Será o egoísmo
defensável?
Haverá razões fortes que sustentem
esta posição eticamente?
Qual o princípio que defendem os
egoístas?



“CADA UM DEVE
FAZER O QUE É
MELHOR PARA SI”
Que argumentos têm a favor desta
posição?




Na realidade o que é
comum a todos nós é
cada um agir para
defender os seu...
Que se entende por egoísmo
psicológico?


É a constatação de que
se fazemos o Bem é
para que nos possam
fazer o Bem em tr...
Para justificar o egoísmo
psicológico:


A história do Anel de
Giges que Platão conta
na República. O pastor
Giges, quand...
Objecções ao egoísmo ético



1. É ARBITRÁRIO
(Nenhuma razão
sustenta que o ego é
preferível e mais
importante que os
ou...
2ª Objecção


Teríamos um mundo
Sado-masoquista onde
certas acções terríveis
poderiam ser
justificadas.
Conclusão


O egoísmo ético não é defensável, embora
possa existir, não o podemos defender
eticamente.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Egoismo 110319054800-phpapp02

506 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Egoismo 110319054800-phpapp02

  1. 1. Será o egoísmo defensável? Haverá razões fortes que sustentem esta posição eticamente?
  2. 2. Qual o princípio que defendem os egoístas?  “CADA UM DEVE FAZER O QUE É MELHOR PARA SI”
  3. 3. Que argumentos têm a favor desta posição?   Na realidade o que é comum a todos nós é cada um agir para defender os seus interesses. Fundamentam-se no egoísmo psicológico.
  4. 4. Que se entende por egoísmo psicológico?  É a constatação de que se fazemos o Bem é para que nos possam fazer o Bem em troca. De que somos todos egoístas. Somos naturalmente assim.
  5. 5. Para justificar o egoísmo psicológico:  A história do Anel de Giges que Platão conta na República. O pastor Giges, quando tem poder de ser invisível acaba por agir de acordo com os seus interesses e é indiferente às normas morais.
  6. 6. Objecções ao egoísmo ético   1. É ARBITRÁRIO (Nenhuma razão sustenta que o ego é preferível e mais importante que os outros)
  7. 7. 2ª Objecção  Teríamos um mundo Sado-masoquista onde certas acções terríveis poderiam ser justificadas.
  8. 8. Conclusão  O egoísmo ético não é defensável, embora possa existir, não o podemos defender eticamente.

×