Artigo Domingos Costa

541 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Artigo Domingos Costa

  1. 1. PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: Gestão de Projetos e a Gerência de escopo Domingos Costa 1 RESUMO É do conhecimento público que a Internet é hoje o maior repositório de conteúdos para o desenvolvimento humano. A Gestão de Projetos, hoje em bastante evidência no mercado nacional, é um dos temas mais buscados neste meio. Este artigo, fruto de uma ampla pesquisa bibliográfica, busca demonstrar o nível de crescimento das publicações desse conteúdo ao longo dos últimos 28 anos, dando um enfoque maior à gerencia de escopo, e sua abordagem. Palavras-chave: Gestão de Projetos, Gerência de Escopo, Pesquisa Bibliográfica. 1. INTRODUÇAO Para que fosse possível o desenvolvimento deste artigo, se fez necessário anteriormente a criação de um plano de pesquisa, onde foi observado todas as fazes da mesma e as entregas futuras, subsidio para criação do já referido artigo. A pesquisa e parte fundamental deste projeto. Embora tenhamos um repositório imensurável na internet, o trabalho de garimpagem e muito difícil, dada a sua dispersão dentro da www (world wide web). Como previsto em nosso plano de pesquisa, e como forma de enriquecimento do projeto, a pesquisa também foi realizada em bibliotecas universitárias. Nas bibliotecas da FACE (Faculdade Evolutivo) e FIC (Faculdade Integrada do Ceara), ambas bibliotecas com um bom acervo e faculdades que já constam em sua grade curricular a disciplina Gestão de Projetos, sendo a ultima também patrocinadora do curso de MBA em Gestão de Projetos. A pesquisa teve como compromisso atender ao escopo dado pelo patrocinador, que tinha objetivo final a produção e entrega de um artigo. Artigo este que deveria constar o histórico das publicações sobre gestão de projetos, e o índice de aparição da gerencia de escopo dentro das publicações. Como delimitação teve-
  2. 2. se as publicações dos últimos 28 anos de livros, monografias, teses, dissertações e artigos. O segundo objetivo e não menos importante deste artigo e catalogar e disponibilizar na internet um material rico em referências e informações da evolução da Gestão de Projetos e despertar a importância deste tema para o mercado corporativo. 2. GERÊNCIA DE ESCOPO Quando você vai gerenciar um projeto, o grande desafio é definir claramente os produtos ou serviços relacionados aos produtos que serão entregues ao patrocinador /cliente, estabelecendo o escopo do trabalho que deve ser realizado pela equipe do projeto para a geração dos mesmos e a conclusão do projeto com sucesso (DISMORE, 2002). Uma gerencia de escopo bem definida é o marco inicial para um projeto de sucesso, aí reside à importância dado a este assunto e a relevância da pesquisa bibliográfica. VARGAS (2007) em entrevista realizada pela Microsoft Brasil, divulgada pela revista Mundo PM, define o escopo certo como sendo a reta que liga o ponto onde você estar, ao ponto aonde você quer chegar, isso usando a melhor rota, que lhe garante os menores custos e uso recursos. É dada nesta entrevista ao escopo uma importância diferenciada, que deve ser observada por todo gestor de projeto, equipe e patrocinadores, pois deste escopo são geradas as entregas exigidas para a realização do projeto. 3. PESQUISA Durante a pesquisa, em busca de um maior aprofundamento, além de catalogar as referências, foi feita uma prévia leitura das mesmas para identificar a existência em seus conteúdos, do tema gerência de escopo, sendo assim possível determinar com maior exatidão, dentro da amostro coletada, o percentual de incidência do assunto gerência de escopo. O resultado ajudará para que seja
  3. 3. percebida a atenção dada ao tema e sua evolução ao longo dos anos, bem como, em que meios esse tema vem sendo abordado com maior freqüência. Para que fosse possível uma diversidade maior, a pesquisa não se imitou somente a Internet, sendo também realizada em bibliotecas universitárias e livrarias. Foram consultados os acervos seguindo o plano de pesquisa, aonde constam discriminadamente as datas e horários de execução das mesmas. Gráfico 1. – Publicações sobre Gestão de Projetos A pesquisa foi inicialmente realizada nas bibliotecas universitárias [6-11], aonde se pôde não apenas levantar as referências, mas também consultar conteúdos para assim fundamentar melhor os resultados. Identificou-se que o acervo universitário consultado é relativamente moderno, pois nada foi encontrado em anos anteriores 1996, conforme demonstra o gráfico. Numa segunda fase, consultou-se o acervo virtual, aonde foi usado como ferramenta padrão o Google Books [ 2 ] para livros virtuais e o Google Scholar [1,3] para artigos e demais trabalhos acadêmicos. Neste momento da pesquisa, a exemplo do ocorrido anteriormente, nas bibliotecas universitárias, foi necessária uma leitura do conteúdo para um resulta de melhor qualidade. Como fase final, foi feito pesquisa nas livrarias virtuais [4-5], aonde foi catalogado diversas publicações sobre o tema, porém, neste acervo não foi possível a identificação da abordagem da gerencia de escopo, uma vez que não se teve acesso ao conteúdo.
  4. 4. Gráfico 2. – Comparativo entre Publicações e Gerência de Escopo È visível uma disparidade nas publicações para escopo, principalmente no ultimo período, mas é justificado pela lista constante do Apêndice B, acervo em que não foi possível ser verificada a existência do assunto gerência de escopo. Todavia a gerência de escopo é um assunto bastante abordados nas publicações, haja vista, que mesmo diante desta situação, o mesmo foi encontrado em 43% das referências consultadas. 4. CONCLUSÃO A importância de estudos desta natureza reside na proposição de uma forma de levar ao refinamento de conteúdo na web, bem como possibilitar aos pesquisadores do assunto, um ponto único de acesso a um número maior de referências sobre gestão de projetos. Alguns fatores foram limitantes no âmbito da pesquisa o que, conduto, não constitui restrições aos resultados. Embora possa apresentar algumas disparidades com outras realizadas com maior profundidade, esta é reflexo fiel da amostra coletada. O sucesso no gerenciamento do escopo, ou da expectativa, está em estabelecer uma linda de comunicação única, e foi isso que o artigo mostrou, uma
  5. 5. consecução resultante de um escopo bem definido o que fundamentou um plano de pesquisa aqui obedecido. A gerência que espoco é mais abordada em livros que trabalhos acadêmicos, o que é justificado até mesmo pelo perfil da publicação. No entanto, para fins de aprofundamento pode-se dizer que os trabalhos acadêmicos (artigos, dissertações e teses) são fontes mais ricas, uma vez que são sempre mais atuais e com um maior nível de especialização e aprofundamento. Diante do presente cenário é preocupação de qualquer empresa que vislumbre um crescimento sustentável e contínuo, buscar usar de ferramentas e técnicas de gestão modernas, é aí onde encaixa a gestão de projetos, base deste artigo e assunto de grande relevância no mercado corporativo atual. Esse é o motivo pelo qual se fundamenta este artigo, que será de grande valia para futuros pesquisadores, a quem se indica a realização de pesquisas mais profundas e de âmbito qualitativo. Abstract quot;There is of public knowledge what the Internet is today repository of contents to the development of the human knowledge. The projects's management, today in quite make evident in the national marketplace, that's a from the themes picked this half. This product, produce of extensive research bibliographic, picks demonstrate the level of growth from the publications of this content up from the last 28 years, giving a focus major on the scope's management, and your approachquot; Key words: Project Management. Scope Management. Bibliographical Research. ! quot; quot; ! # $ % & ' ( # ! ) * $ + + + # ! , + $ # !
  6. 6. - .( .$/ ( 0 1 + $ /# / / 2 3 4*4( . / 5 6 0 7 4 1 8 $ 9 / #/ # ! : ; 4, *( / $ < 5 . 7 = 4. $ / : 0 0 / 8 $ . / 22- 2 5 . > 45 4. ? ; / . 9@ . . 8 0 1 @ $ . / / / ) 5 *? *A *$ / , 9@ 5 0 $ . / / # *( A B = / * 5 . 9 0 $ 9 / / C *( A ? *( / = 0 6 $9 quot; / # C **, , 4? /( 0 $ $ + / ) D . ,7; ? /, 0 + / / ( ( 5 ) D ( B 9C *( / D 1 @ >>4 9 , * / / #) '#! - .( . $ /( 5 6 0 $ / # 3 D 4? $ 5 ; ( */ 9 9 1 0 ( E/F G quot;/ ! $ . 4/ ( 1 9 6 H 0 $ 9/ ( I F $/ 2 (.D; /D B 5 $ 0 0 5 /* D / + #/
  7. 7. ! quot; # $ % & ' ( ) * + , ! ! ! - ( /( E / #J * ) quot; quot; % &, A 9 K : ' 49L &1 + . & '/ / . 0 ' - . @ (E / - quot; quot; % & #= # 1# 9L & . 2 L M & *( N 9#N ! . ? 94. O D *O *$ 9; ; L & B # 0 5 M C quot; M 9 7 : *quot; . P /5 # . ! - ' 0 C . = ? /5 ( E *' / # quot; quot; % &Q quot; $ G 5 9L & .# L & R R L & R L & F ) ) )! ) ? '2 9 1 ; G P . # /5 ) 1 ! - ( 49. ( D ; / 5 (E / 3 quot; quot; % & -F S quot; K , ) 9L &1 + L M& O O L &P ( /5 ! - 02 3 , ! - ( 1 $ / ( E *' quot; quot; % & M Q F D ( ? 9L &1 + L M& O O 0 OB K O O5 $O 0 O O O L &# S 5 : 2 E K 4> $ 7 ( G *R - 3 45 0 $ 46 * E ( = G = /) quot; quot; % &-G quot; 4 F 4S 9L &1 + L M &* O O K N 9#N . 3 N 9 #N O O /O O O + N 9#N . 3 N 9#N . # O O O L &E 2 Q K F $7 M5 1 $ 03 , = * 3 ! 3 4 - ' 7 9 / ! S ! ## K ' ' ' ' ' 0 ' ! quot; - 7 7 C ( ; B $ */ : / 1 ' D * N N D 0 '9 N . N N $ 1 2 ! 8 7 . DT 5 ( + 5 5 / 3 RF R R9 R 1 9 $ $ . 6 ! - 7 E ; $ U 4 ? V 94; E . * *( ? *7 ; / quot; S % & R L quot; &+ L &--L 4 & . 6 . 6 - .( ( ; $; /. 9 ; * /* W / 1 1 2 + #. N R. ' R = quot; 1 : . 6 / ! - M / 3 % & L &L & # ; , . 6 ! 8 & E , ? . G R R 1
  8. 8. ) ! 8 46 ! . ! - ; ( ( * ; /, K / # 2 # ) -# R+ 1 D , 46 ! . ! - ; ( ( * ; /, K 2 ! # , 1 < 46 - 0 3 46 8 - ( ; F B */ ( E / # 3 < - / . N 9 N *D N N $ N 1 ! = . ! - ; D . ,7; ? / ( ) 2 2 $ 6 ' $ 46 $ 8> $ $ . ( *B / 5 $ ( / ) = . quot; ! - ! 9. , 4. * ( 5 )
  9. 9. ! quot; ; ? $ @ $ % . 6 ! - ?AB 46 CDDE 5 K /, 9 5 . / # % R & ## -! L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4 D& . 6 ! - ?& 46 ? 9 /E < /E quot; 7= ; 5 $; ? # 3 % R & 2 3 ) 3 3 L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4D & # , ! - ?2 ! - . 6 , quot;/ = $ / K / # % R & ## L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4 D& ) . 6 3 ! - Q /7 + 4 9 * / 3 % R & 3 2 2 ) - L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4D & . 6 46 ! - = + ( + quot; 9 / 3 % R & 3 3 -! L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4 D& - & . 6 ! - $ quot; /$ <= /? / - % R & ) 2 3 L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4 D& 3 . 6 ! - ! , /= G ( . 7 ,. $ / 3 % R & 2 2 ! 3 3 L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4D & ! . 6 ! - ?&/ ! F ' 5 /, *( 49. / ) % R & ! ) L 4D &9! 2 -! #3 D ! * 9#3 - L 4, R 4 D& 2 . 6 ! - 4 46 5 /E @ 9 9 / # + + % R & # ! ) 2 L 4D &9! 2 -! #3 D ! * . ! - quot; $ $ G ! 2 5 /E @ 9 9 / / 3 + + % R & 2 3 #2 -L 4D &9! 2 -! #3 D ! *

×