INTELIGÊNCIA CRIATIVA
A economia criativa considera como seu principal vetor,
a criatividade como valor econômico. Ou seja...
INTELIGÊNCIA CRIATIVA
A partir de ações informativas específicas sobre a
mudança de pensamento que este processo propõe
(p...
INTELIGÊNCIA CRIATIVA
Com experiência em cargos de confiança em multinacionais de
grande porte (Volkswagen, Ford, Autolati...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Inteligência criativa no desenvolvimento de processos de inovação não tecnológicos

168 visualizações

Publicada em

O desenvolvimento da inteligência criativa dentro da corporação estimula soluções não convencionais para problemáticas que afligem os gestores no atual panorama nacional.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
168
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Inteligência criativa no desenvolvimento de processos de inovação não tecnológicos

  1. 1. INTELIGÊNCIA CRIATIVA A economia criativa considera como seu principal vetor, a criatividade como valor econômico. Ou seja, a criatividade tem fator de contribuição de tão grande importância na inovação que passa a ter um valor próprio, não monetário, o que podemos chamar aqui de Valor Criativo. O Valor Criativo de um grupo de colaboradores devidamente estimulado, resgatando neste processo todo o conhecimento e experiência vivencial que cada participante acumulou em sua trajetória pessoal, teremos em mãos a INTELIGÊNCIA CRIATIVA coletiva.
  2. 2. INTELIGÊNCIA CRIATIVA A partir de ações informativas específicas sobre a mudança de pensamento que este processo propõe (principalmente mudança de atitude competitiva para colaborativa), aliadas a ferramentas de fácil aplicação a qualquer nível dentro da empresa ou instituição, estimulamos o desenvolvimento de processos de inovação não tecnológicos buscando alternativas ¨fora da caixinha¨ para os problemas que no atual panorama afligem os gestores.
  3. 3. INTELIGÊNCIA CRIATIVA Com experiência em cargos de confiança em multinacionais de grande porte (Volkswagen, Ford, Autolatina, Thyssen Krupp, SICK Optik Elektronic e Prensas Schuler) e considerável experiência vivencial em construção e desconstrução de processos (participou da fusão que resultou na AUTOLATINA e na desconstrução da Thyssen Production Systems em 4 empresas independentes), aliado aos conhecimentos adquiridos ao longo de quase 10 anos de acompanhamento da economia criativa no Brasil e em outros países mais passagem pela gestão pública, a idealizadora da Tucunaré, Helga Tytlik possui um olhar diferenciado na identificação das necessidades e possibilidades de desenvolvimento da inteligência criativa na equipe de sua empresa, propondo conscientização com consequente processo auto sustentável no pensamento criativo. Estamos a sua disposição para troca de ideias e possibilidades através do telefone (47) 9162.0922 ou contato@tucunare.art.br.

×