Conta-se que, um rato, olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e a
sua esposa abrir um pacote.
Pensou logo no tipo ...
O rato foi até o porco e lhe disse:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas nã...
Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira a agarrar a sua
vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o...
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-
la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. ...
O problema de um é um problema de todos.
O que acontece no mundo inteiro, diz respeito a cada um de nós, porque nos
afeta ...
Da próxima vez que te pedirem para ajudar, pensa nisto!
Ante os problemas daqueles que nos rodeiam, contudo, podemos ouvi-...
A ratoeira
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A ratoeira

181 visualizações

Publicada em

Mensagem espírita

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A ratoeira

  1. 1. Conta-se que, um rato, olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e a sua esposa abrir um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira, ficou aterrorizado. Correu pela fazenda advertindo a todos: -“ Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!!! “ A galinha, disse: “- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.”
  2. 2. O rato foi até o porco e lhe disse: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira! - Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhas preces. O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse: - O quê Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não! Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.
  3. 3. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira a agarrar a sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que tinha agarrado. Estava escuro, e ela não viu que a ratoeira tinha agarrado a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher. O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todos sabemos que, para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro agarrou no seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.
  4. 4. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá- la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e morreu. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo. Para refletir: Por acaso sou responsável por meu próximo? Quando você ouvir dizer que alguém está diante de um problema, e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se: Quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.
  5. 5. O problema de um é um problema de todos. O que acontece no mundo inteiro, diz respeito a cada um de nós, porque nos afeta de alguma forma. Metaforicamente, a Teoria do Caos diz que, “uma borboleta batendo asas na Amazônia pode provocar um furacão no Texas”. Isso pretende reforçar a ideia de que o mundo está conectado, e todos seus habitantes interagem, independente das distâncias. E, por isso. não penses em dizer : “eu não tenho nada com isso” ou “cada um que trate de si”. “Pois o problema de um é o problema de todos quando trabalhamos em equipe.”
  6. 6. Da próxima vez que te pedirem para ajudar, pensa nisto! Ante os problemas daqueles que nos rodeiam, contudo, podemos ouvi-los com paciência e caridade, dando-lhes esperança e consolo. Muita Paz! Meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br Com estudos comentados de O Livro dos Espíritos e de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

×