Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]

3.615 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.615
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
88
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]

  1. 1. Processos Sociais e de Comunicação Profª Me. Licemar Vieira Melo jairclopes.blogspot.com
  2. 2. Nos grupos sociais assistimos a um MOVIMENTO constante dos indivíduos participantes, ora se aproximando ora se afastando uns dos outros. Assim se manifestam os PROCESSOS SOCIAIS.
  3. 3. Os processos sociais consideram, portanto, como se realiza a interação social – resultado da interestimulação entre os indivíduos em contato; produto da estimulação entre pelo menos dois indivíduos.
  4. 4. Os processos sociais básicos são: SOCIALIZAÇÃO identifica-se com a educação, responsável pela integração das novas gerações e dos novos membros do grupo. COMUNICAÇÃO sinônimo de interação social.
  5. 5. Outros processos são: ↘COOPERAÇÃO ↘ COMPETIÇÃO ↘ CONFLITO ↘ ACOMODAÇÃO ↘ ASSIMILAÇÃO (Castro, 2003, p. 41)
  6. 6. COOPERAÇÃO
  7. 7. COMPETIÇÃO
  8. 8. CONFLITO
  9. 9. ACOMODAÇÃO
  10. 10. ASSIMILAÇÃO
  11. 11. ADAPTAÇÃO
  12. 12. COMUNICAÇÃO
  13. 13. Comunicação significa “estar em relação com”. Representa a ação de pôr em comum, compartilhar as nossas ideias, os nossos sentimentos, as nossas atitudes. Nesse sentido, identifica-se com o processo social básico: a interação. É uma troca de experiências socialmente significativas; é um esforço para a convergência de perspectivas, a reciprocidade de pontos de vista e implica, dessa forma, certo grau de ação conjugada ou cooperação.
  14. 14. Para tanto toda a sociedade adota um conjunto de signos e de regras que, por força das convenções tácita e coletivamente aceitas, deixa de ser arbitrário. Daí que se optássemos por símbolos inteiramente novos e estranhos, isso nos isolaria do resto da comunidade”. (Menezes apud Barbosa, 2001, p. 157).
  15. 15. COMUNICAR É ESTABELECER COMUNHÃO, PARTICIPAR DA COMUNIDADE, ATRAVÉS DO INTERCÂMBIO DE INFORMAÇÕES. (BARBOSA, 2001, p. 157)
  16. 16. Aristóteles, na Antiguidade, definiu o estudo da retórica (comunicação) como procura de “todos os meios disponíveis de PERSUASÃO”.
  17. 17. No fim do século XVIII apareceu uma escola de pensamento, conhecida como Psicologia das faculdades, que lançou uma teoria segundo a qual os objetivos da comunicação eram: INFORMATIVO – um apelo à mente; PERSUASIVO, um apelo à alma, às emoções e o DIVERTIMENTO.
  18. 18. BARBOSA, G.; RABAÇA, C. A. Dicionário de Comunicação. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001. BERLO, D. K. O processo da comunicação: introdução à teoria e à prática. São Paulo: Martins Fontes, 1999. CASTRO, C. A. P. de . Sociologia Aplicada à Administração. São Paulo: Atlas, 2003. LAKATOS, E. & MARCONI, M. Introdução à Sociologia. São Paulo; Ática, 2008.

×