@impacthub.com.br
Conheça o Impact Hub
Uma iniciativa com abrangência global
Conectamos empreendedores em uma
rede para, juntos, crescermos,
aprimorarmos nossas ...
Serviços
Oferecemos cursos e
workshops em
empreendedorismo e
inovação social
Oferecemos espaços
para eventos criativos
Con...
A história do Impact Hub
Um grupo de
empreendedores
cria o primeiro
Impact Hub em
Londres.
Depois do
protótipo em
Londres,...
Muito mais que um escritório
O Impact Hub pelo mundo
Espaços pelo mundo
Oakland
Estados Unidos
São Paulo
Brasil
São Paulo
Brasil
Londres
Inglaterra
Viena
Austria
Praga
Repúbli...
Faça Parte!
Conectamos empreendedores em uma
rede para, juntos, crescermos,
aprimorarmos nossas habilidades,
desenvolvermo...
Sharing economy - Como criar negócios disruptivos
Sharing economy - Como criar negócios disruptivos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sharing economy - Como criar negócios disruptivos

309 visualizações

Publicada em

O potencial da sharing economy. Como podemos criar negócios na sharing economy? Como o consumo colaborativo está revolucionando indústrias?

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
309
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sharing economy - Como criar negócios disruptivos

  1. 1. A tecnologia que temos hoje viabiliza a colaboração entre indivíduos, organizações e movimentos numa escala global que nunca foi possível antes. O impacto que queremos criar é importante, mas estamos diante de uma oportunidade maior. A oportunidade de mudar o “como”. O como fazemos as coisas. Por que Sharing Economy? A visão de curto prazo associado a um excesso de competição e uma cultura de escassez gerou muitos problemas na nossa sociedade. Agora podemos fazer diferente, temos consciência e tecnologia para transformar. E não é voltar ao passado, a uma colaboração ingênua e sim transgredir e incorporar a competição e a colaboração numa nova forma de fazer negócios. Acreditamos que a colaboração pode revolucionar nossa sociedade
  2. 2. Sharing Economy
  3. 3. Agenda 1   2   Chegada & Apresentação Definições & Discussão sobre o conceito de Sharing Economy 3   Dados da Sharing Economy 4   Cases de Negócios 5   Hackeando os Negócios da Sharing Economy 6   Criando o seu Próprio Negócio 7   Pitchs & Fechamento
  4. 4. Apresentações
  5. 5. O que é a Sharing Economy?
  6. 6. Definições de Sharing Economy A Wikipedia traduz a sharing economy como consumo colaborativo e a classifica como uma nova prática comercial que possibilita o acesso a bens e serviços sem a aquisição do mesmo. Na economia colaborativa classificamos como negócios da Sharing Economy aqueles que incentivam e promovem a colaboração. (ex.: Impact Hub) Nos negócios digitais classificamos como parte da sharing economy negócios que por meio de uma plataforma online conectam compradores e vendedores de produtos e serviços. (ex.: Airbnb)
  7. 7. Sharing Economy Lifestyle
  8. 8. As gerações mais novas valorizam cada vez menos a posse de bens, atualmente apenas 1 em cada 2 pessoas atribui status a posse de bens*. As pessoas querem estar mais leves com menos coisas para “carregar”. Quando fazemos um corte para o público mais jovem essa tendência é ainda mais relevante. Mudança de Paradigma Essa mudança de paradigma afeta todos os negócios, não estamos falando de apenas algumas oportunidades que vão emergir na Sharing Economy. Os negócios tradicionais precisam se reinventar para lidar com essa nova realidade. Aqueles que não o fizerem correm o risco de serem ultrapassados rapidamente por novos negócios. Access is better than ownership! (O acesso é melhor que a posse) *Pesquisa PWC, Dezembro de 2014 (amostra de 1.000 norte americanos)
  9. 9. Produtos em destaque
  10. 10. Mesmo os céticos que ainda não acreditam no potencial da Sharing Economy não podem negar que ela aumenta a eficiência do uso de ativos. Enfrentamos problemas sociais e ambientais em função da economia que construímos até hoje baseada no consumo de bens e serviços. A economia da posse (ownership economy) gera uma grande quantidade de resíduos. Mais eficiência A Sharing Economy possibilita que além de aumentar a eficiência econômica também melhoremos nossa performance ambiental. O impacto social depende do modelo de negócio implementado, mas em princípio uma maior eficiência econômica possibilita melhores preços e acesso para mais pessoas. Os negócios da Sharing Economy otimizam o uso de ativos.
  11. 11. Sharing Economy Lifestyle
  12. 12. Qual o tamanho da Sharing Economy hoje?
  13. 13. Quem já experimentou? Brasil No Brasil estão crescendo algumas opções de mobilidade: Tripda, PodShare, ZazCar. Nos outros mercados ainda temos iniciativas mais tímidas e faltam pesquisas com dados mais detalhados dessa nova economia no país. A entrada do Uber no Brasil com toda a polêmica gerada deve atrair mais atenção para esses mercados por parte da mídia e de empresas de pesquisa. EUA Nos EUA, 44% dos adultos estão familiarizados com o tema e 8% já compartilharam ou utilizaram serviços de transporte da Sharing Economy (ex.: carros e bicicletas compartilhadas). Entre os usuários da Sharing Economy, 83% concordam que a vida fica mais conveniente e eficiente. E 64% dos consumidores acreditam mais na avaliação p2p do que em regulações governamentais.
  14. 14. Vantagens Percebidas Entre os usuários da Sharing Economy... 63% acham a experiência na Sharing Economy mais divertida do que com as empresas tradicionais. 78% concordam que a Sharing Economy contribui no fortalecimento da comunidade. 86% veem vantagens financeiras no uso desses serviços em relação aos da economia “tradicional”.
  15. 15. Pefil desse Consumidor   18  a  24  anos     Classe  Média  /   Média  Alta   Casais  com  filhos  de   até  18  anos  
  16. 16. CASES
  17. 17. Cases
  18. 18. O Tamanho dos Negócios Confira alguns números que não nos deixam duvidar do poder da Sharing Economy O Airbnb teve mais de 155 milhões de hóspedes em 2014! O Uber foi avaliado em US$41 bilhões!
  19. 19. O Estudo da PWC identificou que os setores com maior potencial na Sharing Economy são: turismo, transporte (principalmente compartilhamento de carros), finanças, recrutamento de pessoas e streaming de música/vídeo. Esses setores faturam hoje US$15 bilhões no mundo e espera-se que esse número chegue a US$335 bilhões até 2025. Só no transporte já temos várias empresas relevantes: Zipcar, RelayRides, Car2Go, Lyft, Uber (e aqui em Floripa a Podshare). Os millenials já não têm a conexão emocional com o carro que as gerações anteriores tinham. E a indústria automotiva é apenas um dos pedaços da indústria da mobilidade. Setores com Maior Potencial
  20. 20. Ingredientes dos Negócios da Sharing Economy
  21. 21. §  Formas mais colaborativas de consumir Nessa economia as pessoas estão mais dispostas a de fato conhecer uns aos outros e interagir mais, querem algo mais humano. §  Experiência de marca que gere fortes conexões emocionais A experiência de marca é ainda mais relevante nos negócios da Sharing Economy Construindo nosso Lego §  Plataforma Digital A plataforma digital serve ao propósito de conectar em tempo real capacidade ociosa e demanda. §  Transações que oferecem acesso ao invés de posse A transação pode ser uma locação, doação, troca, revenda, assinatura, empréstimo…
  22. 22. Lean Canvas
  23. 23. Sharing Economy Lifestyle
  24. 24. Para ser um negócio de impacto é fundamental escolher problemas que afetem diretamente as pessoas que são menos atendidas pelos players de mercado atual. E o problema tem que ser relevante e ter impacto sistêmico na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Os setores que costumam ser alvo de investidores de impacto são: saúde, educação, moradia, serviços financeiros e mobilidade (nessa ordem de prioridade). Portanto, a escolha dos problemas a serem resolvidos e os segmentos de clientes a serem atendidos definirão o grau de impacto do seu negócio. Negócios de Impacto
  25. 25. Criando o seu Negócio
  26. 26. Sharing Economy Lifestyle
  27. 27. Pitches
  28. 28. Pitch 1   2   Apresentação em 5 minutos Focar a explicação no problema a ser resolvido, no segmento de clientes e na solução oferecida3   Perguntas & Respostas por 2 minutos 4   Participação ativa gera maior aprendizado
  29. 29. §  Shelby Clark CEO da Peers.org, fundadora da RelayRides e ex-diretora da Kiva.org §  Jim Griffith, Reitor da eBay Education, autor do livro The Official eBay Bible §  Chelsea Rustrum, co-autora do livro It’s a Sharable Life §  Allison Mooney, Diretor de Tendências & Insights, Google Marketing; Editor da Think with Google Referências na Sharing Economy (1/2)
  30. 30. §  Elisabeth Mouchy, Co-fundadora da Daylighted, um canvas digital para levar arte para todos os lugares. §  Padden Guy Murphy, Diretor de Parcerias, Getaround, uma plataforma p2p de compartilhamento de veículos §  Brooke Moreland, Fundadora da Fashism.com §  Arun Sundararajan, Professor da New York University Stern School of Business §  Barbara Pantuso, Fundadora da Hey Neighbor!, uma plataforma de compartilhamento local Referências na Sharing Economy (2/2)
  31. 31. §  The Sharing Economy, Consumer Intelligence Series, PWC §  Artigo no Washington Post – Emily Badger - http://www.washingtonpost.com/blogs/ wonkblog/wp/2015/04/16/who-millennials-trust-and-dont-trust-is-driving-the- new-economy/? utm_content=buffer52231&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_ campaign=buffer §  Artigo no The Guardian – Sara LaBrecque - http://www.theguardian.com/ sustainable-business/eight-best-sharing-economy-companies §  Sharing is the New Buying - http://www.nielsen.com/content/dam/nielsenglobal/ eu/nielseninsights/pdfs/Nielsen-Global-Share-Community-Report-May-2014.pdf Referências para a produção desse material
  32. 32. HenriqueBussacos henrique.bussacos@impacthub.com.br
  33. 33. Conheça o Impact Hub
  34. 34. Uma iniciativa com abrangência global Conectamos empreendedores em uma rede para, juntos, crescermos, aprimorarmos nossas habilidades, desenvolvermos modelos de negócios escaláveis e alavancarmos uma economia mais colaborativa e sustentável. O Impact Hub é uma rede global de espaços, pessoas e ideias empreendedoras.
  35. 35. Serviços Oferecemos cursos e workshops em empreendedorismo e inovação social Oferecemos espaços para eventos criativos Conhecimento em redes, facilitação e colaboração para grandes empresas Temos parceiros de aceleração de negócios com propósito
  36. 36. A história do Impact Hub Um grupo de empreendedores cria o primeiro Impact Hub em Londres. Depois do protótipo em Londres, empreendedores começam o segundo Impact Hub em São Paulo. Mais Impact Hubs são criados no mundo e chegamos a marca de 20 Impact Hubs. Os 20 Impact Hubs criam uma associação lobal e passam a ser coproprietários do Impact Hub Global. Escalamos e chegamos a mais de 40 Impact Hubs espalhados por todos os continentes. Consolidamos 65 Impact Hubs no mundo como desenvolvedores de ecossistemas empreendedores.
  37. 37. Muito mais que um escritório
  38. 38. O Impact Hub pelo mundo
  39. 39. Espaços pelo mundo Oakland Estados Unidos São Paulo Brasil São Paulo Brasil Londres Inglaterra Viena Austria Praga República Tcheca Madri Espanha
  40. 40. Faça Parte! Conectamos empreendedores em uma rede para, juntos, crescermos, aprimorarmos nossas habilidades, desenvolvermos modelos de negócios escaláveis e alavancarmos uma economia mais colaborativa e sustentável. www.impacthub.com.br

×