SIMBOLISMO 
FINAL DO SÉCULO XIX
CARACTERÍSTICAS 
• Antiparnasianismo 
• Semelhança com o Romantismo 
• Subjetividade 
• Musicalidade 
• Mistério, místico,...
Diferenças entre Parnasianismo e 
Simbolismo 
SIMBOLISMO PARNASIANISMO 
Subjetivismo Objetivismo 
Linguagem vaga, fluida, ...
AUTORES E INFLUÊNCIAS 
(Poetas malditos) 
• Charles Baudelare 
• Arthur Rimbaud 
• Stéphane Mallarmé 
• Paul Verlaine
• Não se deve dar nome ao objeto, nem mostrá-lo 
diretamente, mas sugeri-lo, evocá-lo pouco 
a pouco, processo encantatóri...
SIMBOLISMO EM PORTUGAL 
• Inicia-se com Oaristos - 1890(diálogo 
amoroso) 
• Eugênio de Castro 
• Antônio Nobre 
• Camilo ...
CAMILO PESSANHA 
• Considerado o maior representante do 
Simbolismo, influenciou também os 
Modernistas. 
• Pessanha é con...
SIMBOLISMO NO BRASIL 
• Em 1893 com a publicação de Missal e 
Broqueis inicia-se o Simbolismo no Brasil.
AUTORES BRASILEIROS 
• Cruz e Sousa(Cisne Negro) 
• Sofrimento 
• Cor branca 
• Erotismo 
• Espiritualidade 
• Condição hu...
CRUZ E SOUSA 
• Sinestesias 
Nasce a manhã, a luz tem cheiro 
• Musicalidade: 
Vozes veladas, veludosas vozes, 
Volúpia do...
ALPHONSUS DE GUIMARAENS 
• Morte da noiva 
• Religiosidade 
• Dor 
• Inefável
ISMÁLIA 
Quando Ismália enlouqueceu, 
Pôs-se na torre a sonhar... 
Viu uma lua no céu, 
Viu outra lua no mar. 
No sonho em...
• E, no desvario seu, 
Na torre pôs-se a cantar... 
Estava perto do céu, 
Estava longe do mar... 
E como um anjo pendeu 
A...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Simbolismo

501 visualizações

Publicada em

Simbolismo no Brasil e em Portugal

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
501
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simbolismo

  1. 1. SIMBOLISMO FINAL DO SÉCULO XIX
  2. 2. CARACTERÍSTICAS • Antiparnasianismo • Semelhança com o Romantismo • Subjetividade • Musicalidade • Mistério, místico, espiritual • Imprecisão • Sinestesia
  3. 3. Diferenças entre Parnasianismo e Simbolismo SIMBOLISMO PARNASIANISMO Subjetivismo Objetivismo Linguagem vaga, fluida, que busca sugerir em vez de nomear Linguagem precisa, objetiva Antimaterialismo, antirracionalismo Materialismo, racionalismo Pessimismo, dor de existir Contenção dos sentimentos
  4. 4. AUTORES E INFLUÊNCIAS (Poetas malditos) • Charles Baudelare • Arthur Rimbaud • Stéphane Mallarmé • Paul Verlaine
  5. 5. • Não se deve dar nome ao objeto, nem mostrá-lo diretamente, mas sugeri-lo, evocá-lo pouco a pouco, processo encantatório que caracteriza o símbolo. (Charles Baudelare)
  6. 6. SIMBOLISMO EM PORTUGAL • Inicia-se com Oaristos - 1890(diálogo amoroso) • Eugênio de Castro • Antônio Nobre • Camilo Pessanha
  7. 7. CAMILO PESSANHA • Considerado o maior representante do Simbolismo, influenciou também os Modernistas. • Pessanha é conhecido como o "poeta da dor espiritual": um pessimismo sutil, sem angústias ou paixões, permeia todos os seus textos.
  8. 8. SIMBOLISMO NO BRASIL • Em 1893 com a publicação de Missal e Broqueis inicia-se o Simbolismo no Brasil.
  9. 9. AUTORES BRASILEIROS • Cruz e Sousa(Cisne Negro) • Sofrimento • Cor branca • Erotismo • Espiritualidade • Condição humana
  10. 10. CRUZ E SOUSA • Sinestesias Nasce a manhã, a luz tem cheiro • Musicalidade: Vozes veladas, veludosas vozes, Volúpia dos violões, vozes veladas, Vagam nos velhos vórtices velozes, Dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas.
  11. 11. ALPHONSUS DE GUIMARAENS • Morte da noiva • Religiosidade • Dor • Inefável
  12. 12. ISMÁLIA Quando Ismália enlouqueceu, Pôs-se na torre a sonhar... Viu uma lua no céu, Viu outra lua no mar. No sonho em que se perdeu, Banhou-se toda em luar... Queria subir ao céu, Queria descer ao mar...
  13. 13. • E, no desvario seu, Na torre pôs-se a cantar... Estava perto do céu, Estava longe do mar... E como um anjo pendeu As asas para voar... Queria a lua do céu, Queria a lua do mar... As asas que Deus lhe deu Ruflaram de par em par... Sua alma subiu ao céu, Seu corpo desceu ao mar...

×