SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
Fernando Pessoa ,  Cancioneiro “ Entre o  sono  e o  sonho ”
Entre o  sono  e o  sonho ,
Entre  mim  e o que em  mim
E o  quem eu  me suponho,
Corre um  rio sem fim .
Passou por outras  margens ,
Diversas mais  além ,
Naquelas várias  viagens
Que  todo  o  rio  tem.
hoje  habito Chegou onde
A  casa  que hoje  sou .
Passa, se  eu   me  medito ;
Se  desperto , passou.
E quem  me sinto  e  morre
me   liga a mim No que
Dorme  onde o rio corre
Esse  rio sem fim .
Ana Martins Nº1 Helena Freitas Nº6 Trabalho Elaborado por:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendes
Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendesSonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendes
Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendesLuzia Gabriele
 
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.inglesporamor
 
Análise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando PessoaAnálise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando PessoaMargarida Rodrigues
 
Fernando pessoa poemas fundamentais
Fernando pessoa poemas fundamentaisFernando pessoa poemas fundamentais
Fernando pessoa poemas fundamentaisAdalberto Diogo
 
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de Castro
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de CastroEntre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de Castro
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de CastroRenata Bomfim
 
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa OrtónimoOxana Marian
 
Análise do poema viajar Perder Países
Análise do poema viajar Perder PaísesAnálise do poema viajar Perder Países
Análise do poema viajar Perder PaísesRicardo Santos
 
Mário cesariny
Mário cesarinyMário cesariny
Mário cesariny2611998
 
Estruturas textuais em o rio da minha aldeia
Estruturas textuais em o rio da minha aldeiaEstruturas textuais em o rio da minha aldeia
Estruturas textuais em o rio da minha aldeiaAires Jones
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando PessoaNaisha Br
 
Farrapos de poesia e som com f.pessoa
Farrapos de poesia e som com f.pessoaFarrapos de poesia e som com f.pessoa
Farrapos de poesia e som com f.pessoaarchibald29
 
21 de março dia da poesia 2
21 de março dia da poesia 221 de março dia da poesia 2
21 de março dia da poesia 2auroraoliveira
 
Poema catarina , sara 8ºf
Poema   catarina , sara 8ºfPoema   catarina , sara 8ºf
Poema catarina , sara 8ºfisabel barroso
 
Portfolio digital fabio2
Portfolio digital fabio2Portfolio digital fabio2
Portfolio digital fabio2Dulce Gomes
 

Mais procurados (20)

Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendes
Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendesSonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendes
Sonhadora quadra florbela espanca e glosa alfredo mendes
 
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.
Vou me embora para Pasárgada - Manuel Bandeira.
 
Análise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando PessoaAnálise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando Pessoa
 
A carta
A cartaA carta
A carta
 
Fernando pessoa poemas fundamentais
Fernando pessoa poemas fundamentaisFernando pessoa poemas fundamentais
Fernando pessoa poemas fundamentais
 
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de Castro
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de CastroEntre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de Castro
Entre flores e claustros as poéticas de Florbela Espanca e Rosalía de Castro
 
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo
"Cansa sentir quando se pensa" - Fernando Pessoa Ortónimo
 
Sonho
SonhoSonho
Sonho
 
Os versos que te dou
Os versos que te douOs versos que te dou
Os versos que te dou
 
Análise do poema viajar Perder Países
Análise do poema viajar Perder PaísesAnálise do poema viajar Perder Países
Análise do poema viajar Perder Países
 
Mário cesariny
Mário cesarinyMário cesariny
Mário cesariny
 
Estruturas textuais em o rio da minha aldeia
Estruturas textuais em o rio da minha aldeiaEstruturas textuais em o rio da minha aldeia
Estruturas textuais em o rio da minha aldeia
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Farrapos de poesia e som com f.pessoa
Farrapos de poesia e som com f.pessoaFarrapos de poesia e som com f.pessoa
Farrapos de poesia e som com f.pessoa
 
21 de março dia da poesia 2
21 de março dia da poesia 221 de março dia da poesia 2
21 de março dia da poesia 2
 
Poema catarina , sara 8ºf
Poema   catarina , sara 8ºfPoema   catarina , sara 8ºf
Poema catarina , sara 8ºf
 
A metaliguagem da poesia
A metaliguagem da poesiaA metaliguagem da poesia
A metaliguagem da poesia
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Portfolio digital fabio2
Portfolio digital fabio2Portfolio digital fabio2
Portfolio digital fabio2
 
Canto de amor
Canto de amorCanto de amor
Canto de amor
 

Destaque

Analise de poemas
Analise de poemasAnalise de poemas
Analise de poemasPaula CAA
 
"O Beijo da Palavrinha"
"O Beijo da Palavrinha" "O Beijo da Palavrinha"
"O Beijo da Palavrinha" susana cruz
 
Ansiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sonoAnsiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sonoSara Baptista
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"MiguelavRodrigues
 

Destaque (7)

Analise de poemas
Analise de poemasAnalise de poemas
Analise de poemas
 
"O Beijo da Palavrinha"
"O Beijo da Palavrinha" "O Beijo da Palavrinha"
"O Beijo da Palavrinha"
 
Ansiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sonoAnsiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sono
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"
 
Sono e Sonhos na visão Espírita
Sono e Sonhos na visão EspíritaSono e Sonhos na visão Espírita
Sono e Sonhos na visão Espírita
 
O beijo da palavrinha
O beijo da palavrinhaO beijo da palavrinha
O beijo da palavrinha
 
Análise de poemas
Análise de poemasAnálise de poemas
Análise de poemas
 

"Entre o sono e o sonho"