SlideShare uma empresa Scribd logo

Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco

Fisioterapia

1 de 28
Baixar para ler offline
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e desporto I
Professor: Cleanto Santos Vieira
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Introdução:
• A coluna vertebral é composta por
vértebras, em cujo interior existe um
canal por onde passa a medula
espinhal ou nervosa. Entre as
vértebras cervicais, torácicas e
lombares, estão os discos
intervertebrais, estruturas em forma
de anel, constituídas por tecido
cartilaginoso e elástico cuja função é
evitar o atrito entre uma vértebra e
outra e amortecer o impacto.
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Os discos intervertebrais
desgastam-se com o tempo e o uso
repetitivo, o que facilita a formação
de hérnias de disco, ou seja, parte
deles sai da posição normal e
comprime as raízes nervosas que
emergem da coluna.
• O problema é mais frequente nas
regiões lombar e cervical, por
serem áreas mais expostas ao
movimento e que suportam mais
carga.
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Principais causas:
• Predisposição genética é a causa de
maior importância para a formação
de hérnias discais, seguida do
envelhecimento, da pouca
atividade física e do tabagismo.
• Carregar ou levantar muito peso
também pode comprometer a
integridade do sistema muscular
que dá sustentação à coluna
vertebral e favorecer o
aparecimento de hérnias discais.
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Sintomas:
• A hérnia de disco pode ser
assintomática ou, então, provocar dor
de intensidade leve, moderada ou tão
forte que chega a ser incapacitante.
• Os sintomas são diversos e estão
associados à área em que foi
comprimida a raiz nervosa.
• Os mais comuns são: parestesia
(formigamento) com ou sem dor; dor
na coluna; na coluna e na perna (e/ou
coxa); apenas na perna ou na coxa; na
coluna e no braço; apenas no braço.
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Prevalência:
• A hérnia de disco acomete mais as
pessoas entre 30 e 50 anos, o que
não quer dizer que crianças, jovens
e idosos estejam livres dela.
• Estudos radiológicos mostram que
depois dos 50 anos, 30% da
população mundial apresentam
alguma forma assintomática desse
tipo de afecção na coluna.
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

15 -amplitude_de_movimento
15  -amplitude_de_movimento15  -amplitude_de_movimento
15 -amplitude_de_movimentoJohnny Martins
 
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotovelo
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotoveloAnatomia de superfície palpatória do braço e cotovelo
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotoveloRamaiane Batista da Silva
 
Reabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marquesReabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marquesDebora_Marques
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaNatha Fisioterapia
 
Complexo do ombro 2013 - 2
Complexo do ombro   2013 - 2Complexo do ombro   2013 - 2
Complexo do ombro 2013 - 2paraiba1974
 
Avaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaAvaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaFernando Valentim
 
Protocolos avaliacao-postural
Protocolos avaliacao-posturalProtocolos avaliacao-postural
Protocolos avaliacao-posturalNuno Amaro
 
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIA
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIAFisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIA
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIANay Ribeiro
 
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaTestes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaFisioterapeuta
 
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)FUAD HAZIME
 
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e Anamnese
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e AnamnesePropedêutica em Fisioterapia - Semiologia e Anamnese
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e AnamneseNadjane Barros Costa
 

Mais procurados (20)

Coluna lombar
Coluna lombarColuna lombar
Coluna lombar
 
15 -amplitude_de_movimento
15  -amplitude_de_movimento15  -amplitude_de_movimento
15 -amplitude_de_movimento
 
364411401 livro-cinesioterapia
364411401 livro-cinesioterapia364411401 livro-cinesioterapia
364411401 livro-cinesioterapia
 
Biomecanica do pé e tornozelo
Biomecanica do pé e tornozeloBiomecanica do pé e tornozelo
Biomecanica do pé e tornozelo
 
Tornozelo e pe
Tornozelo e peTornozelo e pe
Tornozelo e pe
 
Modulo 14
Modulo 14Modulo 14
Modulo 14
 
Cinesioterapia
CinesioterapiaCinesioterapia
Cinesioterapia
 
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotovelo
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotoveloAnatomia de superfície palpatória do braço e cotovelo
Anatomia de superfície palpatória do braço e cotovelo
 
Reabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marquesReabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marques
 
Joelho
JoelhoJoelho
Joelho
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebral
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
 
Complexo do ombro 2013 - 2
Complexo do ombro   2013 - 2Complexo do ombro   2013 - 2
Complexo do ombro 2013 - 2
 
Avaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaAvaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - Apostila
 
Protocolos avaliacao-postural
Protocolos avaliacao-posturalProtocolos avaliacao-postural
Protocolos avaliacao-postural
 
Cotovelo
CotoveloCotovelo
Cotovelo
 
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIA
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIAFisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIA
Fisioterapia em TRAUMATO ORTOPEDIA
 
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaTestes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
 
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
 
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e Anamnese
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e AnamnesePropedêutica em Fisioterapia - Semiologia e Anamnese
Propedêutica em Fisioterapia - Semiologia e Anamnese
 

Destaque

Avaliação fisioterapêutica i 2012
Avaliação fisioterapêutica i 2012Avaliação fisioterapêutica i 2012
Avaliação fisioterapêutica i 2012Karina Santaella
 
Avaliação funcional
Avaliação funcionalAvaliação funcional
Avaliação funcionalHugo Almeida
 
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em FisioterapiaSlides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapiaphpalacio
 
Avaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcionalAvaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcionalFabio Mazzola
 
Fisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicaFisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicalhorraynny
 
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapia
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapiaAula 1 definiçoes e historia da fisioterapia
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapiaMarcelo Jota
 
Programa de detección y prevención en la FEB
Programa de detección y prevención en la FEBPrograma de detección y prevención en la FEB
Programa de detección y prevención en la FEBBSJ Marketing
 
Fisioterapia em grupos especiais
Fisioterapia em grupos especiaisFisioterapia em grupos especiais
Fisioterapia em grupos especiaissaulo vinicius
 
Anatomia do quadril
Anatomia do quadril Anatomia do quadril
Anatomia do quadril BrunoGhem
 
Testes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IVTestes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IVJoão Lourenço
 
Fundamentos de Fisioterapia
Fundamentos de FisioterapiaFundamentos de Fisioterapia
Fundamentos de FisioterapiaEduardo Egisto
 

Destaque (20)

Fisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em TraumatofuncionalFisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em Traumatofuncional
 
Traumatologia Ortopédica
Traumatologia OrtopédicaTraumatologia Ortopédica
Traumatologia Ortopédica
 
Avaliação fisioterapêutica i 2012
Avaliação fisioterapêutica i 2012Avaliação fisioterapêutica i 2012
Avaliação fisioterapêutica i 2012
 
Avaliação funcional
Avaliação funcionalAvaliação funcional
Avaliação funcional
 
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em FisioterapiaSlides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
 
Avaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcionalAvaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcional
 
Traumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros InferioresTraumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros Inferiores
 
Fisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicaFisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédica
 
Semiologia ortopedica exame
Semiologia ortopedica   exameSemiologia ortopedica   exame
Semiologia ortopedica exame
 
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapia
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapiaAula 1 definiçoes e historia da fisioterapia
Aula 1 definiçoes e historia da fisioterapia
 
Fisioterapia
FisioterapiaFisioterapia
Fisioterapia
 
Aula hérnia de disco lombar
Aula hérnia de disco lombarAula hérnia de disco lombar
Aula hérnia de disco lombar
 
Hernia de disco
Hernia de discoHernia de disco
Hernia de disco
 
Programa de detección y prevención en la FEB
Programa de detección y prevención en la FEBPrograma de detección y prevención en la FEB
Programa de detección y prevención en la FEB
 
Trabajo pp-fisioterapia
Trabajo pp-fisioterapiaTrabajo pp-fisioterapia
Trabajo pp-fisioterapia
 
Fisioterapia em grupos especiais
Fisioterapia em grupos especiaisFisioterapia em grupos especiais
Fisioterapia em grupos especiais
 
Anatomia do quadril
Anatomia do quadril Anatomia do quadril
Anatomia do quadril
 
Testes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IVTestes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IV
 
Baloncesto
BaloncestoBaloncesto
Baloncesto
 
Fundamentos de Fisioterapia
Fundamentos de FisioterapiaFundamentos de Fisioterapia
Fundamentos de Fisioterapia
 

Semelhante a Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco

Hérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarHérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarSoraia Mateus
 
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdfmennahen sylver
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pgKn Expedições
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pgLuiz Otavio Quintino
 
Osgood – schlatter e condromalácia patelar
Osgood – schlatter e condromalácia patelarOsgood – schlatter e condromalácia patelar
Osgood – schlatter e condromalácia patelarnikkisilva
 
Avaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarAvaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarJunio Alves
 
Apresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaApresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaCinthia Salto
 
Apresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaApresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaCinthia Salto
 
Recuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAORecuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAOAngela Leal
 
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoBenefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoGaia Pilates
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Lizandra Nunnes
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Fernando Farias
 
Avaliação mmss apontamentos
Avaliação mmss   apontamentosAvaliação mmss   apontamentos
Avaliação mmss apontamentosRosana
 
Alteração Biomecânica do Cotovelo
Alteração Biomecânica do CotoveloAlteração Biomecânica do Cotovelo
Alteração Biomecânica do CotoveloWelisson Porto
 
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1Eliseu Correa
 

Semelhante a Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco (20)

Hérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarHérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombar
 
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf
67665124-Tendinite-Da-Pata-de-Ganso.pdf
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Osgood – schlatter e condromalácia patelar
Osgood – schlatter e condromalácia patelarOsgood – schlatter e condromalácia patelar
Osgood – schlatter e condromalácia patelar
 
Avaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarAvaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombar
 
Apresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaApresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcarea
 
Apresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcareaApresentação tendinopatia calcarea
Apresentação tendinopatia calcarea
 
Coluna cervical
Coluna cervicalColuna cervical
Coluna cervical
 
Modulo 17
Modulo 17Modulo 17
Modulo 17
 
Recuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAORecuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAO
 
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoBenefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
 
Escoliose
EscolioseEscoliose
Escoliose
 
Avaliação mmss apontamentos
Avaliação mmss   apontamentosAvaliação mmss   apontamentos
Avaliação mmss apontamentos
 
Ruptura distal do tendao do biceps
Ruptura distal do tendao do bicepsRuptura distal do tendao do biceps
Ruptura distal do tendao do biceps
 
Modulo_18.pdf
Modulo_18.pdfModulo_18.pdf
Modulo_18.pdf
 
Alteração Biomecânica do Cotovelo
Alteração Biomecânica do CotoveloAlteração Biomecânica do Cotovelo
Alteração Biomecânica do Cotovelo
 
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1
322610864 s07-maquinas-vs-pesos-livres-1
 

Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco

  • 1. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I Professor: Cleanto Santos Vieira Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 2. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Introdução: • A coluna vertebral é composta por vértebras, em cujo interior existe um canal por onde passa a medula espinhal ou nervosa. Entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, estão os discos intervertebrais, estruturas em forma de anel, constituídas por tecido cartilaginoso e elástico cuja função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 3. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Os discos intervertebrais desgastam-se com o tempo e o uso repetitivo, o que facilita a formação de hérnias de disco, ou seja, parte deles sai da posição normal e comprime as raízes nervosas que emergem da coluna. • O problema é mais frequente nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 4. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Principais causas: • Predisposição genética é a causa de maior importância para a formação de hérnias discais, seguida do envelhecimento, da pouca atividade física e do tabagismo. • Carregar ou levantar muito peso também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorecer o aparecimento de hérnias discais. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 5. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Sintomas: • A hérnia de disco pode ser assintomática ou, então, provocar dor de intensidade leve, moderada ou tão forte que chega a ser incapacitante. • Os sintomas são diversos e estão associados à área em que foi comprimida a raiz nervosa. • Os mais comuns são: parestesia (formigamento) com ou sem dor; dor na coluna; na coluna e na perna (e/ou coxa); apenas na perna ou na coxa; na coluna e no braço; apenas no braço. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 6. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Prevalência: • A hérnia de disco acomete mais as pessoas entre 30 e 50 anos, o que não quer dizer que crianças, jovens e idosos estejam livres dela. • Estudos radiológicos mostram que depois dos 50 anos, 30% da população mundial apresentam alguma forma assintomática desse tipo de afecção na coluna. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 7. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Diagnóstico clínico: • O diagnóstico pode ser feito clinicamente, levando em conta as características dos sintomas e o resultado do exame neurológico. • O teste de elevação da perna retificada é o mais significante teste para diagnóstico de hérnia discal lombar e avaliação da progressão desta condição. • O Teste de Lasègue, publicado em 1881 por Forst, discípulo de Charles Lasègue, é composto de duas etapas: primeiramente, realiza-se o TEPE. • Segue-se, então, a flexão do quadril com o joelho fletido, diferenciando a dor ciática da dor da articulação coxo-femoral. • Essas são algumas das mais conhecidas e utilizadas no nosso meio. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 8. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Exames complementares: • Exames como RX, tomografia e ressonância magnética ajudam a determinar o tamanho da lesão e em que exata região da coluna está localizada. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 9. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Ações preventivas: • Desenvolver hábitos saudáveis de vida e que estejam de acordo com as normas básicas estabelecidas pela Ergonomia, tais como: • - Prática regular de atividade física; • - Realização de exercícios de alongamento e de exercícios para fortalecer a musculatura abdominal e paravertebral; • - Postura corporal correta são medidas importantes para prevenir as doenças da coluna. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 10. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Tratamento conservador: • As hérnias de disco localizadas na coluna lombar, em geral, respondem bem ao tratamento clínico conservador. • O quadro se reverte com o uso de analgésicos e anti-inflamatórios (médico). • Repouso. • Fisioterapia (exercícios de fortalecimento e alongamento da região lombar, técnicas de acupuntura). • Em geral, em apenas um mês, 90% dos portadores dessas hérnias estão aptos para reassumir suas atividades rotineiras. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 11. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 12. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Hérnias de disco na coluna cervical podem surgir diretamente nessa região ou serem provocadas por alteração na curvatura e posicionamento da coluna vertebral durante a crise da hérnia lombar. • A escolha do tratamento, se cirúrgico ou não cirúrgico, considera a gravidade dos sintomas e o déficit motor. • Tratamento cirúrgico: • A cirurgia só é indicada quando o paciente não responde ao tratamento conservador e nos casos de compressão do nervo exercida por parte do disco que extravasou. • A correção cirúrgica desse defeito mecânico faz com que a dor desapareça completamente. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 13. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Reabilitação: • Pós operatório de 0 a 7 dias -> • - 1. Alongamento da raiz em supino • - 2. Alongamento da raiz em prono Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 14. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 3. Flexão e extensão (movimento de báscula da bacia) • - 4. Deitado em prono • - 5. Deitado em supino • - 6. Deitado de lado Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 15. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 7 a 14 dias -> • - 1. Alongamento da dura máter • - 2. Estiramento da raiz em supino • - 3. Flexão do Joelho em prono • - 4. extensão do joelho sentado Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 16. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 5. Flexão e extensão (báscula de bacia) • - 6. Flexão um joelho no peito • - 7. Deitado em prono sobre os cotovelos Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 17. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 14 a 21 dias -> • - 1. Alongamento da dura máter • - 2. Estiramento da raiz sentado • - 3. Flexão do joelho em prono Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 18. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 4. Flexão e extensão (Báscula da bacia) • - 5. Flexão de ambos os joelhos contra o peito (meia amplitude) Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 19. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 6. Deitado em prono sobre os cotovelos • - 7. Deitado em prono sobre os cotovelos (meia amplitude) Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 20. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Dependendo da evolução pode progredir para: • - 8. Extensão completa • - 9. Extensão de pé a meia amplitude Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 21. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 10. Fortalecimento dos músculos paravertebrais Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 22. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 21 a 28 dias -> • Continuar com os exercícios anteriores, com progressões da A.D.M. e número de repetições. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 23. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 28 a 35 dias -> • - 1. Alongamento em flexão total • - 2. Inclinação lateral Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 24. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 3. Flexão enrole e corrija-se Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 25. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 4. Extensão: • (A) Deitado em prono x... Minutos • (B) Deitado em prono nos cotovelos x... Minutos • (C) Extensão completa deitado x 10 repetições x...vezes ao dia. • (D) Extensão de pé completa x 10 repetições x... Vezes ao dia. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 26. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 5. Fortalecimento dos músculos paravertebrais • - 6. Fortalecimento abdominal Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 27. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 35 a 40 dias -> • - 1. Continuar os exercícios anteriores • - 2. Alongamento sentado em flexão total • - 3. Exercícios de fortalecimento dos paravertebrais Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  • 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • Ann Thomson, Fisioterapia de Tidy. Editora Santos. São Paulo, 1994. • Spine – Volume 21 Nº 24 S – 1996 Suplemento inteiro sobre Hérnia discal lombar – Diagnostico consenso sobre Diagnostico e tratamento. • McCulloch & William, Sindromes Dolorosas. Editora Sciences, 1986 São Paulo. • GUYTON, A.C. "Tratado de Fisiologia Médica".6º- edição,Rio de Janeiro,1984. • O'SULLIVAN, S.B. & SCMITZ, T.J. "Fisioterapia - Avaliação e Tratamento" . 2o Edição. Manole. São Paulo, 1993. • RODRIGUES, E.M. & GUIMARÃES, C.S. "Manual de Recursos Terapêuticos" Revinter. Rio de Janeiro, 1998. • UMPHRED, D. A. "Fisioterapia Neurológica". 2o edição. Manole, 1994.