Nematóides da aceroleira

715 visualizações

Publicada em

nematóide da aceroleira

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Nematóides da aceroleira

  1. 1. SEMINÁRIO: FITONEMATÓIDE DA ACEROLEIRA Professor: Alexandre Capucho Aluna: Anny Karoline Rocha Quirino
  2. 2. Origem e importância Antilhas • clima tropical e subtropical. Descoberta econômica anos 40, quando cientistas porto– riquenhos encontraram na fruta, altos teores de ácido ascórbico 100X superior das frutas cítricas ou 10X maior que o da goiaba, tidas como as frutas de maior alto conteúdo de vitamina C. Fonte: www.americacentrall.blogspot.com.br/
  3. 3. • No Brasil a aceroleira é considerada altamente resistente Rotylenchulus reniformis, Radopholus similis (nematoide cavernícola da bananeira), Tylenchulus semipenetrans (nematoide dos citros), Pratylenchus brachyurus (nematoide das lesões radiculares) e M. graminicola. • M. Entorolobi, M. incognita, M. arenaria e M. javanica. Endoparasitos: Meloidogyne • –Penetram totalmente dentro do tecido
  4. 4. Fonte: http://www.cpatsa.embrapa.br:8080/public_eletronica/downloads/INT87.pdf
  5. 5. Fonte: www.embrapa.com.br/sistemaproducao.
  6. 6. Características gerais: • Hábito alimentar: células vivas vegetais, aproveitamento de fotoassimilados (parasitas obrigados) ; • Dimorfismo sexual; Fonte: www.plantecerto.com.br
  7. 7. Fonte: www.plantecerto.com.br fêmea no interior da galha, com ovos.
  8. 8. Sintomatologia • Formação de galhas nas raízes; • Aumento do diâmetro das raízes; • As raízes infectadas não se desenvolvem; • Facilita a infecção de fungos do solo como Pythium, Fusarium e Rhizoctonia; Fonte: www.plantecerto.com.br Fonte: Fonte: www.forestryimages.org/browse/detail.cfm?imgnum=1436132
  9. 9. Na parte aérea • A aceroleira atacada exibe amarelecimento; • Redução do tamanho da folhas; • Nanismo; • Ramos sem desenvolvimento, sem brotações e com poucas folhas, podendo apresentar partes secas; • Baixa qualidade dos frutos; • Baixa produção (faltando nutrientes, absorve menos)???? • A elevada formação de galhas nas raízes pode resultar em declínio e morte das mesma. • Tamanho desigual das plantas, porque umas absorvem água e nutrientes e outras não conseguem absorver devido a presença da praga.
  10. 10. Ocorrência Quando a infestação ocorre em solos arenosos manifesta sintomas mais severos nas plantas que em solos mais argilosos Porque isso acontece?????
  11. 11. Disseminação O nematóide das galhas possui uma ampla dispersão geográfica e/ou capacidade de parasitar várias plantas. -Animais (Aderido as patas, fezes) -Material Vegetal (mudas, sementes) Fonte: www.auepaisagismo.com Fonte: www.recomirrigacoes.com.br
  12. 12. Fatores que afetam o desenvolvimento dos fitonematóides • Umidade • Temperatura • Hospedeiro Estaríamos em uma região favorável ??? Fonte: ww.wikipedia.org Fonte: www.melhorcomsaude.com
  13. 13. Diagnose Os danos causados por fitonematóides podem ser mascarados por outros problemas: • Ordem fisiológica; • Deficiência nutricional; • Estresse hídrico; • Ocorrências de pragas; • Ocorrências de doenças; A diagnose pode ser feita por meio de amostragem de solo e raízes; • Os sintomas apresenta-se em reboleiras;
  14. 14. Controle Preventivo: 1. Obtenção de mudas sadias; 2. Plantio em áreas livres do nematóide; 3. Solarização; 4. Genótipos resistentes; 5. Mudas previamente infectadas por fungos micorrízicos arbusculares tornam-se mais resistentes ao ataque de fitonematóides, além de aumentar a eficiência na absorção de nutrientes (Freire, 2005); 6. Lavagem completa e desinfestação dos equipamentos (formaldeído a 2%); Fonte:www.aptaregional.sp.gov.br/artigo.php ?id_artigo=218
  15. 15. Controle Após estabelecimento do pomar • A eficiência depende do nível populacional do nematóide, tipo de solo e idade da planta. • Fazer o controle de plantas espontâneas hospedeiras como: Picão-preto, leiteiro, meloso-da-flor-azul, maxixe, apaga-fogo, bredo ou caruru-de-porco; Fonte: www.images.quebarato.com.br Fonte: wwwpapjerimum.blogspot.com.br/2013_03_01_archive.html
  16. 16. • Utilização de matéria orgânica (ação nematicida) - Introdução de microrganismo antagonista - Propriedades físicas e químicas do solo • Utilização de torta de mamona sobre projeção da copa (RODRIGUES-KABANA, 1986; RITZINGER e MCSORLEY, 1998); Fonte: www.westgarden.com • Uma regra prática que comprova se o solo que servirá para encher os sacos de mudas está livre de nematoides das galhas é a seguinte: mudinha de tomateiro ou de quiabeiro. Cerca de 20 a 30 dias após o plantio retirar cuidadosamente as plantas e observar o sistema radicular quanto a presença ou não de galhas.
  17. 17. X Fonte: www.images.quebarato.com.br Fonte: www.aascj.org.b
  18. 18. Cultura antagônica: Crotalaria spectabilis , C. paulinea, mucuna preta; Fonte:diariodeumasementeira.Fonte:www.auepaisagismo.com blogspot.com.br Cultura armadilha: Fitonematóides sedentários. Ex: Rabanete, cravo de defunto Fonte:www.mordoresalexandrebalbo.blogspot.com.br
  19. 19. • Inundação do solo; • Solarização do solo; Principais hospedeiros Meloidogyne javanica: soja, aveia preta, pé-de-galinha, nabo forrageiro, girassol, cana-de-açúcar, feijoeiro, caupi, mandioca e arroz. Meloidogyne incognita: soja, aveia preta, milheto, pé-de-galinha, nabo forrageiro, girassol, milho, sorgo, algodoeiro, cana-de- açúcar, feijoeiro, mandioca e arroz.
  20. 20. Controle biológico • Inimigos naturais : Bacillus cereus, B.truringiensis, B. subtilis, tem reduzido significantemente a população de nematóide das galhas. Mais ainda esta é estudo
  21. 21. OBRIGADA!

×