SlideShare uma empresa Scribd logo
Só o Evangelho Muda a Cultura Humana
1º Trimestre
Ano 2020
Lição 1 – Adão, o Primeiro Homem
Lição 2 – A Criação de Eva, a Primeira
Mulher
Lição 3 – A Natureza do Ser Humano
Lição 4 – Os Atributos do Ser Humano
Lição 5 – A Unidade da Raça Humana
Lição 6 – A Sexualidade Humana
Lição 7 – A Queda do Ser Humano
Lição 8 – O Início da Civilização Humana
Lição 9 – O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 10 – Só o Evangelho Muda a Cultura
Humana
Lição 11 – O Homem do Pecado
Lição 12 – Jesus, o Homem Perfeito
Lição 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo
Objetivo Geral
❶ Definir a cultura;
❷ Descrever uma cultura dominada pela
iniquidade;
❸ Mostrar que o Evangelho transforma a cultura.
Demonstrar que a cultura pode ser
transformada pelo Evangelho.
1 - Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos
tessalonicenses, em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus
Cristo: graça e paz tenhais de Deus, nosso Pai, e do
Senhor Jesus Cristo.
2 - Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo
menção de vós em nossas orações,
3 - lembrando-nos, sem cessar, da obra da vossa fé, do
trabalho do amor e da paciência da esperança em nosso
Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai,
4 - sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de
Deus;
5 - porque o nosso evangelho não foi a vós somente em
palavras, mas também em poder, e no Espirito Santo, e
em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre
vós, por amor de vós.
1 Tessalonicenses 1.10
6 - E vós fostes feitos nossos imitadores e do Senhor,
recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do
Espírito Santo,
7 - de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na
Macedonia e Acaia.
8 - Porque por vós soou a palavra do Senhor, não
somente na Macedonia e Acaia, mas também em todos
os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal
maneira que já dela não temos necessidade de falar
coisa alguma;
9 - porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada
que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos
convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e
verdadeiro
10 - e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou
dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.
1 Tessalonicenses 1.10
(1 Tessalonicenses 1.9)
"Porque eles mesmos
anunciam de nós qual a
entrada que tivemos para
convosco, e como dos ídolos
vos convertestes a Deus,
para servir ao Deus vivo e
verdadeiro."
Em consequência do pecado,
não há culturas inocentes nem
inofensivas, mas todas elas
podem ser transformadas
pelo Evangelho de Cristo.
Toda cultura pode ser
transformada pelo
Evangelho de Cristo.
I – O que é a Cultura
II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade
1 – Definição de Cultura
2 – A Cultura dos Gentios
3 – A Cultura do Povo de Deus
1 – A Cultura Original
2 – A Cultura do Homicídio
3 – A Cultura do Erotismo
4 – A Cultura do Consumo Irrefreado
III – O Evangelho Transforma a Cultura
1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural
2 – O Evangelho Transforma a Cultura
3 – Os Crentes de Corinto, um Exemplo da
Influência do Evangelho
Na lição de hoje, estudaremos a cultura humana
através do prisma da Bíblia Sagrada.
Nosso intento é mostrar que
nenhuma cultura pode ser tida
como neutra, ou inofensiva,
porque todas elas acham-se
contaminadas pelo
pecado de Adão.
1 – Definição de Cultura
Depois, passou a ser
considerada como a
soma de todas as
realizações
humanas:
espirituais,
intelectuais,
materiais, etc.
I – O que é Cultura
No princípio, a cultura tinha a ver apenas com o
cultivo da terra, visando a produção de alimentos
(Gn 4.2).
1 – Definição de Cultura
I – O que é Cultura
A cultura pode ser definida também pela maneira
como uma nação encara as demandas e
reivindicações divinas.
“E não andeis nos costumes
das nações que eu expulso de
diante de vós, porque fizeram
todas estas coisas; portanto fui
enfadado deles.”
(Lv 20.23)
2 – A Cultura dos Gentios
Os seres
humanos
passaram a
adorar a
criatura em
lugar do Criador
(Rm 1.18-25).
I – O que é Cultura
Por haverem perdido o verdadeiro conhecimento
de Deus, transmitido por Noé, logo após o Dilúvio,
2 – A Cultura dos Gentios
Hoje, a antropologia
cultural vê, como
meros fenômenos
sociológicos e culturais,
a prostituição, o
homicídio, a corrupção
e até mesmo o
infanticídio
(2 Rs 23. 7; Lv 20.1-5; Ed 9-11).
I – O que é Cultura
E, a partir daí, puseram-se a imaginar coisas vãs e
soberbas (Gn 11. 6; Sl 2.1).
3 – A Cultura do Povo de Deus
"Portanto, quer
comais, quer
bebais ou façais
outra qualquer
coisa, fazei tudo
para a glória de
Deus"
(1 Co 10.31).
I – O que é Cultura
A visão do povo de Deus, quanto à cultura, tem
como fundamento a Bíblia Sagrada(2 Tm 3.16,17).
Cultura é a soma de todas
as realizações humanas:
espirituais, intelectuais,
materiais etc.
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
O homem foi posto no Éden, para lavrar a terra e
fazer cultura, a partir da criação divina
(Gn 1.26; 2.5).
1 – A Cultura Original
Se não tivéssemos caído em pecado, nossa cultura
seria uma extensão da divina.
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
Mas, por causa da
Queda, a
humanidade
passou a
trabalhar contra
Deus.
2 – A Cultura do Homicídio
Haja vista
que
Lameque,
para celebrar
a morte de
dois homens,
escreveu um
poema
(Gn 4.23).
Como resultado da apostasia de Adão, o homicídio
é rapidamente incorporado à cultura humana.
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
2 – A Cultura do Homicídio
Hoje, vemos
aqueles dias
replicarem-se
em todos os
segmentos
sociais; a cultura
da morte não
mudou.
Os heróis daquele tempo eram os vilões que se
davam à opressão e à matança (Gn 6.4,11).
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
O que dizer do aborto, da eutanásia e
da cruel indiferença ao próximo?
3 – A Cultura do Erotismo
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
O Brasil tem em
média 70 bebês
nascidos de mães
adolescentes a
cada mil meninas
de 15 a 19 anos,
diz relatório da
Organização
Mundial da Saúde.
O erotismo também impregnou rapidamente a
cultura humana; o casamento foi logo banalizado
(Mt 24.37-39). A promiscuidade espalhou-se.
“televisão ou
internet pode
influenciar os
adolescentes a
iniciarem sua vida
sexual mais cedo.”
(Jornal Folha de Londrina)
O Brasil possui
11 milhões de
mães solteiras.
4 – A Cultura do Consumo Irrefreado
Hoje, quanto ao
consumo
desenfreado, em
nada diferia da
nossa.
Na cultura do mundo pré-diluviano, as pessoas, já
tomadas pela apostasia, não faziam outra coisa
senão comer e beber (Mt 24.37,38).
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
4 – A Cultura do Consumo Irrefreado
Eis o resultado
de toda essa
gastança:
famílias
endividadas e
muita gente à
beira da
miséria.
Hoje, gasta-se exageradamente naquilo que não
satisfaz; é o consumo pelo consumo (Is 55.2).
II – Uma Cultura Dominada
pela Iniquidade
O homem foi feito para
lavrar a terra e fazer
cultura, mas, por causa do
pecado, a cultura humana
põs-se contra Deus.
III – O Evangelho
Transforma a Cultura
"É possível transformar uma cultura dominada
pela iniquidade?".
1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural
III – O Evangelho
Transforma a Cultura
Nenhum homem é capaz de viver à parte de uma
cultura; somos seres culturais.
Aliás, Jesus nasceu
numa sociedade
dominada por três
grandes culturas -
a judaica, a grega
e a romana
(Jo 19.20).
1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural
III – O Evangelho
Transforma a Cultura
Todavia, a mensagem de
Jesus transformou
milhões de pessoas
oriundas de todas as
culturas do mundo,
conduzindo-as a viver
num só corpo
(Rm 10.12).
2 – O Evangelho Transforma a Cultura
III – O Evangelho
Transforma a Cultura
Conquanto não nos seja possível converter toda
uma sociedade, podemos influenciá-la com a
mensagem do Evangelho.
Se quisermos, de
fato, transformar o
nosso país, devemos
evangelizá-lo de
acordo com o
modelo de Atos dos
Apóstolos (At 1.8).
3 – Os Crentes de Corinto, um Exemplo da Influência
do Evangelho
III – O Evangelho
Transforma a Cultura
Corinto era uma das cidades mais promiscuas no
período do Novo Testamento.
Não obstante, Paulo,
ao levar-lhe o
Evangelho, resgatou
preciosas almas
aprisionadas a um
contexto moralmente
doentio (1 Co 6.9-11).
O Evangelho pode
transformar a cultura
dominada pela
iniquidade.
A cultura atual em nada difere
da pré-diluviana.
No entanto, podemos influenciá-la através da
pregação do Evangelho de Cristo.
De acordo com a lição, o que é cultura?
No princípio, a cultura tinha a ver apenas com o
cultivo da terra, visando a produção de alimentos
(Gn 4.2). Depois, passou a ser considerada como a
soma de todas as realizações humanas: espirituais,
intelectuais, materiais etc.
Como era caracterizada a cultura pré-diluviana?
Pela cultura do homicídio, do erotismo e do
consumo irrefreado.
Em que contexto cultural Jesus nasceu?
O Filho de Deus, quando de sua encarnação, foi
acolhido numa sociedade dominada por três
grandes culturas - a judaica, a grega e a romana
(Jo 19.20).
De que forma o Evangelho influenciou
a cultura gentia?
Pela mensagem do Evangelho.
A cultura atual
em nada difere
da pré-
diluviana.
No entanto,
podemos
transformá-la
através da
pregação do
Evangelho de
Cristo.
Como podemos transformar a nossa cultura?
Lição 11 – O Homem do Pecado
Lição 10: SÓ O EVANGELHO MUDA A CULTURA HUMANA
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade HumanaLição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade Humana
Éder Tomé
 
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira MulherLição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Éder Tomé
 
Ahistoria da igreja parte 02
Ahistoria da igreja parte 02Ahistoria da igreja parte 02
Ahistoria da igreja parte 02
Mauricio Borges
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Éder Tomé
 
A historia da igreja parte 01
A historia da igreja parte 01A historia da igreja parte 01
A historia da igreja parte 01
Mauricio Borges
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
Moisés Sampaio
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Natalino das Neves Neves
 
Missões no Antigo Testamento
Missões no Antigo TestamentoMissões no Antigo Testamento
Missões no Antigo Testamento
Alberto Simonton
 
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃOLBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
Natalino das Neves Neves
 
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANOLição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
Hamilton Souza
 
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristoLição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
Celso Napoleon
 
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia BíblicaLição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Éder Tomé
 
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHORLBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
Natalino das Neves Neves
 
Pontos de teologia dos reformadores Calvino e Lutero
Pontos de teologia dos reformadores  Calvino e LuteroPontos de teologia dos reformadores  Calvino e Lutero
Pontos de teologia dos reformadores Calvino e Lutero
Alberto Simonton
 
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em CristoLição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
Andrew Guimarães
 
Revelação Geral e Revelação Especial
Revelação Geral e Revelação EspecialRevelação Geral e Revelação Especial
Revelação Geral e Revelação Especial
Alberto Simonton
 
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiososLição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Lição 4 - A necessidade universal de salvação
Lição 4 - A necessidade universal de salvaçãoLição 4 - A necessidade universal de salvação
Lição 4 - A necessidade universal de salvação
Natalino das Neves Neves
 
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr JonasTeologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
Jose Ventura
 

Mais procurados (20)

Lição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade HumanaLição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade Humana
 
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira MulherLição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher
 
Ahistoria da igreja parte 02
Ahistoria da igreja parte 02Ahistoria da igreja parte 02
Ahistoria da igreja parte 02
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
 
A historia da igreja parte 01
A historia da igreja parte 01A historia da igreja parte 01
A historia da igreja parte 01
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
 
Missões no Antigo Testamento
Missões no Antigo TestamentoMissões no Antigo Testamento
Missões no Antigo Testamento
 
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃOLBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
LBA LIÇÃO 2 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DE SALVAÇÃO
 
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
 
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANOLição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
Lição 3: A NATUREZA DO SER HUMANO
 
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristoLição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
Lição 2 a necessidade universal da salvação em cristo
 
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia BíblicaLição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
 
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHORLBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
 
Pontos de teologia dos reformadores Calvino e Lutero
Pontos de teologia dos reformadores  Calvino e LuteroPontos de teologia dos reformadores  Calvino e Lutero
Pontos de teologia dos reformadores Calvino e Lutero
 
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em CristoLição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
Lição 2 - A Necessidade Universal Da Salvação Em Cristo
 
Revelação Geral e Revelação Especial
Revelação Geral e Revelação EspecialRevelação Geral e Revelação Especial
Revelação Geral e Revelação Especial
 
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiososLição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
 
Lição 4 - A necessidade universal de salvação
Lição 4 - A necessidade universal de salvaçãoLição 4 - A necessidade universal de salvação
Lição 4 - A necessidade universal de salvação
 
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr JonasTeologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
Teologia do Antigo Testamento aula 2 Pr Jonas
 

Semelhante a Lição 10: SÓ O EVANGELHO MUDA A CULTURA HUMANA

Licao 10 1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
Licao 10   1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humanaLicao 10   1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
Licao 10 1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
Vilma Longuini
 
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJAEBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
EBD - LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD - LIÇÃO 11  A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJAEBD - LIÇÃO 11  A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD - LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
Lição
 Lição Lição
Lição
Silas Rodrigues
 
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOSLIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Lourinaldo Serafim
 
O cristão e a cultura
O cristão e a culturaO cristão e a cultura
O cristão e a cultura
Amor pela EBD
 
O cristão e a cultura
O cristão e a culturaO cristão e a cultura
O cristão e a cultura
Amor pela EBD
 
Formação missionária
Formação missionáriaFormação missionária
Formação missionária
José Luiz Silva Pinto
 
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Jesiel cruz
 
Lição 11 03-2011
Lição 11 03-2011Lição 11 03-2011
Lição 11 03-2011
EBD
 
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos HumanosLição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Éder Tomé
 
Evangelium Vitae
Evangelium VitaeEvangelium Vitae
Evangelium Vitae
Carlinhos Pregador
 
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO IICARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
Bernadetecebs .
 
Lição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosasLição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosas
Erberson Pinheiro
 
Evangelização e missão profética da igreja
Evangelização e missão profética da igrejaEvangelização e missão profética da igreja
Evangelização e missão profética da igreja
Oswaldo Michaelano
 
Populorum Progressio
Populorum ProgressioPopulorum Progressio
Populorum Progressio
Carlinhos Pregador
 
Apostila teologia-biblica-de-missoes
Apostila teologia-biblica-de-missoesApostila teologia-biblica-de-missoes
Apostila teologia-biblica-de-missoes
Caetan Capellan
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
ParoquiaDeSaoPedro
 
ECUMENISMO
ECUMENISMOECUMENISMO
ECUMENISMO
luciano
 
Agonia das relegiões
Agonia das relegiõesAgonia das relegiões
Agonia das relegiões
eneci
 

Semelhante a Lição 10: SÓ O EVANGELHO MUDA A CULTURA HUMANA (20)

Licao 10 1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
Licao 10   1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humanaLicao 10   1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
Licao 10 1 t - 2020 - so o evangelho muda a cultura humana
 
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJAEBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
 
EBD - LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD - LIÇÃO 11  A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJAEBD - LIÇÃO 11  A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
EBD - LIÇÃO 11 A INFLUENCIA CULTURAL DA IGREJA
 
Lição
 Lição Lição
Lição
 
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOSLIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
 
O cristão e a cultura
O cristão e a culturaO cristão e a cultura
O cristão e a cultura
 
O cristão e a cultura
O cristão e a culturaO cristão e a cultura
O cristão e a cultura
 
Formação missionária
Formação missionáriaFormação missionária
Formação missionária
 
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
 
Lição 11 03-2011
Lição 11 03-2011Lição 11 03-2011
Lição 11 03-2011
 
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos HumanosLição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
 
Evangelium Vitae
Evangelium VitaeEvangelium Vitae
Evangelium Vitae
 
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO IICARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
CARTA ENCÍCLICA EVANGELIUM VITAE DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
 
Lição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosasLição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosas
 
Evangelização e missão profética da igreja
Evangelização e missão profética da igrejaEvangelização e missão profética da igreja
Evangelização e missão profética da igreja
 
Populorum Progressio
Populorum ProgressioPopulorum Progressio
Populorum Progressio
 
Apostila teologia-biblica-de-missoes
Apostila teologia-biblica-de-missoesApostila teologia-biblica-de-missoes
Apostila teologia-biblica-de-missoes
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Novemb...
 
ECUMENISMO
ECUMENISMOECUMENISMO
ECUMENISMO
 
Agonia das relegiões
Agonia das relegiõesAgonia das relegiões
Agonia das relegiões
 

Mais de Hamilton Souza

jogos de estafetas.pdf
jogos de estafetas.pdfjogos de estafetas.pdf
jogos de estafetas.pdf
Hamilton Souza
 
saude em movimento.ppt
saude em movimento.pptsaude em movimento.ppt
saude em movimento.ppt
Hamilton Souza
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Hamilton Souza
 
Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
 Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
Hamilton Souza
 
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira MulherLição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Hamilton Souza
 
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEMLição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
Hamilton Souza
 
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
Hamilton Souza
 
Lição 13: A VELHICE DE DAVI
Lição 13: A VELHICE DE DAVI Lição 13: A VELHICE DE DAVI
Lição 13: A VELHICE DE DAVI
Hamilton Souza
 
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 12 - A Rebelião de AbsalãoLição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
Hamilton Souza
 
Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Lição 11 - As Consequências do Pecado de DaviLição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Hamilton Souza
 
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de DeusLição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Hamilton Souza
 
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVILIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
Hamilton Souza
 
Lição 8 - O Exílio de Davi
Lição 8 - O Exílio de DaviLição 8 - O Exílio de Davi
Lição 8 - O Exílio de Davi
Hamilton Souza
 
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REILição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Hamilton Souza
 
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em IsraelLição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Hamilton Souza
 
Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
 Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
Hamilton Souza
 
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUELLição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
Hamilton Souza
 
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Hamilton Souza
 
Licao 13 3 t - 2019 - cpad
Licao 13   3 t - 2019 - cpadLicao 13   3 t - 2019 - cpad
Licao 13 3 t - 2019 - cpad
Hamilton Souza
 
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
Hamilton Souza
 

Mais de Hamilton Souza (20)

jogos de estafetas.pdf
jogos de estafetas.pdfjogos de estafetas.pdf
jogos de estafetas.pdf
 
saude em movimento.ppt
saude em movimento.pptsaude em movimento.ppt
saude em movimento.ppt
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
 
Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
 Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
Lição 8 - O Inicio da Civilização Humana
 
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira MulherLição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
Lição 2: A Criação de Eva, a Primeira Mulher
 
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEMLição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
Lição 1: ADÃO, O PRIMEIRO HOMEM
 
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 1º Trimestre de 2020
 
Lição 13: A VELHICE DE DAVI
Lição 13: A VELHICE DE DAVI Lição 13: A VELHICE DE DAVI
Lição 13: A VELHICE DE DAVI
 
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 12 - A Rebelião de AbsalãoLição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
 
Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Lição 11 - As Consequências do Pecado de DaviLição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
 
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de DeusLição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
 
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVILIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
 
Lição 8 - O Exílio de Davi
Lição 8 - O Exílio de DaviLição 8 - O Exílio de Davi
Lição 8 - O Exílio de Davi
 
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REILição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
 
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em IsraelLição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
 
Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
 Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal
 
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUELLição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
Lição 3: A CHAMADA PROFÉTICA DE SAMUEL
 
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
 
Licao 13 3 t - 2019 - cpad
Licao 13   3 t - 2019 - cpadLicao 13   3 t - 2019 - cpad
Licao 13 3 t - 2019 - cpad
 
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
Revista CPAD Lições Bíblicas Adultos - 4º Trimestre de 2019
 

Último

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 

Lição 10: SÓ O EVANGELHO MUDA A CULTURA HUMANA

  • 1. Só o Evangelho Muda a Cultura Humana
  • 3. Lição 1 – Adão, o Primeiro Homem Lição 2 – A Criação de Eva, a Primeira Mulher Lição 3 – A Natureza do Ser Humano Lição 4 – Os Atributos do Ser Humano Lição 5 – A Unidade da Raça Humana Lição 6 – A Sexualidade Humana Lição 7 – A Queda do Ser Humano Lição 8 – O Início da Civilização Humana Lição 9 – O Primeiro Projeto de Globalismo Lição 10 – Só o Evangelho Muda a Cultura Humana Lição 11 – O Homem do Pecado Lição 12 – Jesus, o Homem Perfeito Lição 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo
  • 4. Objetivo Geral ❶ Definir a cultura; ❷ Descrever uma cultura dominada pela iniquidade; ❸ Mostrar que o Evangelho transforma a cultura. Demonstrar que a cultura pode ser transformada pelo Evangelho.
  • 5. 1 - Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: graça e paz tenhais de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 2 - Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações, 3 - lembrando-nos, sem cessar, da obra da vossa fé, do trabalho do amor e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai, 4 - sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de Deus; 5 - porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espirito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós. 1 Tessalonicenses 1.10
  • 6. 6 - E vós fostes feitos nossos imitadores e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo, 7 - de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedonia e Acaia. 8 - Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na Macedonia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma; 9 - porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro 10 - e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura. 1 Tessalonicenses 1.10
  • 7. (1 Tessalonicenses 1.9) "Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro."
  • 8. Em consequência do pecado, não há culturas inocentes nem inofensivas, mas todas elas podem ser transformadas pelo Evangelho de Cristo.
  • 9. Toda cultura pode ser transformada pelo Evangelho de Cristo.
  • 10. I – O que é a Cultura II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade 1 – Definição de Cultura 2 – A Cultura dos Gentios 3 – A Cultura do Povo de Deus 1 – A Cultura Original 2 – A Cultura do Homicídio 3 – A Cultura do Erotismo 4 – A Cultura do Consumo Irrefreado III – O Evangelho Transforma a Cultura 1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural 2 – O Evangelho Transforma a Cultura 3 – Os Crentes de Corinto, um Exemplo da Influência do Evangelho
  • 11. Na lição de hoje, estudaremos a cultura humana através do prisma da Bíblia Sagrada. Nosso intento é mostrar que nenhuma cultura pode ser tida como neutra, ou inofensiva, porque todas elas acham-se contaminadas pelo pecado de Adão.
  • 12. 1 – Definição de Cultura Depois, passou a ser considerada como a soma de todas as realizações humanas: espirituais, intelectuais, materiais, etc. I – O que é Cultura No princípio, a cultura tinha a ver apenas com o cultivo da terra, visando a produção de alimentos (Gn 4.2).
  • 13. 1 – Definição de Cultura I – O que é Cultura A cultura pode ser definida também pela maneira como uma nação encara as demandas e reivindicações divinas. “E não andeis nos costumes das nações que eu expulso de diante de vós, porque fizeram todas estas coisas; portanto fui enfadado deles.” (Lv 20.23)
  • 14. 2 – A Cultura dos Gentios Os seres humanos passaram a adorar a criatura em lugar do Criador (Rm 1.18-25). I – O que é Cultura Por haverem perdido o verdadeiro conhecimento de Deus, transmitido por Noé, logo após o Dilúvio,
  • 15. 2 – A Cultura dos Gentios Hoje, a antropologia cultural vê, como meros fenômenos sociológicos e culturais, a prostituição, o homicídio, a corrupção e até mesmo o infanticídio (2 Rs 23. 7; Lv 20.1-5; Ed 9-11). I – O que é Cultura E, a partir daí, puseram-se a imaginar coisas vãs e soberbas (Gn 11. 6; Sl 2.1).
  • 16. 3 – A Cultura do Povo de Deus "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus" (1 Co 10.31). I – O que é Cultura A visão do povo de Deus, quanto à cultura, tem como fundamento a Bíblia Sagrada(2 Tm 3.16,17).
  • 17. Cultura é a soma de todas as realizações humanas: espirituais, intelectuais, materiais etc.
  • 18. II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade O homem foi posto no Éden, para lavrar a terra e fazer cultura, a partir da criação divina (Gn 1.26; 2.5).
  • 19. 1 – A Cultura Original Se não tivéssemos caído em pecado, nossa cultura seria uma extensão da divina. II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade Mas, por causa da Queda, a humanidade passou a trabalhar contra Deus.
  • 20. 2 – A Cultura do Homicídio Haja vista que Lameque, para celebrar a morte de dois homens, escreveu um poema (Gn 4.23). Como resultado da apostasia de Adão, o homicídio é rapidamente incorporado à cultura humana. II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade
  • 21. 2 – A Cultura do Homicídio Hoje, vemos aqueles dias replicarem-se em todos os segmentos sociais; a cultura da morte não mudou. Os heróis daquele tempo eram os vilões que se davam à opressão e à matança (Gn 6.4,11). II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade O que dizer do aborto, da eutanásia e da cruel indiferença ao próximo?
  • 22. 3 – A Cultura do Erotismo II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade O Brasil tem em média 70 bebês nascidos de mães adolescentes a cada mil meninas de 15 a 19 anos, diz relatório da Organização Mundial da Saúde. O erotismo também impregnou rapidamente a cultura humana; o casamento foi logo banalizado (Mt 24.37-39). A promiscuidade espalhou-se. “televisão ou internet pode influenciar os adolescentes a iniciarem sua vida sexual mais cedo.” (Jornal Folha de Londrina) O Brasil possui 11 milhões de mães solteiras.
  • 23. 4 – A Cultura do Consumo Irrefreado Hoje, quanto ao consumo desenfreado, em nada diferia da nossa. Na cultura do mundo pré-diluviano, as pessoas, já tomadas pela apostasia, não faziam outra coisa senão comer e beber (Mt 24.37,38). II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade
  • 24. 4 – A Cultura do Consumo Irrefreado Eis o resultado de toda essa gastança: famílias endividadas e muita gente à beira da miséria. Hoje, gasta-se exageradamente naquilo que não satisfaz; é o consumo pelo consumo (Is 55.2). II – Uma Cultura Dominada pela Iniquidade
  • 25. O homem foi feito para lavrar a terra e fazer cultura, mas, por causa do pecado, a cultura humana põs-se contra Deus.
  • 26. III – O Evangelho Transforma a Cultura "É possível transformar uma cultura dominada pela iniquidade?".
  • 27. 1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural III – O Evangelho Transforma a Cultura Nenhum homem é capaz de viver à parte de uma cultura; somos seres culturais. Aliás, Jesus nasceu numa sociedade dominada por três grandes culturas - a judaica, a grega e a romana (Jo 19.20).
  • 28. 1 – Jesus Nasceu num Contexto Cultural III – O Evangelho Transforma a Cultura Todavia, a mensagem de Jesus transformou milhões de pessoas oriundas de todas as culturas do mundo, conduzindo-as a viver num só corpo (Rm 10.12).
  • 29. 2 – O Evangelho Transforma a Cultura III – O Evangelho Transforma a Cultura Conquanto não nos seja possível converter toda uma sociedade, podemos influenciá-la com a mensagem do Evangelho. Se quisermos, de fato, transformar o nosso país, devemos evangelizá-lo de acordo com o modelo de Atos dos Apóstolos (At 1.8).
  • 30. 3 – Os Crentes de Corinto, um Exemplo da Influência do Evangelho III – O Evangelho Transforma a Cultura Corinto era uma das cidades mais promiscuas no período do Novo Testamento. Não obstante, Paulo, ao levar-lhe o Evangelho, resgatou preciosas almas aprisionadas a um contexto moralmente doentio (1 Co 6.9-11).
  • 31. O Evangelho pode transformar a cultura dominada pela iniquidade.
  • 32. A cultura atual em nada difere da pré-diluviana. No entanto, podemos influenciá-la através da pregação do Evangelho de Cristo.
  • 33. De acordo com a lição, o que é cultura? No princípio, a cultura tinha a ver apenas com o cultivo da terra, visando a produção de alimentos (Gn 4.2). Depois, passou a ser considerada como a soma de todas as realizações humanas: espirituais, intelectuais, materiais etc.
  • 34. Como era caracterizada a cultura pré-diluviana? Pela cultura do homicídio, do erotismo e do consumo irrefreado.
  • 35. Em que contexto cultural Jesus nasceu? O Filho de Deus, quando de sua encarnação, foi acolhido numa sociedade dominada por três grandes culturas - a judaica, a grega e a romana (Jo 19.20).
  • 36. De que forma o Evangelho influenciou a cultura gentia? Pela mensagem do Evangelho.
  • 37. A cultura atual em nada difere da pré- diluviana. No entanto, podemos transformá-la através da pregação do Evangelho de Cristo. Como podemos transformar a nossa cultura?
  • 38. Lição 11 – O Homem do Pecado