SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Mudanças propostas pelo
Acordo Ortográfico de 2008
Professora: Hélia Coelho Mello Cunha
2013
Hélia Coelho Mello Cunha
NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO
 Em 29 de setembro de 2008 foi
assinado pelo Presidente da
República, Luís Inácio Lula da Silva, o
Decreto nº 6.584, o qual estabelece o
cronograma para a vigência do
Acordo Ortográfico da Língua
Portuguesa.
 As regras do novo acordo ortográfico
passam a valer definitivamente a
partir de 1º de janeiro de 2016.
Hélia Coelho Mello Cunha
Objetivos do acordo:
 Unificar as regras do idioma no Brasil,
Cabo Verde, São Tomé e Príncipe,
Portugal, Angola, Guiné-Bissau,
Moçambique e Timor Leste
 Facilitar a integração comercial.
 Estimular o intercâmbio científico e
cultural entre esses países.
Hélia Coelho Mello Cunha
CURIOSIDADES
 No Brasil, 2 mil palavras
sofreram alterações, ou seja,
0,5% do total.
 Em Portugal cerca de 10 mil
termos mudaram - 1,5%.
Hélia Coelho Mello Cunha
MUDANÇAS ORTOGRÁFICAS
 1943 -propósito de aproximar as normas
oficiais da língua usada no cotidiano,
incorporando brasileirismos, por
exemplo, “farmácia”.
 1971- o trema nos hiatos átonos (como
em "vaïdade") deixou de ser usado.
Além disso, o acento circunflexo
diferencial nas letras "e" e "o" das
palavras escritas da mesma maneira,
mas com sons distintos, foi eliminado.
Ex: “almôço”, “comêço”.
Hélia Coelho Mello Cunha
REGRAS SIMPLES
 ALFABETO passa de 23 para 26
letras: K, w e y voltam.
 TREMA - é eliminado das palavras
portuguesas e aportuguesadas, mas
permanece em nomes próprios
estrangeiros e derivados.
Hélia Coelho Mello Cunha
ACENTUAÇÃO
PERDEM O ACENTO:
a) Os ditongos ei e oi de timbre aberto
das paroxítonas. Ex: heroico/ herói.
b) Os hiatos ee e oo.
c) As paroxítonas homógrafas (acento
diferencial), como em: "côa"; "pára";
"péla"; "pêlo", "pélo". Facultativo:
substantivo "fôrma“. Continuam: “pôde”,
“pôr”.
Hélia Coelho Mello Cunha
ACENTUAÇÃO
PERDEM O ACENTO:
d) O i e o u tônicos das paroxítonas se
precedidas de ditongo, como "baiúca",
"feiúra", "cheiínho" e "saiínha".
e) O u tônico de formas verbais
rizotônicas (com acento na raiz) quando
parte dos grupos que e qui; gue e gui:
"apazigúe", "argúem", "averigúe",
"obliqúes".
Hélia Coelho Mello Cunha
O QUE MUDA NO USO DO HÍFEN
a) NÃO SE USA se o prefixo termina
em vogal e segundo elemento começa
com r ou s, que se duplicarão. Ex:
autorretrato, antessala.
b) USA-SE quando o prefixo termina
com mesma vogal que inicia o segundo
elemento. "Antiinflacionário”.
C) NÃO SE USA com o prefixo co-,
ainda que segundo elemento comece
pela vogal o: "coordenar".
Hélia Coelho Mello Cunha
O QUE MUDA NO USO DO HÍFEN
d) NÃO SE USA se o prefixo termina
em vogal diferente da que inicia o
segundo elemento: autoescola,
contraindicação.
e) NÃO SE USA o hífen em compostos
em que se perdeu a noção de
composição: “parachoque”.
Hélia Coelho Mello Cunha
HÍFEN EM LOCUÇÕES
Não se usa hífen nas locuções
(substantivas, adjetivas, pronominais,
verbais, adverbiais, prepositivas ou
conjuntivas), como em: cão de guarda,
fim de semana, café com leite, pão de
mel, pão com manteiga, sala de jantar,
cor de vinho, à vontade, abaixo de,
acerca de, a fim de que.
Hélia Coelho Mello Cunha
HÍFEN EM LOCUÇÕES
USA-SE (exceções) com algumas
locuções consagradas pelo uso. É o
caso de expressões como: água-de-
colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa,
mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao-
deus-dará, à queima-roupa.
Hélia Coelho Mello Cunha

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Bar bodega la tipica
Bar bodega la tipicaBar bodega la tipica
Bar bodega la tipicaedunovell98
 
Herramientas educativas web 2
Herramientas educativas web 2Herramientas educativas web 2
Herramientas educativas web 2hmauricio92
 
Sociales 2ºb xxxx
Sociales 2ºb   xxxxSociales 2ºb   xxxx
Sociales 2ºb xxxxmiguelxabi
 
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHP
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHPTAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHP
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHPromimaira
 
Slidshare
SlidshareSlidshare
Slidsharedahely
 
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiusso
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiussoLos inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiusso
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiussoAntonioCabrala
 
Manuel bandeira cotidiano (1)
Manuel bandeira cotidiano (1)Manuel bandeira cotidiano (1)
Manuel bandeira cotidiano (1)nagelavdb
 
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiusso
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiussoEl auto fantástico.pptx. antonio horacio stiusso
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiussoAntonioCabrala
 
Oséias Corretor - Portal Alvorada II Silvio Iwata Maringá
 Oséias Corretor - Portal Alvorada II   Silvio Iwata Maringá Oséias Corretor - Portal Alvorada II   Silvio Iwata Maringá
Oséias Corretor - Portal Alvorada II Silvio Iwata MaringáOséias Corretor de Imóveis
 
El alcoholismo
El alcoholismoEl alcoholismo
El alcoholismogrupo201
 
Actividad practica lorena
Actividad practica lorenaActividad practica lorena
Actividad practica lorenalorepatri9219
 
Diesel. antonio horacio stiuso
Diesel. antonio horacio stiusoDiesel. antonio horacio stiuso
Diesel. antonio horacio stiusoAntonioCabrala
 
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de Arborizacion
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de ArborizacionPlaza de las Banderas 3 Propuestas de Arborizacion
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de ArborizacionJigoteRevolucion
 

Destaque (20)

Genevieve_Resume_CS
Genevieve_Resume_CSGenevieve_Resume_CS
Genevieve_Resume_CS
 
Bar bodega la tipica
Bar bodega la tipicaBar bodega la tipica
Bar bodega la tipica
 
Programa_proteção_mãos
Programa_proteção_mãosPrograma_proteção_mãos
Programa_proteção_mãos
 
Herramientas educativas web 2
Herramientas educativas web 2Herramientas educativas web 2
Herramientas educativas web 2
 
PLANIFICACIÓN ESTRATEGICA FODA
PLANIFICACIÓN ESTRATEGICA FODAPLANIFICACIÓN ESTRATEGICA FODA
PLANIFICACIÓN ESTRATEGICA FODA
 
Sociales 2ºb xxxx
Sociales 2ºb   xxxxSociales 2ºb   xxxx
Sociales 2ºb xxxx
 
Educando a un niño
Educando a un niñoEducando a un niño
Educando a un niño
 
Trabajo de informatica
Trabajo de informaticaTrabajo de informatica
Trabajo de informatica
 
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHP
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHPTAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHP
TAREA DE ORGANIZADORES GRAFICO DEL PHP
 
Slidshare
SlidshareSlidshare
Slidshare
 
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiusso
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiussoLos inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiusso
Los inicios del volkswagen y su relación con.pptx. antonio stiusso
 
Manuel bandeira cotidiano (1)
Manuel bandeira cotidiano (1)Manuel bandeira cotidiano (1)
Manuel bandeira cotidiano (1)
 
2. van hiele
2. van hiele2. van hiele
2. van hiele
 
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiusso
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiussoEl auto fantástico.pptx. antonio horacio stiusso
El auto fantástico.pptx. antonio horacio stiusso
 
Oséias Corretor - Portal Alvorada II Silvio Iwata Maringá
 Oséias Corretor - Portal Alvorada II   Silvio Iwata Maringá Oséias Corretor - Portal Alvorada II   Silvio Iwata Maringá
Oséias Corretor - Portal Alvorada II Silvio Iwata Maringá
 
El alcoholismo
El alcoholismoEl alcoholismo
El alcoholismo
 
Karen fajardo
Karen fajardoKaren fajardo
Karen fajardo
 
Actividad practica lorena
Actividad practica lorenaActividad practica lorena
Actividad practica lorena
 
Diesel. antonio horacio stiuso
Diesel. antonio horacio stiusoDiesel. antonio horacio stiuso
Diesel. antonio horacio stiuso
 
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de Arborizacion
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de ArborizacionPlaza de las Banderas 3 Propuestas de Arborizacion
Plaza de las Banderas 3 Propuestas de Arborizacion
 

Semelhante a Acordo Ortográfico

Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Sonia Beth
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoEscolanelda
 
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluido
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluidoNovo acordo ortografico da lingua portuguesa concluido
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluidoRossySchramm
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográficoGraça Vital
 
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaPriscila Vila Verde
 
Reforma ortográfica e redação técnica
Reforma ortográfica e redação técnicaReforma ortográfica e redação técnica
Reforma ortográfica e redação técnicaMaria Lina
 
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasVanda Crivillari
 
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasvandacrivillari
 
Reformaortografica 2009 Vanessa
Reformaortografica 2009 VanessaReformaortografica 2009 Vanessa
Reformaortografica 2009 VanessaVanessa Dagostim
 

Semelhante a Acordo Ortográfico (20)

Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)
 
PEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo OrtográficoPEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo Ortográfico
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Reforma ortográfica adalzira
Reforma ortográfica  adalziraReforma ortográfica  adalzira
Reforma ortográfica adalzira
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluido
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluidoNovo acordo ortografico da lingua portuguesa concluido
Novo acordo ortografico da lingua portuguesa concluido
 
Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
 
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesa
 
Reforma ortográfica e redação técnica
Reforma ortográfica e redação técnicaReforma ortográfica e redação técnica
Reforma ortográfica e redação técnica
 
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
 
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
 
Reformaortografica 2009 Vanessa
Reformaortografica 2009 VanessaReformaortografica 2009 Vanessa
Reformaortografica 2009 Vanessa
 
Natacha
NatachaNatacha
Natacha
 
Natacha
NatachaNatacha
Natacha
 

Mais de Helia Coelho Mello

Progymnasmata um presente dos gregos
Progymnasmata   um presente dos gregosProgymnasmata   um presente dos gregos
Progymnasmata um presente dos gregosHelia Coelho Mello
 
IV Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica
IV Congresso da Sociedade Brasileira de RetóricaIV Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica
IV Congresso da Sociedade Brasileira de RetóricaHelia Coelho Mello
 
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom Bril
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom BrilA Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom Bril
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom BrilHelia Coelho Mello
 
O debate que balança a palavra na rede
O debate que balança a palavra na redeO debate que balança a palavra na rede
O debate que balança a palavra na redeHelia Coelho Mello
 
A Retórica Desmascara o Discurso
A Retórica Desmascara o DiscursoA Retórica Desmascara o Discurso
A Retórica Desmascara o DiscursoHelia Coelho Mello
 
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.Helia Coelho Mello
 
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTA
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTADIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTA
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTAHelia Coelho Mello
 
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃO
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃOARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃO
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃOHelia Coelho Mello
 
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?Helia Coelho Mello
 
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOSRETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOSHelia Coelho Mello
 

Mais de Helia Coelho Mello (20)

Progymnasmata um presente dos gregos
Progymnasmata   um presente dos gregosProgymnasmata   um presente dos gregos
Progymnasmata um presente dos gregos
 
IV Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica
IV Congresso da Sociedade Brasileira de RetóricaIV Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica
IV Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica
 
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom Bril
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom BrilA Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom Bril
A Retórica das Mil e Uma Utilidades da Bom Bril
 
Sofismas
SofismasSofismas
Sofismas
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
O debate que balança a palavra na rede
O debate que balança a palavra na redeO debate que balança a palavra na rede
O debate que balança a palavra na rede
 
O discurso é a estrela
O discurso é a estrelaO discurso é a estrela
O discurso é a estrela
 
A Retórica Desmascara o Discurso
A Retórica Desmascara o DiscursoA Retórica Desmascara o Discurso
A Retórica Desmascara o Discurso
 
Minicurso Enletrarte 2015
Minicurso Enletrarte 2015Minicurso Enletrarte 2015
Minicurso Enletrarte 2015
 
Minicurso Enletrate 2015
Minicurso Enletrate 2015Minicurso Enletrate 2015
Minicurso Enletrate 2015
 
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.
DISSERTAÇÃO NÃO É PSICOGRAFIA. É PRECISO PLANEJAR.
 
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTA
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTADIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTA
DIMINUTIVO: O GRAU QUE AFAGA OU AFASTA
 
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃO
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃOARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃO
ARGUMENTAÇÃO COM DISPOSIÇÃO
 
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?
FIGURA RETÓRICA: FLOR OU ESPADA?
 
SOFISMAS DA ATUALIDADE
SOFISMAS DA ATUALIDADESOFISMAS DA ATUALIDADE
SOFISMAS DA ATUALIDADE
 
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOSRETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS
RETÓRICA: CHAVE DA LEITURA DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS
 
Falácias
FaláciasFalácias
Falácias
 
Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
 
Coerência textual
Coerência textualCoerência textual
Coerência textual
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................mariagrave
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfbragamoysesaline
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 

Último (20)

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 

Acordo Ortográfico

  • 1. Mudanças propostas pelo Acordo Ortográfico de 2008 Professora: Hélia Coelho Mello Cunha 2013 Hélia Coelho Mello Cunha
  • 2. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO  Em 29 de setembro de 2008 foi assinado pelo Presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, o Decreto nº 6.584, o qual estabelece o cronograma para a vigência do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.  As regras do novo acordo ortográfico passam a valer definitivamente a partir de 1º de janeiro de 2016. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 3. Objetivos do acordo:  Unificar as regras do idioma no Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Portugal, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste  Facilitar a integração comercial.  Estimular o intercâmbio científico e cultural entre esses países. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 4. CURIOSIDADES  No Brasil, 2 mil palavras sofreram alterações, ou seja, 0,5% do total.  Em Portugal cerca de 10 mil termos mudaram - 1,5%. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 5. MUDANÇAS ORTOGRÁFICAS  1943 -propósito de aproximar as normas oficiais da língua usada no cotidiano, incorporando brasileirismos, por exemplo, “farmácia”.  1971- o trema nos hiatos átonos (como em "vaïdade") deixou de ser usado. Além disso, o acento circunflexo diferencial nas letras "e" e "o" das palavras escritas da mesma maneira, mas com sons distintos, foi eliminado. Ex: “almôço”, “comêço”. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 6. REGRAS SIMPLES  ALFABETO passa de 23 para 26 letras: K, w e y voltam.  TREMA - é eliminado das palavras portuguesas e aportuguesadas, mas permanece em nomes próprios estrangeiros e derivados. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 7. ACENTUAÇÃO PERDEM O ACENTO: a) Os ditongos ei e oi de timbre aberto das paroxítonas. Ex: heroico/ herói. b) Os hiatos ee e oo. c) As paroxítonas homógrafas (acento diferencial), como em: "côa"; "pára"; "péla"; "pêlo", "pélo". Facultativo: substantivo "fôrma“. Continuam: “pôde”, “pôr”. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 8. ACENTUAÇÃO PERDEM O ACENTO: d) O i e o u tônicos das paroxítonas se precedidas de ditongo, como "baiúca", "feiúra", "cheiínho" e "saiínha". e) O u tônico de formas verbais rizotônicas (com acento na raiz) quando parte dos grupos que e qui; gue e gui: "apazigúe", "argúem", "averigúe", "obliqúes". Hélia Coelho Mello Cunha
  • 9. O QUE MUDA NO USO DO HÍFEN a) NÃO SE USA se o prefixo termina em vogal e segundo elemento começa com r ou s, que se duplicarão. Ex: autorretrato, antessala. b) USA-SE quando o prefixo termina com mesma vogal que inicia o segundo elemento. "Antiinflacionário”. C) NÃO SE USA com o prefixo co-, ainda que segundo elemento comece pela vogal o: "coordenar". Hélia Coelho Mello Cunha
  • 10. O QUE MUDA NO USO DO HÍFEN d) NÃO SE USA se o prefixo termina em vogal diferente da que inicia o segundo elemento: autoescola, contraindicação. e) NÃO SE USA o hífen em compostos em que se perdeu a noção de composição: “parachoque”. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 11. HÍFEN EM LOCUÇÕES Não se usa hífen nas locuções (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuntivas), como em: cão de guarda, fim de semana, café com leite, pão de mel, pão com manteiga, sala de jantar, cor de vinho, à vontade, abaixo de, acerca de, a fim de que. Hélia Coelho Mello Cunha
  • 12. HÍFEN EM LOCUÇÕES USA-SE (exceções) com algumas locuções consagradas pelo uso. É o caso de expressões como: água-de- colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao- deus-dará, à queima-roupa. Hélia Coelho Mello Cunha