O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Manual do Acordeon VENEZA

1.478 visualizações

Publicada em

Fenix Veneza Acordeões
Já conhecida com sua tradicional linha de teclados a Fenix apresenta mais um instrumento para atender a rica diversidade de ritmos e estilos do Brasil. Os acordeões Fenix Veneza são projetados e construídos com base nos tradicionais acordeões italianos, as molas de aço dos mecanismos são importados da Alemanha, processadas com máquinas de alta precisão, e montados à mão, o que garante timbres perfeitos e um fluxo de ar abundante e vigoroso. Os baixos também possuem um projeto exclusivo, os componentes dos acordeões são fabricados com chapa de liga de alumínio similares aos usados na fabricação de aeronaves, ao invés dos tradicionais elementos e aramados de ferro. Os produtos que levam essa marca são realmente diferenciados, dada a qualidade dos recursos que oferecem. Os acordeões Fenix Veneza possuem fino acabamento e características superiores a qualquer outro modelo de sua categoria.

Os produtos Fenix resgatam o prazer de tocar um instrumento. Fenix é uma marca de propriedade da Habro Music.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Manual do Acordeon VENEZA

  1. 1. ACORDEON Manual do Usuário
  2. 2. 2 | Acordeon Veneza Obrigado por adquirir um acordeon Fenix! Para aproveitar melhor o seu instrumento e prolongar sua vida útil, pedimos que leia este manual e guarde-o para consultas futuras. O acordeon é um instrumento musical aerófono composto por um fole, e duas caixas harmônicas de madeira. É tocado pela compressão ou expansão do fole enquanto pressionamos botões ou teclas, permitindo que o ar passe pelas palhetas que vibrarão produzindo o som. Com a mão direita tocamos o teclado como também podemos acionar os registros para conseguir outros sons. Em alguns acordeons menores, o polegar não é usado. Com a mão esquerda tocamos as notas dos baixos e acordes pré definidos como também podemos acionar registros, além de acionar o botão de saída de ar com o polegar. Com o pulso esquerdo, encaixado na correia de pulso, podemos usar o braço esquerdo para abrir e fechar o fole. O acordeon é segurado por várias correias. Para acordeons maiores, as correias dos ombros devem ser usadas. Para acordeons menores, é usada apenas uma correia de ombro ou apenas as correias de pulsos. • Evite expor o instrumento à variações de temperatura, pois a umidade pode condensar nas palhetas e causar sua oxidação. • Não fume nem deixe o instrumento próximo de chamas ou velas. Existem materiais inflamáveis na construção de seu instrumento. • Caso toque o instrumento sentado apoiando-o em suas pernas, certifique-se de apoiá-lo pela caixa de madeira e nunca pelo fole. • Nunca movimente o fole sem que haja alguma tecla ou botão pressionados, quando quiser movimentar o fole sem produzir som, faça-o com o botão de saída de ar pressionado. •Verifique sempre as condições das correias e de seus pontos de fixação antes de suspender o instrumento. • Sempre toque o instrumento após ajustar as correias firmemente, isso não só facilita tocar como também reduz o risco de acidentes. Depois de terminar de tocar, você deve travar o fole do instrumento, colocá-lo na caixa ou cobrir com um pano para mantê-lo limpo, então você pode guardá-lo de pé em local seco. Ele não pode ser guardado na horizontal pois o revestimento do conector do gongo interno irá cair e distorcer e afeta a correção do som. • Ao tocar, não permita que a ponta da fivela do cinto da sua calça, objetos pontiagudos ou argolas das alças, ou outros materiais rígidos encostem no fole ou corpo acordeon, não puxe o fole até o fim do seu limite, pois sua vida útil será reduzida. • Tome muito cuidado evitando impactos, quedas, próximidade de fogo, proximidade a aquecedores, exposição ao sol. • Para transportar o instrumento, não o faça com o fole aberto, você deve sempre travar o fole e colocar o acordeon no case, que é apropriado e confiável. INTRODUÇÃO IMPORTANTE
  3. 3. 3Acordeon Veneza | Para muitas pessoas, a melhor posição para tocar é sentada. Ao tocar, observe as precauções a seguir: 1. Mantenha as costas eretas. 2. Para tocar sentado, escolha um assento que você possa apoiar os pés no piso para maior controle. 3. Seu cotovelo direito deve estar afastado para permitir um bom posicionamento da mão. 4. Os dedos devem estar curvados sobre as teclas para que estas sejem pressionadas com as pontas dos dedos. 5. Passe as correias pelos dois ombros (modelos maiores), deixando a caixa direita do acordeon encostada firmemente em seu corpo. Caso você não sinta que o aperto das alças está suficiente, ajuste a fivela das correias. 6. Ao passar sua mão pela cinta de segurança dos baixos, você deve apoiar a cinta nas costas do pulso para poder abrir e fechar o fole. Caso você não sinta que o aperto da cinta está suficiente, você pode girar o disco da cinta na extremidade superior para ajustar o aperto. 7. Durante as pausas ou quando a música terminar, mas o fole ainda não tiver voltado à sua posição original ou caso deseje mexer no fole sem que ele produza som, você deve pressionar o botão de saída de ar com seu polegar para que o ar possa sair pelo respiro. 8. Para enriquecer a interpretação e o timbre enquanto toca, registros com diversas quantidades são montados nos acordeões com no mínimo 48 baixos 32 teclas. Ao tocá- lo, você pode pressionar o registro até o fim e muitos tipos de sons similares a outros instrumentos musicais podem ser executados por tal chaveamento. 9. Usando os registros da seção dos baixos, você pode controlar o timbre de acordo com a modulação da seção do teclado. 10. Não pressione parcialmente um registro nem pressione dois registros ao mesmo tempo pois os componentes podem não apresentar o resultado desejado. O som do acordeon é gerado pela passagem de ar pelas palhetas montadas no castelo, portanto é gerado tanto quando abrimos ou quando fechamos o fole que é movimentado pelo braço esquerdo. A força do movimento aumenta o fluxo de ar portanto quanto maior a força, mais alto é o som gerado. O ar somente poderá passar pelas palhetas quando houver teclas ou botões pressionados. TOCANDO O INSTRUMENTO FUNCIONAMENTO
  4. 4. 4 | Acordeon Veneza 2 1 8 9 5 3 4 6 7 9 8 Registros são teclas que modificam o som, alternando quais oitavas são tocadas ou não quando a tecla ou botão é pressionada(o). Estão localizadas acima das teclas do teclado ou próximos ao fole na caixa dos baixos. Também servem para se obter sons que imitam instrumentos como Bassoon, Piccollo, Mussette, Clarinete, Bandoneon, Orgão, Violino, Flauta, Flautim, Oboé, Saxofone entre muitos outros. O teclado é basicamente o teclado de um piano colocado na vertical, com as notas mais graves para cima e as mais agudas para baixo. Tocado com a mão direita ao pressionar uma tecla do teclado, ela permite a passagem do ar do fole pelas palhetas e assim o som é gerado. Nota No desenho ao lado, o som da tecla preta é um semitom acima ou abaixo de uma tecla branca. Ex: a primeira tecla preta é um semitom acima da tecla F (F#), ou um semitom abaixo da tecla G (G#). A escala musical anotada nas teclas brancas toma como base o som do acordeon quando acionamos os registros ou toma o som do acordeon sem a ação dos registros como base. 1. Teclado 2. Registros do Teclado 3. Baixos 4. Registros dos Baixos 5. Fole 6. Correia de mão 7. Base com pés 8. Travas do Fole 9. Elos de fixação das correias dos ombros ESTRUTURA REGISTROS TECLADO F A2 G1 C1 E3 D2 A C3 B1 E1 G3 F2 G B2 A1 D1 F3 E2 B D3 C2 F1 A3 G2 41 Teclas 37 Teclas 34 Teclas 30 Teclas 25 Teclas
  5. 5. 5Acordeon Veneza | 120 Baixos _______ __ __ __ 96 Baixos 80 Baixos ________ __ __ __ ___ __ 60 Baixos 48 Baixos _________ __ __ __ ___ __ 32 Baixos 16 Baixos _____________ __ ___ ___ ___ ___ ___ ___ __ 12 Baixos ___ diminuta ____________ sétima ___________________ menor __________________________ maior ___________________________ fundamental ___________________________________ contrabaixo D F♯ A♯ D C E G♯ C G B D♯ G F E♭ B ♭ G♭ D♭ G♭ M D♭ M G♭ m D♭ m G♭ 7 D♭ 7 G♭ dim D♭ dim A C♯ F A♯ D F♯ B ♭ G♯ C E A♭ D♯ G B E♭ C♯ E B E M B M E m B m A 7 E 7 B 7 A dim E dim B dim F A A♯ M D M F♯ M B ♭ M G♯ M C M E M A♭ M D♯ M G M B M E♭ M C♯ M F M A M A♯ m D m F♯ m B ♭ m G♯ m C m E m A♭ m D♯ m G m B m E♭ m C♯ m F m A m A♯ 7 D 7 F♯ 7 B ♭ 7 G♯ 7 C 7 E 7 A♭ 7 D♯ 7 G 7 B 7 E♭ 7 C♯ 7 F 7 A 7 A♯ dim D dim F♯ dim B ♭ dim G♯ dim C dim E dim A♭ dim D♯ dim G dim B dim E♭ dim C♯ dim F dim A dim D♭ A♭ A A M A m Nota Os botões dos baixos também são chamados de botões de subtom. São entitulados como baixos, em outras palavras subtom Os baixos são botões tocados com a mão esquerda que exercem a função de baixo (como a tuba numa banda ou a mão esquerda em um piano), tocando notas e acordes, num ritmo eterminado pelo estilo de música (também podem ser pressionados o baixo e o acorde simultâneamente para exercer a função do teclado), mais usado em peças clássicas e dobras. BAIXOS
  6. 6. 6 | Acordeon Veneza A lista de dicas de manutenção a seguir além de prolongar a vida útil de seu instrumento também garante a melhor performance e pode poupar tempo e dinheiro com serviços técnicos. Entretanto, nunca tente fazer reparos pessoalmente, em caso de danos leve seu instrumento a um técnico qualificado. Dicas 1. Seja cuidadoso com a limpeza de seu instrumento, além de preservar a beleza do acabamento, você evita que poeira e umidade possam danificar os mecanismos e componentes internos. 2. Sempre mantenha seu acordeon em local limpo e seco, caso o ambiente não esteja confortável para você, provavelmente também não será adequado para deixar seu instrumento. Evite locais muito quentes ou muito frios. 3. Cuidado ao manipular o acordeon, especialmente com suas teclas e botões. 4. Quando o acordeon não estiver sendo usado ele deve ser mantido em pé , evite trancos que podem deslocar as palhetas os desalinhar válvulas e mecanismos dos baixos. 5. Não deixe o acordeon em locais onde possa sofrer pancadas ou quedas. Manutenção periódica de rotina Mesmo que o acordeon esteja em perfeito estado, dependendo da frequência de uso e especialmente se for usado em ambientes externos, seu acordeon deve ser inspecionado pelo menos a cada dois anos, alguns profissionais agendam revisões anuais de seus instrumentos. Durante a revisão, o técnico irá realizar a limpeza e lubrificação completas, inspecionar o funcionamento, couros, etc, ajustar a afinação se necessário, etc. Limpeza Evite usar óleos ou outros produtos comerciais para couro a maioria deles atrai muito pó. Caso o couro comece a ressecar ou rachar, pode se tentar o uso de um umidificador de ambiente, por um tempo moderado, caso contrário o benefício para as partes de couro pode causar danos às partes metálicas. Não use produtos de limpeza abrasivos ou à base de álcool pois podem causar danos às partes plásticas. Nãotentelubrificarnadadentrodoseuinstrumentopoisexistemáreas(comoaspalhetaspor exemplo) que precisam ser mantidas secas, a lubrificação dos mecanismos e componentes internos deve ser feita somente por pessoal qualificado com silicone líquida especial pois outrosóleosoulubrificantespodematrairpóquepodeengriparoudanificarosmecanismos. MANUTENÇÃO E CUIDADOS
  7. 7. 7Acordeon Veneza | Armazenamento Jamais carregue seu instrumento com o peso de uma das caixas forçando o fole. Sempre trave o fole com ambas as travas antes de transportar o acordeon. Evite armazenar o acordeon em posição lateral, pois os couros das válvulas das palhetas poderão sofrer ação da gravidade e comprometer seu funcionamento. Nunca armazene seu acordeon na diagonal. Para armazená-lo de pé, certifique-se que o teclado esteja para cima e que haja apoio suficiente para evitar quedas. Caso contrário, para armazená-lo deitado, certifique-se que o teclado esteja virado para cima, para que o efeito da gravidade não mantenha as palhetas abertas nem que o mecanismo dos baixos fique apoiado sobre os botões. Para transporte A melhor posição para o transporte é em pé dentro do case e com o teclado para cima. Sempre que possível providencie uma superficie macia como almofadas ou algo assim para minimizar os trancos, bem como mantê-lo encostado e amarrado ou calçado para não tombar. Caso ocorram impactos fortes, o mecanismo dos baixos pode se deslocar. Apesar dele ser construído para suportar a pressão nos botões, caso sofra um tranco forte, ele pode deslizar para fora de sua posição.
  8. 8. /HabroMusicBrasil www.habro.com.br/fenix

×