Peixes
Classificação
Classificação

No uso comum, o termo peixe tem sido frequentemente utilizado para
descrever um vertebrado aquático com brâ...
Os peixes são tradicionalmente divididos nos seguintes grupos:
●Peixes ósseos (Osteichthyes, com mais de 22 000 espécies) ...
Importância dos peixes
Por vezes, usa-se a palavra peixe para designar vários animais aquáticos (por
exemplo na palavra peixe-mulher para designa...
Os peixes têm uma grande importância para a humanidade e desde
tempos imemoriais foram pescados para a sua alimentação. Mu...
ECOLOGIA DOS PEIXES
CLASSIFICAÇÃO ECOLÓGICA
●PELÁGICOS (DO LATIM PELAGOS, QUE SIGNIFICA O "MAR ABERTO") – OS PEIXES
QUE VIVEM GERALMENTE EM CARDUMES, NADANDO LIVREMEN...
Créditos
Andre Reis
Caio Revitte
Gabriel Newton
Hamilton Rodrigues
Marcus Vinicius

N° 02
N° 05
N° 08
N° 09
N° 14
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho de ciências

398 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Trabalho de ciências

  1. 1. Peixes
  2. 2. Classificação
  3. 3. Classificação No uso comum, o termo peixe tem sido frequentemente utilizado para descrever um vertebrado aquático com brânquias, membros, se presentes, na forma de nadadeiras, e normalmente com escamas de origem dérmica no tegumento. Sendo este conceito do termo "peixe" utilizado por conveniência, e não por unidade taxonômica, porque os peixes não compõem um grupo monofilético, já que eles não possuem um ancestral comum exclusivo. Para que se tornasse um grupo monofilético, os peixes deveriam juntar os Tetrápodes.
  4. 4. Os peixes são tradicionalmente divididos nos seguintes grupos: ●Peixes ósseos (Osteichthyes, com mais de 22 000 espécies) à qual pertencem as sardinhas, as garoupas, o bacalhau, o atum e, em geral, todos os peixes que possuem esqueleto ósseo; ●Peixes cartilaginosos (Chondrichthyes, mais de 1000 espécies) à qual pertencem os tubarões e as raias; ●Vários grupos de peixes sem maxilas (antigamente classificados como Agnatha ou Cyclostomata, com cerca de 80 espécies), incluindo as lampréias e as mixinas.
  5. 5. Importância dos peixes
  6. 6. Por vezes, usa-se a palavra peixe para designar vários animais aquáticos (por exemplo na palavra peixe-mulher para designar odugongo). Mas a maior parte dos organismos aquáticos muitas vezes designados por "peixe", incluindo as medusas (águas-vivas), os moluscos e crustáceos e mesmo mamíferos muito parecidos com os peixes como os golfinhos, não são peixes.
  7. 7. Os peixes têm uma grande importância para a humanidade e desde tempos imemoriais foram pescados para a sua alimentação. Muitas espécies de peixes são criadas em condições artificiais (ver aquacultura), não só para alimentação humana, mas também para outros fins, como os aquários
  8. 8. ECOLOGIA DOS PEIXES CLASSIFICAÇÃO ECOLÓGICA
  9. 9. ●PELÁGICOS (DO LATIM PELAGOS, QUE SIGNIFICA O "MAR ABERTO") – OS PEIXES QUE VIVEM GERALMENTE EM CARDUMES, NADANDO LIVREMENTE NA COLUNA DE ÁGUA; FAZEM PARTE DESTE GRUPO AS SARDINHAS, AS ANCHOVAS, OS ATUNS E MUITOS TUBARÕES. ●DEMERSAIS – OS QUE VIVEM A MAIOR PARTE DO TEMPO EM ASSOCIAÇÃO COM O SUBSTRATO, QUER EM FUNDOS ARENOSOS COMO OS LINGUADOS, OU EM FUNDOS ROCHOSOS, COMO AS GAROUPAS. MUITAS ESPÉCIES DEMERSAIS TÊM HÁBITOS TERRITORIAIS E DEFENDEM O SEU TERRITÓRIO ATIVAMENTE – UM EXEMPLO SÃO AS MORÉIAS, QUE SE COMPORTAM COMO VERDADEIRAS SERPENTES AQUÁTICAS, ATACANDO QUALQUER ANIMAL QUE SE APROXIME DO SEU ESCONDERIJO. ●BATIPELÁGICOS – OS PEIXES QUE NADAM LIVREMENTE EM ÁGUAS DE GRANDES PROFUNDIDADES (ZONA BATIAL). ●MESOPELÁGICOS – ESPÉCIES QUE FAZEM GRANDES MIGRAÇÕES VERTICAIS DIÁRIAS, APROXIMANDO-SE DA SUPERFÍCIE À NOITE E VIVENDO EM ÁGUAS PROFUNDAS DURANTE O DIA. EXEMPLO DESTE GRUPO SÃO OS PEIXES-LANTERNA.
  10. 10. Créditos Andre Reis Caio Revitte Gabriel Newton Hamilton Rodrigues Marcus Vinicius N° 02 N° 05 N° 08 N° 09 N° 14

×