Fragonard

6.085 visualizações

Publicada em

Trabalho elaborado por Ana Mafalda

Publicada em: Educação, Diversão e humor
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Fragonard

  1. 1. Trabalho de: Ana Mafalda nr1 1732 - 1806
  2. 2. Vida e obra… Jean Honoré Fragonard, foi um pintor francês, cujo o seu estilo Rococó fora distinguindo por uma forma notável de facilidade, exuberância e hedonismo. Um dos mais prolíficos artistas activos nas últimas décadas do Antigo Regime, Fragonard produziu mais de 550 pinturas (sem contar com desenhos e esboços), dos quais apenas cinco estão datadas. As suas obras mais populares são as Inspiração (auto-retrato), pinturas de género que 1769 conseguiram transmitir a atmosfera da intimidade e do erotismo.
  3. 3. A sua arte… Pincelada rápida e espontânea, pintou o amor e a alegria de viver em representações onde aparecem , frequentemente, figuras femininas. A sua sensibilidade apurada revelada, também na forma O Baloiço, 1767 dinâmica e emotiva como aplica a cor.
  4. 4. Nasceu em Grasse, Alpes Marítimos, filho de um luveiro. Fora enviado para Paris pelo seu pai, onde demonstrou talento e interesse pela arte, conhecendo François Boucher. Este reconhecera os dotes do jovem, porém decidiu não gastar o seu tempo no desenvolvimento da formação de Fragonard, enviou-o para o atelier de Jean-Baptiste- Siméon Chardin. onde estudou durante 6 meses sob a tutela do grande iluminista e, em Jeroboam a oferecer sacrificio seguida, retornou mais para o Idolo, 1752 preparado para Boucher, cujo seu estilo logo fora adquirido completamente que Boucher confiou-lhe a execução de réplicas das suas pinturas.
  5. 5. Depois, transferiu-se para Roma (1756), onde se entusiasmou com a obra de Giovanni Battista Tiepolo. Protegido pelo abade e amante das artes Richard de Saint-Non, viajaram pela Italia pesquisando as obras dos grandes mestres até que ambos se fixaram numa residência em Paris (1761). A sua consagração veio com a apresentação no Salão de Paris (1765) com o enorme quadro de tema trágico, O sumo sacerdote Coreso sacrificando-se para salvar Coresus Sacrificando-se Calirroé,que foi adquirido para salvar Callirhoe, 1765 pelo rei Luis XV.
  6. 6. Carta de Amor 1770s Entrou para a Academia Real (1765) e casou-se com Marie-Anne Gérard, e novamente viajou para Italia, onde pintou uma série de desenhos de vistas de paisagens. Roternando a Paris (1773), reduziu a sua pintura de paisagens com pequenas figuras, passando a se dedicar á reprodução de cenas domesticas e sentimentais.
  7. 7. Outras obras… Jeroboam a oferecer sacrifício para o Ídolo 1752
  8. 8. Psyche a amostrar ás suas irmãs os seus presentes do Cupido, 1753
  9. 9. O contesto musical 1754
  10. 10. A trovoada 1759
  11. 11. Venus e Cupido 1760
  12. 12. Marie-Madeleine Guimard 1769
  13. 13. Aula de Musica 1769
  14. 14. Jovem mulher a brincar com um cão 1765-72
  15. 15. O Progresso do Amor: O amor coroado 1771-73
  16. 16. Confissao de Amor 1771
  17. 17. Jovem rapariga a ler 1776
  18. 18. Uma jovem estudante 1775-78
  19. 19. A Lembrança 1775-78
  20. 20. Um rapaz como Pierrot 1776-80
  21. 21. O beijo roubado 1787-89
  22. 22. Jovem mulher em pé 1775-85
  23. 23. O Baloiço, 1767 Este quadro tornou-se imediatamente um sucesso, não apenas por a sua técnica excelente, mas por o escândalo por detrás deste. O jovem nobre não está apenas interessado em obter uma vista interessante por de baixo da saia da senhora, mas ela está a ser puxada para esta posição por o seu amante, que se encontra por detrás desta.

×