ARTE : TENSÃO E IMPEDÂNCIA9º Encontro Internacional das Artes • Viana do Castelo • 2014 • Helder Dias • hdias@porto.ucp.pt
“Pouco poder tem a arte ou quase nenhum. Ainda que saibamos
de situações em que um “livro salvou uma pessoa”, ou que um
fi...
“A censura que se pratica sobre as obras alheias não determina
necessariamente a produção de obras melhores. Bernard Fonte...
hdias@porto.ucp.pt
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Arte: tensão e impedância
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte: tensão e impedância

141 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Arte: tensão e impedância

  1. 1. ARTE : TENSÃO E IMPEDÂNCIA9º Encontro Internacional das Artes • Viana do Castelo • 2014 • Helder Dias • hdias@porto.ucp.pt
  2. 2. “Pouco poder tem a arte ou quase nenhum. Ainda que saibamos de situações em que um “livro salvou uma pessoa”, ou que um filme modificou para sempre uma vida, que uma canção tornou mais melancólico um político, ou que o facto de ter assistido a uma ópera alterou a biografia de uma outra pessoa. Ainda assim, a arte tem pouco poder.” (Ribeiro, 2008)
  3. 3. “A censura que se pratica sobre as obras alheias não determina necessariamente a produção de obras melhores. Bernard Fontenelle Bem hajam pela iniciativa!” • “Anónimo disse... Bem que a Camara podia gastar algum dinheiro e aproveitar no fim do evento para fazer casas de banho, coisa que não existe na cidade...” http://olharvianadocastelo.blogspot.pt/2012/06/construcoes-estranhas-e-aparentemente.html
  4. 4. hdias@porto.ucp.pt

×