1ª Grande Exposição de Londres

10.876 visualizações

Publicada em

Trabalho elaborado por Patrícia Aldeia

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
180
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1ª Grande Exposição de Londres

  1. 1. A 1ª Grande Exposição de Londres (1851) Palácio de Cristal, Joseph Paxton Trabalho realizador por: Patrícia Aldeia, nº20
  2. 2. Introdução <ul><li>A organização de pequenas feiras nacionais, bastante limitadas pelos produtos expostos, começaram a atrair uma grande massa de potenciais interessados. Estava dado o primeiro passo para a Grande Exposição de Londres de 1851. </li></ul><ul><li>Foi fruto da necessidade de divulgar e trocar informações, produtos e novas tecnologias surgidas com a Revolução Francesa. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Abriu ao publico a 1 de Maio de 1851, em Londres, uma data que ficará na história por ser a primeira exposição internacional e teve continuidade noutras exposições, realizadas depois, como a de Paris de 1889. </li></ul>A exposição
  4. 4. <ul><li>“ Pela primeira vez na história do mundo, os homens das Artes, Ciências e Comércio foram autorizados pelos seus respectivos governos a reunir-se para discutirem e promoverem os objectivos para os quais as nações civilizadas existem.” </li></ul><ul><li>Gibbs-Smith </li></ul><ul><li>Para a realização da exposição foi construído o Crystal Palace (Palácio de Cristal), obra de Joseph Paxton , que utilizou os seus conhecimentos de jardineiro e construtor de estufas. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>A distribuição dos objectos fez-se por sectores: maquinarias a norte, produtos agrícolas e matérias-primas a sul e os produtos artísticos ou manufacturas ao centro, tendo cada secção um responsável (comissário ou agente nacional). </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Os objectos de maiores dimensões foram expostos no exterior: barcos salva-vidas, âncoras, pedras, carvão e as maquetas das docas de Liverpool com 1600 embarcações. No interior, a secção de máquinas era a mais impressionante e a mais visitada: locomotivas, carruagens, carros de bombeiros, carros de duas rodas, carros fechados com assentos frente a frente, carros de gala, de passeio… </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Um dos grandes objectos que chamou a atenção, pela sua versatilidade, foi um martelo movido a vapor, de autoria do Sr. Nasmith, que tanto era capaz de partir a casca de um ovo como o ferro mais resistente. </li></ul><ul><li>A Grande Exposição dos Trabalhos da Indústria de Todas as Nações obteve, de facto, um sucesso estrondoso. Durante cento e cinquenta dias em que esteve aberta ao público, foi visitada por mais de 6 milhões de visitantes e teve um lucro de 186 mil libras. </li></ul><ul><li>O êxito da Exposição de 1851 inaugurou o calendário das exposições internacionais – em 1855 realizar-se-ia a II Exposição Internacional, em Paris. </li></ul>
  8. 8. Biografia <ul><li>Joseph Paxton. In Infopédia [ Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2009. www: url:http://www.infopedia.pt/$joseph-paxton </li></ul><ul><li>Manual de História e Cultura das Artes, 2ª parte, 12º ano – Porto Editora. </li></ul><ul><li>http://www2.iath.virginia.edu/london/model/vrml.html </li></ul>
  9. 9. FIM!
  10. 10. Joseph Paxton <ul><li>Arquitecto inglês, sir Joseph Paxton nasceu em 1801, em Milton-Bryant, em Bedfordshire. </li></ul><ul><li>Projectou edifícios de ferros e vidro para diversas cidades como Nova Iorque ou Paris, erguendo nesta cidade um complexo grande como o Palácio de Cristal de Londres. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Embora não tenha tido formação académica nem outro tipo de estudos dentro dos campos da engenharia ou da arquitectura do ferro, marcadas pela inovação estrutural ditada pela utilização das possibilidades técnicas dos novos materiais industriais que induziram soluções tipológicas e espaciais inusitadas e de carácter unicamente funcionalista. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Paxton foi autor de alguns edifícios de habitação convencionais, em estilo tradicionalista e um dos mais importantes paisagistas. </li></ul><ul><li>Paxton morreu em Sydenham em 1865. </li></ul>
  13. 13. Crystal Palace <ul><li>Este edifício foi uma enorme construção em ferro fundido e vidro, erguido no Hyde Park. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Foram escolhidos mais de 14 mil expositores vindos de todo o mundo em 92 mil metros quadrados da zona. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Desenhado por Joseph Paxton, o edifício da Grande Exposição tinha 564 metros (1.851 pés) de comprimento, com uma altura inferior de 33 metros (108 pés). </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Depois da exposição, o edifício foi transladado para um novo parque numa zona mais alta, saudável e rica de Londres chamada Sydenham Hill, onde permaneceu até à sua destruição, por um incêndio, em 1936. </li></ul>
  17. 18. Design do edifício
  18. 19. Circulação do ar
  19. 20. Água (em casos de chuva)
  20. 22. A luz
  21. 24. Interior do edifício

×