Resina de Isolamento e PrimárioResina à base de uma                                 Antiderrapante e reforço de          E...
Resina de Isolamento e PrimárioTer o cuidado de voltear o produto    REBOCOS:                              ATENÇÃO: O ISOP...
1806 ft isopraimer
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1806 ft isopraimer

237 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1806 ft isopraimer

  1. 1. Resina de Isolamento e PrimárioResina à base de uma Antiderrapante e reforço de Em zonas de forte desagregaçãodispersão aquosa betonilhas. (suporte a desfazer-se) pode ser necessária uma 2ª demão maisacrílica com forte forte: 1L de ISOPRAIMER com 1L Tratamento de roofmate e de água e 2L de cimento.poder de aderência pladur. Humedecer o suporte só na 1ªque misturado com demão. Isolamento do tardoz dascimento em obra pedras. As fissuras activas devem ser tratadas previamente com VEUpermite fazer  Modo de Aplicação: DE NOIVA, ARMUR e RMJ ou MAST J.barbotinas de O ISOPRAIMER pode serisolamento, aplicado à trincha ou a rolo sobre Isolamento e primário de suportes húmidos, limpos, sem aderência sobre pinturasagarramento e gorduras e sem poeiras. antigas, mosaicos ou telasconsolidação de No caso de zonas com salitre asfálticas:suportes, com a (eflorescências) lavar com uma Dosagem: solução de SOL M (1L para 3L de Misturar 1L de ISOPRAIMER comfluidez de uma pintura água), passar água limpa e 0,5L de água e 1,5L de cimento. esperar 1 dia para aplicar oe autonivelante. ISOPRAIMER. Aplicar em 1 ou 2 demãos (ponte química, entre os produtos de Os suportes devem ser acabamento). Aplicações humedecidos previamente preferência a pulverizador. de Importante: Fazer os trabalhos de acabamento antes da secagem completa do ISOPRAIMER.Aplica-se em todas as Não aplicar com tempo de chuva,situações que exijam um no exterior.isolante e primário de Isolamento e primário emagarramento: Isolamento e primário de preparação de suporte agarramento antes de para revestimento com- antes de revestimentos de revestimentos de pinturas:impermeabilizações e impermeabilização ecolagens com cimento cola Dosagem: colagens: 1ª Demão: 1L de ISOPRAIMERsobre todo tipo de com 1,5L de água e 2,5L debetonilhas, rebocos e betão. Dosagem: cimento.- sobre pinturas antigas, 1L de ISOPRAIMER com 1,5L demosaicos e telas asfálticas água e 2,5L de cimento 2ª Demão: 1L de ISOPRAIMERcom ou sem protecção de com 1L de água 2L de cimento.alumínio. Aplicar em 1 ou 2 demãos.- na preparação e suportes 3ª Demão: 1L de ISOPRAIMER Tem a função de isolante e com 1L de cimento.para revestir com pinturas primário fixador de suportes em De preferência misturar com desagregação, baixando o berbequim a baixa rotação eReabilitação de paredes consumo dos produtos de pouca quantidade de cada vez.antigas (em pedra e tufa). acabamento. 1806 / 0707
  2. 2. Resina de Isolamento e PrimárioTer o cuidado de voltear o produto REBOCOS: ATENÇÃO: O ISOPRAIMER NÃO Éde vez em quando durante a UM SISTEMA DE IMPERMEABILIZA-aplicação para evitar o depósito O ISOPRAIMER adicionado àdo cimento no fundo do balde. argamassa de rebocos ou ÇÃO DE TERRAÇOS. betonilhas aumenta as suasConsumo: qualidades, permitindo:1L de ISOPRAIMER para cerca de  Vantagens:3 a 5 m2 em 3 demãos. - contribuir para a impermeabilização e aumentar a Rapidez a sarrafar e a talochar,Reabilitação de paredes aderência. não é preciso andar a tapar falhas.velhas (em pedra e tufa) / - reduzir a fissuração, aumentar a Redução da mão-de-obra. plasticidade e o rendimento detratamento de caves trabalho; Ideal para tempo muito quente.interiores: - um bom acabamento nos Maior agarramento, deixa aNo caso de paredes em tufa areados com esponja; superfície sem nata podre.(terra) aconselha-se: Fecha e reduz a fissuração dos Dosagem:Pré-demão: 1L de ISOPRAIMER rebocos e diminui a água da 0,1 a 1L de ISOPRAIMER porcom 4 L de água. cada saco de 40 Kg. amassadura.Aplicar a pulverizador para Aumenta a resistência daendurecer a tufa e fixar o pó. Isolamento de pedras só argamassa ao ciclo gelo/degelo.1ª Demão: 1 L de ISOPRAIMER no tardoz: Aumenta a aderência dascom 2 L de água e 2 L de cimento. Em pedras macias e muito argamassas, do cimento cola e absorventes, limpar bem o pó com esponja húmida. tintas.Aplicar a rolo ou a pincel de caiar Aumenta a durabilidade das tintashumidificando bem a superfícieem especial nas zonas de tufa e 1ª Demão: 1 L de ISOPRAIMER em zonas difíceis, muros dezonas em desagregação. com 2 L de água. jardim, fachadas e onde as Deixar secar muito bem. condições climatéricas são mais2ª Demão: 1 L de ISOPRAIMER agrestes junto ao mar.com 0,5 L de água e 2 L decimento. 2ª Demão: 1L de ISOPRAIMER Retarda por mais anos a com 2 L de água. descoloração da tinta.3ª Demão: adicionar à massa de Fácil de aplicar a rolo e trincha.salpico ou de enchimento 0,5 L de Em pedras rijas e pouco absorventes, limpar bem o pó com Resiste a temperaturas de -15 a +ISOPRAIMER, por saco decimento, traço a 2,5/1. esponja húmida e aplicar uma só 90ºC. demão: 1 L de ISOPRAIMER com 1 L deConcluir o reboco com fibras eHYDROSAC ou EXEND. água.  Segurança na Aplicação: TEMPO DE ESPERA MINIMOTratamento de Roofmate e PARA ASSENTAMENTO DA Guardar ao abrigo do gelo ePladur: PEDRA: ± 3 h. temperaturas elevadas.1ª Demão: 1 L de ISOPRAIMER No tempo muito quente é precisocom 0,5 L de água e 1,5 L de NOTA: Toda a pedra que fica á molhar o suporte para o arrefecer.cimento. vista deve ser tratada com outros Deve ser sempre coberto em produtos adequados a esse fim, exposição ao sol.2ª Demão: 1 L de ISOPRAIMER e pois o ISOPRAIMER é só para o Produto não inflamável, não tóxico1 L de cimento. tardoz das pedras. e sem perigo para a pele3ª Demão (se necessário): 1L deISOPRAIMER e 1 L de cimento. 1806 / 0707

×