suporte@habro.com.brw w w .h ab ro .co m .b r
Habro
4INSTRUÇÕES IMPORTANTES DESEGURANÇAA utilização deste aparelho nos seguintes locais oucondições pode resultar em mau funci...
5sinal que está sendo reproduzido, fique à vontade para fazê-lo neste ponto.Assim que aplicado, retorne ao passo anteriore...
página:www.habro.com.brouatravésnonossoSACHabroMusicpeloe-mail:suporte@habro.com.br.Ter-emosumenormeprazeremlheatender!Habro
7Diagrama de ConexõesUTILIZANDOSEUMISTURADORDESOMMACKIE1642-VLZ3EMUMSISTEMADEGRAVAÇÃO26de efeitos neste caso (cheque o Man...
8UTILIZANDOSEUMISTURADORDESOMMACKIE1642-VLZ3EMUMSISTEMADESONORIZAÇÃOAOVIVO(SISTEMADEP.A.)25pelo que elas são: 0dBu na saíd...
9Descrição do PatchbayMesmo correndo o risco de iniciar pelo óbvio, utilize estaseção para conectar todos os seus equipame...
10impedância (Direct Box) para se conectar às entradas MICdo seu misturador de som. Estes casadores de impedânciaconvertem...
11nível do sinal de linha nas entradas, uma vez que eles nãopossuem entrada MIC.4 – INSERTEncontradas somente nos canais 1...
124 - o BUS 4 alimenta o SUB OUT 4 e o SUB OUT 8, osquais em contrapartida alimentam as faixas 4 e 8.As faixas no modo gra...
1310 – SAÍDA PHONESA saída de fone de ouvido estéreo ¼ do seu misturador desom Mackie 1642-VLZ3 fornece um sinal extremame...
14Ponta – envio (para as entradas do processador de efeitos)Anel – retorno (retorno do sinal proveniente do processadorde ...
1519 – FUSÍVELO seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 possui umfusível embutido para sua maior segurança. Caso vocêdescon...
16Descrição da barra de canaisExistem oito barras de canais mono e quatro barras decanais estéreos. Muitas das suas funçõe...
Manual do mixer Mackie 1642 VLZ3 (PORTUGUÊS)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do mixer Mackie 1642 VLZ3 (PORTUGUÊS)

1.699 visualizações

Publicada em

MIXER MACKIE 1642 VLZ3 16 CANAIS PREMIUM MIC/LINE, 16 CANAIS DE ENTRADA (10 MIC XLR), EQ 3-BAND, PHANTOM POWER.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Manual do mixer Mackie 1642 VLZ3 (PORTUGUÊS)

  1. 1. suporte@habro.com.brw w w .h ab ro .co m .b r
  2. 2. Habro
  3. 3. 4INSTRUÇÕES IMPORTANTES DESEGURANÇAA utilização deste aparelho nos seguintes locais oucondições pode resultar em mau funcionamento:- Diretamente sob a luz solar;- Em locais de extremo calor ou umidade;- Em locais empoeirados ou sujos;- Em locais de vibração intensa;- Próximo a campos magnéticos.Alimentação:Conecte o cabo de força (fornecido) em uma tomadaelétrica adequada. Nunca conecte o cabo de força emuma tomada que não possua a voltagem correta deacordo com o especificado no seu aparelho ou no própriocabo de força.LEMBRE-SE: VERIFIQUE SEMPRE A VOLTAGEMDA REDE ELÉTRICA LOCAL ANTES DECONECTAR QUALQUER APARELHOELETRÔNICO À TOMADA ELÉTRICA. DANOSCAUSADOS POR LIGAÇÕES EM 220V, ALÉM DESEREM EXTREMAMENTE PREJUDICIAIS AO SEUAPARELHO, NÃO SERÃO COBERTOS PELAGARANTIA.Interferência em outros aparelhos eletrônicos:Aparelhos de rádio e televisores posicionados próximo aoseu aparelho podem apresentar interferência na recepção.Certifique-se que o seu equipamento seja operado a umadistância segura destes aparelhos.Manuseio:Para evitar danos ao seu equipamento, certifique-se que esteseja manuseado com cuidado, evitando a utilização de forçaexcessiva nas chaves, teclas e botões. Nunca bloqueie assaídas para ventilação do aparelho e nunca utilize-o próximoa fontes geradoras de calor tais como radiadores ouamplificadores. Utilize sempre os acessórios originaisespecificados pelo fabricante. Certifique-se de desconectarseu equipamento da tomada elétrica caso você não o utilizepor um longo período de tempo.Cuidados básicos:Caso o seu equipamento torne-se sujo com o tempo, limpe-o com uma flanela limpa e seca. NUNCA utilize produtos delimpeza abrasivos tais como benzina, Thinner e demaisprodutos que utilizem materiais inflamáveis em suacomposição.Guarde este Manual:Após lê-lo cuidadosamente, guarde este Manual emPortuguês para eventuais futuras consultas.Mantenha materiais estranhos afastados do seuequipamento:Nunca manuseie copos, jarras, garrafas, latas ou quaisqueroutros recipientes com líquido próximo ao seu equipamento.Caso haja infiltração de líquido em seu equipamento,desligue-o imediatamente da tomada elétrica e encaminhe-o para uma de nossasAssistências Técnicas especializadas(contato no final deste Manual).MUITO IMPORTANTE : antes de ligar seuequipamento, certifique-se que a voltagem localestá de acordo com a especificada em seuequipamento. Caso seja necessário, utilize achave VOLTAGE SELECTOR localizada na partetraseira do seu equipamento para alterar avoltagem.PROCEDIMENTO DEAJUSTE DOS NÍVEISSempre que um novo equipamento for conectado ao seumisturador de som Mackie, certifique-se de executar oprocedimento de ajuste dos níveis. Este procedimento serámuito útil mais adiante.Os seguintes passos devem ser seguidos em todos oscanais individualmente:1 – Abaixe totalmente todos os faders (botões deslizantes)do seu misturador de som além dos botões dos recursosGAIN eAUX SEND.2 – Certifique-se que as chaves de assinalamento dos canais1-2, 3-4 e L/R estejam desativadas.3 –Ajuste os botões do equalizador para a posição central.4 – Conecte a fonte geradora de sinal ao canal de entradaMIC ou LINE.5 – Acione (pressione) a chave SOLO presente no canalque está sendo ajustado.6 – Pressione a chave MODE (modo) localizada na seçãode saídas (LEVEL SET (PFL) MODE). O led indicador domodo LEVEL SET se acenderá.7 – Toque alguma coisa ou reproduza um sinal sonora nestaentrada nos níveis normais de volume.8 –Ajuste o controle de Ganho (GAIN) de modo que o displaypresente no medidor permaneça em torno da posição “0”zero. Note que somente o medidor esquerdo estará ativodurante o procedimento de ajuste dos níveis.9 – Caso você deseje aplicar um pouco de equalização ao29Diagrama de bloco
  4. 4. 5sinal que está sendo reproduzido, fique à vontade para fazê-lo neste ponto.Assim que aplicado, retorne ao passo anteriore execute a operação novamente.10 – Desative a chave SOLO correspondente ao canal queestá sendo ajustado.11 – Repita o procedimento completo descrito acima paratodos os demais canais.MUITO IMPORTANTE : note que para se obter a melhorsonoridade possível em seu misturador de som Mackie, osfaders dos canais e o fader da mixagem principal MAIN MIXdeverão estar em suas posições próximas à marcação “U”,que significa no nosso caso a posição de Ganho Unitário(Unity Gain). Lembre-se que, ao desligar todo o seuequipamento, desligue seus amplificadores primeiro.Similarmente, ao ligar todo o seu equipamento, ligue osamplificadores por último.Guarde a embalagem original do seu produto. Você poderánecessitar dela um dia.MIXAGEMINSTANTÂNEAA seguir, descreveremos de modo resumido como vocêpoderá fazer a sua primeira mixagem utilizando-se de ummicrofone e um teclado.1 – Conecte seu microfone na entrada do canal 1 denominadoMIC.2 – Ligue o seu misturador de som Mackie.3 – Execute o procedimento de ajuste dos níveis comodescrito anteriormente.4 – Conecte cabos de áudio provenientes das saídas MAINOUT do seu misturador de som Mackie ao seu amplificador(potência).5 – Conecte caixas acústicas passivas (ou seja, nãoamplificadas) às saídas do seu amplificador e ligue todo oconjunto.6 –Ajuste o fader (botão deslizante) do canal 1 para a posição“U” de Ganho Unitário.7 – Ative (pressione) a chave L/R presente no canal 1.8 – Ajuste o fader da mixagem principal MAIN MIX apenasum quarto para cima.9 – Cante no microfone.10 – Conecte seu teclado (ou sintetizador) nos canais 3 e 4do seu misturador de som.11 – Ajuste o botão PAN (Panorâmico) presente no canal 3totalmente para a esquerda o botão PAN presente no canal4 totalmente para a direita.12 – Ajuste todos os faders (botões deslizantes) para aposição “U” de Ganho Unitário.13 – Execute novamente o procedimento de ajuste dos níveiscomo descrito neste Manual.14 – Acione a chave L/R presente nestes canais.15 – Toque e cante à vontade! Neste ponto, você deveráestarouvindooresultadodesuaprimeiramixagem!Parabéns!28EspecificaçõesMain Mix Noise(20 Hz–20 kHz bandwidth, 1/4" Main out, channel gains @unity gain, channel EQs fl at, all channels assigned to MainMix, odd channels panned left, even channels panned right.)Main Mix fader unity, channel faders down: –86.5 dBu(90 dB Signal to Noise Ratio, ref +4 dBu)Main Mix fader unity, channel faders @ unity: –86 dBuTotal Harmonic Distortion (THD)(1 kHz 35 dB gain, 20 Hz–20 kHz bandwidth)Mic in to insert out: <0.0007%Attenuation (Crosstalk)(1 kHz relative to 0 dBu, 20 Hz–20 kHz bandwidth,Line in, 1.4" Main Out, Gain @ unity.)Channel Mute switch engaged: –82 dBuChannel Gain knob down: –82 dBuFrequency Response(Mic input to any output.)20 Hz to 40 kHz: +0 dB/–1 dB20 Hz to 60 kHz: +0 dB/–3 dBEquivalent Input Noise (EIN)(Mic in to Insert Send out, max gain.)150 ohm termination: –129.5 dBu 20 Hz–20 kHzCommon Mode Rejection Ratio (CMRR)(Mic in to Insert Send out, max gain.)1 kHz: better than –70 dBMaximum LevelsMic in: +22 dBuAll other inputs: +22 dBuMain Mix TRS out and XLR out: +28 dBuAll other outputs: +22 dBuImpedancesMic in: 2.5 kilohmsChannel Insert return: 2.5 kilohmsAll other inputs: 10 kilohms or greaterTape out: 1.1 kilohmsAll other outputs: 120 ohms3 Band EQ (channels 1 – 8)High Shelving ±15 db @ 12 kHzMid Peaking ±15 dB sweep 100 Hz–8 kHzLow Shelving ±15 db @ 80 HzLow Cut Filter 18 dB/octave, –3 dB @ 75 Hz4 Band EQ (channels 9 – 16)High Shelving ±15 dB @ 12 kHzHi Mid Peaking ±15 dB @ 2.5 kHzLow Power Fuse 100220Dimensions WeightLOUD and change “LOUD trademarks Please mackie.©Low Mid Peaking ±15 dB @ 400 HzLow Shelving ±15 dB @ 80 HzLow Cut Filter (Ch.9–12) 18 dB/octave, –3 dB @ 75 HzPower Consumption120 VAC, 50/60 Hz, 50 wattsFuse Ratings100–120 VAC 1A Slo Blo, 5 x 20 mm220–240 VAC 0.5A Slo Blo, 5 x 20 mmDimensions (H x W x D) in Normal Pod Position16.7" x 16.6" x 5.2" (425 mm x 421 mm x 131 mm)Weight18.2 lb (8.3 kg)Importante : as especificações técnicas desteproduto poderão ser alteradas a qualquermomento sem a notificação prévia de seufabricante ou distribuidor autorizado.
  5. 5. página:www.habro.com.brouatravésnonossoSACHabroMusicpeloe-mail:suporte@habro.com.br.Ter-emosumenormeprazeremlheatender!Habro
  6. 6. 7Diagrama de ConexõesUTILIZANDOSEUMISTURADORDESOMMACKIE1642-VLZ3EMUMSISTEMADEGRAVAÇÃO26de efeitos neste caso (cheque o Manual do Proprietário doprocessador de efeitos para descobrir qual é o ponto ideal).Casoestejamuitobaixooumuitoalto,ajusteoníveldassaídasdo processador de som até que o sinal esteja de acordo como padrão do equipamento gerador e não do seu misturador desom.Destemodo,osbotõesdoseumisturadordesomestarão“livres”parareajustaraposiçãocentraldeGanhoUnitáriocasoe quando for necessário.Estes dois botões alimentam os sinais STEREO RETURNàs suas respectivas saídas AUX SEND. Neste caso, TOAUX 1 alimenta STEREO RETURN 1 para oAUX SEND 1 eTOAUX2alimentaoSTEREORETURN2parao AUXSEND2. Como os demais botões, cada botão é desligado ao sergirado totalmente para a esquerda, na posição de GanhoUnitário se posicionado na marcação central “U” e fornecendoaté 15dB de ganho se totalmente girado para o lado direito.Lembre-se que STEREO RETURN 3 e STEREO RETURN 4não possuem estes botões.53 – BOTÃO MAIN MIX TO SUBS (PARAORETURN 3)Com esta chave acionada, o STEREO RETURN 3 secomportará como todos os demais, ou seja, enviando umsinal estéreo regulado pelo seu próprio botão de ajuste denível para a mixagem principal MAIN MIX. Assim que estachave for acionada, os sinais são removidos das saídas MAINMIXeenviadosparaaschaves1-2/3-4,asquaisdirecionarãoo sinal uma vez mais. Mais detalhes a seguir.54 – BOTÃO 1-2 / 3-4 (PARA O RETURN 3)Como explicado anteriormente, caso a chave MAIN MIX TOSUBS esteja desabilitada, a chave 1-2/3-4 não faráabsolutamente nada neste caso, portanto vamos presumirque esta chave esteja habilitada. Neste caso, o sinal estéreodo STEREO RETURN 3 não será enviado para o MAIN MIX,mas sim para os Faders dos Subgrupos 1 e 2 (com a chave1-2/3-4 para cima) ou para os Faders dos Subgrupos 3-4com esta chave pressionada para baixo.Digamos que você tenha feito uma mixagem estéreo de umabateria controlado através dos faders dos Subgrupos 1 e 2,portanto você poderá controlar a sua mixagem completaatravés destes dois faders somente não sendo necessárioajustar uns sete botões que representariam todos os canaisselecionados para os Subgrupos. O fader do Subgrupo 1possui seu botãoASSIGN TO MAIN MIX, LEFT acionado eo fader do Subgrupo 2 possui seu botãoASSIGN TO MAINMIX, RIGHT acionado também, desta forma misturando amixagem dos Subgrupos ao MAIN MIX. Os canais da bateriaestão enviando também sinais ao seu processador de somReverb através das mandadas auxiliares AUX (comocomentado anteriormente) e as saídas do processador desom Reverb estão direcionadas às entradas STEREORETURN 3.Mesmo que você pudesse enviar o sinal da entrada STEREORETURN 3 diretamente para a mixagem principal MAIN MIX(através da chave MAIN MIX TO SUBS), você não iria desejarque isto acontecesse.Ao invés disso, acione a chave MAINMIX TO SUBS e certifique-se que a chave 1-2/3-4 estejalevantada. Agora que o retorno do efeito Reverb serámisturado à mixagem da bateria e como você estarácontrolando isso através dos dois faders somente, o níveldo efeito Reverb irá automaticamente seguir o ajuste.52 – BOTÃO TO AUX 1 E TO AUX 2Caso você deseje adicionar um efeito de Reverb ou Delay àmixagem direcionada aos monitores de palco, estes são osbotões ideais para isso. Operando independentemente dosseus respectivos controles de nível numerados dos STEREORETURN, estes botões são exatamente os mesmos queos botões AUX 1 eAUX 2 encontrados na barra de canal.
  7. 7. 8UTILIZANDOSEUMISTURADORDESOMMACKIE1642-VLZ3EMUMSISTEMADESONORIZAÇÃOAOVIVO(SISTEMADEP.A.)25pelo que elas são: 0dBu na saída refletirá a posição 0dB VUnos medidores. O que poderia ser mais simples? Por outrolado, você poderá obter uma ótima dinâmica de operaçãono seu misturador Mackie com picos na faixa de –20 a+10dBu acusados através dos medidores. Lembre-se quevários amplificadores e gravadores distorcem o sinal emaproximadamente +10dBu, portanto, para obter resultadosmais otimizados, certifique-se que os seus medidoresoscilem em torno de “0” e “+7”.Finalmente, lembre-se que os medidores de áudio somenteservem para que você tenha uma idéia do que estáacontecendo com os níveis dos sinais ao serem processadosinternamente no seu misturador. Nunca se esqueça deutilizar seus próprios ouvidos e seu bom senso paradeterminar qual o melhor nível de sinal de acordo com a suapreferência.Naáreadeáudioprofissional,novasexperiênciasexecutadas com segurança são sempre bem-vindas!Comentários sobre os AuxiliaresPrimeiramente, não existe nenhuma ligação particular entreAUX SEND 1 e STEREO RETURN 1. Ambos são apenasreferências. Via de regra, SENDS são saídas e RETURNSsão entradas. O botão AUX direciona o sinal do canal eenvia para as saídas AUX SEND. Os AUX 1 e AUX 2 sãoenviados para os AUX SEND 1 e 2 controlados através deseus botões principais antes Das saídas AUX SEND. OsauxiliaresAUX 3 aAUX 6 são enviados diretamente.Estas saídas são alimentadas pelas entradas de umprocessador de som Reverb ou outro equipamento similar.Deste ponto em diante, as saídas do seu equipamentoexterno são alimentadas de volta ao misturador de somatravés de suas entradas STEREO RETURN. Daí, estessinais são enviados através dos controles de nível do AUXRETURN e finalmente direcionados ao MAIN MIX.Portanto, o som original “seco” (ou seja, sem efeito)proveniente dos canais para o MAIN MIX e os sinais“molhados” (ou seja, com efeito) provenientes dos AUXRETURN ao MAIN MIX são misturados uma vez mais,combinando-se desta forma para criar uma sonoridade únicae grandiosa.49 – MANDADAS PRINCIPAISAUX SENDS(MASTER)Estes botões oferecem um controle geral do nível dos AUXSEND 1 e 2, justamente antes que eles sejam enviados àssuas respectivas saídas AUX SEND. Isto é perfeito paracontrolar o nível dos monitores de palco, uma vez que vocêestará utilizandoAUX 1 eAUX 2 para isso, com suas chavesPRE também acionadas. AUX SEND 3 e 4 não possuemtais controles; eles apenas enviam seus sinais diretamentepara as suas respectivas saídas AUX SEND posicionadasem Ganho Unitário (posição central).Estes botões apresentam-se desligados quando totalmentegirados para o lado esquerdo, na posição de Ganho Unitárioquando ajustados na posição central “U” e oferecendo até10dB de ganho adicional extra quando totalmente giradospara a direita. Assim como acontece com outros controles,você pode até não necessitar de um ganho extra nesta alturado campeonato, mas sempre é bom tê-lo disponível.Este é geralmente o botão que você utiliza quando o cantor,ao se posicionar junto ao monitor de palco, levanta o dedãoindicando claramente que ele necessita de um maior ganhoem seu sinal.50 – BOTÃOAUX SENDS SOLO COM LEDINDICADORUma vez mais, em situações de sonorização ao vivo, osAUX SEND 1 e 2 são ideais para alimentar seus monitoresde palco. Caso você deseje checar a mixagem que estásendo enviada ao palco, estes botões são perfeitos paraisso, uma vez que os AUX 3 e 4 não possuem esta chave).Além do mais cada canal possui um led indicador na corverde tal como o led de canal –20, auxiliando-lhe a identificarfacilmente a chave SOLO.A única diferença entre os AUX SENDS SOLO é que nãosão realmente PFL (monitoramento anterior aos faders) esimAFL (monitoramento pós faders).Durante o modo NORMAL (AFL), você terá o sinal solo doprimeiroAUX SEND 1, nível principal pósAUX SENDS e nolado esquerdo das saídas C-R OUTS, saída PHONES edisplay medidor, com oAUX SEND 2 respondendo no ladodireito (caso você utilizeAUX 1 e 2 para criar uma mixagemestéreo para o monitor, você entenderá perfeitamente oporquê disso estar acontecendo).No modo LEVEL SET (PFL), você terá o sinal padrão nocentro, mas ainda pós-nível principal dosAUX SENDS.51 – RETORNOS ESTÉREO (STEREORETURNS – LEVEL)Estes quatro controles ajustam o nível geral dos efeitosrecebidoatravésdasentradasAUXRETURN.Estescontrolesforam projetados para operarem com uma ampla gama deníveis de sinais com cada botão desligado se giradototalmente para a esquerda, na posição de Ganho Unitáriose posicionado na marcação central “U” e fornecendo até20dB de ganho se totalmente girado para o lado direito,visando compensar o baixo sinal dos efeitos. Os sinaisprocessados através do controles de nível do STEREOAUXRETURN irão diretamente para o fader MAIN MIX, apenascom algumas exceções como discutiremos a seguir.Geralmente, estes botões podem permanecer na sua posiçãocentral indefinidamente sendo que o controle das saídas dosefeitos deve ser ajustada na posição U” de “Ganho Unitário”ouganhopadrãocomodefinidopelofabricantedoprocessador
  8. 8. 9Descrição do PatchbayMesmo correndo o risco de iniciar pelo óbvio, utilize estaseção para conectar todos os seus equipamentos:microfones, instrumentos geradores de sinal de linha,processadoresdeefeitoeatémesmogravadoresousistemasde sonorização ao vivo (PA). Muitos dos recursos descritosnesta seção estão localizados no painel superior domisturador de som, porém alguns serão encontrados nopainel traseiro.INTERCOMUNICAÇÃOFACILITADAPor acaso você está preocupado com os níveis,balanceamento, impedância, polaridade ou outros problemasde comunicação entre equipamentos ? Relaxe. O seumisturador de som pode aceitar todos os seus equipamentosou instrumentos musicais. Isso só é possível porque:- Todas as entradas e saídas são balanceadas (exceto osInserts, saída Phones e saídas formato RCA).- Todas as entradas e saídas aceitam também sinais delinha desbalanceados (exceto nos conectores XLR)- Todas as entradas foram projetadas e construídas paraaceitar virtualmente qualquer impedância de saída.- As saídas esquerda e direita da mixagem principal MAINMIX podem oferecer até 28dBu em um sinal com 600 ohms.- Todas as demais saídas podem oferecer até 22dBu emum sinal com 600 ohms.- Todas as saídas estão alinhadas em fase com asentradas.Recomendamos que você execute o procedimento de ajustedos níveis sempre que conectar um novo equipamento ouinstrumento musical ao seu misturador de som.Sobre a flexibilidade de entrada de sinais de linha (LINE) oumicrofone (MIC)Os canais 1 a 8 são canais mono com entradas paramicrofone (MIC) e para fontes geradoras de sinal de linha(LINE) tais como instrumentos musicais, por exemplo. Todasestas entradas possuem os nossos famosos circuitos depré-amplificadores para microfone modelo XDR2. Os canais9 e 10 e 11 e 12 formam pares de canais estéreo com umaentradas LINE esquerda e direita e uma entrada única paramicrofone MIC alimentando cada par. Os canais 13 a 14 e15 a 16 são pares estéreo somente com entradas de sinalde linha LINE.1 – ENTRADAS MICO seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 utiliza entradasbalanceadas para microfone equipadas com o recursoPhantom Power similarmente conforme os grandes consolesde estúdio pelo mesmo motivo: este tipo de circuito éexcelente em termos de rejeição de ruídos e chiados. Vocêpodeconectarpraticamentequalquermicrofonecomconectorpadrão XLR macho de três pinos. Certifique-se sempre deexecutar o procedimento de ajuste dos níveis nestassituações. Caso você pretenda montar seus próprios cabos,siga atentamente as instruções a seguir:Pino 1 – TerraPino 2 – PositivoPino 3 – NegativoMicrofones profissionais de fita (ribbon), dinâmicos oucondensadores soarão excepcionalmente bem atravésdestas entradas. As entradas do seu misturador de somMackie 1642-VLZ3 estão aptas a operar praticamente comqualquer nível de sinal emitido pelos microfones os quaispossam ser conectados a elas, sem incorrer na saturaçãodo sinal.Não são todos os instrumentos que podem ser conectadosdiretamente a um misturador de som. As guitarras, porexemplo, geralmente necessitam de um casador de24MUITO IMPORTANTE: uma vez mais, o modo LEVEL SET(PFL) direciona o sinal do canal antes do Fader. Caso vocêpossua um Fader de um canal qualquer em qualquer posiçãoabaixo da marca “U” correspondente ao ganho unitário, oSOLO não reconhecerá e enviará um sinal correspondenteao de Ganho Unitário para as saídas C-R OUTS, PHONESe para o display medidor. Isto pode resultar em um ganhoinesperado nestas saídas, dependendo da posição do botãoSOLO.47 – INDICADOR DA FUNÇÃO RUDE SOLOEste led indicador piscante serve para dois propósitos: paralembrar-lhe que você está no modo SOLO e para avisar-lheque você está utilizando um misturador de som Mackie,pois nenhum outro fabricante se preocupa tanto em avisar-lhe sobre a função SOLO quanto nós.Caso você estivesse operando com um misturador de somde outra marca com a função SOLO sem os devidos ledsindicadores, você poderia facilmente se esquecer que estáoperando no modo SOLO e ser induzido a imaginar quealgo está errado com o seu misturador de som. Daí a nossapreocupação na concepção e desenvolvimento de um ledindicador exclusivo para este modo.48 – MEDIDORESO sistema de medição de picos do seu misturador Mackie1642-VLZ3 é formado por duas colunas com 12 ledsindicadores cada. Extremamente simples, considerando amultiplicidade de sinais que podem ser monitorados atravésdeles. Caso nada esteja selecionado na fonte SOURCE enão haja canais selecionados na função SOLO, o medidorpermanecerá quieto. Para pô-lo para trabalhar, você deveráescolher uma seleção através de SOURCE ou selecionarcanais através da função SOLO justamente porque vocêdesejará que o medidor reflita exatamente o que o engenheirode som deverá ouvir e o engenheiro poderá optar entre assaídas C-R OUTS ou PHONES.Aúnica diferença é que osníveis de audição são controlados pelos botões CTL ROOMe PHONES, o visor medidor interpreta a mixagem SOURCEantes dos controles, mostrando-lhe o tempo todo os fatosreais, mesmo que você não os esteja ouvindo.Assim que a chave do modo MODE solo for ajustada para aposição LEVEL SET (PFL) – abaixada – todos os sinaisdos canais selecionados para SOLO serão enviados para omedidor esquerdo somente. Durante o modo NORMAL(AFL), os medidores se comportarão normalmente.Medidores versus a realidadeMesmo presumindo que você já esteja a par do conceitoque envolve os níveis de operação +4V (+4dBu=1,23V) e do–10dBu (-10dB=0,32V), gostaríamos de informar-lhe umpouco mais a respeito. Basicamente, o que diferencia ummisturador de som do outro é a posição 0dBVU (ou 0 “zero”VU) escolhido para os padrões de medição. Um misturadorde som fornecendo um sinal de +4dBu terá sua marcaçãonos medidores como “0dB”. Um misturador de somfornecendo um sinal de –10dBu mostrará exatamente estaposição, ou seja, 0VU nos medidores.Mesmo correndo o risco de criarmos novos conceitos, osmisturadores de som Mackie refletem o que a maioria daspessoas deseja, ou seja, chamar as coisas simplesmente
  9. 9. 10impedância (Direct Box) para se conectar às entradas MICdo seu misturador de som. Estes casadores de impedânciaconvertem sinais de linha desbalanceados gerados pela suaguitarra em sinais de saída balanceados padrão microfone,deste modo proporcionando um casamento da impedância.Estes casadores de impedância são úteis também paradiminuir a ocorrência de chiados e ruídos quando da utilizaçãode cabos muito longos entre a sua guitarra e o misturadorde som.RECURSO PHANTOM POWERA maioria dos microfones condensadores necessita de umganho extra conhecido como Phantom Power, onde omisturador de som envia uma voltagem DC de baixa correnteà parte eletrônica do microfone condensador pelos mesmosfios que carregam o áudio. O recurso Phantom Powerpresente no seu misturador Mackie 1642-VLZ3 é controladoglobalmente através da chave PHANTOM localizada nopainel traseiro.O microfones condensadores semi-profissionais podempossuir em alguns casos baterias para se alcançar estemesmo objetivo. O nome “Phantom” se deve à sua habilidadeem fornecer energia sem ser fisicamente notado ou percebidopelos microfones dinâmicos (tais como os excelentesmicrofones Shure SM57 ou SM58, por exemplo) que nãonecessitam de uma fonte externa de alimentação e não sãoafetados de qualquer modo por este recurso.MUITO IMPORTANTE: a menos que você tenha certezaabsoluta, nunca conecte um microfone, instrumento musicalou qualquer outro equipamento eletrônico diretamente àsentradas MIC com o Phantom Power ligado. Certifique-sede sempre desligar o recurso Phantom Power assim que omesmo não mais se fizer necessário. Lembre-se: osmicrofones de fita não utilizam Phantom Power enunca devem ser conectados às entradas MIC com esterecurso ligado.2 – ENTRADAS LINEEstas entradas ¼ compartilham o circuito (mas não o recursoPhantom Power) com os pré-amplificadores dos microfones.Você poderá utilizar estas entradas para virtualmente receberqualquer fonte de sinal, seja esta gerada através deinstrumentos musicais que oferecem níveis baixos tais como–50dB a níveis operacionais de –10dBV para +4dBu, assimcomo existe um ganho de 45dB disponível através do botãoGAIN. Note que as entradas dos canais de 1 a 8 sãoinicialmente atenuadas em 15dB.Certifique-se sempre de executar o procedimento de ajustedos níveis sempre que um novo equipamento for conectadoao seu misturador de som. Para saber mais como estessinais são direcionados através destas entradas, veja maisdetalhes a seguir neste Manual.Para conectar sinais de linha balanceados a estas entradas,utilize um conector ¼ TRS do tipo encontrado nos cabos defones de ouvido como descrito a seguir:Ponta – PositivoAnel – NegativoManga, corpo ou carcaça – TerraPara conectar sinais desbalanceados TS a estas entradas,utilize um cabo mono com conectores ¼ tal qual os cabosutilizados para guitarras como descrito a seguir:Ponta – SinalManga, corpo ou carcaça – Terra3 – GANHOEstes controles não estão localizados naseção do Patchbay, mas sim na parte superiorda fila dos botões na seção das barras doscanais. Toda vez que você conectar algumafonte sonora às entradas MIC ou LINE, vocêdeverá executar o procedimento do ajuste denível do sinal, sendo que basicamente esteprocedimento resume-se a “como utilizar obotão GAIN”.O botão GAIN ajusta a sensibilidade do sinalrecebido pelas entradas MIC e LINE. Istopermite que sinais provenientes das maisdiversas fontes possam ser modificados paraque se ajustem aos níveis otimizados deperformance interna do seu misturador de som.Através da entrada XLR para microfone (MIC),haverá 0dB de ganho com o botão totalmente abaixadoatingindo até 60dB de ganho totalmente aumentado.Através de entrada ¼ LINE, haverá 15dB deatenuação com o botão totalmente abaixadoatingindo até 45dB de ganho através de seuaumento total, com um Ganho Unitário (UnityGain) na marca das 10 horas.Estes 15dB de atenuação podem ser muitoúteis nas situações em que você esteja inserindo um sinalmuito ativo ou que você queira adicionar muito ganho de EQou até mesmo em ambas as situações. Sem este “botãovirtual”, um cenário como este poderia levar a uma saturaçãodo sinal no canal.MUITO IMPORTANTE: os botões de controle GAIN para oscanais estéreos 9 e 10 e 11 e 12 são utilizados somentepara ajustar o sinal das entradas MIC.As entradas de linhaLINE são pré-ajustadas para o ganho unitário. Os controlesGAIN para os canais 13 e 14 e 15 e 16 ajustam somente o23enviam sinais estéreo às saídas C-R OUTS, PHONES e aodisplay medidor. Estes sinais são direcionados após seusrespectivos controles de nível – fader pós MAIN MIX, faderspós Subgrupos e botão pós TAPE IN. Sem nenhuma chaveacionada, não haverá sinal presente nestas saídas econseqüentemente não haverá atividade no medidor, comduas exceções (SOLO e STEREO RETURN 4).Uma destas exceções é a função SOLO. Independentementeda seleção feita através do botão SOURCE, o acionamentoda chave SOLO irá substituir a seleção com o sinal SOLO,também enviada às saídas CR-OUTS, PHONES e ao displaymedidor. Isso é o que faz o procedimento de ajuste dosníveis ser tão fácil.Agora você sabe como selecionar os sinais a serem enviadospara o engenheiro de som na sala de controle e/ou para osfones de ouvido.Apartir deste ponto, estes sinais passarãoatravés de dois níveis de controle como descritos a seguir.43 – CHAVE CONTROL ROOM E PHONESEstes botões controlam o nível das saídas estéreo C-R OUTSe PHONES. Da mesma forma que nos botões anteriores, obotão totalmente girado para a esquerda significará que estádesligado. Ajustado para a posição central, representará oganho unitário e totalmente posicionado para a direitarepresentará um ganho extra adicional de até 10dB.Uma vez mais, o acionamento da chave SOLO causará umadramática mudança de eventos. Qualquer seleção feitaatravés do botão SOURCE será substituída pelos sinaisSOLO, aparecendo nas saídas C-R OUTS, PHONES e nodisplay medidor. Os níveis audíveis do SOLO são controladospelo botão SOLO. Os níveis do SOLO aparecendo no displaymedidor não são controlados por nenhum botão. Neste caso,você necessitará monitorar o nível do canal atualindependentemente de como você o esteja ouvindo.44 – CHAVE MODE (SOLO AFL / PFL)Provavelmente você se recordará destas siglas conformedemonstramos durante o modo SOLO. O seu misturador desom Mackie 1642-VLZ3 possui dois modos:NORMAL (AFL) – também conhecido como SIP. A siglaAFL significa After Fader Listen, ou Monitoramento após osfaders.LEVEL SET (PFL) – também conhecido somente comoPFL. A sigla PFL significa Pre Fader Listen, ouMonitoramento anterior aos faders.DuranteomodoNORMAL(AFL),ossinaisprovenientesdoscanaisescolhidospelafunçãoSOLOsãoenviadosdiretamenteparaassaídasC-ROUTSePHONESeparaodisplaymedidor.Aúnicadiferença neste caso é que a função SOLO operaindependentementedasposiçõesdeassinalamentodoscanais,o que é extremamente útil, pois deste modo você pode checarcadacanalantesdeassinalá-loounão.O modo NORMAL (AFL) é o modo preferido e comumenteutilizado durante a mixagem final (mixdown). Caso o canalpossua algum ganho na faixa dos médios em 4.2kHz, estese posiciona levemente para a esquerda com seu Fader naposição –5dB, portanto eis o que você ouvirá exatamentedurante SOLO no modo NORMAL (AFL). É como se vocêemudecesse todos os outros canais.A função LEVEL SET (PFL) é a função principal noprocedimento de ajuste dos níveis. Ela enviará os níveisinternos reais dos canais aos medidores de modo que vocêestará pato a acompanhar o que está acontecendo em temporeal. Este procedimento deverá ser praticado toda vez queuma nova fonte sonora for conectada às entradas MIC eLINE do seu misturador de som.O modo LEVEL SET (PFL) é também o modo preferido parasomaovivo(ouSoundReinforcement),umavezquemonitoraos canais antes que estes sejam enviados ao mix principal.Não proporcionará um posicionamento estéreo, mas tepossibilitará um sinal mesmo que o Fader esteja totalmenteabaixado.Lembre-se: LEVEL SET (PFL) capta o nível do sinal antesdo fader. Caso você tenha um dos seus faders de um dosseus canais ajustado abaixo da posição “U” – posição deGanho Unitário – a função SOLO não reconhecerá isso eautomaticamente enviará um sinal de Ganho Unitário paraas saídas C-R OUTS e PHONES e para o display medidor.Isto poderá resultar em um início de ganho nestas saídas,dependendo da posição do botão do nível SOLO.45–LEDINDICADORDOAJUSTEDENÍVELEssencial para se executar o passo “6” do procedimento deajuste dos níveis como descrito no início deste Manual.Assim que a chave MODE solo for acionada, você estará nomodo LEVEL SET (PFL), modo este no qual você poderáajustar todos os níveis. Neste ponto, ao selecionar qualqueruma das chaves SOLO, este led indicador se acenderá nacor verde para indicar os níveis. Caso você tentasse ajustaros níveis durante o modo NORMAL (AFL), o visor medidorestaria preso ao Fader do canal, o que seria um grandeproblema.46 – BOTÃO SOLO (LEVELEste botão controla o nível dos sinais provenientes dosistema SOLO. Estará desligado ao ser totalmente giradopara a esquerda, em posição de Ganho Unitário se ajustadona posição central e fornecendo até 10dB de ganho adicionalse totalmente girado para a direita. Assim que o nível doSOLO for determinado, os sinais SOLO prevalecerão sobas saídas C-R OUTS, PHONES e sobre o display medidor.
  10. 10. 11nível do sinal de linha nas entradas, uma vez que eles nãopossuem entrada MIC.4 – INSERTEncontradas somente nos canais 1 a 8, estas entradasdesbalanceadas com conectores ¼ foram projetadas parase conectarem a processadores de efeito em série tais comoequalizadores, De-Essers ou filtros. O ponto de INSERT(Inserção) está localizado após o controle de ganho GAIN,porém antes dos Faders (botões deslizantes) e dos controlesEQ, LOW CUT e MUTE. Os cabos para a inserção devemseguir as instruções demonstradas a seguir:DIRECT OUT às diferentes entradas do seu gravador, vocêestará habilitado a gravar em todos os oito canais.Uma vez que o envio esteja completo, as saídas do gravadormulti-pistas são endereçadas às entradas LINE 3 a 12 doseu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 (saída 1 dogravador multi-pistas para a entrada LINE 3 do seu misturadorde som, saída 2 do gravador multi-pistas para a entrada 4do seu misturador de som, saída 3 do gravador multi-pistaspara a entrada 5 do seu misturador de som e assim pordiante). Como resultado, teremos a Faixa 1 direcionado aoFader da entrada 3, Faixa 2 ao direcionado ao Fader daentrada 4 e assim por diante. Estes canais (de 3 a 12) serãoassinalados (e portanto endereçados) à seção de saídas domisturador de som, enviando os sinais ao seu destino finalos quais podem ser uma mixagem final em dois canais,para sua sala de controle ou para monitoração através doseu fone de ouvido.Ponta – Envio (enviando sinal para a entrada do processadorde efeitos)Anel – Retorno (recebendo sinal proveniente das saídas doprocessador de efeitos)Manga, corpo ou carcaça – TerraMesmo considerando que os canais 1 a 8 já possuam assaídas DIRECTOUT, as saídas INSERTpodem ser utilizadascomo saídas diretas do canal, neste caso pós controle GAIN,pré controle LOW CUT, EQ, MUTE e Faders.5 – SAÍDA DIRECT OUT (LOCALIZADA NOPAINELTRASEIROEncontradas somente nos canais 1 a 8, estas saídas padrão¼ balanceadas enviam o sinal resultante das operações doscontroles dos canais, pós controle GAIN, pós controle EQ,pós controle LOW CUT, pós Faders e pós controle MUTE.Utilize estas entradas em sessões de gravação, deste modotornando a sua Mackie 1642-VLZ3 perfeita para operaçõesem estúdios de gravação operando em oito canais.GRAVANDOAo gravar, você utiliza os dois primeiros canais para as suasfontes sonoras tais como microfones para voz, microfonespara a bateria, saídas dos teclados ou sintetizadores, saídasdos efeitos para guitarra, este tipo de coisa. A partir daí, oscanais manipulam o som, mas não estão assinalados paraa seção de saídas. Ao invés disso, estes canais estãodirecionados através da saída DIRECT OUT para qualqueruma das oito entradas do seu gravador. Isto permite agravação de duas faixas por vez. Ao reconectar as saídasContudo, não nos esqueçamos que o seu misturador desom Mackie 1642-VLZ3 possui quatro conectores de saídaBUS. Estes conectores conduzem o sinal às saídas SUBOUTS e foram projetados para se encaixarem à tarefa daobtenção dos canais do seu gravador multi-pistas sem anecessidade de utilização das saídas diretas.Por exemplo, nos casos em que um canal esteja assinaladopara a saída SUB OUT 1. A saída SUB OUT 1 estáendereçada à entrada 1 do gravador multi-pistas. Deste pontoem diante, a saída do gravador multi-pistas será endereçadaà entrada LINE 3 do misturador de som, como vimosanteriormente.As vantagens neste caso são as seguintes:você poderá assinalar qualquer canal a qualquer faixa, sema necessidade de re-endereçamento e você poderá tambémassinalar canais múltiplos para uma única faixa e controlaro nível geral daquele subgrupo específico. Lembre-se quevocê não poderá replicar as faixas sem este recurso.CONEXÃODUPLAATRAVÉSDASSAÍDASBUSQual seria a razão para termos apenas quatro conectoresde saídas BUS para a alimentação de oito canais?Simplesmente para dobrar a capacidade. Veja como issoocorre a seguir:1 – o BUS 1 alimenta o SUB OUT 1 e o SUB OUT 5, osquais em contrapartida alimentam as faixas 1 e 5.2 - o BUS 2 alimenta o SUB OUT 2 e o SUB OUT 6, osquais em contrapartida alimentam as faixas 2 e 6.3 - o BUS 3 alimenta o SUB OUT 3 e o SUB OUT 7, osquais em contrapartida alimentam as faixas 3 e 7.22O sinal do subgrupo estará desligado com o fader totalmenteabaixado, neutro se posicionado na marca “U” de GanhoUnitário e fornecendo até 10dB de ganho adicional setotalmente levantado. Lembre-se que se você estiver tratandodois subgrupos como um par estéreo (subgrupo 1 e subgrupo2, por exemplo), certifique-se que os faders de ambossubgrupos estejam sendo ajustados juntos esimultaneamente sempre na mesma posição para manter oequilíbrio esquerdo/direito do sinal39–CHAVEDEASSINALAMENTOÀMIXAGEMPRINCIPAL(ASSIGNTOMAINMIX)Outra utilidade muito popular dos subgrupos está na suautilização como faders principais para um determinado grupode canais com sinais a caminho do MAIN MIX. Por exemplo,digamos que você tenha um kit de bateria ocupando setecanais e que você queira controlá-los diferentemente dosoutros canais. Neste caso, basta desassinalá-los do L/R,assinalá-los ao Subgrupo 1-2 , acionar a chaveASSIGN TOMAIN MIX,LEFT no Subgrupo 1 e acionar a chaveASSIGNTO MAIN MIX,RIGHT no Subgrupo 2. Agora você poderácontrolar todo o sinal estéreo do seu kit de bateria atravésde dois faders somente – o 1 e o 2.Caso você assinale somente a chave ASSIGN TO MAINMIX em cada Subgrupo (LEFT ou RIGHT),o sinal enviado aoMAIN MIX terá o mesmo nível do sinal enviado às saídasSUB OUT. Caso você deseje que o Subgrupo apareça nocentro do MAIN MIX, acione ambas as chavesASSIGN TOMAINMIX,LEFTeASSIGNTOMAINMIX,RIGHTparaaqueledeterminado subgrupo. O sinal será enviado para ambos oslados e será atenuado apenas para manter um nívelconstante, tal qual os botões PAN executam quandoajustados na posição central como descrito anteriormente.40 – BOTÃO CONTROLADOR DO NÍVELDAENTRADATAPE INEste botão controla o nível do sinal estéreo proveniente dasentradasTAPEINPUT(formatoRCA).Seualcanceénuloquandoestebotãoestátotalmentegiradoparabaixo,ofereceganhounitárioquandoajustadonaposiçãocentraleofereceatémais20dBdeganho adicional quando totalmente girado para a direita.AssimqueoníveldaentradaTAPEINfordeterminado,osinalestéreopoderáserdirecionadoparaqualquerumadasseguintesseções:MAINMIXoumatrixSOURCE.41 – CHAVE TAPE TO MAIN MIXO acionamento desta chave equivale-se ao acionamento dachave L/R presente nos canais – o sinal, neste caso, estéreo,éenviadoàmixagemprincipalMAINMIX.Issonãointerrompeou outros sinais, apenas o adiciona a eles. Esta chave poderáser muito útil em uma situação de sonorização ao vivo ondevocê necessitará de um ajuste fino em sua sonorização.42 – CHAVE CONTROL ROOM SOURCETipicamente, o engenheiro de som envia o sinal do MAINMIX para a audiência (em sonorizações ao vivo) ou para umamixagem final para fins de gravação. Mas, caso o engenheironecessite ouvir algo diferente do que está sendo enviadopara o MAIN MIX ? O seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 oferece várias opções para o engenheiro de som comodemonstraremos a seguir.Através das chaves SOURCE, você pode escolher a audiçãode qualquer combinação entre MAIN MIX, SUBS 1-2, SUBS3-4 e TAPE.As seleções feitas através da chave SOURCE
  11. 11. 124 - o BUS 4 alimenta o SUB OUT 4 e o SUB OUT 8, osquais em contrapartida alimentam as faixas 4 e 8.As faixas no modo gravação aceitarão o sinal e as faixas nomodo segurança ignorarão o sinal.Ao retornar as saídas dos processadores de efeito aos canais13/14 (EFX A) e 15/16 (EFX B), você poderá optar pelagravação ou monitoramento com os efeitos.de um processador de efeitos antes ou depois do misturadorde som.Provavelmente o melhor método de gravação é umacombinação de ambos os mundos. Utilize as saídas SUBOUTS para alimentar as submixagens do multi-canal (comoum kit de bateria) para algumas das faixas e as saídasDIRECT OUT para alimentar o sinal dos canais individuais(como um contrabaixo, por exemplo) para as demais faixas.O ponto reside no fato que você nunca escuta diretamenteos canais da fonte sonora. Você ouve os canais do monitor(de 3a 12) e eles estão ouvindo os canais do gravador multi-pistasqueestáouvindoporsuavezoscanaisdafontesonora.A principal vantagem é que você não será obrigado aredirecionar constantemente seu gravador multi-pistas,apenas ajuste-o e esqueça o assunto. Você certamentetambém sabe que os sinais são realmente conectados aogravador multi-pistas, uma vez que você está constantementemonitorando isso.Outro método de interconectar um gravador multi-pistas aoseu misturador de som é o método conhecido comomonitoramento em linha e requer um misturador de somespecífico para esta tarefa, tal qual o espetacular Mackie 8BUS. Cada um de seus canais é na verdade composto pordois canais: um que carrega a fonte sonora MIC/LINE e outroque carrega o sinal da saída do gravador multi-pistas.6 – SAÍDASAUXILIARESAUX SENDEstas saídas ¼ normalmente são endereçadas às entradasdos seus equipamentos paralelos de efeitos ou às entradasdos seus amplificadores dos monitores de palco.EFEITOS : SERIAL OU PARALELOAté agora, citamos superficialmente os termos “serial” e“paralelo”. Neste ponto, vamos nos aprofundar um poucomais a respeito. O termo “serial” significa que o sinal completoé enviado pelo misturador de som (mandada INSERT),roteado através do processador de efeitos e retornado aomisturador de som (retorno INSERT). Exemplos:compressores, limitadores, equalizadores gráficos. Fontesgeradoras de sinal de linha podem ser endereçadas atravésJá o termo “paralelo” significa que apenas uma parte do sinalno misturador de som está endereçada para o processador(através da mandada AUX), processado e retornado aomisturador de som (através do retorno STEREO RETURN)para ser mixada com o sinal original “seco”, ou seja, sem oefeito. Deste modo, múltiplos canais podem fazer uso dosmesmos equipamentos de efeitos. Exemplos: reverbs edelays digitais.7 – ENTRADAS STEREO RETURNSUtilize estas entradas para conectar as saídas do seuequipamento externo de efeitos (ou fontes extras de áudio).Existem quatro entradas STEREO RETURN. Estas entradasaceitarão quaisquer processadores profissionais ou semi-profissionais. Veja adiante mais detalhes sobre o controledo nível das entradas STEREO RETURN.Mono: caso você possua um processador de feitos monocom uma única saída mono (através de um cabo monosomente), conecte-o à entrada esquerda STEREO RETURNmarcada como “L” (Left – esquerda) e deixe a entrada direitadesconectada. Deste modo, o sinal será enviado aos doiscanais automaticamente aparecendo no centro como umsinal mono.8 – SAÍDAS SUB OUTSEstas saídas ¼ são normalmente endereçadas às entradasde um gravador multi-pistas ou para amplificadoressecundários em uma instalação complexa. Veja maisdetalhes a este respeito no tópico SUBGROUP FADERSmais adiante neste Manual.9 – SAÍDAS CONTROL ROOM (C-R OUTS)Estas saídas ¼ são usualmente endereçadas às entradasdo seu amplificador da sua sala de controle ou a umamplificador distribuidor para fones de ouvido. Veja maisdetalhes adiante neste Manual.21Descrição da Seção de SaídasNas páginas anteriores, falamos sobre os canais de entradae como os sinais trafegam no seu misturador de som.Basicamente os sinais são recebidos através das entradasMIC e LINE, são manipulados pelos canais e daí enviados àseção das saídas. Na seção de saídas veremos como estessinais são enviados a partir do seu misturador de som paraoutros equipamentos.37–FADERDAMIXAGEMPRINCIPALMAINMIXEste fader controla o nível do sinal enviado às saídas MAINOUTS e TAPE OUTPUT (formato RCA). Todos os canais eretornos auxiliares STEREO RETURN que tiverem sidoassinalados ao MAIN MIX (sem estarem emudecidos ou comseus Faders totalmente abaixados) aparecerão na saídaMAIN OUT.Antes que o sinal do MAIN MIX chegue ao fader,o sinal passará através do MAIN INSERT.OssinaisdoMAINMIXserãodesligadoscomofadertotalmenteabaixado,neutroscomofaderajustadoparaaposiçãocentral“U”conhecido como Ganho Unitário e adicionando 10dB de ganhoadicional se totalmente levantado. Este ganho adicionalnormalmente não será necessário, mas como mencionadoanteriormente, melhor tê-lo do que não tê-lo. O próprio fader éuma versão estéreo dos faders dos canais e dos subgrupos, ouseja, opera da mesma forma silenciosa assim que totalmenteabaixado.Esteéofaderquesefaránecessárionofinaldamúsicaquandovocênecessitarádeumúltimoganhonasuamixagem.Definição da arquitetura VLZ Mackie:Ao projetar um circuito para um misturador de som, o nívelde ruído mais baixo versus o melhor resultado otimizado éalcançado através da utilização da “impedância muito baixa”(VLZ em inglês). Contudo, para que um misturador sebeneficie e se utilize corretamente desta tecnologia, a suafonte de alimentação deverá estar apta a fornecer um fluxocompleto de corrente aos circuitos internos. Daí resulta ofato de alguns misturadores gerarem ruídos durante a suaoperação – eles não estão aptos a fornecer a quantidade decorrente constante estável a um circuito VLZ. Na Mackie, aqualidade de áudio é muito mais importante do que o preço.Todos os nossos misturadores utilizam circuitos VLZ epossuem fontes de alimentação embutidas capazes defornecer a corrente adequada para o seu perfeitofuncionamento.38 – FADERS DOS SUBGRUPOSComo você deve presumir, estes faders controlam o níveldos sinais enviados às saídas SUB OUTS. Todos os canaisque tiverem sido assinalados para os subgrupos (obviamente,os que não tiverem sido emudecidos ou totalmenteabaixados) aparecerão nos SUB OUTS.Ao contrário da saídaMAIN OUT, os sinais do subgrupo não passam através deum conector INSERT durante seu trajeto para os faders dossubgrupos. Isto não é problema, uma vez que vocêprovavelmente desejará enviar estes sinais através de umprocessador digital de efeitos. Neste caso, simplesmentedirecione as saídas SUB OUTS à entrada de efeitos e dasaída de efeitos para outra destinação qualquer o qualgeralmente é um gravador multi-pistas.
  12. 12. 1310 – SAÍDA PHONESA saída de fone de ouvido estéreo ¼ do seu misturador desom Mackie 1642-VLZ3 fornece um sinal extremamente claroe audível com altos níveis de ganho e performance. Fonesde ouvido estilo Walkman podem ser utilizados desde queum adaptador apropriado fornecido separadamente sejaadquirido. Caso você esteja montando seu próprio cabo, sigao diagrama a seguir:11 – SAÍDATAPEEstas saídas desbalanceadas tipo RCAdenominadas TAPEenviam o sinal das saídas MAIN MIX para a gravaçãosimultânea ou para o sistema de PA de forma conveniente.Conecte estas saídas às entradas do seu gravador de duaspistas.Ponta – canal esquerdoAnel – canal direitoManga, corpo ou carcaça – TerraMUITO IMPORTANTE: ao informamos que o nível do sinalde áudio enviado aos fones de ouvido é muito forte, isto nãoé uma mera forma de expressão. O sinal de áudio enviadoaos fones de ouvido pode causar danos auditivos sérios epermanentes. Mesmo sinais intermediários podem causarlesões graves. SEJA CUIDADOSO E CONSULTEPERIODICAMENTE SEU MÉDICOOTORRINOLARINGOLOGISTA.MUITO IMPORTANTE: Sempre ajuste o botão PHONESpara a posição mínima antes de conectar os fones de ouvido.Mantenha-o nesta posição até que você ponha os fones deouvido na sua cabeça. Daí, aumente lenta e gradualmente osinal até que alcance um nível de conforto sonoro adequadoà sua audição. LEMBRE-SE: DANOS AUDITIVOS SÃOIRREVERSÍVEIS. SEJA CUIDADOSO.Mono: caso você queira enviar um sinal mono ao seugravador ou a outro equipamento qualquer, simplesmenteutilize a saída ¼ MONO.12 – ENTRADATAPEEstas entradas RCA desbalanceadas foram projetadas paraoperarem com equipamentos semi-profissionais assim comogravadores profissionais externos. Conecte as duas saídasdo seu gravador de duas pistas nestas entradas através deum cabo RCA de alta fidelidade.Utilize estas entradas para uma conveniente reprodução dassuas mixagens. Você estará apto a rever as suas mixagense daí retornar a reprodução e tentar novamente sem aalteração radical dos níveis do misturador de som. Vocêpoderá utilizar também estas entradas com um CD Playerportátil para o envio de músicas ao seu sistema PAduranteos intervalos de um espetáculo ou concerto.Nota: ao pressionar-se o botãoTAPETO MAIN MIX presentena seção de saída, automaticamente se desconectará oTAPE OUTPUT da saída MAIN OUT. Isto visa eliminar oefeito de realimentação, o qual pode criar um uivoextremamente irritante e danoso à audição e aos alto-falantesdas suas caixas acústicas.13 – INSERT PRINCIPALEstas entradas com conectores ¼ foram projetadas parase conectarem aos processadores de efeito seriais tais comocompressores, equalizadores, De-essers ou filtros. O pontode INSERT está posicionado após os amplificadores demixagem, mas antes do fader MAIN MIX. Os cabos para oINSERT devem ser montados como demonstrado a seguir:20As saídas AUX SEND são então direcionadas para asentradas de um processador de efeitos paralelo ou para asentradas do amplificador dos monitores de palco. Os níveisdas saídas AUX SEND 1 e AUX SEND 2 não são apenascontrolados pelos botões AUX presentes nos canais, mastambém pelo botão principalAUX SEND (master).As saídas AUX SEND podem ser utilizadas para gerarmixagens separadas para gravação ou para chamadas emrádio-difusão. Ao utilizar-se do AUX 1 ou AUX 2 no modoPRE, estes níveis de mixagem podem ser obtidosindependentemente dos ajustes dos Fadersdos canais.MUITO IMPORTANTE: nós recomendamosum efeito Reverb estéreo indo em mono eretornando em estéreo. Nós encontramosmuito isso nos Reverbs estéreo, ou seja, asegunda entrada “amarra” uma saídaAUXSEND não adicionando nada à sonoridade.Obviamente existem exceções, portantofique à vontade para experimentá-las. Casovocê queira utilizar doisAUX SEND, utilizeo AUX de numeração ímpar (1 ou 3) paraalimentar a entrada esquerda e o AUX denumeração par (2 ou 4) para alimentar aentrada direita. Lembre-se que, nos casosem que você já esteja trabalhando comfontes sonoras em estéreo, você terá queobrigatoriamente seguir estas direções –utilize oAUX ímpar para o canal responsávelpelo lado esquerdo e oAUX par para o canalresponsável pelo lado direito do sinal.36 – CHAVE PREEsta chave determina o ponto de operaçãodo AUX 1 e do AUX 2. Geralmente, asmandadas “pós” são utilizadas paraalimentar os processadores de efeito e asmandadas “pré” são utilizadas paraalimentar seus monitores de palco. Veja odiagrama a seguir para mais detalhes. OsAUX 3 e 4 são sempre posicionados nomodo “pós”.No modo “pós” (com a chave para cima),AUX 1 eAUX 2 seguirão os ajustes do EQ,LOW CUT, Fader e MUTE. Portanto, sevocê diminuir o sinal do canal,automaticamente você diminuirá o sinalenviado peloAUX. Isto é um procedimentopadrão para as mandadas de efeito, umavez que há a necessidade neste caso queos níveis dos seus sinais com efeitos sigamexatamente os sinais sem efeitos (sinaissecos).No modo “pré” (com a chave para baixo), AUX 1 e AUX 2seguirão somente os ajustes do GAIN e do LOW CUT. Osajustes de EQ, PAN, Fader e MUTE não terão efeito nasmandadas no modo “pré”. Este é o método preferido para oajuste do sinal direcionado aos monitores de palco – elesserão controlados independentemente dos movimentos dosFaders e do MUTE.
  13. 13. 14Ponta – envio (para as entradas do processador de efeitos)Anel – retorno (retorno do sinal proveniente do processadorde efeitos)Manga, corpo ou carcaça – Terra14 – SAÍDAS PRINCIPAIS MAIN OUTSDois conjuntos de saída são fornecidos para o MAIN OUTS:conectores ¼ TRS balanceadas e conectores XLR de trêspinos. Estas saídas normalmente são endereçadas àsentradas de seu equipamento de mixagem final (a menosque você tenha optado pelas saídas TAPE OUTPUT formatoRCA) ou para o amplificador do controle de PAdurante umconcerto ao vivo.Adicionalmente, as saídas XLR MAIN OUTS possuem umachave para casar o nível do sinal à entrada do equipamentoao qual está conectado. Pressione esta chave para reduziro nível da saída em 40dB, de modo que você poderá enviar osinal à entrada MIC de outro misturador de som, porexemplo. Deixe esta chave na posição “Out” para se conectara equipamentos profissionais de +4dBu.Para utilizar estas saídas ¼ endereçadas às entradasbalanceadas, conecte os conectores ¼ TRS conformedescrito a seguir:Ponta – PositivoAnel – NegativoManga, corpo ou carcaça – TerraPara utilizar estas saídas com endereçamento a entradasdesbalanceadas, conecte os conectores ¼ TS conformedescrito a seguir:Ponta – sinalManga, corpo ou carcaça – Terra15 – SAÍDA MONOMais cedo ou mais tarde, você poderá necessitar de umasaída mono. Deste modo, ao invés de ajustar todos os seuscontroles de PAN para o mesmo lado, o seu misturadorMackie 1642-VLZ3 possui uma saída dedicada Mono. Estasaída nada mais é do que a soma dos sinais dos canaisesquerdo e direito do MAIN MIX.16 – NÍVEL DA SAÍDA MONOCaso seja necessário e uma vez selecionado o modo Monocomo descrito acima, utilize este controle para ajustar onível do sinal enviado por esta saída. Com o botão totalmentegirado para a direita (sentido horário), você obterá um ganhoextra de +6dB atingindo a posição de Ganho Unitário naposição central.17 – SELETOR DE VOLTAGEMLEMBRE-SE: VERIFIQUE SEMPRE A VOLTAGEMDA REDE ELÉTRICA LOCAL ANTES DECONECTAR QUALQUER APARELHOELETRÔNICO À TOMADA ELÉTRICA. DANOSCAUSADOS POR LIGAÇÕES EM 220V, ALÉM DESEREM EXTREMAMENTE PREJUDICIAIS AO SEUAPARELHO, NÃO SERÃO COBERTOS PELAGARANTIA.Utilize uma chave de fenda simples para ajustar a chave doseletor de voltagem para que seu misturador de som operede acordo com a voltagem local.18 – CONEXÃO DO CABO DE FORÇACaso você perca o cabo de força original fornecido com oseu misturador de som Mackie 1642-VLZ3, o conectorespecífico para o cabo de força aceita qualquer cabo padrãoIEC de três pinos tais como os encontrados nos melhoresaparelhos de áudio, gravadores profissionais, instrumentosmusicais e até mesmo em computadores. Você poderáconseguir um facilmente em qualquer loja de produtoseletrônicos de sua região. Contudo, certifique-se que o caboseja de boa procedência e calibre, pois de outro modo poderáesquentar mais do que o aceito pelos padrões internacionaise causar dano ao seu equipamento.NOTA IMPORTANTE: conecte o seu misturadorde som Mackie 1642-VLZ3 a uma tomada elétricaaterrada. Nunca remova o pino redondoresponsável pelo aterramento.NOTA IMPORTANTE: SEMPRE VERIFIQUE AVOLTAGEM DO LOCAL ANTES DE LIGARQUALQUER APARELHO ELÉTRICO OUELETRÔNICO À REDE ELÉTRICA. LEMBRE-SEQUE DANOS CAUSADOS POR LIGAÇÕES EM220V SÃO EXTREMAMENTE PREJUDICIAIS ENÃO SERÃO COBERTOS PELA GARANTIA.19Utilizado em conjunto com a chave LOW CUT, você poderáincrementar o LOW EQ sem a necessidade de injetar umatonelada de resíduos subsônicos em sua mixagem. Nósrecomendamos a utilização do recurso LOW CUT em todosos canais, exceto para os sinais de baixa freqüência, taiscomo bumbos e contrabaixos.O MID EQ, conhecido por mid-range ou controlador dasmédias frequências, possui uma amplitude de banda de 1oitava. O botão MID ajusta a quantidade de incremento oucorte em até 15dB, e é efetivamente suprimido na posiçãocentral. O botão de freqüência ajusta a freqüência centraloperando entre 100Hz a 8kHz.33 – EQUALIZADOR DE FREQUÊNCIA FIXADE QUATRO BANDASOs canais estéreo (de 9 a 16) possuem uma equalizaçãode freqüência fixa com 4 bandas: LOW operando em 80Hz,LOW MID alcançando até 400Hz, HI MID indo até 2.5kHz eHI operando em 12kHz.Cada um desses filtros oferece até 15dB de ganho ou corte.Assim como nos canais Mono, a posição central indica que ocircuito está “flat”, ou seja, sem emitir corte ou ganho no sinal.34 – CHAVE LOW CUTEsta chave LOW CUT (não presente nos canais 13 a 16),algumas vezes conhecida como um filtro passa-altas, cortaas baixas freqüências abaixo de 75Hz em uma taxa de 18dBpor oitava. Destacamos que uma curva de 18dB por oitavaexige um circuito bastante elaborado. A sua Mackie 1642-VLZ3 orgulhosamente informa que possui este circuito.Nós recomendamos que você utilize a chave LOW CUT emtodos as fontes sonoras exceto nos sinais do bumbo, docontrabaixo, da seção de graves dos sintetizadores. Alémdo mais, esta chave poderá auxiliar-lhe a diminuir o terrívelefeito da realimentação (feedback, em inglês) em situaçõesde sonorização ao vivo, ajudando também a conservar eprolongar vida útil dos seus amplificadores.ComachaveLOWCUT,vocêpodeincrementaroLOWEQcomsegurança. Muitas vezes, a equalização dos graves no sistemaShelvingpodebeneficiarbastanteasvocalizações.Oproblemaéque, ao adicionar-se LOW EQ à sonoridade, a quantidade deresíduossubsônicosaumentaráproporcionalmente,emespecialresultantederuídosdepalco,ruídosdemanuseiodomicrofone,ruídos de vento e respiração. O LOW CUT remove todos estesresíduosparaquevocêpossaincrementaroLOWEQsemdanificarsua sonoridade, seus ouvidos e suas caixas acústicas. Veja aseguir uma curva de freqüência de LOW EQ combinada comLOWCUT:A maioria dos harmônicos mais baixos responsáveis peladefinição de uma sonoridade estão localizados na banda defreqüência de 100Hz a 8kHz, portanto você poderá produzirdrásticas diferenças sonoras através do ajuste destes botões.Muitos engenheiros de som utilizam o controle MID EQ paracortar as freqüências médias e não para incrementá-las.O controle HI EQ responsável pelas altas freqüências forneceaté 15dB de incremento ou corte acima de 12kHz, possuindosua posição neutra exatamente no centro. Utilize-o paraadicionar mais agudo e brilho ao som dos pratos de bateria,um sentido geral de clareza e transparência ou ainda ummaior ataque no som dos sintetizadores, vocais e guitarras.Diminua-o um pouco para reduzir sibilos e agudosindesejáveis ou para diminuir chiados.Contudo,notequeumexcessodeequalizaçãopoderealmentecomprometer a sua sonoridade. Os nossos controles possueminúmeras funções de ajuste e regulagem justamente porquesabemosquevocêpoderánecessitardelesemváriasocasiões,porémnãoseesqueçaquesevocêutilizaremlargaescalaestesajustes de equalização em todos os canais, a sua sonoridadefinalestaráembaralhadaecomprometida.Utilizeestescontrolescom parcimônia e sabedoria. Caso você perceba que estáutilizandodemaisasfunçõesdeincrementooudecortedossinais,reveja a sua fonte sonora, ou seja, posicione os microfones deumaformadiferente,tenteumoutrotipodemicrofone,troqueascordas dos instrumentos etc.35 – CHAVE AUX 1, 2, 3 E 4Estes quatro botões operam com uma porção de cada sinaldos canais, misturando-os e enviando-os às saídas AUXSEND. Estes controles estão desligados quando totalmentegirados para esquerda, ajustados na posição central para oGanho Unitário e podem fornecer até 15dB de ganho extraquando totalmente girados para a direita. Normalmente vocênão necessitará deste ganho extra, mas é sempre bom tercom quem contar nas horas de necessidade.
  14. 14. 1519 – FUSÍVELO seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 possui umfusível embutido para sua maior segurança. Caso vocêdesconfie que o fusível tenha queimado, desconecte o cabode força e remova o compartimento do fusível (localizadalogo abaixo da entrada específica para o cabo de força).Retire o fusível queimado e imediatamente substitua-o poroutro de exato tamanho e equivalência emAmperes. Nestecaso, o fusível é de 1A para os misturadores que operamem 120V ou de 0.5A para os misturadores que operam em220V. Este tipo de fusível é facilmente encontrado em lojasde artigos eletrônicos.Dica importante: certifique-se de manter alguns fusíveisem estoque, deste modo agilizando o processo de troca ereduzindo o período em que o seu misturador de sompermaneça inativo. Contudo, caso os fusíveis passem aqueimar com uma certa freqüência, contrate um eletricistapara checar a corrente elétrica do local, pois neste casopodem estar ocorrendo sobre-picos de energia danosos aosequipamentos eletrônicos em geral.20 – CHAVE LIGA/DESLIGAVocê poderá deixar esta chave permanentemente ligada.Em situações normais, o seu misturador de som foi projetadopara suportar e dissipar o calor gerado pela sua própriaoperação mesmo em intervalos de 24 horas de uso contínuo.Obviamente,certifique-sedemanteraventilaçãoaoseuredorpara evitar superaquecimento. O seu misturador de sompoderá ficar quente, mas faz parte do processo normal deoperação.Ao ajustar-se esta chave para a posição “I” (IN – ligado), oseu misturador de som será ligado e ao ajustar-se esta chavepara a posição “O” (OFF – desligado) o seu misturador desom será desligado. Uma vez ligado, o led indicadorlocalizado no painel frontal se acenderá.Ao ser desligado, omisturador de som assume a posição “STANDBY” e o ledse apagará.Nota: desligar o misturador de som através do botão liga/desliga não significa que toda a energia elétrica foi cortada.Para isso, certifique-se de desconectar o cabo de força datomada elétrica.21 – LED INDICADOR DE FORÇAComo descrito anteriormente, uma vez ligado o seumisturador de som, o led indicador localizado na seção dassaídas se acenderá indicando que o seu equipamento estápronto para operação. Caso isto não ocorra, cheque se ofusível não está queimado (procedimento descritoanteriormente) ou se há corrente elétrica na tomada.22 – CHAVE PHANTOM POWEREsta chave controla o fornecimento da voltagem adicionalde 48V conhecida como Phantom Power aos microfonescondensadores como descrito anteriormente neste Manual.Assim que acionado (ou desacionado), o circuito PhantomPower necessitará de alguns segundos para que a voltagematinja seu limite ou diminua totalmente. Isto é perfeitamentenormal e aceitável.23 – LED INDICADOR 48VEste led é muito útil para indicar-lhe quando o recursoPhantom Power estiver acionado. Se os seus microfonesdinâmicos estão operando normalmente e os condensadoresnão, as chances são que este led esteja apagado. Nestecaso, certifique-se de acionar o recurso novamente.Você notará que ao desligar o recurso Phantom Power, oled permanecerá aceso por alguns momentos. Isto é umfenômeno natural. O led na verdade é um voltímetroinformando-lhe que o recurso Phantom Power necessita dealguns segundos para alcançar sua potência máxima oupara retornar a zero Volts. Portanto, caso você desligue orecurso Phantom Power para conectar algum equipamentoou instrumento às entradas MIC, aguarde até que o led acesose apegue totalmente e daí faça as suas conexões de modoseguro.24 – SOQUETE BNC PARALÂMPADALocalizada no canto direito superior da seção de saídas,este soquete de 12V aceita qualquer lâmpada comconectores do tipo BNC modelos Littlelite 12G ou 12G-HIde alta intensidade luminosa, por exemplo.18Dependendo do conteúdo do sinal de áudio em operaçãoem cada canal, o acionamento da chave MUTE podeocasionar um pequeno pipoco. Isto não significará umproblema para o misturador de som em si, mas pode serevitado. Simplesmente acione a chave LOW CUT em cadacanal (a menos que a freqüência grave contida no sinaloperado pelo canal seja vital e imprescindível na suasonoridade tal como um sinal de bumbo ou guitarra). Nestecaso, a chave LOW CUT eliminará resíduos subsônicosresponsáveis pelos pipocos sendo que este efeito énormalmente transparente.31 – BOTÃO PANO controle de PAN ajusta a quantidade de sinal em cadacanal enviado para o lado esquerdo versus o lado direito. OPAN determina o destino do assinalamento L/R, dossubgrupos 1-2 e 3-4 e do SOLO (no modo NORMAL (AFL)).Com o botão PAN totalmente girado para o lado esquerdo, osinal alimentará o lado esquerdo da mixagem principal MAINMIX, do subgrupo 1, do subgrupo 3 e o lado esquerdo domodo NORMAL (AFL) – presumindo-se que neste caso asdevidas chaves de assinalamento estejam acionadas.Com o botão PAN totalmente girado para o lado direito,osinal alimentará o lado direito da mixagem principal MAINMIX, o subgrupo 2, o subgrupo 4 e o lado direito do modoNORMAL (AFL) - presumindo-se que neste caso as devidaschaves de assinalamento estejam acionadas.Com o botão PAN ajustado para qualquer outra posição entreesquerda e direita, o sinal será dividido entre as saídas BUSesquerda e direita.O botão PAN se comporta um pouquinho diferente nas barrasdos canais estéreo. Uma vez que já existe uma entradaesquerda e direita nestes canais, o botão PAN controla oequilíbrio relativo entre os lados esquerdo e direito, tal qualo botão Balance do seu sistema estéreo de som doméstico.FONTES DE SINAL ESTÉREOUtilize os canais 9 a 16 para conectar as fontes de somestéreo. Caso você seja forçado a utilizar as barras doscanais mono (de 1 a 8) para a conexão de fontes estéreo,siga atentamente esta convenção padrão: sempre conecteo lado esquerdo (Left) em um canal de número ímpar (1, 3,5 etc) e o sinal proveniente do canal direito (Right) ao canaisde números pares (2, 4, 6 etc). Daí, através do botão PANdescrito anteriormente, separe totalmente os sinais doscanais ímpares para a esquerda e os sinais dos canais parespara a direita.NÍVELDE VOLUME CONSTANTEO seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 possui umrecurso chamado “Nível de volume constante”. Assim quevocê ajustar o botão PAN totalmente paraa esquerda ou para a direita (fazendo destemodo que o som se mova de um lado parao outro em suas caixas acústicas), o nívelsonoro parecerá ser o mesmo mantendo-se no mesmo volume.Caso você tenha um canal totalmenteajustado para a esquerda ou para a direitapelo PAN e estiver mostrando 0dB, eledeverá ser abaixado em 4dB no ladoesquerdo ou direito quando posicionado naposição central. De outro modo, comoacontece nos misturadores de som deoutras marcas, o som parecerá estar muitomais alto nas situações em que o PANestiver posicionado na marca central.32 – EQUALIZADOR DE TRÊSBANDASO seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 possui em seus canais mono umequalizador de três bandas do tipo mid-sweep (com botões giratórios). Nestecaso, o botão LOW (baixas freqüências)opera em 80Hz, o botão MID (médiasfreqüências) de 100Hz a 8kHz e o botãoHI (altas freqüências) opera em 12kHz emestilo Shelving.Nota: estilo Shelving significa que ocircuito do equalizador aumenta ou cortaautomaticamente todas as freqüências queultrapassem as freqüências específicas.Por exemplo, o controle das freqüênciasgraves LOW EQ da Mackie 1642-VLZ3incrementa as freqüências graves a partirde 80Hz e continua abaixando-as até anota mais baixa presente no sinal. Ospicos significam que certas freqüênciastomam o formato de uma “colina” em tornodo centro da freqüência.O controle dos graves LOW EQ forneceaté 15dB de ganho ou corte abaixo de80Hz. Na posição central, o circuito éneutro (sem corte ou incremento). Estafreqüência representa a pegada do bumbo, do contrabaixo,da seção dos graves dos teclados e sintetizadores e algumasvocalizações masculinas.
  15. 15. 16Descrição da barra de canaisExistem oito barras de canais mono e quatro barras decanais estéreos. Muitas das suas funções são idênticasem ambos canais mono e estéreo. Vamos iniciar peloscomandos básicos pontuando gradualmente as diferenças.Conceito de Ganho unitário “U”Os misturadores de som Mackiepossuem um símbolo “U” em quasetodos os seus controles. Este símbolosignifica Ganho Unitário, ou seja, umavez selecionada este posição noscontroles, significará que não haveráalteração nos níveis dos sinais. Vocêpoderá iniciar suas operações no seumisturador de som Mackie com oscontroles na posição “U”, deste modoindicando que os sinais estãotrafegando pelo misturador com seusníveis otimizados.Além do mais, todasas etiquetas presentes nos seuscontroles são medidas em decibéis(dB), portanto você saberá exatamenteo que acontece em tempo real tal qualos melhores profissionais da área deáudio.No nosso caso, você não precisa ficarchecando aqui e ali como comumenteé feito em misturadores de som deoutras marcas. De fato, alguns nemmesmo possuem uma referência paraos níveis atuais em decibéis (mesmoexistindo as marcações 0 a 10presentes nos faders).25 – FADER DO CANALO botão deslizante chamado Faderpode ser considerado como sendoquase que o último controle nocaminho do sinal pelos canais. Estáposicionado após os controles EQ eMUTE (pós-EQ, pós-MUTE e antes docontrole de PAN (pré-Pan)). O marca“U”, posicionado aproximadamenteem 3/4 do seu nível total, indica oGanho Unitário, ou seja, indica queneste caso não há acréscimo oudecréscimo do nível do sinal (sinaloriginal). Este controle totalmenteaumentado para cima oferece umaumento adicional de 10dB, caso vocênecessite aumentar drasticamente onível de uma das seções da sua música. Caso você considereque o nível geral está muito baixo ou muito alto com o Faderposicionado na posição “U” de Ganho Unitário, você terátambém que alterar o ajuste GAIN através do procedimentode ajuste dos níveis como descrito no início deste Manual.MUITO IMPORTANTE: mantenha seus faders limpos.Comotoda peça de metal, seus botões deslizantes chamadosFaders necessitam estarem limpos para operarem dentrodo esperado. Muitas vezes, pó, poeira e outros tipos diversosde sujeiras entram no seu misturador de som e se instalamnos trilhos utilizados pelos Faders. Em tais situações, ruídosou pipocos desagradáveis nos sinais passam a ser audíveis.Para minimizar ou até mesmo evitar este tipo de problema,utilize sistemas de ar-condicionado sempre que possível emsua sala de controle, evite fumar dentro da sala de controlee próximo ao misturador de som, mantenha comida e bebidafora da sala de controle e longe dos seus equipamentos(especialmente o misturador de som). Evite ambientesúmidos e proteja seu misturador de som da garoa ou névoa.Recomendamos também que, com seu misturador de somdesligado, deslize os Faders para cima e para baixo parafacilitar a desobstrução dos trilhos. Nós nãorecomendamos limpadores em spray. Caso prefira,contate a nossa Central de Serviços Técnicos - Cesetec –mencionada no final deste Manual para esclarecer quaisqueroutras dúvidas a respeito.26 – CHAVE ASSIGN (1-2, 3-4 E L/R)Juntamente com o Fader de cada canal existem quatrobotões chamados SOLO, 1-2, 3-4 e L/R. Os três últimossão geralmente conhecidos como as chaves deassinalamento dos canais. Neste caso, o 1, o 3 e o L (Left)representamoladoesquerdodestesparesestéreosenquantoque o 2, o 4 e o R (Right) representam o lado direito destespares estéreos. Utilize estes controles em conjunto com obotão PAN de cada canal. Estas chaves determinam adestinação do sinal do canal. Com o botão PAN ajustadoexatamente na posição central, o lado esquerdo e o direitoreceberão sinais exatamente iguais. Para alimentar somenteum determinado lado, gire o botão PAN totalmente para olado desejado.Caso você esteja fazendo uma mixagem final (mixdown) paraduas vias, simplesmente pressione a chave L/R em todosos canais os quais você quer ouvir, que desta forma estarãosendo enviado aos MAIN MIX. Caso você queira criar umsubgrupo com somente alguns determinados canais,pressione as chaves 1-2 e 3-4 ao invés da chave L/R. Destemodo, estes canais estarão sendo enviados para osrespectivos Faders dos subgrupos apropriados. Daí, ossubgrupos poderão ser enviados de volta ao MAIN MIX,17permitindo que você utilize os Faders dos subgrupos comocontroladores principais (controladores master) para estescanais.Caso você esteja utilizando novas faixas ou mesclando faixasjá existentes, você também utilizará as chaves 1-2 e 3-4,mas não a chave L/R. Neste caso, você não desejará queos sinais dos subgrupos sejam enviados de volta à mixagemprincipal MAIN MIX, mas sim enviados para fora via saídasSUB OUTS às entradas do seu gravador multi-pistas ouEstação Digital deTrabalho DAW. Contudo, caso você estejaoperando novas faixas através das saídas DIRECT OUT,todas as chaves de assinalamento dos canais deverão estardesativadas.O seu misturador Mackie 1642-VLZ3 é o que podemoschamar de “um verdadeiro misturador de som com 4 saídasBUS”. Cada canal pode ser assinalado para qualquer umdos subgrupos sem afetar os outros subgrupos ou ajustesdentro do próprio canal, além de cada subgrupo possuir seupróprio Fader principal (master fader) e saída dedicada. Defato, uma vez que existem quatro subgrupos adicionalmenteao MAIN MIX L/R, trata-se na verdade de um misturador desom com 6 saídas BUS !27 – BOTÃO SOLOEsta chave permite que você acompanhe o desenvolvimentodos sinais através das suas saídas PHONE (conectadas afones de ouvido) ou C-R OUTS sem a necessidade deassinalamento destes canais aos mixes L/R, 1-2 ou 3-4.Você pode selecionar quantos canais preferir para a funçãoSOLO.Afunção SOLO não interrompe ou atrapalha nenhumdos outros canais ou saídas. O led indicador da função SOLOse acenderá constantemente assim que esta função forselecionada.Adicionalmente, através da chave MODE, o sistema SOLOdo seu misturador de som Mackie 1642-VLZ3 opera de duasmaneiras diferentes: uma delas é conhecida como o modoNORMAL (AFL) - algumas vezes chamado SIP e tambémconhecido comoAFL – Monitoramento pós-fader – e comomodo LEVEL SET (PFL) – também conhecido como PFL –Monitoramento pré-fader.28 – LED INDICADOR –20 (SOLO)Trata-se de um único led com duas funções totalmentedistintas! Primeiramente, a parte que trata do significado dovalor “-20”.Algumas vezes citado também como led indicadorde atividade do sinal, este led piscará nos momentos emque os sinais estiverem presentes naquele canal. Isso émuito útil para confirmar realmente se um canal está ativo.Por exemplo, um sinal de bumbo fará com que o led pisquenos picos de sinal gerados pela batida do bumbo, enquantoque reagirá de forma moderada e constante ao sinal de umsintetizador, por exemplo.Agora, a outra parte conhecida como parte SOLO. Assim queumachaveSOLOéativadaemumdeterminadocanal,esteledsemanteráiluminadoconstantementesempiscar.Elesetornarámaisbrilhantedoquequandoindicar “–20”.Operandoemconjuntocom o RUDE SOLO LIGHT, você poderá encontrar facilmenteumachaveSOLOdemodorápidoeprático.29 – LED INDICADOR OL ( MUTE)Outro led indicador muito útil que opera de dois modostotalmente distintos. Primeiramente, falaremos sobre o modo“OL”. Neste caso, a sigla “OL” significa Distorção (Overloadem inglês) ou clipagem. Obviamente você não desejará quenem uma coisa nem outra aconteça no seu som, contudo,durante o processo de gravação e mixagem, estas coisasinfelizmente poderão ocorrer.Aclipagem ocorre com qualquermisturador de som, um vez que tratasse de um ponto ondea voltagem do sinal excede a voltagem fornecida que alimentaaquele circuito. O led indicador “OL” do seu misturadorMackie 1642-VLZ3 irá avisar-lhe imediatamente antes que aclipagem ocorra, portanto, avisando-lhe em tempo para quevocê tome as atitudes necessárias. Neste caso, cheque osníveis dos sinais diretamente conectados àquele canal ouque estejam passando através dele e execute novamente oprocedimento de ajuste dos canais como descrito no iníciodeste Manual. Caso isso não resolva, cheque se não há umganho excessivo obtido através do equalizador EQ e aposição do ganho GAIN daquele canal. Tal qual o ledindicador –20, este led permanecerá aceso enquanto houverum sinal estável operando através do respectivo canal.Agora falaremos sobre o outro modo, o modo MUTE(emudecedor). Partindo do princípio que os seus níveis estãoajustados adequadamente (ou seja, sem distorção presentenos sinais), o led indicador “OL” não deverá piscar nunca.Contudo, este led se acenderá assim que a chave MUTE foracionada. Caso você necessite de um guia rápido para asfunções destes leds, note que:30 – CHAVE MUTEO acionamento da chave MUTE presente em cada canal farácomqueosinalsejaemudecido,ouseja,proporcionaomesmoresultadoobtidocomoabaixamentocompletodoFaderdocanal.Qualquer assinalamento de canal para L/R, 1-2 e 3-4 seráinterrompido.Asmandadasauxiliarespós-AUXserãosilenciadastambémassimcomosinaisenviadospelassaídasDIRECTOUTSdos canais 1 a 8. Obviamente, neste caso o led indicador OL(MUTE)começaráapiscar.AsmandadasauxiliaresPREAUX,amandadaINSERTdoscanaiseomodoSOLO(nomodoLEVELSET (PFL)) continuarão operando normalmente com a funçãoMUTEacionada.

×