SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
EXERCÍCIOS
1. (Espcex (Aman)) Munições traçantes são aquelas que possuem um projétil especial, contendo uma carga pirotécnica em sua
retaguarda. Essa carga pirotécnica, após o tiro, é ignificada, gerando um traço de luz colorido, permitindo a visualização de tiros
noturnos a olho nu. Essa carga pirotécnica é uma mistura química que pode possuir, dentre vários ingredientes, sais cujos íons
emitem radiação de cor característica associada ao traço luminoso.
Um tipo de munição traçante usada por um exército possui na sua composição química uma determinada substância, cuja
espécie química ocasiona um traço de cor correspondente bastante característico.
Com relação à espécie química componente da munição desse exército sabe-se:
I. A representação do elemento químico do átomo da espécie responsável pela coloração pertence à família dos metais
alcalinos-terrosos da tabela periódica.
II. O átomo da espécie responsável pela coloração do traço possui massa de 137 u e número de nêutrons 81.
Sabe-se também que uma das espécies apresentadas na tabela do item III (que mostra a relação de cor emitida característica
conforme a espécie química e sua distribuição eletrônica) é a responsável pela cor do traço da munição desse exército.
III. Tabela com espécies químicas, suas distribuições eletrônicas e colorações características:
Considerando os dados contidos, nos itens I e II, atrelados às informações da tabela do item III, a munição traçante, descrita
acima, empregada por esse exército possui traço de coloração
a) vermelho-alaranjada.
b) verde.
c) vermelha.
d) azul.
e) branca.
2. (Acafe) Baseado nos conceitos sobre distribuição
eletrônica, analise os itens a seguir.
I. 2 4
24Cr [Ar] 4s 3d
II. 2 9
29Cu [Ar] 4s 3d
III. 2 2 4
26Fe [Ar] 4s 3d

Assinale a alternativa correta.
a) Todos os itens estão incorretos.
b) Todos os itens estão corretos.
c) Apenas I e II estão corretos.
d) Apenas III está correto.
3. (Ufjf-pism 1) O mercúrio é um elemento químico que
apresenta como temperaturas de fusão 38 C  e de
ebulição, 357 C. Forma liga metálica facilmente com
muitos outros metais, como o ouro ou a prata, produzindo
amalgamas.
Sobre o mercúrio é correto afirmar que:
a) forma uma mistura heterogênea na produção de
amalgamas com ouro.
b) apresenta 80 elétrons e 80 nêutrons.
c) encontra-se no estado líquido na temperatura ambiente
(24 C).
d) localiza-se no quinto período da tabela periódica.
e) apresenta distribuição eletrônica 2 14 10
[Xe] 6s 4f 4d .
4. (Upe-ssa 1) Analise a seguinte charge:
As estudantes Eugênia e Lolita estão falando, respectivamente, sobre os modelos atômicos de
a) Dalton e Thomson.
b) Dalton e Rutherford-Bohr.
c) Thomson e Rutherford-Bohr.
d) Modelo Quântico e Thomson.
e) Rutherford-Bohr e Modelo Quântico.
5. (Pucpr) Linus Carl Pauling, nascido no dia 28 de fevereiro
de 1901, em Portland, nos Estados Unidos, foi um dos mais
importantes químicos e recebeu dois Prêmios Nobel.
Estudou a vitamina C. Em 1929, foi nomeado Professor
Associado e, um ano depois, Professor. Em 1930, retorna
para a Europa, estuda os elétrons e constrói junto com um
aluno um aparelho de difração eletrônica para estudar a
estrutura das moléculas. Recebeu, em 1931, o Prêmio
Langmuir por ter realizado o trabalho científico mais
significativo realizado por um cientista com menos de 30
anos. Em 1932, mostrou a ideia de eletronegatividade e a
escala de Pauling. Um de seus trabalhos mais importantes é
sobre hibridização e a tetravalência do carbono.
Disponível em: <http://www.soq.com.br/>.
Analisando o texto, o qual conta um pouco sobre Linus
Pauling, assinale a alternativa CORRETA.
Dados:
26
11
37
12
20
Fe (grupo 8 ou família VIIIB)
Na (grupo 1ou família IA)
Rb (grupo 1ou família IA)
Mg (grupo 2 ou família IIA)
Ca (grupo 2 ou família IIA)
a) A distribuição eletrônica de Linus Pauling ocorre em
ordem decrescente de níveis energéticos.
b) A distribuição eletrônica para o íon 3
Fe
possui subnível
mais energético 3
3d .
c) Caso em um laboratório faltasse o sódio para fazer um
experimento, o rubídio poderia substituí-lo, pois ambos
possuem propriedades químicas semelhantes.
d) Analisando-se os raios i鬾icos do 韔n Na
e
do 韔n 2
MG ,
temos que o raio i鬾ico do 韔n s
骴io (Na )
? inferior ao raio i鬾ico do 韔n
magn閟io 2
(Mg ).
e) Os elementos sódio, cálcio e ferro são bons condutores
de eletricidade, porém maus condutores de calor no
estado sólido.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Leia o texto para responder às questões abaixo:
A luz branca é composta por ondas eletromagnéticas de
todas as frequências do espectro visível. O espectro de
radiação emitido por um elemento, quando submetido a
um arco elétrico ou a altas temperaturas, é descontínuo e
apresenta uma de suas linhas com maior intensidade, o que
fornece “uma impressão digital” desse elemento. Quando
essas linhas estão situadas na região da radiação visível, é
possível identificar diferentes elementos químicos por meio
dos chamados testes de chama.
A tabela apresenta as cores características emitidas por
alguns elementos no teste de chama:
Elemento Cor
sódio laranja
potássio violeta
cálcio vermelho-tijolo
cobre azul-esverdeada
6. (Unesp) Em 1913, Niels Böhr (1885-1962) propôs um
modelo que fornecia uma explicação para a origem dos
espectros atômicos. Nesse modelo, Bohr introduziu uma
série de postulados, dentre os quais, a energia do elétron
só pode assumir certos valores discretos, ocupando níveis
de energia permitidos ao redor do núcleo atômico.
Considerando o modelo de Böhr, os diferentes espectros
atômicos podem ser explicados em função
a) do recebimento de el‫י‬trons por diferentes elementos.
b) da perda de elétrons por diferentes elementos.
c) das diferentes transições eletrônicas, que variam de
elemento para elemento.
d) da promoção de diferentes elétrons para níveis mais
energéticos.
e) da instabilidade nuclear de diferentes elementos.
7. (Ueg) Para termos ideia sobre as dimensões atômicas
em escala macroscópica podemos considerar que se o
prédio central da Universidade Estadual de Goiás, em
Anápolis, fosse o núcleo do átomo de hidrogênio, a sua
eletrosfera pode estar a aproximadamente 1000 km.
Dessa forma, o modelo atômico para matéria é uma
imensidão de vácuo com altas forças de interação.
Considerando-se a comparação apresentada no enunciado,
a presença de eletrosfera é coerente com os modelos
atômicos de
a) Dalton e Bohr.
b) Bohr e Sommerfeld.
c) Thompson e Dalton.
d) Rutherford e Thompson.
8. (Uece) A regra de Hund, como o próprio nome indica, foi
formulada pela primeira vez, em 1927, pelo físico alemão
Friedrich Hund. Ele partiu diretamente da estrutura
nuclear, já conhecida e medida, das moléculas e tentou
calcular as orbitais moleculares adequadas por via direta,
resultando na regra de Hund. Essa regra afirma que a
energia de um orbital incompleto é menor quando nela
existe o maior número possível de elétrons com spins
paralelos. Considerando a distribuição eletrônica do átomo
de enxofre em seu estado fundamental (Z 16), assinale
a opção que apresenta a aplicação correta da regra de
Hund.
a) 2 2 6 2 2 2 0
1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz
b) 2 2 6 2 2 1 1
1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz
c) 2 2 6 2 2 0 2
1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz
d) 2 2 6 2 1 2 1
1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz
9. (Pucpr) Com o passar do tempo, os modelos atômicos
sofreram várias mudanças, pois novas ideias surgiam sobre
o átomo. Considerando os modelos atômicos existentes,
assinale a alternativa CORRETA.
a) Para Dalton, átomos iguais possuem massas iguais e
átomos diferentes possuem massas diferentes, teoria
aceita nos dias atuais.
b) No modelo de Rutherford, temos no átomo duas regiões
bem definidas: núcleo e eletrosfera, a qual é dividida em
níveis e subníveis.
c) O modelo atômico de Thomson chamava-se “modelo do
pudim de passas”, no qual os prótons seriam as passas e
os elétrons, o pudim.
d) Para Sommerfeld, se um elétron está na camada L, este
possui uma órbita circular e três órbitas elípticas.
e) Para Bohr, quando um elétron recebe energia, este passa
para uma camada mais afastada do núcleo; cessada a
energia recebida, o elétron retorna a sua camada inicial,
emitindo essa energia na forma de onda
eletromagnética.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Leia o texto para responder à(s) questão(ões),
Em algumas regiões do país não é raro encontrar
ao mesmo tempo condições aeróbicas e anaeróbicas em
partes diferentes de um mesmo lago, particularmente no
verão, devido à ocorrência de um fenômeno conhecido
como estratificação, ocasionado pela diferença de
temperatura da água. As espécies químicas que estão
presentes nas camadas diferenciadas do lago são
mostradas na figura abaixo:
Pode-se observar na figura que, nas condições aeróbicas,
têm-se espécies oxidadas e, perto do fundo, têm-se as
condições anaeróbicas e as espécies na forma mais
reduzidas dos mesmos elementos.
10. (Uepa) Sobre as propriedades químicas das espécies
encontradas no lago, é correto afirmar que:
a) o íon 2
Fe 
possui a seguinte distribuição eletrônica:
2
1s , 2
2s , 6
2p , 2
3s , 6
3p , 6
3d , 2
4s
b) a espécie 3HCO 
é um íon resultante da dissociação
iônica do ácido carbônico.
c) as espécies 2H S e 3NH apresentam, respectivamente,
geometria linear e piramidal.
d) as espécies 2CO e 4CH são moléculas polares.
e) a combinação das espécies 2
4SO 
e 2
Fe 
produz o
sulfato ferroso.
11. (Ufpr) As teorias atômicas vêm se desenvolvendo ao
longo da história. Até o início do século XIX, não se tinha
um modelo claro da constituição da matéria. De lá até a
atualidade, a ideia de como a matéria é constituída sofreu
diversas modificações, como se pode observar no modelo
atômico de Bohr, que manteve paradigmas conceituais
sobre a constituição da matéria, mas também inseriu novos
conceitos surgidos no início do século XX.
No modelo atômico de Bohr:
1. O elétron circula em órbita com raio definido.
2. O elétron é descrito por uma função de onda.
3. Para descrever o elétron num orbital são necessários 4
números quânticos.
4. Toda a massa do átomo está concentrada no núcleo, que
ocupa uma porção ínfima do espaço.
Entre as afirmativas acima, correspondem ao modelo
atômico de Bohr:
a) 1 e 2 apenas.
b) 2 e 3 apenas.
c) 2, 3 e 4 apenas.
d) 1 e 4 apenas.
e) 1, 3 e 4 apenas.
12. (Unesp) Em 2013 comemora-se o centenário do
modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês Niels
Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o
conceito de quantização da energia, possibilitando a
explicação de algumas propriedades observadas
experimentalmente. Embora o modelo atômico atual seja
diferente, em muitos aspectos, daquele proposto por Bohr,
a incorporação do conceito de quantização foi fundamental
para o seu desenvolvimento. Com respeito ao modelo
atômico para o átomo de hidrogênio proposto por Bohr em
1913, é correto afirmar que
a) o espectro de emissão do átomo de H é explicado por
meio da emissão de energia pelo elétron em seu
movimento dentro de cada órbita estável ao redor do
núcleo do átomo.
b) o movimento do elétron ao redor do núcleo do átomo é
descrito por meio de níveis e subníveis eletrônicos.
c) o elétron se move com velocidade constante em cada
uma das órbitas circulares permitidas ao redor do núcleo
do átomo.
d) a regra do octeto é um dos conceitos fundamentais para
ocupação, pelo elétron, das órbitas ao redor do núcleo
do átomo.
e) a velocidade do elétron é variável em seu movimento em
uma órbita elíptica ao redor do núcleo do átomo.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Um aluno recebeu, na sua página de rede social, uma foto
mostrando fogos de artifícios.
No dia seguinte, na sequência das aulas de modelos
atômicos e estrutura atômica, o aluno comentou com o
professor a respeito da imagem recebida, relacionando-a
com o assunto que estava sendo trabalhado, conforme
mostra a foto.
Legenda das cores emitidas
Na Ba Cu Sr Ti
amarelo verde azul vermelho
branco
metálico
13. (Uea) O aluno comentou corretamente que o modelo
atômico mais adequado para explicar a emissão de cores de
alguns elementos indicados na figura é o de
a) Rutherford-Bohr.
b) Dalton.
c) Proust.
d) Rutherford.
e) Thomson.
14. (Uern) Durante anos, os cientistas desvendaram os
mistérios que envolviam o átomo. Sem desprezar os
conceitos anteriores, cada um foi criando o seu próprio
modelo atômico a partir da falha do modelo anterior, ou
simplesmente não explicava. Com o cientista dinamarquês
Niels Bohr não foi diferente, pois ele aprimorou o modelo
atômico de Rutherford, utilizando a teoria de Max Planck, e
elaborou sua própria teoria nos seguintes fundamentos,
EXCETO:
a) Não é possível calcular a posição e a velocidade de um
elétron num mesmo instante.
b) Os elétrons giram ao redor do núcleo em órbitas
circulares, com energia fixa e determinada.
c) Os elétrons movimentam-se nas órbitas estacionárias e,
nesse movimento, não emitem energia
espontaneamente.
d) Quando o elétron recebe energia suficiente do exterior,
ele salta para outra órbita. Após receber essa energia, o
elétron tende a voltar à órbita de origem, devolvendo a
energia recebida (na forma de luz ou calor).
15. (Ucs) Durante muitos anos, supôs-se que o íon 3
A 
fosse completamente inofensivo e atóxico ao homem. O
hidróxido de alumínio, por exemplo, é muito utilizado para
o tratamento de indigestões. Já o sulfato de alumínio é
usado no tratamento de água potável. Contudo, há
indicações de que o íon alumínio talvez não seja tão
inofensivo quanto se pensava, pois ele provoca
intoxicações agudas em pessoas com insuficiência renal,
além de se acumular no cérebro de pacientes com doença
de Alzheimer.
O íon 3
A 
a) combina-se com o ânion hidroxila, na proporção de 1:2,
respectivamente, para formar o hidróxido
correspondente.
b) apresenta distribuição eletrônica 2 2 6 2 1
1s 2s 2p 3s 3p .
c) dá origem a um ácido, ao combinar-se com o ânion
sulfato.
d) tem 3 elétrons na sua camada de valência.
e) é menor do que o átomo de alumínio no estado
fundamental.
16. (Upe) Um laboratório brasileiro desenvolveu uma
técnica destinada à identificação da origem de “balas
perdidas”, comuns nos confrontos entre policiais e
bandidos. Trata-se de uma munição especial, fabricada com
a adição de corantes fluorescentes, visíveis apenas sob luz
ultravioleta. Ao se disparar a arma carregada com essa
munição, são liberados os pigmentos no atirador, no alvo e
em tudo o que atravessar, permitindo rastrear a trajetória
do tiro.
Adaptado de MOUTINHO, Sofia. À caça de evidências.
Ciência Hoje, maio, 24-31, 2011.
Qual dos modelos atômicos a seguir oferece melhores
fundamentos para a escolha de um equipamento a ser
utilizado na busca por evidências dos vestígios desse tipo
de bala?
a) Modelo de Dalton.
b) Modelo de Thompson.
c) Modelo de Rutherford-Bohr.
d) Modelo de Dalton-Thompson.
e) Modelo de Rutherford- Thompson.
17. (Uern) “O processo de emissão de luz dos vagalumes é
denominado bioluminescência, que nada mais é do que
uma emissão de luz visível por organismos vivos. Assim
como na luminescência, a bioluminescência é resultado de
um processo de excitação eletrônica, cuja fonte de
excitação provém de uma reação química que ocorre no
organismo vivo”. A partir da informação do texto, pode-se
concluir que o modelo atômico que representa a luz visível
dos vagalumes é o
a) Rutheford.
b) Bohr.
c) Thomson.
d) Heiserberg.
18. (Espcex (Aman)) A distribuição eletrônica do átomo de
ferro (Fe), no estado fundamental, segundo o diagrama de
Linus Pauling, em ordem energética, é
2 2 6 2 6 2 6
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d .
Sobre esse átomo, considere as seguintes afirmações:
I. O número atômico do ferro (Fe) é 26.
II. O nível/subnível 6
3d contém os elétrons mais
energéticos do átomo de ferro (Fe), no estado
fundamental.
III. O átomo de ferro (Fe), no nível/subnível 6
3d , possui 3
elétrons desemparelhados, no estado fundamental.
IV. O átomo de ferro (Fe) possui 2 elétrons de valência no
nível 4 ( 2
4s ), no estado fundamental.
Das afirmações feitas, está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II e III.
c) apenas III e IV.
d) apenas I, II e IV.
e) todas.
19. (Udesc) Sobre configuração e distribuição eletrônica, é
correto afirmar que:
a) o elemento X apresenta a configuração eletrônica
1s2
2s2
2p6
3s2
3p6
4s2
3d2
, o que indica que este elemento
pertence à família 5.
b) o subnível 4p apresenta maior nível de energia que o 4d.
c) o número Z indica o número atômico e o número de
nêutrons.
d) o número de elétrons na camada de valência do S (Z=16)
é 4 (quatro).
e) cada orbital pode acomodar no máximo dois elétrons,
isso se eles possuírem spins contrários. Os orbitais
apresentam formas e orientações diferentes.
20. (Cesgranrio) O ferro é bastante utilizado pelo homem
em todo o mundo. Foram identificados artefatos de ferro
produzidos em torno de 4000 a 3500 a.C. Nos dias atuais, o
ferro pode ser obtido por intermédio da redução de óxidos
ou hidróxidos, por um fluxo gasoso de hidrogênio molecular
 2H ou monóxido de carbono. O Brasil é atualmente o
segundo maior produtor mundial de minério de ferro. Na
natureza, o ferro ocorre, principalmente, em compostos,
tais como: hematita  2 3Fe O , magnetita  3 4Fe O ,
siderita  3FeCO , limonita  2 3 2Fe O H O e pirita
 2FeS , sendo a hematita o seu principal mineral.
Assim, segundo o diagrama de Linus Pauling, a distribuição
eletrônica para o íon ferro (+3), nesse mineral, é
representada da seguinte maneira:
a) 2 2 6 2 6 5
1s 2s 2p 3s 3p 3d
b) 2 2 6 2 6 2 6
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
c) 2 2 6 2 6 2 9
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
d) 2 2 6 2 6 2 3
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
e) 2 2 6 2 6 2
1s 2s 2p 3s 3p 3d
21. (Ufpr) A constituição elementar da matéria sempre foi
uma busca do homem. Até o início do século XIX, não se
tinha uma ideia concreta de como a matéria era
constituída. Nas duas últimas décadas daquele século e
início do século XX, observou-se um grande avanço das
ciências e com ele a evolução dos modelos atômicos.
Acerca desse assunto, numere a coluna da direita de
acordo com sua correspondência com a coluna da
esquerda.
1. Próton. ( ) Partícula de massa igual a 9,109
× 10-31
kg e carga elétrica de
-1,602 × 10-19
C.
2. Elétron. ( ) Partícula constituída por um
núcleo contendo prótons e
nêutrons, rodeado por
elétrons que circundam em
órbitas estacionárias.
3. Átomo de
Dalton.
( ) Partícula indivisível e
indestrutível durante as
transformações químicas.
4. Átomo de
Rutherford.
( ) Partícula de massa igual a 1,673
× 10−27
kg, que corresponde
à massa de uma unidade
atômica.
5. Átomo de
Bohr.
( ) Partícula que possui um núcleo
central dotado de cargas
elétricas positivas, sendo
envolvido por uma nuvem de
cargas elétricas negativas.
Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta
da coluna da direita, de cima para baixo.
a) 2 – 5 – 3 – 1 – 4.
b) 1 – 3 – 4 – 2 – 5.
c) 2 – 4 – 3 – 1 – 5.
d) 2 – 5 – 4 – 1 – 3.
e) 1 – 5 – 3 – 2 – 4.
22. (Uft) Um determinado elemento químico tem para seu
átomo no estado fundamental, a seguinte distribuição
eletrônica:
1s2
2s2
2p6
3s2
3p6
4s2
3d10
4p4
Podemos propor, para este elemento:
I. O número de prótons no núcleo atômico é 34.
II. É um elemento pertencente ao grupo IVA da Tabela
Periódica.
III. O último elétron distribuído na camada de valência
possui o número quântico magnético igual a zero.
IV. A subcamada de menor energia, pertencente à camada
de valência é a 4s.
Analise as proposições e marque a opção correta:
a) Apenas I e II.
b) Apenas I e III.
c) Apenas II e III.
d) Apenas II e IV.
e) Apenas I e IV.
23. (Ita) Historicamente, a teoria atômica recebeu várias
contribuições de cientistas.
Assinale a opção que apresenta, na ordem cronológica
CORRETA, os nomes de cientistas que são apontados como
autores de modelos atômicos.
a) Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr.
b) Thomson, Millikan, Dalton e Rutherford.
c) Avogadro, Thomson, Bohr e Rutherford.
d) Lavoisier, Proust, Gay-Lussac e Thomson.
e) Rutherford, Dalton, Bohr e Avogadro.
24. (Uerj) O selênio é um elemento químico essencial ao
funcionamento do organismo, e suas principais fontes são o
trigo, as nozes e os peixes. Nesses alimentos, o selênio está
presente em sua forma aniônica Se2-
. Existem na natureza
átomos de outros elementos químicos com a mesma
distribuição eletrônica desse ânion.
O símbolo químico de um átomo que possui a mesma
distribuição eletrônica desse ânion está indicado em:
a) Kr
b) Br
c) As
d) Te
25. (Unesp) Na evolução dos modelos atômicos, a principal
contribuição introduzida pelo modelo de Böhr foi:
a) a indivisibilidade do átomo.
b) a existência de nêutrons.
c) a natureza elétrica da matéria.
d) a quantização de energia das órbitas eletrônicas.
e) a maior parte da massa do átomo está no núcleo.
26. (Unisinos) No mercado da beleza, os blushes e os pós
faciais estão entre os cosméticos mais utilizados. O pó
facial, ou pó compacto, contém carbonato de cálcio e óxido
de zinco em sua formulação.
Quanto aos elementos e os compostos carbonato de cálcio
e o óxido de zinco citados acima, assinale a alternativa
correta.
a) O elemento cálcio encontra-se no terceiro período da
tabela periódica, forma cátions com carga 2, e seu
potencial de ionização é menor do que o do elemento
estrôncio.
b) O elemento zinco é um metal de transição, tem 2
elétrons em seu nível mais externo, e seu raio atômico é
maior do que o do cálcio.
c) O número de oxidação do zinco, no óxido de zinco, é 1.
d) Os elementos cálcio e zinco encontram-se no quarto
período da tabela periódica, ambos têm número de
oxidação 2, e a fórmula do carbonato de cálcio é
3CaCO , enquanto a do óxido de zinco é ZnO.
e) O elemento cálcio tem menor raio atômico e maior
potencial de ionização do que o elemento zinco.
27. (Pucrs) A Tabela Periódica contém todos os elementos
químicos já descobertos, os quais estão organizados em
função de sua estrutura e propriedades. Em relação aos
elementos químicos, é correto afirmar que
a) o mais leve da Tabela Periódica é um gás nobre.
b) o mais abundante na atmosfera terrestre é um
calcogênio.
c) o mais abundante do Universo está localizado no
primeiro período.
d) o que constitui o diamante está localizado no mesmo
grupo do enxofre.
e) o mais abundante da crosta terrestre está localizado no
terceiro período.
28. (Pucpr) Linus Carl Pauling, nascido no dia 28 de
fevereiro de 1901, em Portland, nos Estados Unidos, foi um
dos mais importantes químicos e recebeu dois Prêmios
Nobel. Estudou a vitamina C. Em 1929, foi nomeado
Professor Associado e, um ano depois, Professor. Em 1930,
retorna para a Europa, estuda os elétrons e constrói junto
com um aluno um aparelho de difração eletrônica para
estudar a estrutura das moléculas. Recebeu, em 1931, o
Prêmio Langmuir por ter realizado o trabalho científico
mais significativo realizado por um cientista com menos de
30 anos. Em 1932, mostrou a ideia de eletronegatividade e
a escala de Pauling. Um de seus trabalhos mais importantes
é sobre hibridização e a tetravalência do carbono.
Disponível em: <http://www.soq.com.br/>.
Analisando o texto, o qual conta um pouco sobre Linus
Pauling, assinale a alternativa CORRETA.
Dados:
26
11
37
12
20
Fe (grupo 8 ou família VIIIB)
Na (grupo 1ou família IA)
Rb (grupo 1ou família IA)
Mg (grupo 2 ou família IIA)
Ca (grupo 2 ou família IIA)
a) A distribuição eletrônica de Linus Pauling ocorre em
ordem decrescente de níveis energéticos.
b) A distribuição eletrônica para o íon 3
Fe
possui subnível
mais energético 3
3d .
c) Caso em um laboratório faltasse o sódio para fazer um
experimento, o rubídio poderia substituí-lo, pois ambos
possuem propriedades químicas semelhantes.
d) Analisando-se os raios iônicos do íon Na
e do íon
2
MG ,
temos que o raio iônico do íon sódio (Na )
é
inferior ao raio iônico do íon magnésio 2
(Mg ).
e) Os elementos sódio, cálcio e ferro são bons condutores
de eletricidade, porém maus condutores de calor no
estado sólido.
29. (Uece) A revista Química Nova na Escola, vol. 37, p.3,
traz a seguinte manifestação sobre a produção do tecido
das calças jeans: “Além da toxicidade envolvida no cultivo
de sua matéria-prima, na produção industrial de jeans a
etapa de tingimento consome 90% da água de todo o
processo e gera grande volume de efluentes
contaminados”. Entre os agentes contaminadores estão
corantes sintéticos, metais como cádmio, chumbo,
mercúrio, zinco e, ainda, surfactantes, sulfetos e solventes
que deixam na água elevados índices de acidez.
Atente às afirmações a seguir e assinale a verdadeira.
a) Surfactantes são substâncias que aumentam a tensão
superficial da água.
b) Sulfetos são sais de enxofre obtidos pela reação de um
oxiácido com metal.
c) A sequência cádmio, zinco e mercúrio indica a ordem
crescente de suas eletronegatividades.
d) Chumbo e mercúrio localizam-se no mesmo período da
tabela periódica.
30. (Mackenzie) Na tabela periódica abaixo, alguns
elementos químicos foram representados aleatoriamente
pelos algarismos romanos I, II, III, IV e V.
A respeito desses elementos químicos, é correto afirmar
que
a) I é um elemento de transição e está no grupo 6 da tabela
periódica.
b) II possui o maior raio atômico e é um exemplo de metal
alcalinoterroso.
c) III possui a configuração eletrônica da camada de
valência 2 1
ns np .
d) IV possui a tendência de receber elétrons quando faz
ligação com o elemento II.
e) V é um metal nobre e possui uma elevada energia de
ionização.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Dados que podem ser usados para responder à(s)
questão(ões) a seguir.
ELEMENTO
QUÍMICO
NÚMERO
ATÔMICO
MASSA
ATÔMICA
H 1 1,0
C 6 12,0
N 7 14,0
O 8 16,0
Na 11 23,0
Mg 12 24,3
A 13 27,0
S 16 32,0
C 17 35,5
Ca 20 40,0
Ti 22 48,0
Cr 24 52,0
Fe 26 56,0
Co 27 59,0
Cd 48 112,5
Hg 80 200,6
31. (Uece) As tatuagens já existem há alguns anos, mas seu
uso ultimamente tem-se intensificado. A técnica utilizada
nas tatuagens permanentes consiste em introduzir na
derme, com o auxílio de agulhas, pigmentos que ficam
retidos nas células da pele. Os pigmentos mais comuns e
suas cores específicas são as seguintes:
Cores Pigmentos
Preto Sulfeto de mercúrio
Preto Carbono (carvão)
Amarelo ou vermelho Sais de cádmio
Verde Sais de crômio
Castanho, rosa e amarelo Sais de ferro
Branco Óxido de Titânio
Azul Sais de cobalto
No que diz respeito aos pigmentos e suas cores, assinale a
afirmação verdadeira.
a) O sulfeto de mercúrio é tóxico, porque é um composto
químico orgânico.
b) O cádmio é um metal de transição localizado no quinto
período da tabela periódica.
c) O óxido de titânio apresenta a cor branca devido a sua
obtenção a partir da reação de um ácido e uma base.
d) A cor azul dos sais de cobalto é devido à ligação do
hidrogênio com o metal.
32. (Ufsm) Os portugueses introduziram hábitos que
marcaram o paladar brasileiro: valorizaram o consumo do
sal e revelaram o açúcar aos africanos e índios do Brasil. E
de Portugal que nossa cozinha adotou os doces de ovos,
goiabada, marmelada, bananada, figada e outras “adas”
que constituem o arsenal energético das sobremesas.
Muitos desses doces eram produzidos em tachos de cobre,
possibilitando, assim, um melhor aproveitamento e
armazenamento das frutas. Atualmente, a produção desses
alimentos ocorre em recipientes de aço inoxidável.
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE BRASILIA. A contribuição
dos portugueses. ATAN/DAB/SPS/MS.
Sobre o cobre, é correto afirmar:
a) É um metal alcalino e está no quarto período, pois sua
configuração eletrônica é 2 6 2 8 2 8 1
1s 1p 2s 2p 3s 3p 4s .
b) É um metal alcalino terroso e está no terceiro período,
pois sua configuração eletrônica é
2 2 6 2 6 2
1s 2s 2p 3s 3p 4s .
c) É um elemento de transição interna e está no quarto
período, pois sua configuração eletrônica é
2 2 6 2 6 2 9
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d .
d) É um metal de transição externa e está no quarto
período, e subnível mais energético 3d10
.
e) É um ametal da família dos calcogêneos (“formadores de
cobre”) e está no terceiro período, pois sua configuração
eletrônica é 2 2 6 2 6 2 9
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d .
33. (Pucrs) Analise as informações a seguir.
Na notícia “Nova Iorque planeja liderança em reciclagem”,
do site da Science American Brasil, há importantes
referências ao sofisticado sistema de separação dos
materiais presentes no lixo dessa cidade.
“A primeira coisa que a usina do Brooklyn fará é
rasgar e remover as sacolas plásticas que tantos nova-
iorquinos usam para empacotar seus recicláveis. O vidro
será moído, separado e transportado pelo Porto de Nova
York até Nova Jersey, onde ele passará por uma nova
máquina de raios-x para ser novamente separado;
contaminantes como boro e vidro com chumbo também
serão removidos. De volta ao Brooklyn, outros recicláveis
passam por uma correia transportadora enquanto ímãs
extraem metais ferrosos.
O plástico e o alumínio restantes são passados por
correntes de Foucault, que extraem o alumínio.”
TWEED, Katherine. Nova Iorque planeja liderança em
reciclagem. Scientific American Brasil.
(http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/nova_iorque_plan
eja_lideranca_em_reciclagem.html).
Sobre os materiais citados no texto, é correto afirmar que
a) o boro é um elemento químico do primeiro período da
tabela periódica.
b) o chumbo é o mais denso dos metais.
c) o ferro é um elemento representativo cuja massa molar
aproximada é 55,8 g.
d) o alumínio é um composto muito usado em embalagens
de bebidas.
e) o vidro é um material constituído essencialmente de
óxido de silício, podendo conter óxidos metálicos.
34. (Pucmg) Um elemento químico cuja distribuição
eletrônica é 2 2 6 2 1
1s 2s 2p 3s 3p está presente em diversos
utensílios domésticos. Sobre esse elemento químico, são
feitas as afirmações a seguir.
I. Encontra-se no terceiro período da tabela periódica.
II. É classificado como ametal.
III. Tem tendência a formar ligações iônicas com metais.
IV. Possui 3 elétrons na camada de valência.
São CORRETAS as afirmações:
a) I e IV
b) I e II
c) II e III
d) III e IV
35. (Udesc) A ciência usa o recurso de modelos para
explicar os fenômenos observados. Em muitas situações o
modelo de Dalton para o átomo é suficiente para entender
alguns fenômenos, mas a razão da periodicidade das
propriedades físicas e químicas na Tabela Periódica só foi
possível a partir do modelo de Bohr. Com relação às
propriedades na Tabela Periódica atual, pode-se afirmar
que:
a) para cada coluna na Tabela Periódica, de acordo com o
modelo de Bohr, os elétrons começam a preencher um
novo nível de energia.
b) a primeira energia de ionização corresponde ao elétron
mais fortemente ligado ao núcleo.
c) ao longo de um período, o raio atômico diminui.
Portanto, a energia de ionização também diminui.
d) de acordo com o modelo de Bohr, a primeira energia de
ionização do sódio (Na) é maior que a primeira energia
de ionização do cloro (C ).
e) a variação das energias de ionização observada ao longo
da Tabela Periódica está relacionada às distâncias dos
elétrons ao núcleo.
36. (Ufu)
A charge, de forma humorada, revela um aspecto da
presença do elemento químico hidrogênio na tabela
periódica. Essa alusão deve-se ao fato de o hidrogênio não
ter “família” e de
a) possuir tendência em formar ligações covalentes com os
elementos metálicos, como o sódio, o potássio e o
alumínio.
b) possuir, preponderantemente, a mesma tendência de
ligação química que os metais do primeiro grupo
formando o íon H .
c) ser um elemento representativo, do tipo metal, cujas
características se assemelham aos metais alcalinos.
d) ser inserido no grupo I da tabela periódica devido à sua
configuração eletrônica, porém, com tendência de
ligação química semelhantes ao flúor.
37. (Uece) O Brasil detém 98% das reservas mundiais de
nióbio, que apresenta numerosas aplicações industriais
como, por exemplo, em fabricação de joias, implantes
hiperalergênicos, eletrocerâmicas, imãs supercondutores,
máquinas de ressonância magnética, ligas metálicas,
moedas especiais e na produção de aço. Sobre o nióbio,
analise as afirmações abaixo e assinale a única alternativa
verdadeira.
a) Seu elétron diferencial se localiza na penúltima camada.
b) Trata-se de um elemento representativo.
c) Sua eletronegatividade é inferior à do vanádio.
d) Pertence ao quarto período da tabela periódica.
GABARITO
Resposta da questão 1:
[B]
A representação do elemento químico do átomo da espécie
responsável pela coloração pertence à família dos metais
alcalinos-terrosos da tabela periódica, ou seja, família IIA ou
grupo 2.
O átomo da espécie responsável pela coloração do traço
possui massa de 137 u e número de nêutrons 81, ou seja,
56 prótons (137 81). Trata-se do bário.
De acordo com a tabela:
Sal: cloreto de bário.
Distribuição eletrônica:
2 2 6 2 6 2 10 6 2 10 6 2
56Ba : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d 5p 6s
.
Coloração característica: verde.
Resposta da questão 2:
[A]
[I] Incorreta.
1 5
2 2 6 2 6 2 4
24
4s 3d
2 2 6 2 6 1 5
24
Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d (configuração mais estável)
[II] Incorreta.
1 10
2 2 6 2 6 2 9
29
4s 3d
2 2 6 2 6 1 10
24
Cu : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d (configuração mais estável)
[III] Incorreta.
2 2 6 2 6 2 6
26
camada
de valência
2 2 6 2 6 2
26
camada
de valência
Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 6
2 2 2 6 2 6 6
26
[Ar]
2 6
26
3d
Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 3d
Fe : [Ar] 3d


Resposta da questão 3:
[C]
[A] Incorreta. O amálgama é uma liga metálica, ou seja,
uma mistura homogênea, em que o principal
componente é o mercúrio.
[B] Incorreta. O átomo de mercúrio apresenta 80 elétrons
e 120 nêutrons.
200
80Hg
A Z n
n 200 80 120
 
  
[C] Correta. O mercúrio apresenta ponto de fusão a
38 C,  portanto, à temperatura ambiente (24 C)
ele é líquido.
[D] Incorreta. O mercúrio pertence ao 6ºP da Tabela
Periódica.
[E] Incorreta. Sua distribuição eletrônica será:
2 14 10
[Xe] 6s 4f 5d .
Resposta da questão 4:
[C]
No caso da Eugênia, o modelo atômico a qual se refere é o
de Thomson que ficou conhecido como “pudim de passas” ,
modelo que introduziu a natureza elétrica da matéria, pois
para ele o átomo era uma esfera positiva com cargas
negativas incrustadas.
Para a estudante Lolita, a ideia de “cebola” remete a ideia
dos níveis de energia propostos por Rutherford-Bohr.
Resposta da questão 5:
[C]
O sódio e o rubídio estão localizados no grupo 1 (família IA).
Elementos químicos posicionados no mesmo grupo ou
família apresentam propriedades químicas semelhantes.
Resposta da questão 6:
[C]
Para Böhr cada linha do espectro do hidrogênio
corresponde a uma transição específica “descendente”, ou
seja, do estado “excitado” para um estado de energia mais
baixo.
Considerando o modelo de Böhr, criado a partir do
hidrogênio, os diferentes espectros atômicos podem ser
explicados em função das diferentes transições eletrônicas,
que variam de elemento para elemento.
Resposta da questão 7:
[B]
Para Thompson e Dalton o átomo não tinha eletrosfera.
Somente a partir do modelo de Rutherford foi constatado
que o átomo possuía um núcleo denso e pequeno e os
elétrons ficariam girando ao redor desse núcleo na
eletrosfera.
Este modelo foi aperfeiçoado por Niels Bohr que afirmou
que os elétrons giravam em níveis definidos de energia.
Para Sommerfield a energia do elétron poderia ser
determinada pela distância em que se encontrava do
núcleo e pelo tipo de órbita que descreve.
Resposta da questão 8:
[B]
Teremos:
2 1 1
x y z
2 2 6 2 4
16
3p 3p 3p
S : 1s 2s 2p 3s 3p
  
Resposta da questão 9:
[E]
[A] Incorreta. Os átomos de um mesmo elemento têm
massas iguais e os átomos de elementos diferentes têm
massas diferentes, que não são aceitas nos dias atuais,
devido à existência de isótopos, onde todos os átomos
de um mesmo elemento não apresenta a mesma massa.
[B] Incorreta. A subdivisão da eletrosfera em subníveis foi
sugerida por Sommerfield.
[C] Incorreta. No modelo “pudim de passas” proposto por
J.J. Thomson o pudim seriam os prótons e os elétrons
estariam incrustados no pudim, representando as
passas.
[D] Incorreta. Para Sommerfield, para cada camada
eletrônica (n) haveria uma órbita circular e (n 1)
órbitas elípticas com diferentes excentricidades. Assim
para a camada L (n 2), tem-se 1 órbita circular e 1
órbita elíptica.
[E] Correta. Em um de seus postulados Bohr afirma que
quando um elétron absorve energia, ele salta para uma
camada mais afastada no núcleo, ao cessar a energia, ele
retorna a sua camada fundamental e emite essa energia em
forma de luz.
Resposta da questão 10:
[E]
[A] Incorreta. O íon 2
Fe ,
perde 2e-
, da camada de
valência, portanto, sua distribuição eletrônica será:
2 2 6 2 62 2
26 1s ,2s ,2p ,3s ,3 sF pe ,4
 6
2 2 6 2
26
62 6
,3d
1s ,2sFe ,2p ,3s ,3p ,3d

[B] Incorreta. O ácido carbônico sofre ionização provocada
pela água e não dissociação iônica.
[C] Incorreta. O ácido sulfídrico apresenta geometria
angular, pois apresenta pares de elétrons disponíveis e
a amônia 3(NH ) possui geometria piramidal.
[D] Incorreta. Ambas as espécies são apolares, pois devido a
geometria do 2CO ser linear e o 4CH apresentar
geometria tetraédrica, teremos: R 0,μ  resultando
numa molécula apolar em ambos os casos.
[E] Correta. A junção do cátion 2
Fe 
com o ânion 2
4SO ,
formará o composto: 4FeSO , sulfato de ferro II ou sulfato
ferroso.
Resposta da questão 11:
[D]
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs
cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons
extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei
de Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas
circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e
nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita
discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia
quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em
quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta).
Resposta da questão 12:
[C]
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs
cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons
extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei
de Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas
circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e
nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita
discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia
quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em
quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro
(quanta).
O modelo de Böhr serviu de base sólida para o
desenvolvimento dos modelos e conceitos atuais sobre a
estrutura do átomo.
Resposta da questão 13:
[A]
Böhr intuiu que deveriam existir muitos comprimentos de
onda diferentes, desde a luz visível até a invisível. Ele
deduziu que estes comprimentos de onda poderiam ser
quantizados, ou seja, um elétron dentro de um átomo não
poderia ter qualquer quantidade de energia, mas sim
quantidades específicas e que se um elétron caísse de um
nível de energia quantizado (nível de energia constante)
para outro ocorreria a liberação de energia na forma de luz
num único comprimento de onda.
Resposta da questão 14:
[A]
A afirmação “Não é possível calcular a posição e a
velocidade de um elétron num mesmo instante” foi feita por
Heisenberg.
Observação teórica:
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs
cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons
extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei
de Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas
circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e
nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita
discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia
quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em
quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta).
Resposta da questão 15:
[E]
Comentários das alternativas:
[A] Falsa. A fórmula do hidróxido correspondente, o
hidróxido de alumínio é  3
A OH .
[B] Falsa. A distribuição eletrônica do cátion 3
A 
é:
2 2 6
1s 2s 2p , pois houve a perde de 3 elétrons.
[C] Falsa. O composto originado é um sal de fórmula
mínima  2 4 3
A SO .
[D] Falsa. O íon 3
A 
apresenta oito elétrons em sua
camada de valência, conforme mostra a distribuição do
item [B].
[E] Verdadeira.
Resposta da questão 16:
[C]
O modelo de Böhr oferece melhores fundamentos para a
escolha de um equipamento a ser utilizado na busca por
evidências dos vestígios.
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs
cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons
extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei
de Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas
circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e
nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita
discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia
quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em
quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta).
Resposta da questão 17:
[B]
A partir da informação do texto, pode-se concluir que o
modelo atômico de Böhr melhor representa o processo
descrito.
Observação teórica:
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs
cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons
extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei
de Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas
circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e
nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita
discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia
quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em
quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro
(quanta).
O modelo de Böhr serviu de base sólida para o
desenvolvimento dos modelos e conceitos atuais sobre a
estrutura do átomo.
Resposta da questão 18:
[D]
Análise das afirmações:
2 2 6 2 6 2 6
1s 2s 2p 3s 3p 4s (valência) 3d ( )     
I. Correta: o número atômico do ferro (Fe) é 26;
II. Correta: o nível/subnível 6
3d (final da distribuição)
contém os elétrons mais energéticos do átomo de ferro
(Fe), no estado fundamental;
III. Incorreta: o átomo de ferro (Fe), no nível/subnível
6
3d ( )      , possui 4 elétrons
desemparelhados no estado fundamental;
IV. Correta: o átomo de ferro (Fe) possui 2 elétrons de
valência no nível 4 ( 2
4s   ), no estado fundamental.
Resposta da questão 19:
[E]
Um orbital é considerado a “região” de maior probabilidade
de se encontrar um elétron, acomoda no máximo dois
elétrons de spins opostos e as formas são diferentes.
Resposta da questão 20:
[A]
A distribuição eletrônica do ferro atômico é:
2 2 6 2 6 2 6
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d ; retirando 3 elétrons,
teremos  3
Fe 
:
2 2 6 2 6 5
1s 2s 2p 3s 3p 3d .
Resposta da questão 21:
[A]
Teremos:
1. Próton. Partícula de massa igual a 1,673 ×
10−27
kg, que corresponde à massa
de uma unidade atômica.
2. Elétron. Partícula de massa igual a 9,109 ×
10-31
kg e carga elétrica de -1,602 ×
10-19
C.
3. Átomo de
Dalton.
Partícula indivisível e indestrutível
durante as transformações
químicas.
4. Átomo de
Rutherford.
Partícula que possui um núcleo
central dotado de cargas elétricas
positivas, sendo envolvido por uma
nuvem de cargas elétricas
negativas.
5. Átomo de
Bohr.
Partícula constituída por um núcleo
contendo prótons e nêutrons,
rodeado por elétrons que
circundam em órbitas
estacionárias.
Resposta da questão 22:
[E]
Teremos:
1s2
2s2
2p6
3s2
3p6
4s2
3d10
4p4
Número de elétrons: 2 + 2 + 6 + 2 + 6 + 2 + 10 + 4 = 34
Número de prótons = Número de elétrons = 34
Camada de valência: 4s2
4p4
(6 elétrons de valência);
pertence à família 6A.
O último elétron distribuído na camada de valência possui o
número quântico magnético igual a + 1.
  
+1 0 -1
A subcamada de menor energia, pertencente à camada de
valência (4s2
4p4
) é a 4s.
Resposta da questão 23:
[A]
A ordem cronológica correta é a seguinte:
Por volta de 1803, John Dalton, professor de ciências inglês
e descobridor da alteração genética conhecida como
Daltonismo, sugeriu que a maioria das observações
químicas feitas no século XVIII poderiam ser explicadas a
partir da ideia de que a matéria seria formada por átomos
indivisíveis. Foi então que Dalton fez cinco importantes
proposições:
1a
.) Toda a matéria é formada por unidades fundamentais
chamadas átomos.
2a
.) Os átomos são perpétuos e indivisíveis, não podem ser
criados, nem destruídos.
3a
.) Os átomos de um determinado elemento químico são
idênticos em todas as suas propriedades. Átomos de
elementos químicos diferentes têm propriedades
diferentes.
4a
.) Uma alteração química (ou reação química) é uma
combinação, separação ou rearranjo de átomos.
5a
.) Os compostos químicos são constituídos de átomos de
elementos químicos diferentes numa proporção fixa.
Em 1897, Joseph John Thomson, que recebeu o prêmio
Nobel em 1906 pelos seus trabalhos sobre o estudo dos
elétrons, fez um experimento utilizando o tubo de
descargas.
Thomson acrescentou um par de placas metálicas ao
arranjo original e verificou que os raios catódicos podem
ser desviados na presença de um campo elétrico.
Em 1898, J. J. Thomson começou a se intrigar com a
seguinte questão: além dos elétrons o que mais existiria
dentro de átomo?
Se os elétrons podem ser retirados de um átomo deixando
para trás um íon positivo e como este íon positivo foi
formado a partir da retirada desse elétron,
consequentemente o íon positivo teria uma massa maior
do que a massa do elétron.
Foi então que ele propôs um modelo para a estrutura
atômica: Cada átomo seria formado por uma grande parte
positiva que concentraria a massa do átomo e por elétrons
que neutralizariam essa carga positiva. Ou seja, teríamos
uma esfera de carga elétrica positiva dentro da qual
estariam dispersos os elétrons.
Em 1909, Ernest Rutherford, Hans Geiger e Ernest Marsden
realizaram, no próprio laboratório do professor Ernest
Rutherford, uma série de experiências que envolveram a
interação de partículas alfa com diversos materiais como
papel, mica e ouro. Eles perceberam que algumas partículas
sofriam diversos tipos de desvio em suas trajetórias quando
atravessavam as amostras, ou seja, as partículas sofriam
espalhamento.
Rutherford imaginou que o átomo seria composto por um
núcleo positivo e muito pequeno, hoje se sabe que o
tamanho do átomo varia de 10.000 a 100.000 vezes maior
do que o tamanho do seu núcleo. Ele também acreditava
que os elétrons giravam ao redor do núcleo e
neutralizavam a carga positiva do núcleo. Este modelo foi
difundido no meio científico em 1911.
Em 1913, o físico dinamarquês Niels Henrik David Böhr,
começou a desvendar o dilema que a física clássica parecia
não conseguir explicar, ou seja, por que o átomo era
estável?
Para Böhr cada átomo de um elemento químico tem
disponível um conjunto de energias quantizadas
(constantes) ou níveis de energia ocupados pelos seus
elétrons.
Na maior parte do tempo o átomo está no seu estado
fundamental, ou seja, os elétrons estão ocupando os níveis
de energia mais baixos. Quando o átomo absorve energia
de uma descarga elétrica ou de uma chama seus elétrons
“pulam” para níveis de energia mais altos. Neste caso
dizemos que o átomo está no estado “excitado”.
Resposta da questão 24:
[A]
34Se2-
= 1s2
2s2
2p6
3s2
3p6
4s2
3d10
4p6
n(elétrons) = 36  36Kr
Resposta da questão 25:
[D]
Em 1913, o físico dinamarquês Niels Henrik David Böhr,
começou a desvendar o dilema que a física clássica parecia
não conseguir explicar, ou seja, por que o átomo era
estável?
Ele afirmou que deveriam existir princípios físicos
desconhecidos e que estes princípios descreveriam o
comportamento dos elétrons nos átomos. Böhr iniciou seu
trabalho admitindo que quando uma substância é aquecida
ela emite luz, pois seus átomos absorvem energia. Esta
energia pode ser absorvida de várias fontes como, por
exemplo, uma descarga elétrica ou uma chama.
Ele sugeriu que os elétrons absorvem energia e em seguida
a liberam na forma de luz sob vários comprimentos de
onda, ou seja, na forma de energia luminosa.
Para Böhr, cada átomo de um elemento químico tem
disponível um conjunto de energias quantizadas
(constantes) ou níveis de energia ocupados pelos seus
elétrons.
Na maior parte do tempo o átomo está no seu estado
fundamental, ou seja, os elétrons estão ocupando os níveis
de energia mais baixos. Quando o átomo absorve energia
de uma descarga elétrica ou de uma chama seus elétrons
“pulam” para níveis de energia mais altos. Neste caso
dizemos que o átomo está no estado “excitado”.
Esquematicamente, temos:
Com o “salto” do elétron para um nível de energia maior
surgiu um nível de menor energia desocupado isto significa
que um elétron pode “cair” de um de um nível energético
(quantizado) maior par um menor.
Para um determinado elétron podemos calcular a diferença
entre essas energias subtraindo a energia menor da energia
maior.
2 1E E EΔ  
A diferença entre estas quantidades de energia equivale à
energia perdida pelo elétron e é igual à energia do fóton de
energia eletromagnética (luz).
Resposta da questão 26:
[D]
[A] Incorreta. O elemento cálcio encontra-se no 4ºP da
tabela periódica.
[B] Incorreta. O raio atômico do zinco é menor que do
cálcio, pois o cálcio por apresentar menos prótons no
núcleo, a força de atração prótons-elétrons será menor
que do zinco, cuja atração é maior, diminuindo assim o
raio atômico.
[C] Incorreta. O nox do zinco é fixo em +2.
[D] Correta. Tanto o zinco quanto o cálcio pertencem ao
quarto período da tabela periódica, com nox fixo em +2,
e as fórmulas dos compostos serão:
2 2
3 3
2 2
Ca CO CaCO
Zn O ZnO
 
 


[E] Incorreta. O cálcio possui maior raio, por apresentar
número atômico maior, e menor potencial de ionização, ou
seja, o potencial para a retirada de um elétron de sua orbita
mais externa é menor quando comparado ao zinco.
Resposta da questão 27:
[C]
O elemento químico mais abundante do Universo é o
hidrogênio, localizado acima do grupo 1 ou família IA.
Resposta da questão 28:
[C]
O sódio e o rubídio estão localizados no grupo 1 (família IA).
Elementos químicos posicionados no mesmo grupo ou
família apresentam propriedades químicas semelhantes.
Resposta da questão 29:
[D]
Chumbo (Pb) e mercúrio (Hg) localizam-se no mesmo
período da tabela periódica, ou seja, na sexta linha.
Hg Tl Pb
Resposta da questão 30:
[D]
I é um elemento de transição externa e está no grupo 8
(VIIIB) da tabela periódica.
II é um exemplo de metal alcalino (grupo 1 ou família IA).
III possui a configuração eletrônica da camada de valência
2 2
ns np (grupo 14 ou família IVA)
IV (oxigênio; 2 4
2s 2p camada de valência ) possui a
tendência de receber elétrons quando faz ligação com o
elemento II (potássio; 1
4s camada de valência ).


  



6
2 2 4 2 2 2
8
2 2 6 2 6 1 2 2 6 2 6
19
2
2
O : 1s 2s 2p O : 1s 2s 2p
K : 1s 2s 2p 3s 3p 4s K :1s 2s 2p 3s 3p
K K O K O
V é um gás nobre (xenônio; grupo 18 ou família VIIIA) e
possui uma elevada energia de ionização em relação aos
outros elementos representados.
Resposta da questão 31:
[B]
O cádmio é um metal de transição localizado no quinto
período da tabela periódica:
2 2 6 2 6 2 10 6 2 10
48
2
10
Cd : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d
5s quinto período da classificação periódica.
d décima coluna de transição externa (grupo 12 ou IIB).


Resposta da questão 32:
[D]
O cobre está localizado no quarto período da família 1B
(transição externa) e sua configuração eletrônica é:
2 2 6 2 6 2 9
29Cu 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
Porém, elementos cuja distribuição terminam em 9
d ,
como o caso do cobre, sofrem um "rearranjo" eletrônico.
Como subníveis 4s e 3d possuem quantidades de energia
próximas, um elétron do subnível s salta para o subnível d
(salto quântico) tornando o átomo mais estável. Assim sua
configuração eletrônica final será:
2 2 6 2 6 1 10
29Cu 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
Resposta da questão 33:
[E]
O vidro é um material constituído essencialmente por óxido
de silício 2 n((SiO ) ), e pode conter óxidos metálicos
(alumínio, sódio e cálcio).
Representação da estrutura mais comum do vidro:
Resposta da questão 34:
[A]
2 2 6 2 1
Terceiro período
da tabela periódica
3 elétrons na camada
de valência
1s 2s 2p 3s 3p
13 elétrons no total
13 prótons; Z 13.
Trata-se do metal alumínio (A ).
Resposta da questão 35:
[E]
[A] Incorreta. Para cada período, tem-se um nível de
energia.
[B] Incorreta. Corresponde ao elétron mais fracamente
ligado ao núcleo.
[C] Incorreta. A medida que o raio diminui, a atração entre
o núcleo positivo e os elétrons aumenta aumentando,
consequentemente, a energia de ionização.
[D] Incorreta. A 1ª Energia de Ionização do sódio e menor
que do cloro, pois o átomo de sódio, possui tendência
em doar elétrons e o cloro receber elétron.
[E] Correta. Pois a medida que o raio diminui, maior será a
atração dos elétrons, fazendo com a energia de ionização
aumente.
Resposta da questão 36:
[D]
O hidrogênio (H) inserido no grupo I da tabela periódica
devido à sua configuração eletrônica 1
(1s ), porém, com
tendência de fazer ligações covalentes como o flúor.
Resposta da questão 37:
[A]
[A] Correta. A distribuição eletrônica do Nióbio será:
2 2 6 2 6 2 10 6 2 3
4Ni 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d
O elétron de diferenciação se localiza em 3
4d ,
penúltima camada da distribuição desse elemento
(última camada 2
5s ).
[B] Incorreta. O elemento químico Nióbio apresenta seu
elétron de diferenciação no subnível d, portanto, trata-
se de um elemento de transição.
[C] Incorreta. A eletronegatividade (tendência do elemento
em atrair elétrons) do Nióbio seria menor que a do
elemento Vanádio, pois a eletronegatividade aumenta
conforme o raio atômico diminui, sendo assim, quanto
maior o raio atômico, menor será a atração do núcleo
pelos elétrons mais externos e consequentemente
menor a eletronegatividade, porém, consultando a
tabela de eletronegatividade proposta por Linus
Pauling, ambos possuem o mesmo valor de
eletronegatividade (1,6)
* Obs: sem a tabela de eletronegatividade seria
impossível para o aluno chegar a essa conclusão.
[D] Incorreta. De acordo com a distribuição eletrônica desse
elemento, ele pertence ao 5ºP, pois apresenta 5 camadas
eletrônicas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
Karol Maia
 
Tabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º anoTabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º ano
7 de Setembro
 
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-robertoexercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
Kassen Azanki
 
Aula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono anoAula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono ano
Professora Raquel
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
César Milani
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Waldir Montenegro
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
Ajudar Pessoas
 
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Carlos Priante
 
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Ronaldo Santana
 

Mais procurados (20)

Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
 
Tabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º anoTabela Periódica - 9º ano
Tabela Periódica - 9º ano
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
 
avaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicaavaliação 9 ano química
avaliação 9 ano química
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-robertoexercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
exercicios-de-tabela-periodica-profº-agamenon-roberto
 
Aula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono anoAula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono ano
 
Exercicio tabela periodica
Exercicio tabela periodicaExercicio tabela periodica
Exercicio tabela periodica
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
 
Slide tabela periodica
Slide tabela periodicaSlide tabela periodica
Slide tabela periodica
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
 
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
 
Aula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicasAula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicas
 
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
 

Semelhante a Lista de Exercícios: Distribuição Eletrônica e Tabela Periódica

Exercícios de revisão para avaliação suplementar
Exercícios de revisão para avaliação suplementarExercícios de revisão para avaliação suplementar
Exercícios de revisão para avaliação suplementar
Claudia Cinara Braga
 
Bia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomicaBia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomica
Samara Machado
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Leonardo Carneiro
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Leonardo Carneiro
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Leonardo Carneiro
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Leonardo Carneiro
 

Semelhante a Lista de Exercícios: Distribuição Eletrônica e Tabela Periódica (20)

Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar
ExercciosderevisoparaavaliaosuplementarExercciosderevisoparaavaliaosuplementar
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar
 
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTARGABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
 
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTARGABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
GABARITO EXERCÍCIOS SUPLEMENTAR
 
Lista 1-modelos atomicos
Lista 1-modelos atomicosLista 1-modelos atomicos
Lista 1-modelos atomicos
 
Exercícios de revisão para avaliação suplementar
Exercícios de revisão para avaliação suplementarExercícios de revisão para avaliação suplementar
Exercícios de revisão para avaliação suplementar
 
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabaritoExercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
 
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabaritoExercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
 
Modelos+atã micos
Modelos+atã micosModelos+atã micos
Modelos+atã micos
 
Lista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de AtomísticaLista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de Atomística
 
137
137137
137
 
Bia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomicaBia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomica
 
Lista 5 2014
Lista 5   2014Lista 5   2014
Lista 5 2014
 
Questões tabela periódica e ligações prevupe
Questões tabela periódica e ligações   prevupeQuestões tabela periódica e ligações   prevupe
Questões tabela periódica e ligações prevupe
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
 
Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1Lista de exercícios básicos para simulado 1
Lista de exercícios básicos para simulado 1
 
Lista 01 quimica
Lista 01   quimicaLista 01   quimica
Lista 01 quimica
 
CfSd 2016 química 2
CfSd 2016   química 2CfSd 2016   química 2
CfSd 2016 química 2
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
 

Mais de Hebertty Dantas

Mais de Hebertty Dantas (20)

Diagrama de fases e Pressao de vapor
Diagrama de fases e Pressao de vaporDiagrama de fases e Pressao de vapor
Diagrama de fases e Pressao de vapor
 
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 11
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 11Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 11
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 11
 
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 10
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 10Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 10
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 10
 
Forca e Nomenclatura dos Ácidos
Forca e Nomenclatura dos ÁcidosForca e Nomenclatura dos Ácidos
Forca e Nomenclatura dos Ácidos
 
Lista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de SoluçõesLista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de Soluções
 
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 09
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 09Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 09
Gabarito SAS: L3. Quí1. Aula 09
 
Gabarito SAS: L2. Quí1. Aula 08
Gabarito SAS: L2. Quí1. Aula 08Gabarito SAS: L2. Quí1. Aula 08
Gabarito SAS: L2. Quí1. Aula 08
 
Teorias Ácido-Bases
Teorias Ácido-BasesTeorias Ácido-Bases
Teorias Ácido-Bases
 
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 08
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 08Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 08
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 08
 
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 07
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 07Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 07
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 07
 
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 06
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 06Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 06
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 06
 
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 05
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 05Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 05
Gabarito SAS: L2. Quí3. Aula 05
 
Técnicas de Balanceamentos de Equações Químicas
Técnicas de Balanceamentos de Equações QuímicasTécnicas de Balanceamentos de Equações Químicas
Técnicas de Balanceamentos de Equações Químicas
 
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 07
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 07Gabarito SAS: L2. qui1. aula 07
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 07
 
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 06
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 06Gabarito SAS: L2. qui1. aula 06
Gabarito SAS: L2. qui1. aula 06
 
Nox, Oxidação e Redução
Nox, Oxidação e ReduçãoNox, Oxidação e Redução
Nox, Oxidação e Redução
 
Gabarito: L2. Quí 1. Aulas 05
Gabarito: L2. Quí 1. Aulas 05Gabarito: L2. Quí 1. Aulas 05
Gabarito: L2. Quí 1. Aulas 05
 
Gabarito: L1. Quí 1. Aulas 04
Gabarito: L1. Quí 1. Aulas 04Gabarito: L1. Quí 1. Aulas 04
Gabarito: L1. Quí 1. Aulas 04
 
Gabarito. L1. quí 3. aulas 01-04
Gabarito. L1. quí 3. aulas 01-04Gabarito. L1. quí 3. aulas 01-04
Gabarito. L1. quí 3. aulas 01-04
 
Estrutura atômica II
Estrutura atômica IIEstrutura atômica II
Estrutura atômica II
 

Último

Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

Lista de Exercícios: Distribuição Eletrônica e Tabela Periódica

  • 1. EXERCÍCIOS 1. (Espcex (Aman)) Munições traçantes são aquelas que possuem um projétil especial, contendo uma carga pirotécnica em sua retaguarda. Essa carga pirotécnica, após o tiro, é ignificada, gerando um traço de luz colorido, permitindo a visualização de tiros noturnos a olho nu. Essa carga pirotécnica é uma mistura química que pode possuir, dentre vários ingredientes, sais cujos íons emitem radiação de cor característica associada ao traço luminoso. Um tipo de munição traçante usada por um exército possui na sua composição química uma determinada substância, cuja espécie química ocasiona um traço de cor correspondente bastante característico. Com relação à espécie química componente da munição desse exército sabe-se: I. A representação do elemento químico do átomo da espécie responsável pela coloração pertence à família dos metais alcalinos-terrosos da tabela periódica. II. O átomo da espécie responsável pela coloração do traço possui massa de 137 u e número de nêutrons 81. Sabe-se também que uma das espécies apresentadas na tabela do item III (que mostra a relação de cor emitida característica conforme a espécie química e sua distribuição eletrônica) é a responsável pela cor do traço da munição desse exército. III. Tabela com espécies químicas, suas distribuições eletrônicas e colorações características: Considerando os dados contidos, nos itens I e II, atrelados às informações da tabela do item III, a munição traçante, descrita acima, empregada por esse exército possui traço de coloração a) vermelho-alaranjada. b) verde. c) vermelha. d) azul. e) branca. 2. (Acafe) Baseado nos conceitos sobre distribuição eletrônica, analise os itens a seguir. I. 2 4 24Cr [Ar] 4s 3d II. 2 9 29Cu [Ar] 4s 3d III. 2 2 4 26Fe [Ar] 4s 3d  Assinale a alternativa correta. a) Todos os itens estão incorretos. b) Todos os itens estão corretos. c) Apenas I e II estão corretos. d) Apenas III está correto. 3. (Ufjf-pism 1) O mercúrio é um elemento químico que apresenta como temperaturas de fusão 38 C  e de ebulição, 357 C. Forma liga metálica facilmente com muitos outros metais, como o ouro ou a prata, produzindo amalgamas. Sobre o mercúrio é correto afirmar que: a) forma uma mistura heterogênea na produção de amalgamas com ouro. b) apresenta 80 elétrons e 80 nêutrons. c) encontra-se no estado líquido na temperatura ambiente (24 C). d) localiza-se no quinto período da tabela periódica. e) apresenta distribuição eletrônica 2 14 10 [Xe] 6s 4f 4d .
  • 2. 4. (Upe-ssa 1) Analise a seguinte charge: As estudantes Eugênia e Lolita estão falando, respectivamente, sobre os modelos atômicos de a) Dalton e Thomson. b) Dalton e Rutherford-Bohr. c) Thomson e Rutherford-Bohr. d) Modelo Quântico e Thomson. e) Rutherford-Bohr e Modelo Quântico. 5. (Pucpr) Linus Carl Pauling, nascido no dia 28 de fevereiro de 1901, em Portland, nos Estados Unidos, foi um dos mais importantes químicos e recebeu dois Prêmios Nobel. Estudou a vitamina C. Em 1929, foi nomeado Professor Associado e, um ano depois, Professor. Em 1930, retorna para a Europa, estuda os elétrons e constrói junto com um aluno um aparelho de difração eletrônica para estudar a estrutura das moléculas. Recebeu, em 1931, o Prêmio Langmuir por ter realizado o trabalho científico mais significativo realizado por um cientista com menos de 30 anos. Em 1932, mostrou a ideia de eletronegatividade e a escala de Pauling. Um de seus trabalhos mais importantes é sobre hibridização e a tetravalência do carbono. Disponível em: <http://www.soq.com.br/>. Analisando o texto, o qual conta um pouco sobre Linus Pauling, assinale a alternativa CORRETA. Dados: 26 11 37 12 20 Fe (grupo 8 ou família VIIIB) Na (grupo 1ou família IA) Rb (grupo 1ou família IA) Mg (grupo 2 ou família IIA) Ca (grupo 2 ou família IIA) a) A distribuição eletrônica de Linus Pauling ocorre em ordem decrescente de níveis energéticos. b) A distribuição eletrônica para o íon 3 Fe possui subnível mais energético 3 3d . c) Caso em um laboratório faltasse o sódio para fazer um experimento, o rubídio poderia substituí-lo, pois ambos possuem propriedades químicas semelhantes. d) Analisando-se os raios i鬾icos do 韔n Na e do 韔n 2 MG , temos que o raio i鬾ico do 韔n s 骴io (Na ) ? inferior ao raio i鬾ico do 韔n magn閟io 2 (Mg ). e) Os elementos sódio, cálcio e ferro são bons condutores de eletricidade, porém maus condutores de calor no estado sólido. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto para responder às questões abaixo: A luz branca é composta por ondas eletromagnéticas de todas as frequências do espectro visível. O espectro de radiação emitido por um elemento, quando submetido a um arco elétrico ou a altas temperaturas, é descontínuo e apresenta uma de suas linhas com maior intensidade, o que fornece “uma impressão digital” desse elemento. Quando essas linhas estão situadas na região da radiação visível, é
  • 3. possível identificar diferentes elementos químicos por meio dos chamados testes de chama. A tabela apresenta as cores características emitidas por alguns elementos no teste de chama: Elemento Cor sódio laranja potássio violeta cálcio vermelho-tijolo cobre azul-esverdeada 6. (Unesp) Em 1913, Niels Böhr (1885-1962) propôs um modelo que fornecia uma explicação para a origem dos espectros atômicos. Nesse modelo, Bohr introduziu uma série de postulados, dentre os quais, a energia do elétron só pode assumir certos valores discretos, ocupando níveis de energia permitidos ao redor do núcleo atômico. Considerando o modelo de Böhr, os diferentes espectros atômicos podem ser explicados em função a) do recebimento de el‫י‬trons por diferentes elementos. b) da perda de elétrons por diferentes elementos. c) das diferentes transições eletrônicas, que variam de elemento para elemento. d) da promoção de diferentes elétrons para níveis mais energéticos. e) da instabilidade nuclear de diferentes elementos. 7. (Ueg) Para termos ideia sobre as dimensões atômicas em escala macroscópica podemos considerar que se o prédio central da Universidade Estadual de Goiás, em Anápolis, fosse o núcleo do átomo de hidrogênio, a sua eletrosfera pode estar a aproximadamente 1000 km. Dessa forma, o modelo atômico para matéria é uma imensidão de vácuo com altas forças de interação. Considerando-se a comparação apresentada no enunciado, a presença de eletrosfera é coerente com os modelos atômicos de a) Dalton e Bohr. b) Bohr e Sommerfeld. c) Thompson e Dalton. d) Rutherford e Thompson. 8. (Uece) A regra de Hund, como o próprio nome indica, foi formulada pela primeira vez, em 1927, pelo físico alemão Friedrich Hund. Ele partiu diretamente da estrutura nuclear, já conhecida e medida, das moléculas e tentou calcular as orbitais moleculares adequadas por via direta, resultando na regra de Hund. Essa regra afirma que a energia de um orbital incompleto é menor quando nela existe o maior número possível de elétrons com spins paralelos. Considerando a distribuição eletrônica do átomo de enxofre em seu estado fundamental (Z 16), assinale a opção que apresenta a aplicação correta da regra de Hund. a) 2 2 6 2 2 2 0 1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz b) 2 2 6 2 2 1 1 1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz c) 2 2 6 2 2 0 2 1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz d) 2 2 6 2 1 2 1 1s 2s 2p 3s 3px 3py 3pz 9. (Pucpr) Com o passar do tempo, os modelos atômicos sofreram várias mudanças, pois novas ideias surgiam sobre o átomo. Considerando os modelos atômicos existentes, assinale a alternativa CORRETA. a) Para Dalton, átomos iguais possuem massas iguais e átomos diferentes possuem massas diferentes, teoria aceita nos dias atuais. b) No modelo de Rutherford, temos no átomo duas regiões bem definidas: núcleo e eletrosfera, a qual é dividida em níveis e subníveis. c) O modelo atômico de Thomson chamava-se “modelo do pudim de passas”, no qual os prótons seriam as passas e os elétrons, o pudim. d) Para Sommerfeld, se um elétron está na camada L, este possui uma órbita circular e três órbitas elípticas. e) Para Bohr, quando um elétron recebe energia, este passa para uma camada mais afastada do núcleo; cessada a energia recebida, o elétron retorna a sua camada inicial, emitindo essa energia na forma de onda eletromagnética. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto para responder à(s) questão(ões), Em algumas regiões do país não é raro encontrar ao mesmo tempo condições aeróbicas e anaeróbicas em partes diferentes de um mesmo lago, particularmente no verão, devido à ocorrência de um fenômeno conhecido como estratificação, ocasionado pela diferença de temperatura da água. As espécies químicas que estão presentes nas camadas diferenciadas do lago são mostradas na figura abaixo:
  • 4. Pode-se observar na figura que, nas condições aeróbicas, têm-se espécies oxidadas e, perto do fundo, têm-se as condições anaeróbicas e as espécies na forma mais reduzidas dos mesmos elementos. 10. (Uepa) Sobre as propriedades químicas das espécies encontradas no lago, é correto afirmar que: a) o íon 2 Fe  possui a seguinte distribuição eletrônica: 2 1s , 2 2s , 6 2p , 2 3s , 6 3p , 6 3d , 2 4s b) a espécie 3HCO  é um íon resultante da dissociação iônica do ácido carbônico. c) as espécies 2H S e 3NH apresentam, respectivamente, geometria linear e piramidal. d) as espécies 2CO e 4CH são moléculas polares. e) a combinação das espécies 2 4SO  e 2 Fe  produz o sulfato ferroso. 11. (Ufpr) As teorias atômicas vêm se desenvolvendo ao longo da história. Até o início do século XIX, não se tinha um modelo claro da constituição da matéria. De lá até a atualidade, a ideia de como a matéria é constituída sofreu diversas modificações, como se pode observar no modelo atômico de Bohr, que manteve paradigmas conceituais sobre a constituição da matéria, mas também inseriu novos conceitos surgidos no início do século XX. No modelo atômico de Bohr: 1. O elétron circula em órbita com raio definido. 2. O elétron é descrito por uma função de onda. 3. Para descrever o elétron num orbital são necessários 4 números quânticos. 4. Toda a massa do átomo está concentrada no núcleo, que ocupa uma porção ínfima do espaço. Entre as afirmativas acima, correspondem ao modelo atômico de Bohr: a) 1 e 2 apenas. b) 2 e 3 apenas. c) 2, 3 e 4 apenas. d) 1 e 4 apenas. e) 1, 3 e 4 apenas. 12. (Unesp) Em 2013 comemora-se o centenário do modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês Niels Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o conceito de quantização da energia, possibilitando a explicação de algumas propriedades observadas experimentalmente. Embora o modelo atômico atual seja diferente, em muitos aspectos, daquele proposto por Bohr, a incorporação do conceito de quantização foi fundamental para o seu desenvolvimento. Com respeito ao modelo atômico para o átomo de hidrogênio proposto por Bohr em 1913, é correto afirmar que a) o espectro de emissão do átomo de H é explicado por meio da emissão de energia pelo elétron em seu movimento dentro de cada órbita estável ao redor do núcleo do átomo. b) o movimento do elétron ao redor do núcleo do átomo é descrito por meio de níveis e subníveis eletrônicos. c) o elétron se move com velocidade constante em cada uma das órbitas circulares permitidas ao redor do núcleo do átomo. d) a regra do octeto é um dos conceitos fundamentais para ocupação, pelo elétron, das órbitas ao redor do núcleo do átomo. e) a velocidade do elétron é variável em seu movimento em uma órbita elíptica ao redor do núcleo do átomo. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Um aluno recebeu, na sua página de rede social, uma foto mostrando fogos de artifícios. No dia seguinte, na sequência das aulas de modelos atômicos e estrutura atômica, o aluno comentou com o professor a respeito da imagem recebida, relacionando-a com o assunto que estava sendo trabalhado, conforme mostra a foto.
  • 5. Legenda das cores emitidas Na Ba Cu Sr Ti amarelo verde azul vermelho branco metálico 13. (Uea) O aluno comentou corretamente que o modelo atômico mais adequado para explicar a emissão de cores de alguns elementos indicados na figura é o de a) Rutherford-Bohr. b) Dalton. c) Proust. d) Rutherford. e) Thomson. 14. (Uern) Durante anos, os cientistas desvendaram os mistérios que envolviam o átomo. Sem desprezar os conceitos anteriores, cada um foi criando o seu próprio modelo atômico a partir da falha do modelo anterior, ou simplesmente não explicava. Com o cientista dinamarquês Niels Bohr não foi diferente, pois ele aprimorou o modelo atômico de Rutherford, utilizando a teoria de Max Planck, e elaborou sua própria teoria nos seguintes fundamentos, EXCETO: a) Não é possível calcular a posição e a velocidade de um elétron num mesmo instante. b) Os elétrons giram ao redor do núcleo em órbitas circulares, com energia fixa e determinada. c) Os elétrons movimentam-se nas órbitas estacionárias e, nesse movimento, não emitem energia espontaneamente. d) Quando o elétron recebe energia suficiente do exterior, ele salta para outra órbita. Após receber essa energia, o elétron tende a voltar à órbita de origem, devolvendo a energia recebida (na forma de luz ou calor). 15. (Ucs) Durante muitos anos, supôs-se que o íon 3 A  fosse completamente inofensivo e atóxico ao homem. O hidróxido de alumínio, por exemplo, é muito utilizado para o tratamento de indigestões. Já o sulfato de alumínio é usado no tratamento de água potável. Contudo, há indicações de que o íon alumínio talvez não seja tão inofensivo quanto se pensava, pois ele provoca intoxicações agudas em pessoas com insuficiência renal, além de se acumular no cérebro de pacientes com doença de Alzheimer. O íon 3 A  a) combina-se com o ânion hidroxila, na proporção de 1:2, respectivamente, para formar o hidróxido correspondente. b) apresenta distribuição eletrônica 2 2 6 2 1 1s 2s 2p 3s 3p . c) dá origem a um ácido, ao combinar-se com o ânion sulfato. d) tem 3 elétrons na sua camada de valência. e) é menor do que o átomo de alumínio no estado fundamental. 16. (Upe) Um laboratório brasileiro desenvolveu uma técnica destinada à identificação da origem de “balas perdidas”, comuns nos confrontos entre policiais e bandidos. Trata-se de uma munição especial, fabricada com a adição de corantes fluorescentes, visíveis apenas sob luz ultravioleta. Ao se disparar a arma carregada com essa munição, são liberados os pigmentos no atirador, no alvo e em tudo o que atravessar, permitindo rastrear a trajetória do tiro. Adaptado de MOUTINHO, Sofia. À caça de evidências. Ciência Hoje, maio, 24-31, 2011. Qual dos modelos atômicos a seguir oferece melhores fundamentos para a escolha de um equipamento a ser utilizado na busca por evidências dos vestígios desse tipo de bala? a) Modelo de Dalton. b) Modelo de Thompson. c) Modelo de Rutherford-Bohr. d) Modelo de Dalton-Thompson. e) Modelo de Rutherford- Thompson.
  • 6. 17. (Uern) “O processo de emissão de luz dos vagalumes é denominado bioluminescência, que nada mais é do que uma emissão de luz visível por organismos vivos. Assim como na luminescência, a bioluminescência é resultado de um processo de excitação eletrônica, cuja fonte de excitação provém de uma reação química que ocorre no organismo vivo”. A partir da informação do texto, pode-se concluir que o modelo atômico que representa a luz visível dos vagalumes é o a) Rutheford. b) Bohr. c) Thomson. d) Heiserberg. 18. (Espcex (Aman)) A distribuição eletrônica do átomo de ferro (Fe), no estado fundamental, segundo o diagrama de Linus Pauling, em ordem energética, é 2 2 6 2 6 2 6 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d . Sobre esse átomo, considere as seguintes afirmações: I. O número atômico do ferro (Fe) é 26. II. O nível/subnível 6 3d contém os elétrons mais energéticos do átomo de ferro (Fe), no estado fundamental. III. O átomo de ferro (Fe), no nível/subnível 6 3d , possui 3 elétrons desemparelhados, no estado fundamental. IV. O átomo de ferro (Fe) possui 2 elétrons de valência no nível 4 ( 2 4s ), no estado fundamental. Das afirmações feitas, está(ão) correta(s) a) apenas I. b) apenas II e III. c) apenas III e IV. d) apenas I, II e IV. e) todas. 19. (Udesc) Sobre configuração e distribuição eletrônica, é correto afirmar que: a) o elemento X apresenta a configuração eletrônica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d2 , o que indica que este elemento pertence à família 5. b) o subnível 4p apresenta maior nível de energia que o 4d. c) o número Z indica o número atômico e o número de nêutrons. d) o número de elétrons na camada de valência do S (Z=16) é 4 (quatro). e) cada orbital pode acomodar no máximo dois elétrons, isso se eles possuírem spins contrários. Os orbitais apresentam formas e orientações diferentes. 20. (Cesgranrio) O ferro é bastante utilizado pelo homem em todo o mundo. Foram identificados artefatos de ferro produzidos em torno de 4000 a 3500 a.C. Nos dias atuais, o ferro pode ser obtido por intermédio da redução de óxidos ou hidróxidos, por um fluxo gasoso de hidrogênio molecular  2H ou monóxido de carbono. O Brasil é atualmente o segundo maior produtor mundial de minério de ferro. Na natureza, o ferro ocorre, principalmente, em compostos, tais como: hematita  2 3Fe O , magnetita  3 4Fe O , siderita  3FeCO , limonita  2 3 2Fe O H O e pirita  2FeS , sendo a hematita o seu principal mineral. Assim, segundo o diagrama de Linus Pauling, a distribuição eletrônica para o íon ferro (+3), nesse mineral, é representada da seguinte maneira: a) 2 2 6 2 6 5 1s 2s 2p 3s 3p 3d b) 2 2 6 2 6 2 6 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d c) 2 2 6 2 6 2 9 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d d) 2 2 6 2 6 2 3 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d e) 2 2 6 2 6 2 1s 2s 2p 3s 3p 3d 21. (Ufpr) A constituição elementar da matéria sempre foi uma busca do homem. Até o início do século XIX, não se tinha uma ideia concreta de como a matéria era constituída. Nas duas últimas décadas daquele século e início do século XX, observou-se um grande avanço das ciências e com ele a evolução dos modelos atômicos. Acerca desse assunto, numere a coluna da direita de acordo com sua correspondência com a coluna da esquerda. 1. Próton. ( ) Partícula de massa igual a 9,109 × 10-31 kg e carga elétrica de -1,602 × 10-19 C. 2. Elétron. ( ) Partícula constituída por um núcleo contendo prótons e nêutrons, rodeado por elétrons que circundam em órbitas estacionárias. 3. Átomo de Dalton. ( ) Partícula indivisível e indestrutível durante as transformações químicas. 4. Átomo de Rutherford. ( ) Partícula de massa igual a 1,673 × 10−27 kg, que corresponde
  • 7. à massa de uma unidade atômica. 5. Átomo de Bohr. ( ) Partícula que possui um núcleo central dotado de cargas elétricas positivas, sendo envolvido por uma nuvem de cargas elétricas negativas. Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. a) 2 – 5 – 3 – 1 – 4. b) 1 – 3 – 4 – 2 – 5. c) 2 – 4 – 3 – 1 – 5. d) 2 – 5 – 4 – 1 – 3. e) 1 – 5 – 3 – 2 – 4. 22. (Uft) Um determinado elemento químico tem para seu átomo no estado fundamental, a seguinte distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p4 Podemos propor, para este elemento: I. O número de prótons no núcleo atômico é 34. II. É um elemento pertencente ao grupo IVA da Tabela Periódica. III. O último elétron distribuído na camada de valência possui o número quântico magnético igual a zero. IV. A subcamada de menor energia, pertencente à camada de valência é a 4s. Analise as proposições e marque a opção correta: a) Apenas I e II. b) Apenas I e III. c) Apenas II e III. d) Apenas II e IV. e) Apenas I e IV. 23. (Ita) Historicamente, a teoria atômica recebeu várias contribuições de cientistas. Assinale a opção que apresenta, na ordem cronológica CORRETA, os nomes de cientistas que são apontados como autores de modelos atômicos. a) Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr. b) Thomson, Millikan, Dalton e Rutherford. c) Avogadro, Thomson, Bohr e Rutherford. d) Lavoisier, Proust, Gay-Lussac e Thomson. e) Rutherford, Dalton, Bohr e Avogadro. 24. (Uerj) O selênio é um elemento químico essencial ao funcionamento do organismo, e suas principais fontes são o trigo, as nozes e os peixes. Nesses alimentos, o selênio está presente em sua forma aniônica Se2- . Existem na natureza átomos de outros elementos químicos com a mesma distribuição eletrônica desse ânion. O símbolo químico de um átomo que possui a mesma distribuição eletrônica desse ânion está indicado em: a) Kr b) Br c) As d) Te 25. (Unesp) Na evolução dos modelos atômicos, a principal contribuição introduzida pelo modelo de Böhr foi: a) a indivisibilidade do átomo. b) a existência de nêutrons. c) a natureza elétrica da matéria. d) a quantização de energia das órbitas eletrônicas. e) a maior parte da massa do átomo está no núcleo. 26. (Unisinos) No mercado da beleza, os blushes e os pós faciais estão entre os cosméticos mais utilizados. O pó facial, ou pó compacto, contém carbonato de cálcio e óxido de zinco em sua formulação. Quanto aos elementos e os compostos carbonato de cálcio e o óxido de zinco citados acima, assinale a alternativa correta. a) O elemento cálcio encontra-se no terceiro período da tabela periódica, forma cátions com carga 2, e seu potencial de ionização é menor do que o do elemento estrôncio. b) O elemento zinco é um metal de transição, tem 2 elétrons em seu nível mais externo, e seu raio atômico é maior do que o do cálcio. c) O número de oxidação do zinco, no óxido de zinco, é 1. d) Os elementos cálcio e zinco encontram-se no quarto período da tabela periódica, ambos têm número de oxidação 2, e a fórmula do carbonato de cálcio é 3CaCO , enquanto a do óxido de zinco é ZnO. e) O elemento cálcio tem menor raio atômico e maior potencial de ionização do que o elemento zinco. 27. (Pucrs) A Tabela Periódica contém todos os elementos químicos já descobertos, os quais estão organizados em função de sua estrutura e propriedades. Em relação aos elementos químicos, é correto afirmar que a) o mais leve da Tabela Periódica é um gás nobre. b) o mais abundante na atmosfera terrestre é um calcogênio.
  • 8. c) o mais abundante do Universo está localizado no primeiro período. d) o que constitui o diamante está localizado no mesmo grupo do enxofre. e) o mais abundante da crosta terrestre está localizado no terceiro período. 28. (Pucpr) Linus Carl Pauling, nascido no dia 28 de fevereiro de 1901, em Portland, nos Estados Unidos, foi um dos mais importantes químicos e recebeu dois Prêmios Nobel. Estudou a vitamina C. Em 1929, foi nomeado Professor Associado e, um ano depois, Professor. Em 1930, retorna para a Europa, estuda os elétrons e constrói junto com um aluno um aparelho de difração eletrônica para estudar a estrutura das moléculas. Recebeu, em 1931, o Prêmio Langmuir por ter realizado o trabalho científico mais significativo realizado por um cientista com menos de 30 anos. Em 1932, mostrou a ideia de eletronegatividade e a escala de Pauling. Um de seus trabalhos mais importantes é sobre hibridização e a tetravalência do carbono. Disponível em: <http://www.soq.com.br/>. Analisando o texto, o qual conta um pouco sobre Linus Pauling, assinale a alternativa CORRETA. Dados: 26 11 37 12 20 Fe (grupo 8 ou família VIIIB) Na (grupo 1ou família IA) Rb (grupo 1ou família IA) Mg (grupo 2 ou família IIA) Ca (grupo 2 ou família IIA) a) A distribuição eletrônica de Linus Pauling ocorre em ordem decrescente de níveis energéticos. b) A distribuição eletrônica para o íon 3 Fe possui subnível mais energético 3 3d . c) Caso em um laboratório faltasse o sódio para fazer um experimento, o rubídio poderia substituí-lo, pois ambos possuem propriedades químicas semelhantes. d) Analisando-se os raios iônicos do íon Na e do íon 2 MG , temos que o raio iônico do íon sódio (Na ) é inferior ao raio iônico do íon magnésio 2 (Mg ). e) Os elementos sódio, cálcio e ferro são bons condutores de eletricidade, porém maus condutores de calor no estado sólido. 29. (Uece) A revista Química Nova na Escola, vol. 37, p.3, traz a seguinte manifestação sobre a produção do tecido das calças jeans: “Além da toxicidade envolvida no cultivo de sua matéria-prima, na produção industrial de jeans a etapa de tingimento consome 90% da água de todo o processo e gera grande volume de efluentes contaminados”. Entre os agentes contaminadores estão corantes sintéticos, metais como cádmio, chumbo, mercúrio, zinco e, ainda, surfactantes, sulfetos e solventes que deixam na água elevados índices de acidez. Atente às afirmações a seguir e assinale a verdadeira. a) Surfactantes são substâncias que aumentam a tensão superficial da água. b) Sulfetos são sais de enxofre obtidos pela reação de um oxiácido com metal. c) A sequência cádmio, zinco e mercúrio indica a ordem crescente de suas eletronegatividades. d) Chumbo e mercúrio localizam-se no mesmo período da tabela periódica. 30. (Mackenzie) Na tabela periódica abaixo, alguns elementos químicos foram representados aleatoriamente pelos algarismos romanos I, II, III, IV e V. A respeito desses elementos químicos, é correto afirmar que a) I é um elemento de transição e está no grupo 6 da tabela periódica. b) II possui o maior raio atômico e é um exemplo de metal alcalinoterroso. c) III possui a configuração eletrônica da camada de valência 2 1 ns np . d) IV possui a tendência de receber elétrons quando faz ligação com o elemento II. e) V é um metal nobre e possui uma elevada energia de ionização. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Dados que podem ser usados para responder à(s) questão(ões) a seguir.
  • 9. ELEMENTO QUÍMICO NÚMERO ATÔMICO MASSA ATÔMICA H 1 1,0 C 6 12,0 N 7 14,0 O 8 16,0 Na 11 23,0 Mg 12 24,3 A 13 27,0 S 16 32,0 C 17 35,5 Ca 20 40,0 Ti 22 48,0 Cr 24 52,0 Fe 26 56,0 Co 27 59,0 Cd 48 112,5 Hg 80 200,6 31. (Uece) As tatuagens já existem há alguns anos, mas seu uso ultimamente tem-se intensificado. A técnica utilizada nas tatuagens permanentes consiste em introduzir na derme, com o auxílio de agulhas, pigmentos que ficam retidos nas células da pele. Os pigmentos mais comuns e suas cores específicas são as seguintes: Cores Pigmentos Preto Sulfeto de mercúrio Preto Carbono (carvão) Amarelo ou vermelho Sais de cádmio Verde Sais de crômio Castanho, rosa e amarelo Sais de ferro Branco Óxido de Titânio Azul Sais de cobalto No que diz respeito aos pigmentos e suas cores, assinale a afirmação verdadeira. a) O sulfeto de mercúrio é tóxico, porque é um composto químico orgânico. b) O cádmio é um metal de transição localizado no quinto período da tabela periódica. c) O óxido de titânio apresenta a cor branca devido a sua obtenção a partir da reação de um ácido e uma base. d) A cor azul dos sais de cobalto é devido à ligação do hidrogênio com o metal. 32. (Ufsm) Os portugueses introduziram hábitos que marcaram o paladar brasileiro: valorizaram o consumo do sal e revelaram o açúcar aos africanos e índios do Brasil. E de Portugal que nossa cozinha adotou os doces de ovos, goiabada, marmelada, bananada, figada e outras “adas” que constituem o arsenal energético das sobremesas. Muitos desses doces eram produzidos em tachos de cobre, possibilitando, assim, um melhor aproveitamento e armazenamento das frutas. Atualmente, a produção desses alimentos ocorre em recipientes de aço inoxidável. Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE BRASILIA. A contribuição dos portugueses. ATAN/DAB/SPS/MS. Sobre o cobre, é correto afirmar: a) É um metal alcalino e está no quarto período, pois sua configuração eletrônica é 2 6 2 8 2 8 1 1s 1p 2s 2p 3s 3p 4s . b) É um metal alcalino terroso e está no terceiro período, pois sua configuração eletrônica é 2 2 6 2 6 2 1s 2s 2p 3s 3p 4s . c) É um elemento de transição interna e está no quarto período, pois sua configuração eletrônica é 2 2 6 2 6 2 9 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d . d) É um metal de transição externa e está no quarto período, e subnível mais energético 3d10 . e) É um ametal da família dos calcogêneos (“formadores de cobre”) e está no terceiro período, pois sua configuração eletrônica é 2 2 6 2 6 2 9 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d . 33. (Pucrs) Analise as informações a seguir. Na notícia “Nova Iorque planeja liderança em reciclagem”, do site da Science American Brasil, há importantes referências ao sofisticado sistema de separação dos materiais presentes no lixo dessa cidade. “A primeira coisa que a usina do Brooklyn fará é rasgar e remover as sacolas plásticas que tantos nova- iorquinos usam para empacotar seus recicláveis. O vidro será moído, separado e transportado pelo Porto de Nova York até Nova Jersey, onde ele passará por uma nova máquina de raios-x para ser novamente separado; contaminantes como boro e vidro com chumbo também serão removidos. De volta ao Brooklyn, outros recicláveis passam por uma correia transportadora enquanto ímãs extraem metais ferrosos. O plástico e o alumínio restantes são passados por correntes de Foucault, que extraem o alumínio.”
  • 10. TWEED, Katherine. Nova Iorque planeja liderança em reciclagem. Scientific American Brasil. (http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/nova_iorque_plan eja_lideranca_em_reciclagem.html). Sobre os materiais citados no texto, é correto afirmar que a) o boro é um elemento químico do primeiro período da tabela periódica. b) o chumbo é o mais denso dos metais. c) o ferro é um elemento representativo cuja massa molar aproximada é 55,8 g. d) o alumínio é um composto muito usado em embalagens de bebidas. e) o vidro é um material constituído essencialmente de óxido de silício, podendo conter óxidos metálicos. 34. (Pucmg) Um elemento químico cuja distribuição eletrônica é 2 2 6 2 1 1s 2s 2p 3s 3p está presente em diversos utensílios domésticos. Sobre esse elemento químico, são feitas as afirmações a seguir. I. Encontra-se no terceiro período da tabela periódica. II. É classificado como ametal. III. Tem tendência a formar ligações iônicas com metais. IV. Possui 3 elétrons na camada de valência. São CORRETAS as afirmações: a) I e IV b) I e II c) II e III d) III e IV 35. (Udesc) A ciência usa o recurso de modelos para explicar os fenômenos observados. Em muitas situações o modelo de Dalton para o átomo é suficiente para entender alguns fenômenos, mas a razão da periodicidade das propriedades físicas e químicas na Tabela Periódica só foi possível a partir do modelo de Bohr. Com relação às propriedades na Tabela Periódica atual, pode-se afirmar que: a) para cada coluna na Tabela Periódica, de acordo com o modelo de Bohr, os elétrons começam a preencher um novo nível de energia. b) a primeira energia de ionização corresponde ao elétron mais fortemente ligado ao núcleo. c) ao longo de um período, o raio atômico diminui. Portanto, a energia de ionização também diminui. d) de acordo com o modelo de Bohr, a primeira energia de ionização do sódio (Na) é maior que a primeira energia de ionização do cloro (C ). e) a variação das energias de ionização observada ao longo da Tabela Periódica está relacionada às distâncias dos elétrons ao núcleo. 36. (Ufu) A charge, de forma humorada, revela um aspecto da presença do elemento químico hidrogênio na tabela periódica. Essa alusão deve-se ao fato de o hidrogênio não ter “família” e de a) possuir tendência em formar ligações covalentes com os elementos metálicos, como o sódio, o potássio e o alumínio. b) possuir, preponderantemente, a mesma tendência de ligação química que os metais do primeiro grupo formando o íon H . c) ser um elemento representativo, do tipo metal, cujas características se assemelham aos metais alcalinos. d) ser inserido no grupo I da tabela periódica devido à sua configuração eletrônica, porém, com tendência de ligação química semelhantes ao flúor. 37. (Uece) O Brasil detém 98% das reservas mundiais de nióbio, que apresenta numerosas aplicações industriais como, por exemplo, em fabricação de joias, implantes hiperalergênicos, eletrocerâmicas, imãs supercondutores, máquinas de ressonância magnética, ligas metálicas, moedas especiais e na produção de aço. Sobre o nióbio, analise as afirmações abaixo e assinale a única alternativa verdadeira. a) Seu elétron diferencial se localiza na penúltima camada. b) Trata-se de um elemento representativo. c) Sua eletronegatividade é inferior à do vanádio. d) Pertence ao quarto período da tabela periódica.
  • 11. GABARITO Resposta da questão 1: [B] A representação do elemento químico do átomo da espécie responsável pela coloração pertence à família dos metais alcalinos-terrosos da tabela periódica, ou seja, família IIA ou grupo 2. O átomo da espécie responsável pela coloração do traço possui massa de 137 u e número de nêutrons 81, ou seja, 56 prótons (137 81). Trata-se do bário. De acordo com a tabela: Sal: cloreto de bário. Distribuição eletrônica: 2 2 6 2 6 2 10 6 2 10 6 2 56Ba : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d 5p 6s . Coloração característica: verde. Resposta da questão 2: [A] [I] Incorreta. 1 5 2 2 6 2 6 2 4 24 4s 3d 2 2 6 2 6 1 5 24 Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d (configuração mais estável) [II] Incorreta. 1 10 2 2 6 2 6 2 9 29 4s 3d 2 2 6 2 6 1 10 24 Cu : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d Cr : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d (configuração mais estável) [III] Incorreta. 2 2 6 2 6 2 6 26 camada de valência 2 2 6 2 6 2 26 camada de valência Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 6 2 2 2 6 2 6 6 26 [Ar] 2 6 26 3d Fe : 1s 2s 2p 3s 3p 3d Fe : [Ar] 3d   Resposta da questão 3: [C] [A] Incorreta. O amálgama é uma liga metálica, ou seja, uma mistura homogênea, em que o principal componente é o mercúrio. [B] Incorreta. O átomo de mercúrio apresenta 80 elétrons e 120 nêutrons. 200 80Hg A Z n n 200 80 120      [C] Correta. O mercúrio apresenta ponto de fusão a 38 C,  portanto, à temperatura ambiente (24 C) ele é líquido. [D] Incorreta. O mercúrio pertence ao 6ºP da Tabela Periódica. [E] Incorreta. Sua distribuição eletrônica será: 2 14 10 [Xe] 6s 4f 5d . Resposta da questão 4: [C] No caso da Eugênia, o modelo atômico a qual se refere é o de Thomson que ficou conhecido como “pudim de passas” , modelo que introduziu a natureza elétrica da matéria, pois para ele o átomo era uma esfera positiva com cargas negativas incrustadas. Para a estudante Lolita, a ideia de “cebola” remete a ideia dos níveis de energia propostos por Rutherford-Bohr. Resposta da questão 5: [C] O sódio e o rubídio estão localizados no grupo 1 (família IA). Elementos químicos posicionados no mesmo grupo ou família apresentam propriedades químicas semelhantes. Resposta da questão 6: [C] Para Böhr cada linha do espectro do hidrogênio corresponde a uma transição específica “descendente”, ou seja, do estado “excitado” para um estado de energia mais baixo.
  • 12. Considerando o modelo de Böhr, criado a partir do hidrogênio, os diferentes espectros atômicos podem ser explicados em função das diferentes transições eletrônicas, que variam de elemento para elemento. Resposta da questão 7: [B] Para Thompson e Dalton o átomo não tinha eletrosfera. Somente a partir do modelo de Rutherford foi constatado que o átomo possuía um núcleo denso e pequeno e os elétrons ficariam girando ao redor desse núcleo na eletrosfera. Este modelo foi aperfeiçoado por Niels Bohr que afirmou que os elétrons giravam em níveis definidos de energia. Para Sommerfield a energia do elétron poderia ser determinada pela distância em que se encontrava do núcleo e pelo tipo de órbita que descreve. Resposta da questão 8: [B] Teremos: 2 1 1 x y z 2 2 6 2 4 16 3p 3p 3p S : 1s 2s 2p 3s 3p    Resposta da questão 9: [E] [A] Incorreta. Os átomos de um mesmo elemento têm massas iguais e os átomos de elementos diferentes têm massas diferentes, que não são aceitas nos dias atuais, devido à existência de isótopos, onde todos os átomos de um mesmo elemento não apresenta a mesma massa. [B] Incorreta. A subdivisão da eletrosfera em subníveis foi sugerida por Sommerfield. [C] Incorreta. No modelo “pudim de passas” proposto por J.J. Thomson o pudim seriam os prótons e os elétrons estariam incrustados no pudim, representando as passas. [D] Incorreta. Para Sommerfield, para cada camada eletrônica (n) haveria uma órbita circular e (n 1) órbitas elípticas com diferentes excentricidades. Assim para a camada L (n 2), tem-se 1 órbita circular e 1 órbita elíptica. [E] Correta. Em um de seus postulados Bohr afirma que quando um elétron absorve energia, ele salta para uma camada mais afastada no núcleo, ao cessar a energia, ele retorna a sua camada fundamental e emite essa energia em forma de luz. Resposta da questão 10: [E] [A] Incorreta. O íon 2 Fe , perde 2e- , da camada de valência, portanto, sua distribuição eletrônica será: 2 2 6 2 62 2 26 1s ,2s ,2p ,3s ,3 sF pe ,4  6 2 2 6 2 26 62 6 ,3d 1s ,2sFe ,2p ,3s ,3p ,3d  [B] Incorreta. O ácido carbônico sofre ionização provocada pela água e não dissociação iônica. [C] Incorreta. O ácido sulfídrico apresenta geometria angular, pois apresenta pares de elétrons disponíveis e a amônia 3(NH ) possui geometria piramidal. [D] Incorreta. Ambas as espécies são apolares, pois devido a geometria do 2CO ser linear e o 4CH apresentar geometria tetraédrica, teremos: R 0,μ  resultando numa molécula apolar em ambos os casos. [E] Correta. A junção do cátion 2 Fe  com o ânion 2 4SO , formará o composto: 4FeSO , sulfato de ferro II ou sulfato ferroso. Resposta da questão 11: [D] A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados: 1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de Coulomb.
  • 13. 2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares. 3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário. 4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra. 5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta). Resposta da questão 12: [C] A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados: 1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de Coulomb. 2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares. 3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário. 4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra. 5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta). O modelo de Böhr serviu de base sólida para o desenvolvimento dos modelos e conceitos atuais sobre a estrutura do átomo. Resposta da questão 13: [A] Böhr intuiu que deveriam existir muitos comprimentos de onda diferentes, desde a luz visível até a invisível. Ele deduziu que estes comprimentos de onda poderiam ser quantizados, ou seja, um elétron dentro de um átomo não poderia ter qualquer quantidade de energia, mas sim quantidades específicas e que se um elétron caísse de um nível de energia quantizado (nível de energia constante) para outro ocorreria a liberação de energia na forma de luz num único comprimento de onda. Resposta da questão 14: [A] A afirmação “Não é possível calcular a posição e a velocidade de um elétron num mesmo instante” foi feita por Heisenberg. Observação teórica: A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados: 1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de Coulomb. 2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares. 3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário. 4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra. 5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta). Resposta da questão 15: [E] Comentários das alternativas: [A] Falsa. A fórmula do hidróxido correspondente, o hidróxido de alumínio é  3 A OH . [B] Falsa. A distribuição eletrônica do cátion 3 A  é: 2 2 6 1s 2s 2p , pois houve a perde de 3 elétrons. [C] Falsa. O composto originado é um sal de fórmula mínima  2 4 3 A SO . [D] Falsa. O íon 3 A  apresenta oito elétrons em sua camada de valência, conforme mostra a distribuição do item [B]. [E] Verdadeira. Resposta da questão 16: [C] O modelo de Böhr oferece melhores fundamentos para a escolha de um equipamento a ser utilizado na busca por evidências dos vestígios. A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados:
  • 14. 1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de Coulomb. 2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares. 3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário. 4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra. 5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta). Resposta da questão 17: [B] A partir da informação do texto, pode-se concluir que o modelo atômico de Böhr melhor representa o processo descrito. Observação teórica: A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados: 1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de Coulomb. 2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares. 3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário. 4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra. 5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta). O modelo de Böhr serviu de base sólida para o desenvolvimento dos modelos e conceitos atuais sobre a estrutura do átomo. Resposta da questão 18: [D] Análise das afirmações: 2 2 6 2 6 2 6 1s 2s 2p 3s 3p 4s (valência) 3d ( )      I. Correta: o número atômico do ferro (Fe) é 26; II. Correta: o nível/subnível 6 3d (final da distribuição) contém os elétrons mais energéticos do átomo de ferro (Fe), no estado fundamental; III. Incorreta: o átomo de ferro (Fe), no nível/subnível 6 3d ( )      , possui 4 elétrons desemparelhados no estado fundamental; IV. Correta: o átomo de ferro (Fe) possui 2 elétrons de valência no nível 4 ( 2 4s   ), no estado fundamental. Resposta da questão 19: [E] Um orbital é considerado a “região” de maior probabilidade de se encontrar um elétron, acomoda no máximo dois elétrons de spins opostos e as formas são diferentes. Resposta da questão 20: [A] A distribuição eletrônica do ferro atômico é: 2 2 6 2 6 2 6 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d ; retirando 3 elétrons, teremos  3 Fe  : 2 2 6 2 6 5 1s 2s 2p 3s 3p 3d . Resposta da questão 21: [A] Teremos: 1. Próton. Partícula de massa igual a 1,673 × 10−27 kg, que corresponde à massa de uma unidade atômica. 2. Elétron. Partícula de massa igual a 9,109 × 10-31 kg e carga elétrica de -1,602 × 10-19 C. 3. Átomo de Dalton. Partícula indivisível e indestrutível durante as transformações químicas. 4. Átomo de Rutherford. Partícula que possui um núcleo central dotado de cargas elétricas positivas, sendo envolvido por uma nuvem de cargas elétricas negativas.
  • 15. 5. Átomo de Bohr. Partícula constituída por um núcleo contendo prótons e nêutrons, rodeado por elétrons que circundam em órbitas estacionárias. Resposta da questão 22: [E] Teremos: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p4 Número de elétrons: 2 + 2 + 6 + 2 + 6 + 2 + 10 + 4 = 34 Número de prótons = Número de elétrons = 34 Camada de valência: 4s2 4p4 (6 elétrons de valência); pertence à família 6A. O último elétron distribuído na camada de valência possui o número quântico magnético igual a + 1.    +1 0 -1 A subcamada de menor energia, pertencente à camada de valência (4s2 4p4 ) é a 4s. Resposta da questão 23: [A] A ordem cronológica correta é a seguinte: Por volta de 1803, John Dalton, professor de ciências inglês e descobridor da alteração genética conhecida como Daltonismo, sugeriu que a maioria das observações químicas feitas no século XVIII poderiam ser explicadas a partir da ideia de que a matéria seria formada por átomos indivisíveis. Foi então que Dalton fez cinco importantes proposições: 1a .) Toda a matéria é formada por unidades fundamentais chamadas átomos. 2a .) Os átomos são perpétuos e indivisíveis, não podem ser criados, nem destruídos. 3a .) Os átomos de um determinado elemento químico são idênticos em todas as suas propriedades. Átomos de elementos químicos diferentes têm propriedades diferentes. 4a .) Uma alteração química (ou reação química) é uma combinação, separação ou rearranjo de átomos. 5a .) Os compostos químicos são constituídos de átomos de elementos químicos diferentes numa proporção fixa. Em 1897, Joseph John Thomson, que recebeu o prêmio Nobel em 1906 pelos seus trabalhos sobre o estudo dos elétrons, fez um experimento utilizando o tubo de descargas. Thomson acrescentou um par de placas metálicas ao arranjo original e verificou que os raios catódicos podem ser desviados na presença de um campo elétrico. Em 1898, J. J. Thomson começou a se intrigar com a seguinte questão: além dos elétrons o que mais existiria dentro de átomo? Se os elétrons podem ser retirados de um átomo deixando para trás um íon positivo e como este íon positivo foi formado a partir da retirada desse elétron, consequentemente o íon positivo teria uma massa maior do que a massa do elétron. Foi então que ele propôs um modelo para a estrutura atômica: Cada átomo seria formado por uma grande parte positiva que concentraria a massa do átomo e por elétrons que neutralizariam essa carga positiva. Ou seja, teríamos uma esfera de carga elétrica positiva dentro da qual estariam dispersos os elétrons. Em 1909, Ernest Rutherford, Hans Geiger e Ernest Marsden realizaram, no próprio laboratório do professor Ernest Rutherford, uma série de experiências que envolveram a interação de partículas alfa com diversos materiais como papel, mica e ouro. Eles perceberam que algumas partículas sofriam diversos tipos de desvio em suas trajetórias quando atravessavam as amostras, ou seja, as partículas sofriam espalhamento. Rutherford imaginou que o átomo seria composto por um núcleo positivo e muito pequeno, hoje se sabe que o tamanho do átomo varia de 10.000 a 100.000 vezes maior do que o tamanho do seu núcleo. Ele também acreditava que os elétrons giravam ao redor do núcleo e neutralizavam a carga positiva do núcleo. Este modelo foi difundido no meio científico em 1911. Em 1913, o físico dinamarquês Niels Henrik David Böhr, começou a desvendar o dilema que a física clássica parecia não conseguir explicar, ou seja, por que o átomo era estável? Para Böhr cada átomo de um elemento químico tem disponível um conjunto de energias quantizadas (constantes) ou níveis de energia ocupados pelos seus elétrons.
  • 16. Na maior parte do tempo o átomo está no seu estado fundamental, ou seja, os elétrons estão ocupando os níveis de energia mais baixos. Quando o átomo absorve energia de uma descarga elétrica ou de uma chama seus elétrons “pulam” para níveis de energia mais altos. Neste caso dizemos que o átomo está no estado “excitado”. Resposta da questão 24: [A] 34Se2- = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 n(elétrons) = 36  36Kr Resposta da questão 25: [D] Em 1913, o físico dinamarquês Niels Henrik David Böhr, começou a desvendar o dilema que a física clássica parecia não conseguir explicar, ou seja, por que o átomo era estável? Ele afirmou que deveriam existir princípios físicos desconhecidos e que estes princípios descreveriam o comportamento dos elétrons nos átomos. Böhr iniciou seu trabalho admitindo que quando uma substância é aquecida ela emite luz, pois seus átomos absorvem energia. Esta energia pode ser absorvida de várias fontes como, por exemplo, uma descarga elétrica ou uma chama. Ele sugeriu que os elétrons absorvem energia e em seguida a liberam na forma de luz sob vários comprimentos de onda, ou seja, na forma de energia luminosa. Para Böhr, cada átomo de um elemento químico tem disponível um conjunto de energias quantizadas (constantes) ou níveis de energia ocupados pelos seus elétrons. Na maior parte do tempo o átomo está no seu estado fundamental, ou seja, os elétrons estão ocupando os níveis de energia mais baixos. Quando o átomo absorve energia de uma descarga elétrica ou de uma chama seus elétrons “pulam” para níveis de energia mais altos. Neste caso dizemos que o átomo está no estado “excitado”. Esquematicamente, temos: Com o “salto” do elétron para um nível de energia maior surgiu um nível de menor energia desocupado isto significa que um elétron pode “cair” de um de um nível energético (quantizado) maior par um menor. Para um determinado elétron podemos calcular a diferença entre essas energias subtraindo a energia menor da energia maior. 2 1E E EΔ   A diferença entre estas quantidades de energia equivale à energia perdida pelo elétron e é igual à energia do fóton de energia eletromagnética (luz). Resposta da questão 26: [D] [A] Incorreta. O elemento cálcio encontra-se no 4ºP da tabela periódica. [B] Incorreta. O raio atômico do zinco é menor que do cálcio, pois o cálcio por apresentar menos prótons no núcleo, a força de atração prótons-elétrons será menor que do zinco, cuja atração é maior, diminuindo assim o raio atômico. [C] Incorreta. O nox do zinco é fixo em +2. [D] Correta. Tanto o zinco quanto o cálcio pertencem ao
  • 17. quarto período da tabela periódica, com nox fixo em +2, e as fórmulas dos compostos serão: 2 2 3 3 2 2 Ca CO CaCO Zn O ZnO       [E] Incorreta. O cálcio possui maior raio, por apresentar número atômico maior, e menor potencial de ionização, ou seja, o potencial para a retirada de um elétron de sua orbita mais externa é menor quando comparado ao zinco. Resposta da questão 27: [C] O elemento químico mais abundante do Universo é o hidrogênio, localizado acima do grupo 1 ou família IA. Resposta da questão 28: [C] O sódio e o rubídio estão localizados no grupo 1 (família IA). Elementos químicos posicionados no mesmo grupo ou família apresentam propriedades químicas semelhantes. Resposta da questão 29: [D] Chumbo (Pb) e mercúrio (Hg) localizam-se no mesmo período da tabela periódica, ou seja, na sexta linha. Hg Tl Pb Resposta da questão 30: [D] I é um elemento de transição externa e está no grupo 8 (VIIIB) da tabela periódica. II é um exemplo de metal alcalino (grupo 1 ou família IA). III possui a configuração eletrônica da camada de valência 2 2 ns np (grupo 14 ou família IVA) IV (oxigênio; 2 4 2s 2p camada de valência ) possui a tendência de receber elétrons quando faz ligação com o elemento II (potássio; 1 4s camada de valência ).         6 2 2 4 2 2 2 8 2 2 6 2 6 1 2 2 6 2 6 19 2 2 O : 1s 2s 2p O : 1s 2s 2p K : 1s 2s 2p 3s 3p 4s K :1s 2s 2p 3s 3p K K O K O V é um gás nobre (xenônio; grupo 18 ou família VIIIA) e possui uma elevada energia de ionização em relação aos outros elementos representados. Resposta da questão 31: [B] O cádmio é um metal de transição localizado no quinto período da tabela periódica: 2 2 6 2 6 2 10 6 2 10 48 2 10 Cd : 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d 5s quinto período da classificação periódica. d décima coluna de transição externa (grupo 12 ou IIB).   Resposta da questão 32: [D] O cobre está localizado no quarto período da família 1B (transição externa) e sua configuração eletrônica é: 2 2 6 2 6 2 9 29Cu 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d Porém, elementos cuja distribuição terminam em 9 d , como o caso do cobre, sofrem um "rearranjo" eletrônico. Como subníveis 4s e 3d possuem quantidades de energia próximas, um elétron do subnível s salta para o subnível d (salto quântico) tornando o átomo mais estável. Assim sua configuração eletrônica final será: 2 2 6 2 6 1 10 29Cu 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d Resposta da questão 33: [E] O vidro é um material constituído essencialmente por óxido de silício 2 n((SiO ) ), e pode conter óxidos metálicos (alumínio, sódio e cálcio). Representação da estrutura mais comum do vidro:
  • 18. Resposta da questão 34: [A] 2 2 6 2 1 Terceiro período da tabela periódica 3 elétrons na camada de valência 1s 2s 2p 3s 3p 13 elétrons no total 13 prótons; Z 13. Trata-se do metal alumínio (A ). Resposta da questão 35: [E] [A] Incorreta. Para cada período, tem-se um nível de energia. [B] Incorreta. Corresponde ao elétron mais fracamente ligado ao núcleo. [C] Incorreta. A medida que o raio diminui, a atração entre o núcleo positivo e os elétrons aumenta aumentando, consequentemente, a energia de ionização. [D] Incorreta. A 1ª Energia de Ionização do sódio e menor que do cloro, pois o átomo de sódio, possui tendência em doar elétrons e o cloro receber elétron. [E] Correta. Pois a medida que o raio diminui, maior será a atração dos elétrons, fazendo com a energia de ionização aumente. Resposta da questão 36: [D] O hidrogênio (H) inserido no grupo I da tabela periódica devido à sua configuração eletrônica 1 (1s ), porém, com tendência de fazer ligações covalentes como o flúor. Resposta da questão 37: [A] [A] Correta. A distribuição eletrônica do Nióbio será: 2 2 6 2 6 2 10 6 2 3 4Ni 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d O elétron de diferenciação se localiza em 3 4d , penúltima camada da distribuição desse elemento (última camada 2 5s ). [B] Incorreta. O elemento químico Nióbio apresenta seu elétron de diferenciação no subnível d, portanto, trata- se de um elemento de transição. [C] Incorreta. A eletronegatividade (tendência do elemento em atrair elétrons) do Nióbio seria menor que a do elemento Vanádio, pois a eletronegatividade aumenta conforme o raio atômico diminui, sendo assim, quanto maior o raio atômico, menor será a atração do núcleo pelos elétrons mais externos e consequentemente menor a eletronegatividade, porém, consultando a tabela de eletronegatividade proposta por Linus Pauling, ambos possuem o mesmo valor de eletronegatividade (1,6) * Obs: sem a tabela de eletronegatividade seria impossível para o aluno chegar a essa conclusão. [D] Incorreta. De acordo com a distribuição eletrônica desse elemento, ele pertence ao 5ºP, pois apresenta 5 camadas eletrônicas.