SlideShare uma empresa Scribd logo

Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laboratorial e tratamento.pdf

Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laboratorial e tratamento

1 de 6
Baixar para ler offline
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
CURSO: BIOMEDICINA
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
Curso: Biomedicina Semestre: 4º REG / 3º FLEX
Objetivos da
Aprendizagem:
A produção textual é um procedimento metodológico de ensino
aprendizagem que tem por objetivos:
• Instigar os alunos para o planejamento de atividades
diferenciadas.
• Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar
embasamento para atuação em atividades
extracurriculares.
• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o
autoaprendizado.
• Favorecer a aprendizagem.
• Promover a aplicação da teoria e conceitos para a
solução de problemas práticos relativos à profissão.
Prezados(as) alunos(as),
Seja bem-vindo a este semestre!
A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá como temática Doenças
Parasitárias e infectocontagiosas: diagnóstico laboratorial e tratamento. Escolhemos esta temática
para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse
semestre conforme o eixo integrador.
Na atividade de produção textual, os alunos responderão questionamentos relacionados a
cada disciplina estudada no semestre, a fim de elucidar e resolver a situação-problema (Situação
Geradora de Aprendizagem – SGA) proposta.
SITUAÇÃO GERADOTA DE APRENIZAGEM (SGA)
Paciente do sexo masculino, 45 anos de idade, natural de Água Preta – PE, compareceu ao
serviço de Infectologia, no setor da DIP (Doenças Infecto-Parasitárias) do Hospital Universitário, com
queixa de “ferida no nariz e no pênis que não cicatrizava”. Na avaliação da história atual da doença,
verificou-se que o paciente era HIV soropositivo e apresentava uma lesão ulcerada em asa direita
nasal com comprometimento da mucosa do assoalho nasal, causando obstrução nasal e lesão
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
avançada em glande peniana com a presença de infecção secundária caracterizada por uma miíase,
a qual havia se instalado antes da lesão nasal. O paciente relatou um tempo de evolução de 8 meses
da lesão nasal, e, há mais tempo, a lesão do pênis. Apresentava sintomatologia dolorosa na região
nasal e peniana, associada também a algúria.
Paciente relata ainda que foi atendido no posto de saúde de sua cidade, onde foram
administradas Penicilina e Tetraciclina, sem resolução. Uso também de Glucantime, nome comercial
do antimonial pentavalente, sem que tenha completado a terapia.
Ao exame físico, o paciente apresentava-se com Estado Geral Regular (EGR), consciente,
orientado, eupnéico, afebril, hidratado, acianótico e deambulando. Na revisão dos sistemas, não
foram encontradas alterações cardio-pulmonares. No exame abdominal não foram observadas
vísceras palpáveis, sem evidência de visceromegalias, ou dores às palpações, afastando a hipótese
de associação com a forma visceral da leishmaniose, em que o aspecto da lesão fornecia a hipótese
diagnóstica.
Durante o exame loco-regional da face, observou-se lesão ulcerada, com bordas elevadas e
eritematosas, na região de asa do nariz com assoalho nasal do lado direito, com presença de
conteúdo granulomatoso e purulento e a presença de crostas, além do comprometimento da
cartilagem alar, sem alterações no septo. Havia aumento e eritema dos tecidos moles circunvizinhos,
como dorso nasal, asa do nariz, região naso-geniana e lábio superior do lado direito, com
características de celulite.
Na inspeção intrabucal, não se evidenciaram alterações. No exame peniano, segundo
avaliação conjunta com infectologista e urologista, havia lesão avançada em região de glande, com
ulcerações, aumento de volume com aspecto desfigurante, supuração e presença de larvas.
Em exame tomográfico computadorizado, em cortes axiais e coronais com janela para tecido
mole, não foi observado aspecto infiltrativo, mantendo a preservação do tecido ósseo subjacente,
assim como fossas nasais e seio maxilar. Diante dos achados clínicos, sugeriu-se Leishmaniose muco-
cutânea, com sítio de inoculação em pênis e manifestação muco-cutânea em região nasal. Foi iniciada
administração medicamentosa de Anfotericina B na dosagem de 1mg/Kg/dia, com dose diária de 50
mg por via endovenosa.
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
Simultaneamente foi realizada uma biópsia incisional da lesão nasal para avaliação
histopatológica. Com 7 dias de pós-operatório e medicação, pode-se observar diminuição do volume
facial, diminuição do eritema e melhora no aspecto da ulceração.
O laudo histopatológico não foi conclusivo, apenas sugestivo da leishmaniose, sem
observação dos parasitas diretamente. Não foram realizados mais exames complementares em razão
da satisfatória resposta terapêutica à medicação administrada.
No 30° dia, o paciente já apresentava cicatrização completa da lesão nasal, e
simultaneamente da lesão peniana, confirmada a hipótese de serem lesões causadas pela
leishmaniose, devido ao aspecto mutilante e cicatrização desfigurante que a doença provoca.
DESAFIOS PROPOSTOS
1. Discuta os mecanismos que determinam o aparecimento de lesões secundárias distantes do
local de inoculação de Leishmania no hospedeiro.
2. O paciente apresentou diversas lesões características da Leishmaniose Tegumentar Americana
(LTA), descreva essas lesões.
3. Discuta a relevância, para o caso apresentado, da informação sobre o paciente ser HIV positivo.
Em caso de co-infecção por HIV e Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), como a doença
se manifestaria?
4. Discuta o mecanismo de ação dos medicamentos utilizados.
5. Como é realizado o diagnóstico da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA)? Aponte os
principais exames utilizados para fim de diagnóstico: imunológicos, parasitológicos e
moleculares e histopatológicos.
NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL
1. O trabalho será realizado em grupos, de 02 a 07 alunos, no máximo.
2. A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam
as orientações do Tutor Presencial, responsável por cadastrar os grupos no sistema.
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
3. Importante: somente o líder do grupo conseguirá cadastrar o trabalho finalizado no sistema,
o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao
prazo limite de postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe
prorrogação para a postagem da atividade.
4. O trabalho final deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade,
sendo organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes,
alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de
citações e referências, entre outros elementos importantes), conforme modelo disponível no
AVA.
5. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos
aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os trabalhos
plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-se de que a
prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada
no âmbito acadêmico.
6. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob nenhuma
hipótese, trabalhos enviados em PDF.
A seguir, apresentamos a vocês alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do
Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual:
• Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento ao
número de páginas solicitadas.
• Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução,
desenvolvimento e conclusão).
• Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma
padrão.
• Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade,
criatividade, originalidade e autenticidade.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO - PTG
• Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores
eventualmente citados.
Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhes atender em suas dúvidas
e, também, para repassar orientações sempre que vocês precisarem. Aproveite esta oportunidade
para realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário.
Bom trabalho a todos!
Equipe de professores
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com

Recomendados

Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laborator...
Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laborator...Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laborator...
Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laborator...HELENO FAVACHO
 
Doença obstrutiva crônica e a atuação farmacêutica - Farmácia 2º e 3º semestr...
Doença obstrutiva crônica e a atuação farmacêutica - Farmácia 2º e 3º semestr...Doença obstrutiva crônica e a atuação farmacêutica - Farmácia 2º e 3º semestr...
Doença obstrutiva crônica e a atuação farmacêutica - Farmácia 2º e 3º semestr...HELENO FAVACHO
 
Farmácia - contaminação de alimentos por pesticidas organoclorados e alteraçõ...
Farmácia - contaminação de alimentos por pesticidas organoclorados e alteraçõ...Farmácia - contaminação de alimentos por pesticidas organoclorados e alteraçõ...
Farmácia - contaminação de alimentos por pesticidas organoclorados e alteraçõ...HELENO FAVACHO
 
Biomedicina - Infecções sexualmente transmissíveis diagnóstico laboratorial e...
Biomedicina - Infecções sexualmente transmissíveis diagnóstico laboratorial e...Biomedicina - Infecções sexualmente transmissíveis diagnóstico laboratorial e...
Biomedicina - Infecções sexualmente transmissíveis diagnóstico laboratorial e...HELENO FAVACHO
 
Podologia - Onicomicose em idosos.pdf
Podologia - Onicomicose em idosos.pdfPodologia - Onicomicose em idosos.pdf
Podologia - Onicomicose em idosos.pdfHELENO FAVACHO
 
A ocorrência de parasitoses intestinais em pacientes que possuem diagnóstico ...
A ocorrência de parasitoses intestinais em pacientes que possuem diagnóstico ...A ocorrência de parasitoses intestinais em pacientes que possuem diagnóstico ...
A ocorrência de parasitoses intestinais em pacientes que possuem diagnóstico ...HELENO FAVACHO
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laboratorial e tratamento.pdf

Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdf
Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdfDoença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdf
Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdfHELENO FAVACHO
 
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfFarmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfHELENO FAVACHO
 
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...HELENO FAVACHO
 
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...HELENO FAVACHO
 
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
A gastrite   farmácia semestre 3º  e 4ºA gastrite   farmácia semestre 3º  e 4º
A gastrite farmácia semestre 3º e 4ºHELENO FAVACHO
 
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...trabalhosnota10sp
 
Cristina sexo feminino 47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...
Cristina sexo feminino  47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...Cristina sexo feminino  47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...
Cristina sexo feminino 47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...HELENO FAVACHO
 
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...HELENO FAVACHO
 
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdf
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdfPolitraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdf
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdfHELENO FAVACHO
 
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flex
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flexCâncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flex
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flexHELENO FAVACHO
 
AREAS DA SAUDE 2022.pdf
AREAS DA SAUDE 2022.pdfAREAS DA SAUDE 2022.pdf
AREAS DA SAUDE 2022.pdfArlenoFavacho2
 
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...HELENO FAVACHO
 
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...HELENO FAVACHO
 
Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Arleno
 
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdf
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdfENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdf
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdfArlenoFavacho2
 

Semelhante a Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laboratorial e tratamento.pdf (20)

Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdf
Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdfDoença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdf
Doença obstrutiva crônica e a atuação biomédica - 2º e 3º semestre.pdf
 
BIOMEDICINA 4 E 5.pdf
BIOMEDICINA 4 E 5.pdfBIOMEDICINA 4 E 5.pdf
BIOMEDICINA 4 E 5.pdf
 
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfFarmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
 
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
 
Enfermagem - H1N1.pdf
Enfermagem - H1N1.pdfEnfermagem - H1N1.pdf
Enfermagem - H1N1.pdf
 
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...
Pesquisa e Desenvolvimento de novos fármacos homeopáticos - Farmácia 6º e 7º ...
 
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
A gastrite   farmácia semestre 3º  e 4ºA gastrite   farmácia semestre 3º  e 4º
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
 
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
Alterações pulmonares e distúrbios de coagulação sanguínea e sua relação com ...
 
Cristina sexo feminino 47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...
Cristina sexo feminino  47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...Cristina sexo feminino  47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...
Cristina sexo feminino 47 anos de idade não possui comorbidades e nem faz us...
 
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...
Farmácia - Desenvolvimento de um novo medicamento para tratamento da tubercul...
 
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdf
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdfPolitraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdf
Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica - Fisioterapia 2º e 3º semestre.pdf
 
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flex
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flexCâncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flex
Câncer patogênese e fatores associados – biomedicina semestre 4º reg e 3º flex
 
ENFERMAGEM 2 E 3.pdf
ENFERMAGEM 2 E 3.pdfENFERMAGEM 2 E 3.pdf
ENFERMAGEM 2 E 3.pdf
 
BIOMEDICINA 7.pdf
BIOMEDICINA 7.pdfBIOMEDICINA 7.pdf
BIOMEDICINA 7.pdf
 
AREAS DA SAUDE 2022.pdf
AREAS DA SAUDE 2022.pdfAREAS DA SAUDE 2022.pdf
AREAS DA SAUDE 2022.pdf
 
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...
Enfermagem - Infecção de ferida cirúrgica por microrganismos resistentes e a ...
 
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...
a compreensão da relação entre as aplicações radiológicas e atuação profissio...
 
Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4
 
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdf
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdfENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdf
ENFERMAGEM SAUDE DA MULHER CRIANÇA E ADOLESCENTE.pdf
 
Lesão Ulcerada em Dorso Lingual
Lesão Ulcerada em Dorso LingualLesão Ulcerada em Dorso Lingual
Lesão Ulcerada em Dorso Lingual
 

Mais de HELENO FAVACHO

Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docx
Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docxProjeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docx
Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docxHELENO FAVACHO
 
Matemática - Formação Continuada.docx
Matemática - Formação Continuada.docxMatemática - Formação Continuada.docx
Matemática - Formação Continuada.docxHELENO FAVACHO
 
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docx
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docxEngenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docx
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docxHELENO FAVACHO
 
Estágio Educação Física Bachareado.docx
Estágio Educação Física Bachareado.docxEstágio Educação Física Bachareado.docx
Estágio Educação Física Bachareado.docxHELENO FAVACHO
 
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docx
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docxESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docx
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docxHELENO FAVACHO
 
Plano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxPlano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxHELENO FAVACHO
 
Plano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxPlano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxHELENO FAVACHO
 
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docx
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docxGestão de Cooperativas - ELO SOJA.docx
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docxHELENO FAVACHO
 
PTI - PILHA em Python.docx
PTI - PILHA em Python.docxPTI - PILHA em Python.docx
PTI - PILHA em Python.docxHELENO FAVACHO
 
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docx
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docxFísioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docx
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docxHELENO FAVACHO
 
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docx
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docxPTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docx
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docxHELENO FAVACHO
 
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...HELENO FAVACHO
 
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docx
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docxAgronomia - os sistemas agroflorestais.docx
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docxHELENO FAVACHO
 
PTI - gestão de risco associada a negócios.docx
PTI - gestão de risco associada a negócios.docxPTI - gestão de risco associada a negócios.docx
PTI - gestão de risco associada a negócios.docxHELENO FAVACHO
 
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docx
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docxProjeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docx
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docxHELENO FAVACHO
 
NUTRIÇÃO Saúde coletiva e alimentação saudável.docx
NUTRIÇÃO  Saúde coletiva e alimentação saudável.docxNUTRIÇÃO  Saúde coletiva e alimentação saudável.docx
NUTRIÇÃO Saúde coletiva e alimentação saudável.docxHELENO FAVACHO
 
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdf
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdfProjeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdf
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdfHELENO FAVACHO
 
PTI - funções básicas de um computador.pdf
PTI - funções básicas de um computador.pdfPTI - funções básicas de um computador.pdf
PTI - funções básicas de um computador.pdfHELENO FAVACHO
 
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...HELENO FAVACHO
 
Plano Estágio 2022.pdf
Plano Estágio 2022.pdfPlano Estágio 2022.pdf
Plano Estágio 2022.pdfHELENO FAVACHO
 

Mais de HELENO FAVACHO (20)

Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docx
Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docxProjeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docx
Projeto Integrado MARKETING II - oceano azul.docx
 
Matemática - Formação Continuada.docx
Matemática - Formação Continuada.docxMatemática - Formação Continuada.docx
Matemática - Formação Continuada.docx
 
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docx
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docxEngenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docx
Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.docx
 
Estágio Educação Física Bachareado.docx
Estágio Educação Física Bachareado.docxEstágio Educação Física Bachareado.docx
Estágio Educação Física Bachareado.docx
 
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docx
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docxESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docx
ESTÁGIO CURSOS DE LICENCIATURA.docx
 
Plano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxPlano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docx
 
Plano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docxPlano Estágio 2022.docx
Plano Estágio 2022.docx
 
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docx
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docxGestão de Cooperativas - ELO SOJA.docx
Gestão de Cooperativas - ELO SOJA.docx
 
PTI - PILHA em Python.docx
PTI - PILHA em Python.docxPTI - PILHA em Python.docx
PTI - PILHA em Python.docx
 
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docx
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docxFísioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docx
Físioterapia Politraumatismo e a atuação fisioterapêutica.docx
 
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docx
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docxPTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docx
PTI Engenharia de Software – Bacharelado Semestre 3.docx
 
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
 
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docx
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docxAgronomia - os sistemas agroflorestais.docx
Agronomia - os sistemas agroflorestais.docx
 
PTI - gestão de risco associada a negócios.docx
PTI - gestão de risco associada a negócios.docxPTI - gestão de risco associada a negócios.docx
PTI - gestão de risco associada a negócios.docx
 
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docx
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docxProjeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docx
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.docx
 
NUTRIÇÃO Saúde coletiva e alimentação saudável.docx
NUTRIÇÃO  Saúde coletiva e alimentação saudável.docxNUTRIÇÃO  Saúde coletiva e alimentação saudável.docx
NUTRIÇÃO Saúde coletiva e alimentação saudável.docx
 
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdf
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdfProjeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdf
Projeto Integrado proposta do desenvolvimento de software baseado em CICD.pdf
 
PTI - funções básicas de um computador.pdf
PTI - funções básicas de um computador.pdfPTI - funções básicas de um computador.pdf
PTI - funções básicas de um computador.pdf
 
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...
Coaching e Desenvolvimento Humano -Pandemia faz mulheres repensarem carreira,...
 
Plano Estágio 2022.pdf
Plano Estágio 2022.pdfPlano Estágio 2022.pdf
Plano Estágio 2022.pdf
 

Biomedicina - Doenças Parasitárias e infectocontagiosas diagnóstico laboratorial e tratamento.pdf

  • 1. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG CURSO: BIOMEDICINA PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 2. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG Curso: Biomedicina Semestre: 4º REG / 3º FLEX Objetivos da Aprendizagem: A produção textual é um procedimento metodológico de ensino aprendizagem que tem por objetivos: • Instigar os alunos para o planejamento de atividades diferenciadas. • Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar embasamento para atuação em atividades extracurriculares. • Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado. • Favorecer a aprendizagem. • Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas práticos relativos à profissão. Prezados(as) alunos(as), Seja bem-vindo a este semestre! A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá como temática Doenças Parasitárias e infectocontagiosas: diagnóstico laboratorial e tratamento. Escolhemos esta temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre conforme o eixo integrador. Na atividade de produção textual, os alunos responderão questionamentos relacionados a cada disciplina estudada no semestre, a fim de elucidar e resolver a situação-problema (Situação Geradora de Aprendizagem – SGA) proposta. SITUAÇÃO GERADOTA DE APRENIZAGEM (SGA) Paciente do sexo masculino, 45 anos de idade, natural de Água Preta – PE, compareceu ao serviço de Infectologia, no setor da DIP (Doenças Infecto-Parasitárias) do Hospital Universitário, com queixa de “ferida no nariz e no pênis que não cicatrizava”. Na avaliação da história atual da doença, verificou-se que o paciente era HIV soropositivo e apresentava uma lesão ulcerada em asa direita nasal com comprometimento da mucosa do assoalho nasal, causando obstrução nasal e lesão TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 3. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG avançada em glande peniana com a presença de infecção secundária caracterizada por uma miíase, a qual havia se instalado antes da lesão nasal. O paciente relatou um tempo de evolução de 8 meses da lesão nasal, e, há mais tempo, a lesão do pênis. Apresentava sintomatologia dolorosa na região nasal e peniana, associada também a algúria. Paciente relata ainda que foi atendido no posto de saúde de sua cidade, onde foram administradas Penicilina e Tetraciclina, sem resolução. Uso também de Glucantime, nome comercial do antimonial pentavalente, sem que tenha completado a terapia. Ao exame físico, o paciente apresentava-se com Estado Geral Regular (EGR), consciente, orientado, eupnéico, afebril, hidratado, acianótico e deambulando. Na revisão dos sistemas, não foram encontradas alterações cardio-pulmonares. No exame abdominal não foram observadas vísceras palpáveis, sem evidência de visceromegalias, ou dores às palpações, afastando a hipótese de associação com a forma visceral da leishmaniose, em que o aspecto da lesão fornecia a hipótese diagnóstica. Durante o exame loco-regional da face, observou-se lesão ulcerada, com bordas elevadas e eritematosas, na região de asa do nariz com assoalho nasal do lado direito, com presença de conteúdo granulomatoso e purulento e a presença de crostas, além do comprometimento da cartilagem alar, sem alterações no septo. Havia aumento e eritema dos tecidos moles circunvizinhos, como dorso nasal, asa do nariz, região naso-geniana e lábio superior do lado direito, com características de celulite. Na inspeção intrabucal, não se evidenciaram alterações. No exame peniano, segundo avaliação conjunta com infectologista e urologista, havia lesão avançada em região de glande, com ulcerações, aumento de volume com aspecto desfigurante, supuração e presença de larvas. Em exame tomográfico computadorizado, em cortes axiais e coronais com janela para tecido mole, não foi observado aspecto infiltrativo, mantendo a preservação do tecido ósseo subjacente, assim como fossas nasais e seio maxilar. Diante dos achados clínicos, sugeriu-se Leishmaniose muco- cutânea, com sítio de inoculação em pênis e manifestação muco-cutânea em região nasal. Foi iniciada administração medicamentosa de Anfotericina B na dosagem de 1mg/Kg/dia, com dose diária de 50 mg por via endovenosa. TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 4. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG Simultaneamente foi realizada uma biópsia incisional da lesão nasal para avaliação histopatológica. Com 7 dias de pós-operatório e medicação, pode-se observar diminuição do volume facial, diminuição do eritema e melhora no aspecto da ulceração. O laudo histopatológico não foi conclusivo, apenas sugestivo da leishmaniose, sem observação dos parasitas diretamente. Não foram realizados mais exames complementares em razão da satisfatória resposta terapêutica à medicação administrada. No 30° dia, o paciente já apresentava cicatrização completa da lesão nasal, e simultaneamente da lesão peniana, confirmada a hipótese de serem lesões causadas pela leishmaniose, devido ao aspecto mutilante e cicatrização desfigurante que a doença provoca. DESAFIOS PROPOSTOS 1. Discuta os mecanismos que determinam o aparecimento de lesões secundárias distantes do local de inoculação de Leishmania no hospedeiro. 2. O paciente apresentou diversas lesões características da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), descreva essas lesões. 3. Discuta a relevância, para o caso apresentado, da informação sobre o paciente ser HIV positivo. Em caso de co-infecção por HIV e Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), como a doença se manifestaria? 4. Discuta o mecanismo de ação dos medicamentos utilizados. 5. Como é realizado o diagnóstico da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA)? Aponte os principais exames utilizados para fim de diagnóstico: imunológicos, parasitológicos e moleculares e histopatológicos. NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL 1. O trabalho será realizado em grupos, de 02 a 07 alunos, no máximo. 2. A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam as orientações do Tutor Presencial, responsável por cadastrar os grupos no sistema. TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 5. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG 3. Importante: somente o líder do grupo conseguirá cadastrar o trabalho finalizado no sistema, o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a postagem da atividade. 4. O trabalho final deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade, sendo organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes, alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de citações e referências, entre outros elementos importantes), conforme modelo disponível no AVA. 5. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-se de que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada no âmbito acadêmico. 6. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob nenhuma hipótese, trabalhos enviados em PDF. A seguir, apresentamos a vocês alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual: • Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento ao número de páginas solicitadas. • Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução, desenvolvimento e conclusão). • Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma padrão. • Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade, criatividade, originalidade e autenticidade.
  • 6. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO - PTG • Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores eventualmente citados. Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhes atender em suas dúvidas e, também, para repassar orientações sempre que vocês precisarem. Aproveite esta oportunidade para realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário. Bom trabalho a todos! Equipe de professores TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com