Gestão de custos terminologia básica livre

2.650 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.650
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
125
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de custos terminologia básica livre

  1. 1. Conceitos Básicos e Sistemas de Custeio Projeto Gestão de Custos
  2. 2. Conceitos Básicos
  3. 3. Conceitos Básicos Fluxo de Desembolsos R$ 300 T0 T1 T2 T3 R$ 100 R$ 150 R$ 50 GASTO = T1 + T2
  4. 4. Conceitos Básicos
  5. 5. Conceitos Básicos A empresa X efetuou no início do ano a compra à vista de 50 t de matéria prima. Desembolso A matéria prima adquirida foi consumida durante o período de 12 meses. Gasto 70% foram empregados na fabricação dos produtos comercializados pela empresa. Custo Por um falha de preparação de maquinário, 20% da matéria prima foi inutilizada. Desperdício Devido a um acidente em um armazém, 10% não pode ser aproveitado na produção. Perda
  6. 6. Conceitos Básicos DESPESAS: Gastos relativos aos bens e serviços consumidos no processo de geração de receitas e manutenção dos negócios da empresa. Todas as despesas estão direta ou indiretamente associadas á realização de receitas. As empresas tem despesas para gerar receitas e não para produzir seus bens e serviços.
  7. 7. Conceitos Básicos DESPERDÍCIOS: Gastos incorridos nos processos produtivos ou de geração de receitas que podem ser eliminados sem prejuízo da qualidade ou quantidade dos bens, serviços ou receitas geradas. O desperdício pode ser classificado como custo ou despesa • • • • Retrabalho recorrente; Estocagem desnecessária; Relatórios sem utilidade; Cargos desnecessários.
  8. 8. Conceitos Básicos Fixo Gastos Custos Despesas Direto Variável Indireto Direto Indireto A classificação dos gastos não depende apenas de sua natureza, mas, principalmente, do objetivo de sua utilização. Ex: ÁGUA Custo Direto Variável Consumida como matéria-prima para mistura do xarope na fabricação de refrigerantes. Custo Indireto Variável Consumida como material auxiliar nos processos de tinturaria, em empresas de confecções. Custo Indireto Fixo Consumida para limpeza da fábrica.
  9. 9. Gastos Consumo de bens e Serviços Custos Despesas Gastos Incorridos na produção de novos bens ou serviços Gastos incorridos no processo de geração de receitas Fixos Variávei s Fixos Variávei s Total Constante em relação ao volume produzido Total varia em relação ao volume produzido Total constante em relação ao volume de receitas Total varia em relação ao volume de receitas Aluguel Depreciação Material direto Despesas Administrativas Comissão sobre vendas Indiretos Diretos Indiretas Diretas Apropriados de forma subjetiva por critérios de rateio Apropriados de forma objetiva por meio de controles Apropriadas de forma subjetiva por critérios de rateio Apropriadas de forma objetiva por meio de controles
  10. 10. Sistemas de Custeio
  11. 11. Sistemas de Custeio
  12. 12. Sistemas de Custeio
  13. 13. Sistemas de Custeio PRINCÍPIO Custeio por Absorção Custeio Direto Custeio por Absorção ideal A totalidade dos custos fixos ou variáveis são alocadas aos produtos. Apenas os custos variáveis são alocados ao custo do produto. Custos fixos e variáveis, excluindo-se os desperdícios, são alocados ao custo do produto. Objetivo Método de Custeio Apuração dos custos dos produtos e departamentos Por Absorção ou por Atividades Contábil Por Absorção Fiscal Por Absorção ou Arbitrado Controle Padrão ou Standard Melhoria de processos Por Atividades Gerencial Variável ou Direto Otimização de Resultados Teoria das Restrições
  14. 14. Sistemas de Custeio CUSTO MODELOS TR ABC ABSORÇÃO ACURÁCIA
  15. 15. Custeio por Absorção Produtos Matéria-prima MOD Horas-máq A 160.000 120.000 1.500 B 60.000 200.000 1.200 C Custos Diretos 100.000 80.000 2.500 $ Energia Elétrica Água Custos Indiretos 80.000 100.000 Mão de Obra Indireta 220.000 Depreciação 130.000 Aluguéis 100.000 Total 630.000
  16. 16. Custeio por Absorção CUSTOS INDIRETOS DESPESAS DIRETOS VENDAS RATEIOS PRODUTO A PRODUTO B ESTOQUES PRODUTO C RESULTADO
  17. 17. Custeio por Absorção Apropriação dos custos indiretos para o produto A Critério de Rateio % Custo Indireto Total Proporção da Matéria Prima 50,00 315.000 Proporção da MOD 30,00 189.000 Proporção das Horas-máquina 28,80 181.440
  18. 18. Custeio por Absorção Custo final por unidade do produto A – Produzidas 10 mil unidades Critério de Rateio Custo Direto Custo Indireto Unit. Custo Final Unit. Proporção da Matéria Prima 50,00 31,50 81,50 Proporção da MOD 50,00 18,90 68,90 Proporção das Horasmáquina 50,00 18,14 68,14
  19. 19. Sistemas de Custeio RESUMO DAS INEFICIÊNCIAS DOS SISTEMAS TRADICIONAIS DE CUSTEIO FALHAS CONSEQUÊNCIAS Não permitem a visualização de todos os Não recursos necessários à atividade. permitem a constatação de Atividades que não agregam valor. Utilizam apenas geradores de custos Transmitem falsas informações de baseados em volumes. custos aos administradores. A apropriação de custos fixos/indiretos Dificulta a apuração das margens de torna-se totalmente aleatória quando há contribuição e cada produto ou de mais de um produto. linhas de produtos.
  20. 20. Custeio ABC
  21. 21. Custeio ABC RECURSOS O QUÊ GASTAMOS? DIRECIONADOR DO CUSTO DIRECIONADOR DO CUSTO COMO GASTAMOS? ATIVIDADE 1 ATIVIDADE 2 ATIVIDADE 3 DIRECIONADOR DA ATIVIDADE DIRECIONADOR DA ATIVIDADE POR QUE GASTAMOS? OBJETO DE CUSTO 1 OBJETO DE CUSTO 2 OBJETO DE CUSTO 3 ATIVIDADE 4

×