Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e desporto I
Professor: Cleanto Santos Vieira
Cap 8: Patologias da coluna verte...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Introdução:
• A coluna vertebral é composta por
vértebras, em cu...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Os discos intervertebrais
desgastam-se com o tempo e o uso
repet...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Principais causas:
• Predisposição genética é a causa de
maior i...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Sintomas:
• A hérnia de disco pode ser
assintomática ou, então, ...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Prevalência:
• A hérnia de disco acomete mais as
pessoas entre 3...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Diagnóstico clínico:
• O diagnóstico pode ser feito clinicamente...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Exames complementares:
• Exames como RX, tomografia
e ressonânci...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Ações preventivas:
• Desenvolver hábitos saudáveis de vida
e que...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Tratamento conservador:
• As hérnias de disco localizadas na
col...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
Cap 8: Patologias da coluna vertebral –
Hérnia de disco
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Hérnias de disco na coluna cervical podem
surgir diretamente nes...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Reabilitação:
• Pós operatório de 0 a 7 dias ->
• - 1. Alongamen...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 3. Flexão e extensão (movimento
de báscula da bacia)
• - 4. De...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Pós operatório de 7 a 14 dias ->
• - 1. Alongamento da dura máte...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 5. Flexão e extensão (báscula
de bacia)
• - 6. Flexão um joelh...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Pós operatório de 14 a 21 dias ->
• - 1. Alongamento da dura mát...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 4. Flexão e extensão
(Báscula da bacia)
• - 5. Flexão de ambos...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 6. Deitado em prono sobre
os cotovelos
• - 7. Deitado em prono...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Dependendo da evolução
pode progredir para:
• - 8. Extensão comp...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 10. Fortalecimento dos
músculos paravertebrais
Cap 8: Patologi...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Pós operatório de 21 a 28 dias ->
• Continuar com os exercícios
...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Pós operatório de 28 a 35 dias
->
• - 1. Alongamento em flexão
t...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 3. Flexão enrole e corrija-se
Cap 8: Patologias da coluna vert...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 4. Extensão:
• (A) Deitado em prono x... Minutos
• (B) Deitado...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• - 5. Fortalecimento dos
músculos paravertebrais
• - 6. Fortaleci...
Fisioterapia aplicada a
traumato-ortopedia e
desporto I
• Pós operatório de 35 a 40
dias ->
• - 1. Continuar os exercícios...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• Ann Thomson, Fisioterapia de Tidy. Editora Santos. São Paulo, 1994.
• Spine – Volume 21 Nº 24...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco

3.059 visualizações

Publicada em

Fisioterapia

Publicada em: Celular
  • Seja o primeiro a comentar

Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da coluna vertebral - hérnia de disco

  1. 1. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I Professor: Cleanto Santos Vieira Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  2. 2. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Introdução: • A coluna vertebral é composta por vértebras, em cujo interior existe um canal por onde passa a medula espinhal ou nervosa. Entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, estão os discos intervertebrais, estruturas em forma de anel, constituídas por tecido cartilaginoso e elástico cuja função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  3. 3. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Os discos intervertebrais desgastam-se com o tempo e o uso repetitivo, o que facilita a formação de hérnias de disco, ou seja, parte deles sai da posição normal e comprime as raízes nervosas que emergem da coluna. • O problema é mais frequente nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  4. 4. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Principais causas: • Predisposição genética é a causa de maior importância para a formação de hérnias discais, seguida do envelhecimento, da pouca atividade física e do tabagismo. • Carregar ou levantar muito peso também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorecer o aparecimento de hérnias discais. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  5. 5. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Sintomas: • A hérnia de disco pode ser assintomática ou, então, provocar dor de intensidade leve, moderada ou tão forte que chega a ser incapacitante. • Os sintomas são diversos e estão associados à área em que foi comprimida a raiz nervosa. • Os mais comuns são: parestesia (formigamento) com ou sem dor; dor na coluna; na coluna e na perna (e/ou coxa); apenas na perna ou na coxa; na coluna e no braço; apenas no braço. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  6. 6. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Prevalência: • A hérnia de disco acomete mais as pessoas entre 30 e 50 anos, o que não quer dizer que crianças, jovens e idosos estejam livres dela. • Estudos radiológicos mostram que depois dos 50 anos, 30% da população mundial apresentam alguma forma assintomática desse tipo de afecção na coluna. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  7. 7. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Diagnóstico clínico: • O diagnóstico pode ser feito clinicamente, levando em conta as características dos sintomas e o resultado do exame neurológico. • O teste de elevação da perna retificada é o mais significante teste para diagnóstico de hérnia discal lombar e avaliação da progressão desta condição. • O Teste de Lasègue, publicado em 1881 por Forst, discípulo de Charles Lasègue, é composto de duas etapas: primeiramente, realiza-se o TEPE. • Segue-se, então, a flexão do quadril com o joelho fletido, diferenciando a dor ciática da dor da articulação coxo-femoral. • Essas são algumas das mais conhecidas e utilizadas no nosso meio. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  8. 8. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Exames complementares: • Exames como RX, tomografia e ressonância magnética ajudam a determinar o tamanho da lesão e em que exata região da coluna está localizada. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  9. 9. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Ações preventivas: • Desenvolver hábitos saudáveis de vida e que estejam de acordo com as normas básicas estabelecidas pela Ergonomia, tais como: • - Prática regular de atividade física; • - Realização de exercícios de alongamento e de exercícios para fortalecer a musculatura abdominal e paravertebral; • - Postura corporal correta são medidas importantes para prevenir as doenças da coluna. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  10. 10. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Tratamento conservador: • As hérnias de disco localizadas na coluna lombar, em geral, respondem bem ao tratamento clínico conservador. • O quadro se reverte com o uso de analgésicos e anti-inflamatórios (médico). • Repouso. • Fisioterapia (exercícios de fortalecimento e alongamento da região lombar, técnicas de acupuntura). • Em geral, em apenas um mês, 90% dos portadores dessas hérnias estão aptos para reassumir suas atividades rotineiras. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  11. 11. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  12. 12. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Hérnias de disco na coluna cervical podem surgir diretamente nessa região ou serem provocadas por alteração na curvatura e posicionamento da coluna vertebral durante a crise da hérnia lombar. • A escolha do tratamento, se cirúrgico ou não cirúrgico, considera a gravidade dos sintomas e o déficit motor. • Tratamento cirúrgico: • A cirurgia só é indicada quando o paciente não responde ao tratamento conservador e nos casos de compressão do nervo exercida por parte do disco que extravasou. • A correção cirúrgica desse defeito mecânico faz com que a dor desapareça completamente. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  13. 13. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Reabilitação: • Pós operatório de 0 a 7 dias -> • - 1. Alongamento da raiz em supino • - 2. Alongamento da raiz em prono Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  14. 14. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 3. Flexão e extensão (movimento de báscula da bacia) • - 4. Deitado em prono • - 5. Deitado em supino • - 6. Deitado de lado Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  15. 15. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 7 a 14 dias -> • - 1. Alongamento da dura máter • - 2. Estiramento da raiz em supino • - 3. Flexão do Joelho em prono • - 4. extensão do joelho sentado Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  16. 16. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 5. Flexão e extensão (báscula de bacia) • - 6. Flexão um joelho no peito • - 7. Deitado em prono sobre os cotovelos Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  17. 17. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 14 a 21 dias -> • - 1. Alongamento da dura máter • - 2. Estiramento da raiz sentado • - 3. Flexão do joelho em prono Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  18. 18. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 4. Flexão e extensão (Báscula da bacia) • - 5. Flexão de ambos os joelhos contra o peito (meia amplitude) Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  19. 19. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 6. Deitado em prono sobre os cotovelos • - 7. Deitado em prono sobre os cotovelos (meia amplitude) Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  20. 20. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Dependendo da evolução pode progredir para: • - 8. Extensão completa • - 9. Extensão de pé a meia amplitude Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  21. 21. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 10. Fortalecimento dos músculos paravertebrais Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  22. 22. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 21 a 28 dias -> • Continuar com os exercícios anteriores, com progressões da A.D.M. e número de repetições. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  23. 23. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 28 a 35 dias -> • - 1. Alongamento em flexão total • - 2. Inclinação lateral Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  24. 24. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 3. Flexão enrole e corrija-se Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  25. 25. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 4. Extensão: • (A) Deitado em prono x... Minutos • (B) Deitado em prono nos cotovelos x... Minutos • (C) Extensão completa deitado x 10 repetições x...vezes ao dia. • (D) Extensão de pé completa x 10 repetições x... Vezes ao dia. Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  26. 26. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • - 5. Fortalecimento dos músculos paravertebrais • - 6. Fortalecimento abdominal Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  27. 27. Fisioterapia aplicada a traumato-ortopedia e desporto I • Pós operatório de 35 a 40 dias -> • - 1. Continuar os exercícios anteriores • - 2. Alongamento sentado em flexão total • - 3. Exercícios de fortalecimento dos paravertebrais Cap 8: Patologias da coluna vertebral – Hérnia de disco
  28. 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • Ann Thomson, Fisioterapia de Tidy. Editora Santos. São Paulo, 1994. • Spine – Volume 21 Nº 24 S – 1996 Suplemento inteiro sobre Hérnia discal lombar – Diagnostico consenso sobre Diagnostico e tratamento. • McCulloch & William, Sindromes Dolorosas. Editora Sciences, 1986 São Paulo. • GUYTON, A.C. "Tratado de Fisiologia Médica".6º- edição,Rio de Janeiro,1984. • O'SULLIVAN, S.B. & SCMITZ, T.J. "Fisioterapia - Avaliação e Tratamento" . 2o Edição. Manole. São Paulo, 1993. • RODRIGUES, E.M. & GUIMARÃES, C.S. "Manual de Recursos Terapêuticos" Revinter. Rio de Janeiro, 1998. • UMPHRED, D. A. "Fisioterapia Neurológica". 2o edição. Manole, 1994.

×