SlideShare uma empresa Scribd logo
Gerência e Desempenho
De Redes
Pillares Consulting
2015 – 01
Halexsandro de Freitas Sales
halexsandro.sales@pillares.net
+55 81 8802 30 11
Aula 08 | Rev. 0.1 – Abr/2015
http://www.pillares.net
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Cronograma
Planejamento das Aulas
1 Gerenciamento de ativos de TI
Conteúdo:
●
Apresentação do professor
●
Apresentação dos alunos
●
Apresentação da ementa da disciplina
●
Conceitos de Gerenciamento de ICs
●
Documentação de Redes
●
Técnica de Gerenciamento de Problemas
●
GLPI
●
Dump do banco de dados GLPI
2 Monitoramento de redes
●
Desempenho e monitoramento de rede
●
Protocolos e ferramentas de
gerenciamento
●
SNMP e MIBs
●
NMSs, Zabbix
●
Estrategia de monitoramento de Ics
●
Apresentação da proposta do trabalho
●
Entrega da proposta de trabalho
3 Desenvolver Trabalhos
●
Desenvolvimento do trabalho
●
Apresentação do trabalho
●
Trabalho individual a ser apresentado e
entregue em data combinada
6 aulas – 24 horas 7 aulas – 28 horas 7 aulas – 28 horas
Metodologia para a Avaliação:
Carga Aula
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Fase 1 Fase 2 Fase 3
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes
Polling e Comunicação de Eventos
Processo de coleta, armazenamento e envio de dados realizada entre os Agentes e Gerentes.
Polling interação entre gerente e agente.→
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes
Objeto Gerenciado – OID
Um objeto gerenciado representa um recurso sujeito ao gerenciamento, isto é, que pode ser gerenciado. Ele é
definido em termos de seus atributos, das operações a que pode ser submetido, das notificações que pode emitir
e de seus relacionamentos com outros objetos gerenciados.
O conjunto de objetos gerenciados, com seus atributos, operações e notificações, constituem uma MIB.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes
MIB [ Management Information Base ]
MIB é um conjunto de objetos gerenciados, que procura abranger todas as informações necessárias para a
gerência da rede, possibilitando assim, a automatização de grande parte das tarefas de gerência.
Fonte:
http://penta.ufrgs.br/gr952/trab1/2conceit.html
Pode ser vista como uma espécie de banco de dados que possui importantes referências aos modelos
administrativos dos equipamentos. Também facilita na utilização de nomenclaturas mais amigáveis para
referenciarmos os OIDs.
Exemplo:
Ao realizarmos uma consulta SNMP para sabermos qual é o contato do responsável pelo equipamento,
utilizaríamos do seguinte endereço OID:
1.3.6.1.2.1.1.4.0
Utilizando-se de informações contidas na MIB, caso esta esteja instalado em nosso sistema de gerenciamento,
podemos simplesmente utilizarmos de:
SysContact.0
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes
Agentes
Os agentes são entidades que fazem a interface com os dispositivos a serem gerenciados.
OS agentes podem ser softwares SNMP a serem habilitados em equipamentos como switches e roteadores e
Sistemas Operacionais como GNU/Linux ou Windows, ou podem ser softwares como os Agentes Zabbix a serem
instalados em máquinas a serem monitoradas.
AGENTE
AGENTE
AGENTE
AGENTE
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes
Gerente
O gerente é um agente que possui o NMA (network-managment application). O NMA pode ser entendido como
uma aplicação que inclui uma interface de operador para permitir a um usuário autorizado gerenciar a rede.
AGENTE
AGENTE
AGENTE
AGENTE
GERENTE
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Arquitetura Geral
Modelo Conceitual Básico de Gerenciamento de Rede
Coleta de dados: um processo que consiste de monitoração sobre os recursos gerenciados;
Diagnóstico: consiste no tratamento e análise realizados a partir dos dados coletados.
Ação ou controle: Uma vez diagnosticado um problema, torna-se necessário uma interação ou controle da
anomalia.
Fonte:
http://www.projetoderedes.com.br/artigos/artigo_gerenciamento_de_redes_de_computadores.php
Acessado em Abril de 2015 ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO
APLICAÇÕES
GERENTE
Dispositivo Gerenciável
AGENTE
Sistema de Monitoramento
Equipamento a ser monitorado
Consulta Resposta
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
AGENTES
PROTOCOLOS
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Arquitetura Geral
Definições
Sistema de Gerenciamento de Redes (NMS – Network Management System)
Trata-se de uma coleção de ferramentas de monitoração e controle que é integrado no sentido de possuir:
●
Uma única interface de operação,
●
Uma quantidade mínima de equipamentos separados. Ou seja, os recursos necessários para a monitoria e
controle são distribuídos também entre os itens a serem monitorados.
fonte:
http://www.di.ufpe.br/~flash/ais98/gerrede/gerrede.html
Acessado em Abril de 2015
Dispositivos Gerenciáveis
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO
APLICAÇÕES
GERENTE
Sistema de Monitoramento
Equipamentos monitorados
Consulta Resposta
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Produtos NMSs
●
OpenNMS;
●
ZABBIX;
●
Cacti;
●
GroundWork OpenSource.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
SNMP – Simple Network Manage Protocol
O que é o SNMP
Nasceu na década de 80 da necessidade de se monitorar ativos de rede de uma forma simples.
O SNMP é um protocolo do nível de aplicação da Arquitetura TCP/IP, operando sobre o UDP.
Propósito inicial
Oferecer uma maneira facilmente implementável e com baixo overhead para o gerenciamento de roteadores,
servidores, workstation e outros recursos de redes heterogêneas.
Deficiências da solução
●
Não suporta a transferência eficiente de grandes blocos de dados
●
Estratégias de gerenciamento de rede centralizado
●
Fraca camada de Segurança
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Modelo de Gerenciamento do SNMP
Estruturado com base nos elementos chave:
●
Estação de gerenciamento
●
Agentes
●
MIB
Protocolo de gerenciamento da rede, com as seguintes capacidades:
●
Habilitar a estação de gerenciamento a requisitar os valores dos objetos no agente; (GET)
●
Habilitar a estação de gerenciamento a configurar os valores dos objetos no agente; (SET)
●
Habilitar um agente a notificar a estação de gerenciamento sobre eventos significativos. (TRAP)
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Método de Trabalho do Protocolo SNMP
Gerente AgenteRequisição SNMP:UDP:161
Resposta SNMP:UDP:161
Trap SNMP:UDP:162
MIBs
Principais requisições snmp que trabalharemos
snmpget
snmpwalk
snmpset
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
SNMP Versão 1
Lançado no final da década de 80.
Segurança baseada em comunidades. Qualquer aplicativo que conheça o valor da string $comunidade passa a ter
acesso ao gerenciamento do dispositivo.
Tipos de comunidades:
●
Read-only
●
Read-write
●
Trap
AGENTE
SNMP
Dispositivo Gerenciável
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1
APLICAÇÕES
GERENTE
Consulta
{$community}
Resposta
Consulta sem {$community}
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.3
APLICAÇÕES
GERENTE
Consulta
{$community}
Resposta
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2
APLICAÇÕES
GERENTE
Não há resposta
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
SNMP Versão 2
Segurança baseada em comunidades e também atreladas a camada 3 com definição de quais IPs podem acessar o
agente.
Tipos de comunidades:
●
Public
●
Private
AGENTE SNMP
Liberado acesso para 192.168.0.1
Dispositivo Gerenciável
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1
APLICAÇÕES
GERENTE
Consulta
{$community}
Resposta
Consulta sem {$community}
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.3
APLICAÇÕES
GERENTE
Consulta
{$community}
Não há
Resposta
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2
APLICAÇÕES
GERENTE
Não há resposta
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
SNMP Versão 3
Segurança baseada em métodos de autenticação.
Definição de níveis hierárquicos por comunidades para acesso as estruturas das MIBs.
AGENTE SNMP
Liberado acesso para $login AND $senha
Dispositivo Gerenciável
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1
APLICAÇÕES
GERENTE
Consulta
{$login & $senha}
Resposta
Consulta sem
{$login & $senha}
ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2
APLICAÇÕES
GERENTE
Não há resposta
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Estrutura de OIDs da MIB-2 1.3.6.1.2.1→ iso(1)
org(3)
dod(6)
internet(1)
mgmt(2)
mib-2(1)
system(1)
interfaces(2)
at(3)
ip(4)
icmp(5)
tcp(6)
udp(7)
egp(8)
snmp(11)
Descrições do
Sistema
Informações
Das interfaces
private(4)
enterprises(1)
GNU/Linux(2021)
cisco(9)
IBM(2)
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Estrutura de OIDs da MIB-2 (system)
mib-2(1.3.6.1.2.1)
system(1.3.6.1.2.1.1)
interfaces(1.3.6.1.2.1.2)
SysDescr(1)
SysObjectID(2)
SysUpTime(3)
SysContact(4)
SysName(5)
SysLocation(6)
SysServices(7)
SysORLastChange(8)
SysORTable(9)
SysDescr = 1.3.6.1.2.1.1.1.0
Link para pesquisa de outras OIDs Cisco:
http://tools.cisco.com/Support/SNMP/do/BrowseOID.do?local=en&translate=Translate&objectInput=1.3.6.1.4.1.9
Link para pesquisa de OIDs Padrão:
http://www.alvestrand.no/objectid/
Referência do
Objeto
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Estrutura de OIDs da MIB – II (system)
Switch Cisco – 2960 24 portas
OID MIB-2 Detalhe Cisco Resultado
1.3.6.1.2.1.1.1.0 sysDescr.0 show version
Cisco IOS Software, C2960 Software (C2960-LANBASE-M), Version 12.2(25)SEE2, RELEASE SOFTWARE (fc1)
Copyright (c) 1986-2006 by Cisco Systems, Inc.
Compiled Fri 28-Jul-06 04:33 by yenanh
1.3.6.1.2.1.1.2.0 sysObjectID.0 Identificação enterprise SNMPv2-SMI::enterprises.9.1.716
1.3.6.1.2.1.1.3.0 sysUpTime.0 show version | inc uptime 0:58:37.96
1.3.6.1.2.1.1.4.0 sysContact.0 show run | inc contact halexsandro.sales@pillares.net
1.3.6.1.2.1.1.5.0 sysName.0
show run | inc domain-
name
SW-LAB4-001
1.3.6.1.2.1.1.6.0 sysLocation.0 sh run | inc location FG>BlocoA>3.Piso>LAB4
1.3.6.1.2.1.1.7.0 sysServices.0 camada de operação 2
1.3.6.1.2.1.1.8.0 sysORLastChange.0 N/A N/A
1.3.6.1.2.1.1.9.0 sysORTable.0 N/A N/A
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Estrutura de OIDs da MIB Private private(1.3.6.1.4)
enterprises(1.3.6.1.4.1)
IBM(2)
Cisco(9)
Huawei-3Com(2011)
Novell(23)
3COM(43)
Apple(63)
D-Link(937)
Microsoft(311)
FreeBSD(8072)
Link para pesquisa de outras OIDs Enterprises:
http://www.alvestrand.no/objectid/1.3.6.1.4.1.html
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Desclaração de uma OID sysDescr→
1.3.6.1.2.1.1.1 - sysDescr
Generated from OBJECT-TYPE definition found in rfc1213-mib2.asn1
OID value: 1.3.6.1.2.1.1.1
OID description:
sysDescr OBJECT-TYPE
SYNTAX DisplayString (SIZE (0..255))
ACCESS read-only
STATUS mandatory
DESCRIPTION
"A textual description of the entity. This value
should include the full name and version
identification of the system's hardware type,
software operating-system, and networking
software. It is mandatory that this only contain
printable ASCII characters."
::= { system 1 }
Fonte:
http://www.alvestrand.no/objectid/1.3.6.1.2.1.1.1.html
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
Tipos de Dados de uma OID
Tipo Detalhe
INTEGER Inteiros de 32 bits
INTEGER(1...100) Sub-tipo inteiro
OCTEC STRING String de bytes
OBJECT IDENTIFIER Localização de outro objeto na MIB
IpAddress Octet String com 4 Bytes
Counter Inteiro de 32 bits
Gauge Inteiro de 32 bits
TimeTicks Inteiro de 32 bits (1/10 de segundos)
Fonte:
http://andredeo.blogspot.com.br/2012/04/apostila-do-treinamento-gerenciamento.html
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
RMON Remote Monitoring→
Características
O Protocolo RMON, trata-se de uma MIB SNMP.
É específico para tecnologias Ethernet e TokenRing.
Um dispositivo que o implementa se chama probe.
Objetivos
Realizar análise e levantar informações estatísticas sobre os dados coletados em uma sub-rede, liberando a
estação gerente desta tarefa;
Reduzir tráfego entre rede local gerenciada e a estação gerente remota;
Detectar, registrar e informar à estação gerente sobre situações de erro e eventos significativos da rede;
Permitir o gerenciamento pró-ativo da rede, diagnosticando e registrando eventos que possibilitem detectar o
mal funcionamento e prever falhas que interrompam a sua operação;
NOTA: o RMON tende a resolver problemas de escalabilidade do uso do SNMP.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Protocolos de Monitoramento de Redes
MIB RMON
Mib-2(1.3.6.1.2.1)
RMON(16)
statistics(1)
history(2)
alarm(3)
hosts(4)
host top N(5)
matrix(6)
filter(7)
Packet capture(8)
event(9)
Token ring(10)
protocol directory(11)
protocol distribuition(12)
address map(13)
network layer host(14)
network layer matrix(15)
application layer host(16)
application layer matrix(17)
user history(18)
probe configuration(19)
APLICAÇÃO
APRESENTAÇÃO
SESSÃO
TRANSPORTE
REDE
ENLACE
FÍSICA
RMON1RMON2
mgmt(1.3.6.1.2)
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
O que é o ping?
O ping é um comando usado pelo protocolo ICMP (camada 3) que serve para
testar a conectividade entre equipamentos, e foi criado para o uso em redes com
a pilha de protocolo TCP/IP.
Envia pacotes do tipo ECHO_REQUEST e aguarda pacotes do tipo ECHO_REPLY
para saber se os equipamentos de uma rede encontram-se ativos.
1 – ECHO_REQUEST
2 – ECHO_REPLY
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
O que monitorar com o Ping?
Com a utilização do ping podemos:
●
monitorar se um equipamento da rede está ativo,
●
saber se estamos alcançando equipamento em redes distintas,
●
termos noção do tempo de resposta (latência da rede) até o destino, esteja ele em qualquer rede,
●
analisar perda de pacotes de comunicação ocasionados por problemas adversos,
●
resolver nomes em IPs e vice e versa,
●
utilizá-lo para popular a tabela arp.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
Populando a tabela ARP
O Ping de Broadcast nos auxilia para popularmos a tabela arp com os equipamentos ativos na rede.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
Resolvendo nomes por IP
O Ping, ao ser disparado contra um endereço do tipo FQDN, retorna o endereço IP do host. Caso possua uma
situação contrária, pode usar-se do nslookup -A IP para converter o IP em host.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
Analisando perdas de pacotes
Embora o ICMP não consiga te mostrar a causa raiz do problema que esteja levando a perda de pacotes, pode ser
utilizado como um termômetro de qualidade de link, desde que se tenha uma base de qual seriam as métricas
comuns.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
Problemas e limitações
Em uma rede bem dimensionada, é comum que exista uma correta distribuição de recursos e habilitação de QOS.
Isso pode fazer com que pacotes do tipo ICMP tenham baixa prioridade, levando a tempo de resposta elevado e
até perda de pacotes para que se possa priorizar outros tipos de pacotes.
Também é comum que hosts, por questões de segurança, não responda a pings, inviabilizando assim o uso desta
ferramento para estes hosts. Neste caso, o administrador da rede deve dispor de outros recursos.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando portas com o Nmap
O que é o nmap?
O nmap (Network Mapper) é uma ferramenta para exploração e mapeamento de redes.
Como utilizar o nmap?
O comando mais básico é:
$ nmap host
Maiores informação no manual da aplicação:
$ man nmap
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Ferramentas
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos com o Telnet
O que é o Telnet?
Telnet é um protocolo utilizado para transmissão de dados simples (ASC II) de forma não criptografada entre 2
hosts através de uma rede. RFC 854.
É muito utilizado para manutenção de ativos de rede em modo texto mas, vem sendo substituído pelo SSH que
apresenta camada de segurança por meio de troca de chaves de criptografia.
Como utilizar para o telnet em monitoramento de rede?
Podemos realizar requisições de conexão simples e analisar
se o host de destino permitiu a conexão ou não por meio
do aplicativo telnet embutido na maioria dos Sistemas
Operacionais.
Caso a sessão telnet seja aberta, significa que a aplicação
está aceitando conexão, caso contrário, a aplicação não
está ativa ou algo pode ter causado a interrupção do
fornecimento do serviço.
Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08
Introdução ao Gerenciamento de Rede
Conceitos
Ferramentas simples para monitoramento
Explorando recursos do ICMP Ping
Resolvendo nomes por IP
O Ping, ao ser disparado contra um endereço do tipo FQDN, retorna o endereço IP do host. Caso possua uma
situação contrária, pode usar-se do nslookup -A IP para converter o IP em host.
Obrigado!
halexsandro.sales@pillares.net
Dúvidas?
Próxima aula → Aula 09
● Comandos SNMP
● Coleta de informações de um Switch
Aula 08 → Nós vimos
● Recursos simples para monitoramento
● ICMP Ping
● Nmap
● Telnet
● Protocolos de Gerenciamento de Redes
● RMON
● SNMP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local
Verônica Veiga
 
Protocolo IPv4
Protocolo IPv4Protocolo IPv4
Protocolo IPv4
André Nobre
 
Hub switch repetidores
Hub switch repetidoresHub switch repetidores
Hub switch repetidores
Tiago Garcia
 
Cisco Packet Tracer
Cisco Packet TracerCisco Packet Tracer
Cisco Packet Tracer
maykon-26
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Elaine Cecília Gatto
 
Endereçamento IPV4
Endereçamento IPV4Endereçamento IPV4
Aula 1: Virtualização
Aula 1: VirtualizaçãoAula 1: Virtualização
Aula 1: Virtualização
camila_seixas
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
Ricardo Montania
 
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Luís Fernando Richter
 
Redes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançadoRedes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançado
Cicero Roniel
 
Projeto final instalação e configuração de redes locais
Projeto final  instalação e configuração de redes locaisProjeto final  instalação e configuração de redes locais
Projeto final instalação e configuração de redes locais
MarcoSoaresGI
 
História e futuro do tcp ip
História e futuro do tcp ipHistória e futuro do tcp ip
História e futuro do tcp ip
Paula Lopes
 
Redes - topologias de redes
Redes - topologias de redesRedes - topologias de redes
Redes - topologias de redes
forkman
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Filipo Mór
 
Tipos de cabos
Tipos de cabosTipos de cabos
Tipos de cabos
Gonçalo
 
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdfGerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
Os Fantasmas !
 
Sistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
Sistemas Multimídia - Aula 01 - ApresentaçãoSistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
Sistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
Leinylson Fontinele
 
Planejamento rede
Planejamento rede Planejamento rede
Planejamento rede
Reginaldo José Silva
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
Luis Ferreira
 
Serial windows server 2003
Serial windows server 2003Serial windows server 2003
Serial windows server 2003
Purnama Bakti
 

Mais procurados (20)

Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local
 
Protocolo IPv4
Protocolo IPv4Protocolo IPv4
Protocolo IPv4
 
Hub switch repetidores
Hub switch repetidoresHub switch repetidores
Hub switch repetidores
 
Cisco Packet Tracer
Cisco Packet TracerCisco Packet Tracer
Cisco Packet Tracer
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Endereçamento IPV4
Endereçamento IPV4Endereçamento IPV4
Endereçamento IPV4
 
Aula 1: Virtualização
Aula 1: VirtualizaçãoAula 1: Virtualização
Aula 1: Virtualização
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
 
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
 
Redes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançadoRedes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançado
 
Projeto final instalação e configuração de redes locais
Projeto final  instalação e configuração de redes locaisProjeto final  instalação e configuração de redes locais
Projeto final instalação e configuração de redes locais
 
História e futuro do tcp ip
História e futuro do tcp ipHistória e futuro do tcp ip
História e futuro do tcp ip
 
Redes - topologias de redes
Redes - topologias de redesRedes - topologias de redes
Redes - topologias de redes
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
 
Tipos de cabos
Tipos de cabosTipos de cabos
Tipos de cabos
 
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdfGerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
Gerenciamento e Monitoramento de Rede.pdf
 
Sistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
Sistemas Multimídia - Aula 01 - ApresentaçãoSistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
Sistemas Multimídia - Aula 01 - Apresentação
 
Planejamento rede
Planejamento rede Planejamento rede
Planejamento rede
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
 
Serial windows server 2003
Serial windows server 2003Serial windows server 2003
Serial windows server 2003
 

Destaque

Zabbix meetup RJ: Integrações e opensource
Zabbix meetup RJ: Integrações e opensourceZabbix meetup RJ: Integrações e opensource
Zabbix meetup RJ: Integrações e opensource
Filipe Paternot
 
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentaçãoZabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
Filipe Paternot
 
Integração do Zabbix com Grafana
Integração do Zabbix com GrafanaIntegração do Zabbix com Grafana
Integração do Zabbix com Grafana
Aécio Pires
 
Monitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
Monitoring all Elements of Your Database Operations With ZabbixMonitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
Monitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
Zabbix
 
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
aristotelesaraujo
 
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
André Luis Boni Déo
 
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
aristotelesaraujo
 
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania EletrônicaPlugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
aristotelesaraujo
 
Gerenciamento de Redes com Zabbix
Gerenciamento de Redes com ZabbixGerenciamento de Redes com Zabbix
Gerenciamento de Redes com Zabbix
André Déo
 
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshopZabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
Zabbix
 
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHELMonitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
Alessandro Silva
 
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
Luiz Sales
 
Zabbix para iniciantes
Zabbix para iniciantesZabbix para iniciantes
Zabbix para iniciantes
Werneck Costa
 
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
Werneck Costa
 
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for EveryoneAlexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
Zabbix
 
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCSWorkshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
Linux Solutions
 
Monitoramento de ativos com zabbix
Monitoramento de ativos com zabbixMonitoramento de ativos com zabbix
Monitoramento de ativos com zabbix
Rafael Gomes
 
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
André Déo
 
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Aécio Pires
 
Monitoramento Opensource com Zabbix
Monitoramento Opensource com ZabbixMonitoramento Opensource com Zabbix
Monitoramento Opensource com Zabbix
Renato Batista
 

Destaque (20)

Zabbix meetup RJ: Integrações e opensource
Zabbix meetup RJ: Integrações e opensourceZabbix meetup RJ: Integrações e opensource
Zabbix meetup RJ: Integrações e opensource
 
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentaçãoZabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
Zabbix meetup RJ: Infra, tuning e documentação
 
Integração do Zabbix com Grafana
Integração do Zabbix com GrafanaIntegração do Zabbix com Grafana
Integração do Zabbix com Grafana
 
Monitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
Monitoring all Elements of Your Database Operations With ZabbixMonitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
Monitoring all Elements of Your Database Operations With Zabbix
 
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
Latinoware2013 - Implentando Plugin de Geolocalização no Zabbix
 
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
Palestra Zabbix no 12 Geinfo (2013)
 
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
FLISOL-Jaguaruana/CE - 2013 - Monitoramento com Software Livre - Zabbix 2.0
 
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania EletrônicaPlugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
Plugin Geolocalização - Prêmio Cidadania Eletrônica
 
Gerenciamento de Redes com Zabbix
Gerenciamento de Redes com ZabbixGerenciamento de Redes com Zabbix
Gerenciamento de Redes com Zabbix
 
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshopZabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
Zabbix Smart problem detection - FISL 2015 workshop
 
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHELMonitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
Monitoramento Enterprise com Zabbix+RHEL
 
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
Zabbix - Alem da Infraestrutura - Parte 2
 
Zabbix para iniciantes
Zabbix para iniciantesZabbix para iniciantes
Zabbix para iniciantes
 
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
Zabbix: Apresentação meetup Fortaleza/CE (Brasil)
 
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for EveryoneAlexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
Alexei Vladishev - Zabbix - Monitoring Solution for Everyone
 
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCSWorkshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
Workshop de Monitoramento com Zabbix e OCS
 
Monitoramento de ativos com zabbix
Monitoramento de ativos com zabbixMonitoramento de ativos com zabbix
Monitoramento de ativos com zabbix
 
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
Zabbix FLISOL Campinas 28-04-2012
 
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
 
Monitoramento Opensource com Zabbix
Monitoramento Opensource com ZabbixMonitoramento Opensource com Zabbix
Monitoramento Opensource com Zabbix
 

Semelhante a Aula 008 - Gerenciamento e Desempenho de Redes: Halexsandro Sales

Aula01
Aula01Aula01
Aula01
Carlos Veiga
 
Agr aula3
Agr aula3Agr aula3
Gerência de redes e computadores
Gerência de redes e computadoresGerência de redes e computadores
Gerência de redes e computadores
Eduardo Junior
 
Gerredes
GerredesGerredes
Gerana
GeranaGerana
Gerana
redesinforma
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Helder Lopes
 
Nagios
NagiosNagios
Artigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
Artigo Gerencia De Redes Mauricio ModaArtigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
Artigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
mauriciomoda
 
artigo ferramentas de gerenciamento de redes
artigo ferramentas de gerenciamento de redesartigo ferramentas de gerenciamento de redes
artigo ferramentas de gerenciamento de redes
mauriciomoda
 
Arquiteturas de Gerência de Redes
Arquiteturas de Gerência de RedesArquiteturas de Gerência de Redes
Arquiteturas de Gerência de Redes
Frederico Madeira
 
Gerenciamento-redes
Gerenciamento-redesGerenciamento-redes
Gerenciamento-redes
jasonbastos
 
Nagios
NagiosNagios
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de RedeFerramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Helder Lopes
 
Gerência - Aula 01
Gerência - Aula 01Gerência - Aula 01
Gerência - Aula 01
Marcus Lucas
 
GestãoSessão3.pdf
GestãoSessão3.pdfGestãoSessão3.pdf
GestãoSessão3.pdf
AlcindoAntnio
 
Gerência - Aula 02
Gerência - Aula 02Gerência - Aula 02
Gerência - Aula 02
Marcus Lucas
 
Protocolo SNMP
Protocolo SNMPProtocolo SNMP
Protocolo SNMP
Vanessa EAnderson
 
S1 - Analise de Redes.pdf
S1 - Analise de Redes.pdfS1 - Analise de Redes.pdf
S1 - Analise de Redes.pdf
CristianoMartins89
 
NetInf
NetInfNetInf
NetInf
m41k
 
Gerenciamento e administração de Redes
Gerenciamento e administração de RedesGerenciamento e administração de Redes
Gerenciamento e administração de Redes
Helder Lopes
 

Semelhante a Aula 008 - Gerenciamento e Desempenho de Redes: Halexsandro Sales (20)

Aula01
Aula01Aula01
Aula01
 
Agr aula3
Agr aula3Agr aula3
Agr aula3
 
Gerência de redes e computadores
Gerência de redes e computadoresGerência de redes e computadores
Gerência de redes e computadores
 
Gerredes
GerredesGerredes
Gerredes
 
Gerana
GeranaGerana
Gerana
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
 
Nagios
NagiosNagios
Nagios
 
Artigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
Artigo Gerencia De Redes Mauricio ModaArtigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
Artigo Gerencia De Redes Mauricio Moda
 
artigo ferramentas de gerenciamento de redes
artigo ferramentas de gerenciamento de redesartigo ferramentas de gerenciamento de redes
artigo ferramentas de gerenciamento de redes
 
Arquiteturas de Gerência de Redes
Arquiteturas de Gerência de RedesArquiteturas de Gerência de Redes
Arquiteturas de Gerência de Redes
 
Gerenciamento-redes
Gerenciamento-redesGerenciamento-redes
Gerenciamento-redes
 
Nagios
NagiosNagios
Nagios
 
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de RedeFerramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
 
Gerência - Aula 01
Gerência - Aula 01Gerência - Aula 01
Gerência - Aula 01
 
GestãoSessão3.pdf
GestãoSessão3.pdfGestãoSessão3.pdf
GestãoSessão3.pdf
 
Gerência - Aula 02
Gerência - Aula 02Gerência - Aula 02
Gerência - Aula 02
 
Protocolo SNMP
Protocolo SNMPProtocolo SNMP
Protocolo SNMP
 
S1 - Analise de Redes.pdf
S1 - Analise de Redes.pdfS1 - Analise de Redes.pdf
S1 - Analise de Redes.pdf
 
NetInf
NetInfNetInf
NetInf
 
Gerenciamento e administração de Redes
Gerenciamento e administração de RedesGerenciamento e administração de Redes
Gerenciamento e administração de Redes
 

Mais de Verdanatech Soluções em TI

Instalação do vAuth on Premise
Instalação do vAuth on PremiseInstalação do vAuth on Premise
Instalação do vAuth on Premise
Verdanatech Soluções em TI
 
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdf
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdfInstalação do Debian 12 Bookworm.pdf
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdf
Verdanatech Soluções em TI
 
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
Verdanatech Soluções em TI
 
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
Verdanatech Soluções em TI
 
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
Verdanatech Soluções em TI
 
GLPi + Debian 9
GLPi + Debian 9GLPi + Debian 9
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
Verdanatech Soluções em TI
 
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
Verdanatech Soluções em TI
 
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informáticaCriação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
Verdanatech Soluções em TI
 
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSenseProcedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
Verdanatech Soluções em TI
 
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
Verdanatech Soluções em TI
 

Mais de Verdanatech Soluções em TI (11)

Instalação do vAuth on Premise
Instalação do vAuth on PremiseInstalação do vAuth on Premise
Instalação do vAuth on Premise
 
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdf
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdfInstalação do Debian 12 Bookworm.pdf
Instalação do Debian 12 Bookworm.pdf
 
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
001 - Nova interface do GLPi 10.pdf
 
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
Aula07 - Spanning Tree Protocol (STP)
 
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
Gerenciamento de Serviços O que é um serviço e como usar o Zabbix; SALES, Hal...
 
GLPi + Debian 9
GLPi + Debian 9GLPi + Debian 9
GLPi + Debian 9
 
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
Comunicado do "Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo"
 
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
Projeto Laboratório de Rede com Software Livre - v2016
 
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informáticaCriação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
Criação de um Desktop GNU/Linux para uso em laboratórios de informática
 
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSenseProcedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
Procedimento de instalação do Zabbix Proxy 3 no PFSense
 
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
Gerenciamento e Desempenho de Redes - Aula05
 

Último

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 

Último (8)

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 

Aula 008 - Gerenciamento e Desempenho de Redes: Halexsandro Sales

  • 1. Gerência e Desempenho De Redes Pillares Consulting 2015 – 01 Halexsandro de Freitas Sales halexsandro.sales@pillares.net +55 81 8802 30 11 Aula 08 | Rev. 0.1 – Abr/2015 http://www.pillares.net
  • 2. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Cronograma Planejamento das Aulas 1 Gerenciamento de ativos de TI Conteúdo: ● Apresentação do professor ● Apresentação dos alunos ● Apresentação da ementa da disciplina ● Conceitos de Gerenciamento de ICs ● Documentação de Redes ● Técnica de Gerenciamento de Problemas ● GLPI ● Dump do banco de dados GLPI 2 Monitoramento de redes ● Desempenho e monitoramento de rede ● Protocolos e ferramentas de gerenciamento ● SNMP e MIBs ● NMSs, Zabbix ● Estrategia de monitoramento de Ics ● Apresentação da proposta do trabalho ● Entrega da proposta de trabalho 3 Desenvolver Trabalhos ● Desenvolvimento do trabalho ● Apresentação do trabalho ● Trabalho individual a ser apresentado e entregue em data combinada 6 aulas – 24 horas 7 aulas – 28 horas 7 aulas – 28 horas Metodologia para a Avaliação: Carga Aula Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Fase 1 Fase 2 Fase 3 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
  • 3. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes Polling e Comunicação de Eventos Processo de coleta, armazenamento e envio de dados realizada entre os Agentes e Gerentes. Polling interação entre gerente e agente.→
  • 4. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes Objeto Gerenciado – OID Um objeto gerenciado representa um recurso sujeito ao gerenciamento, isto é, que pode ser gerenciado. Ele é definido em termos de seus atributos, das operações a que pode ser submetido, das notificações que pode emitir e de seus relacionamentos com outros objetos gerenciados. O conjunto de objetos gerenciados, com seus atributos, operações e notificações, constituem uma MIB.
  • 5. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes MIB [ Management Information Base ] MIB é um conjunto de objetos gerenciados, que procura abranger todas as informações necessárias para a gerência da rede, possibilitando assim, a automatização de grande parte das tarefas de gerência. Fonte: http://penta.ufrgs.br/gr952/trab1/2conceit.html Pode ser vista como uma espécie de banco de dados que possui importantes referências aos modelos administrativos dos equipamentos. Também facilita na utilização de nomenclaturas mais amigáveis para referenciarmos os OIDs. Exemplo: Ao realizarmos uma consulta SNMP para sabermos qual é o contato do responsável pelo equipamento, utilizaríamos do seguinte endereço OID: 1.3.6.1.2.1.1.4.0 Utilizando-se de informações contidas na MIB, caso esta esteja instalado em nosso sistema de gerenciamento, podemos simplesmente utilizarmos de: SysContact.0
  • 6. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes Agentes Os agentes são entidades que fazem a interface com os dispositivos a serem gerenciados. OS agentes podem ser softwares SNMP a serem habilitados em equipamentos como switches e roteadores e Sistemas Operacionais como GNU/Linux ou Windows, ou podem ser softwares como os Agentes Zabbix a serem instalados em máquinas a serem monitoradas. AGENTE AGENTE AGENTE AGENTE
  • 7. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Termos utilizados no processo de Gerenciamento de Redes Gerente O gerente é um agente que possui o NMA (network-managment application). O NMA pode ser entendido como uma aplicação que inclui uma interface de operador para permitir a um usuário autorizado gerenciar a rede. AGENTE AGENTE AGENTE AGENTE GERENTE
  • 8. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Arquitetura Geral Modelo Conceitual Básico de Gerenciamento de Rede Coleta de dados: um processo que consiste de monitoração sobre os recursos gerenciados; Diagnóstico: consiste no tratamento e análise realizados a partir dos dados coletados. Ação ou controle: Uma vez diagnosticado um problema, torna-se necessário uma interação ou controle da anomalia. Fonte: http://www.projetoderedes.com.br/artigos/artigo_gerenciamento_de_redes_de_computadores.php Acessado em Abril de 2015 ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO APLICAÇÕES GERENTE Dispositivo Gerenciável AGENTE Sistema de Monitoramento Equipamento a ser monitorado Consulta Resposta
  • 9. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 AGENTES PROTOCOLOS Introdução ao Gerenciamento de Rede Arquitetura Geral Definições Sistema de Gerenciamento de Redes (NMS – Network Management System) Trata-se de uma coleção de ferramentas de monitoração e controle que é integrado no sentido de possuir: ● Uma única interface de operação, ● Uma quantidade mínima de equipamentos separados. Ou seja, os recursos necessários para a monitoria e controle são distribuídos também entre os itens a serem monitorados. fonte: http://www.di.ufpe.br/~flash/ais98/gerrede/gerrede.html Acessado em Abril de 2015 Dispositivos Gerenciáveis ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO APLICAÇÕES GERENTE Sistema de Monitoramento Equipamentos monitorados Consulta Resposta
  • 10. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Produtos NMSs ● OpenNMS; ● ZABBIX; ● Cacti; ● GroundWork OpenSource.
  • 11. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes SNMP – Simple Network Manage Protocol O que é o SNMP Nasceu na década de 80 da necessidade de se monitorar ativos de rede de uma forma simples. O SNMP é um protocolo do nível de aplicação da Arquitetura TCP/IP, operando sobre o UDP. Propósito inicial Oferecer uma maneira facilmente implementável e com baixo overhead para o gerenciamento de roteadores, servidores, workstation e outros recursos de redes heterogêneas. Deficiências da solução ● Não suporta a transferência eficiente de grandes blocos de dados ● Estratégias de gerenciamento de rede centralizado ● Fraca camada de Segurança
  • 12. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Modelo de Gerenciamento do SNMP Estruturado com base nos elementos chave: ● Estação de gerenciamento ● Agentes ● MIB Protocolo de gerenciamento da rede, com as seguintes capacidades: ● Habilitar a estação de gerenciamento a requisitar os valores dos objetos no agente; (GET) ● Habilitar a estação de gerenciamento a configurar os valores dos objetos no agente; (SET) ● Habilitar um agente a notificar a estação de gerenciamento sobre eventos significativos. (TRAP)
  • 13. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Método de Trabalho do Protocolo SNMP Gerente AgenteRequisição SNMP:UDP:161 Resposta SNMP:UDP:161 Trap SNMP:UDP:162 MIBs Principais requisições snmp que trabalharemos snmpget snmpwalk snmpset
  • 14. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes SNMP Versão 1 Lançado no final da década de 80. Segurança baseada em comunidades. Qualquer aplicativo que conheça o valor da string $comunidade passa a ter acesso ao gerenciamento do dispositivo. Tipos de comunidades: ● Read-only ● Read-write ● Trap AGENTE SNMP Dispositivo Gerenciável ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1 APLICAÇÕES GERENTE Consulta {$community} Resposta Consulta sem {$community} ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.3 APLICAÇÕES GERENTE Consulta {$community} Resposta ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2 APLICAÇÕES GERENTE Não há resposta
  • 15. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes SNMP Versão 2 Segurança baseada em comunidades e também atreladas a camada 3 com definição de quais IPs podem acessar o agente. Tipos de comunidades: ● Public ● Private AGENTE SNMP Liberado acesso para 192.168.0.1 Dispositivo Gerenciável ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1 APLICAÇÕES GERENTE Consulta {$community} Resposta Consulta sem {$community} ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.3 APLICAÇÕES GERENTE Consulta {$community} Não há Resposta ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2 APLICAÇÕES GERENTE Não há resposta
  • 16. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes SNMP Versão 3 Segurança baseada em métodos de autenticação. Definição de níveis hierárquicos por comunidades para acesso as estruturas das MIBs. AGENTE SNMP Liberado acesso para $login AND $senha Dispositivo Gerenciável ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.1 APLICAÇÕES GERENTE Consulta {$login & $senha} Resposta Consulta sem {$login & $senha} ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO 192.168.0.2 APLICAÇÕES GERENTE Não há resposta
  • 17. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Estrutura de OIDs da MIB-2 1.3.6.1.2.1→ iso(1) org(3) dod(6) internet(1) mgmt(2) mib-2(1) system(1) interfaces(2) at(3) ip(4) icmp(5) tcp(6) udp(7) egp(8) snmp(11) Descrições do Sistema Informações Das interfaces private(4) enterprises(1) GNU/Linux(2021) cisco(9) IBM(2)
  • 18. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Estrutura de OIDs da MIB-2 (system) mib-2(1.3.6.1.2.1) system(1.3.6.1.2.1.1) interfaces(1.3.6.1.2.1.2) SysDescr(1) SysObjectID(2) SysUpTime(3) SysContact(4) SysName(5) SysLocation(6) SysServices(7) SysORLastChange(8) SysORTable(9) SysDescr = 1.3.6.1.2.1.1.1.0 Link para pesquisa de outras OIDs Cisco: http://tools.cisco.com/Support/SNMP/do/BrowseOID.do?local=en&translate=Translate&objectInput=1.3.6.1.4.1.9 Link para pesquisa de OIDs Padrão: http://www.alvestrand.no/objectid/ Referência do Objeto
  • 19. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Estrutura de OIDs da MIB – II (system) Switch Cisco – 2960 24 portas OID MIB-2 Detalhe Cisco Resultado 1.3.6.1.2.1.1.1.0 sysDescr.0 show version Cisco IOS Software, C2960 Software (C2960-LANBASE-M), Version 12.2(25)SEE2, RELEASE SOFTWARE (fc1) Copyright (c) 1986-2006 by Cisco Systems, Inc. Compiled Fri 28-Jul-06 04:33 by yenanh 1.3.6.1.2.1.1.2.0 sysObjectID.0 Identificação enterprise SNMPv2-SMI::enterprises.9.1.716 1.3.6.1.2.1.1.3.0 sysUpTime.0 show version | inc uptime 0:58:37.96 1.3.6.1.2.1.1.4.0 sysContact.0 show run | inc contact halexsandro.sales@pillares.net 1.3.6.1.2.1.1.5.0 sysName.0 show run | inc domain- name SW-LAB4-001 1.3.6.1.2.1.1.6.0 sysLocation.0 sh run | inc location FG>BlocoA>3.Piso>LAB4 1.3.6.1.2.1.1.7.0 sysServices.0 camada de operação 2 1.3.6.1.2.1.1.8.0 sysORLastChange.0 N/A N/A 1.3.6.1.2.1.1.9.0 sysORTable.0 N/A N/A
  • 20. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Estrutura de OIDs da MIB Private private(1.3.6.1.4) enterprises(1.3.6.1.4.1) IBM(2) Cisco(9) Huawei-3Com(2011) Novell(23) 3COM(43) Apple(63) D-Link(937) Microsoft(311) FreeBSD(8072) Link para pesquisa de outras OIDs Enterprises: http://www.alvestrand.no/objectid/1.3.6.1.4.1.html
  • 21. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Desclaração de uma OID sysDescr→ 1.3.6.1.2.1.1.1 - sysDescr Generated from OBJECT-TYPE definition found in rfc1213-mib2.asn1 OID value: 1.3.6.1.2.1.1.1 OID description: sysDescr OBJECT-TYPE SYNTAX DisplayString (SIZE (0..255)) ACCESS read-only STATUS mandatory DESCRIPTION "A textual description of the entity. This value should include the full name and version identification of the system's hardware type, software operating-system, and networking software. It is mandatory that this only contain printable ASCII characters." ::= { system 1 } Fonte: http://www.alvestrand.no/objectid/1.3.6.1.2.1.1.1.html
  • 22. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes Tipos de Dados de uma OID Tipo Detalhe INTEGER Inteiros de 32 bits INTEGER(1...100) Sub-tipo inteiro OCTEC STRING String de bytes OBJECT IDENTIFIER Localização de outro objeto na MIB IpAddress Octet String com 4 Bytes Counter Inteiro de 32 bits Gauge Inteiro de 32 bits TimeTicks Inteiro de 32 bits (1/10 de segundos) Fonte: http://andredeo.blogspot.com.br/2012/04/apostila-do-treinamento-gerenciamento.html
  • 23. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes RMON Remote Monitoring→ Características O Protocolo RMON, trata-se de uma MIB SNMP. É específico para tecnologias Ethernet e TokenRing. Um dispositivo que o implementa se chama probe. Objetivos Realizar análise e levantar informações estatísticas sobre os dados coletados em uma sub-rede, liberando a estação gerente desta tarefa; Reduzir tráfego entre rede local gerenciada e a estação gerente remota; Detectar, registrar e informar à estação gerente sobre situações de erro e eventos significativos da rede; Permitir o gerenciamento pró-ativo da rede, diagnosticando e registrando eventos que possibilitem detectar o mal funcionamento e prever falhas que interrompam a sua operação; NOTA: o RMON tende a resolver problemas de escalabilidade do uso do SNMP.
  • 24. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Protocolos de Monitoramento de Redes MIB RMON Mib-2(1.3.6.1.2.1) RMON(16) statistics(1) history(2) alarm(3) hosts(4) host top N(5) matrix(6) filter(7) Packet capture(8) event(9) Token ring(10) protocol directory(11) protocol distribuition(12) address map(13) network layer host(14) network layer matrix(15) application layer host(16) application layer matrix(17) user history(18) probe configuration(19) APLICAÇÃO APRESENTAÇÃO SESSÃO TRANSPORTE REDE ENLACE FÍSICA RMON1RMON2 mgmt(1.3.6.1.2)
  • 25. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping O que é o ping? O ping é um comando usado pelo protocolo ICMP (camada 3) que serve para testar a conectividade entre equipamentos, e foi criado para o uso em redes com a pilha de protocolo TCP/IP. Envia pacotes do tipo ECHO_REQUEST e aguarda pacotes do tipo ECHO_REPLY para saber se os equipamentos de uma rede encontram-se ativos. 1 – ECHO_REQUEST 2 – ECHO_REPLY
  • 26. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping O que monitorar com o Ping? Com a utilização do ping podemos: ● monitorar se um equipamento da rede está ativo, ● saber se estamos alcançando equipamento em redes distintas, ● termos noção do tempo de resposta (latência da rede) até o destino, esteja ele em qualquer rede, ● analisar perda de pacotes de comunicação ocasionados por problemas adversos, ● resolver nomes em IPs e vice e versa, ● utilizá-lo para popular a tabela arp.
  • 27. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping Populando a tabela ARP O Ping de Broadcast nos auxilia para popularmos a tabela arp com os equipamentos ativos na rede.
  • 28. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping Resolvendo nomes por IP O Ping, ao ser disparado contra um endereço do tipo FQDN, retorna o endereço IP do host. Caso possua uma situação contrária, pode usar-se do nslookup -A IP para converter o IP em host.
  • 29. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping Analisando perdas de pacotes Embora o ICMP não consiga te mostrar a causa raiz do problema que esteja levando a perda de pacotes, pode ser utilizado como um termômetro de qualidade de link, desde que se tenha uma base de qual seriam as métricas comuns.
  • 30. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping Problemas e limitações Em uma rede bem dimensionada, é comum que exista uma correta distribuição de recursos e habilitação de QOS. Isso pode fazer com que pacotes do tipo ICMP tenham baixa prioridade, levando a tempo de resposta elevado e até perda de pacotes para que se possa priorizar outros tipos de pacotes. Também é comum que hosts, por questões de segurança, não responda a pings, inviabilizando assim o uso desta ferramento para estes hosts. Neste caso, o administrador da rede deve dispor de outros recursos.
  • 31. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando portas com o Nmap O que é o nmap? O nmap (Network Mapper) é uma ferramenta para exploração e mapeamento de redes. Como utilizar o nmap? O comando mais básico é: $ nmap host Maiores informação no manual da aplicação: $ man nmap
  • 32. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Ferramentas Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos com o Telnet O que é o Telnet? Telnet é um protocolo utilizado para transmissão de dados simples (ASC II) de forma não criptografada entre 2 hosts através de uma rede. RFC 854. É muito utilizado para manutenção de ativos de rede em modo texto mas, vem sendo substituído pelo SSH que apresenta camada de segurança por meio de troca de chaves de criptografia. Como utilizar para o telnet em monitoramento de rede? Podemos realizar requisições de conexão simples e analisar se o host de destino permitiu a conexão ou não por meio do aplicativo telnet embutido na maioria dos Sistemas Operacionais. Caso a sessão telnet seja aberta, significa que a aplicação está aceitando conexão, caso contrário, a aplicação não está ativa ou algo pode ter causado a interrupção do fornecimento do serviço.
  • 33. Gerência e Desempenho de Redes | Aula 08 Introdução ao Gerenciamento de Rede Conceitos Ferramentas simples para monitoramento Explorando recursos do ICMP Ping Resolvendo nomes por IP O Ping, ao ser disparado contra um endereço do tipo FQDN, retorna o endereço IP do host. Caso possua uma situação contrária, pode usar-se do nslookup -A IP para converter o IP em host.
  • 34. Obrigado! halexsandro.sales@pillares.net Dúvidas? Próxima aula → Aula 09 ● Comandos SNMP ● Coleta de informações de um Switch Aula 08 → Nós vimos ● Recursos simples para monitoramento ● ICMP Ping ● Nmap ● Telnet ● Protocolos de Gerenciamento de Redes ● RMON ● SNMP