Os escaninhos profundos e desconhecidos pela grandemaioria...Inteligência do Exército protege BarbosaEdição do Alerta Tota...
institucional que se desenha com o resultado do julgamento doMensalão – que deve atingir em cheio a cúpula petralha, ainda...
Na avaliação mais tímida da comunidade de informações – queprotege Barbosa e também vigia, cuidadosamente, todos os prováv...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os escaninhos profundos e desconhecidos pela grande maioria

2.927 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.652
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os escaninhos profundos e desconhecidos pela grande maioria

  1. 1. Os escaninhos profundos e desconhecidos pela grandemaioria...Inteligência do Exército protege BarbosaEdição do Alerta Total – www.alertatotal.net - 23/09/2012Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.netExclusivo - O Exército escalou seus mais confiáveis e melhoresoficiais de inteligência, lotados na Abin, para dar proteção ao ministroJoaquim Barbosa – relator do processo do Mensalão no SupremoTribunal Federal. Ao montar esquema especial para dar segurança aBarbosa – que sempre foi avesso a isto -, empregando seus homenslotados na Agência Brasileira de Inteligência, o EB atropelou o Paláciodo Planalto e a cúpula da Polícia Federal ligada aos esquemaspetralhas de poder.Apenas como contraponto: os ministros Ricardo Lewandowski e JoséDias Toffoli também contam com proteção intensa. Só que de agentesda Polícia Federal – e não da turma verde-oliva lotada na Abin. Aproteção a Barbosa não é só física. Tudo que se fala dele e sobre ele,nos ambientes de poder, também é monitorado. Além disso, todo osistema telefônico da residência e de seu gabinete no STF foi alteradoe passa por uma constante ação de pente fino.A iniciativa de proteger Barbosa tão intensamente gera uma crise. APresidenta Dilma Rousseff, como Comandante-em-chefe das ForçasArmadas, sequer foi consultada sobre a medida. A blindagem aoBarbosa foi decidida entre alguns integrantes do Alto Comando doExército e o General José Elito, do Gabinete de SegurançaInstitucional da Presidência. Aumentará em muito a guerra não-declarada e a insatisfação pessoal mútua entre Dilma e seu ministroElito.No fundo, a proteção especial a Barbosa é mais uma operaçãomontada pela chamada “Comunidade de Informações” que sempretenta agir de forma invisível – embora quase sempre não consiga emuma Brasília cercada de ouvidos eletrônicos em todos os buracos dopoder. Em tempos passados, tal comunidade era famosa por vigiar edetonar a esquerda explicitamente. A turma do SNI botava medo. Aturma da Abin ligada ao EB – onde a petralhada ainda não conseguiuse infiltrar explicitamente – tenta ser mais “light”.Agora, pelo menos no reservado discurso da comunidade deinformações, a ordem é não contribuir para ampliar um vácuo
  2. 2. institucional que se desenha com o resultado do julgamento doMensalão – que deve atingir em cheio a cúpula petralha, ainda comconsequências imprevisíveis de um respingo escatológico no mito LuizInácio Lula da Silva (que ainda alimenta o sonho de voltar àPresidência da República).A tensão entre Dilma e a caserna pode aumentar ainda mais com oMensalão. Já era enorme por causa da Comissão da Verdade quetomou a decisão fora da lei de perseguir os agentes do Estadoacusados de cometer crimes apenas na Era pós-1964. Apoiada porDilma, a CV quebrou um acordo firmado com os militares, costuradoquando Nelson Jobim era ministro da Defesa, de que os crimes desequestro, terrorismo e assassinato cometidos pelos militantes deesquerda também seriam investigados.Alguns Generais já se sentem traídos por Dilma. Mas se a traição vaigerar consequências institucionais é um desdobramento imprevisível.A cúpula militar na ativa é publicamente contrária a qualquer virada demesa. Se os Generais pensam, sinceramente, da mesma forma, naintimidade, são outros quinhentos batalhões. Dilma e seusradicalóides estão provocando a onça com varinha curta.Além disso, com o próprio Ministério da Defesa, a cúpula militar nuncase sentiu satisfeita por ficar simbolicamente subordinada ao ministroCelso Amorim que tem como assessor-especial José Genoíno – ex-guerrilheiro da luta armada pós-64 e com grandes chances de sercondenado no processo do Mensalão em que o agora protegidoJoaquim Barbosa brilha como “grande herói” da República. Na ironia,os militares sõ não têm mais bronca de Genoíno porque alegam queele entregou, sem qualquer tortura, todos os seus companheiros naGuerrilha do Araguaia...Indo de uma cachorrice a outra cachorrada, a inteligência militar temeque a petralhada arme ilegalidades para obstruir o julgamento doMensalão. A mais previsível já se tornou pública e, se acontecer, podeser a senha para a abertura da portinha do vácuo institucional: que onovo ministro do STF, Teori Zavascki, indicado pelo ex-marido deDilma Rousseff, tome posse e cometa a imprudência de pedir vistasdo processo de mais de 50 mil páginas do Mensalão. Se tal manobraembromatória for adotada, para atrasar o resultado final do julgamentoem até seis meses, nem Deus sabe o que poderá acontecer...A leitura de nossa conjuntura atual é bem simples e roceira. A vaca jáestá no brejo. Se o Boi vai também... Aí são outros R$ 350 milhões dereais desviados e divididos pelos bandidos no esquema do Mensalão.
  3. 3. Na avaliação mais tímida da comunidade de informações – queprotege Barbosa e também vigia, cuidadosamente, todos os prováveiscondenados na Ação Penal 470 -, o ex-presidente Lula da Silva teriapelo menos 35 milhões de motivos concretos para se preocupar – emuito – com as consequências de ter tantos companheiros e parceirosvendo o sol nascer quadrado...Enquanto o mito Lula pode se desmantelar entre os segmentosesclarecidos (ou entre os menos ignorantes), o mito de JoaquimBarbosa começa a ser construído e lapidado. Resta aguardar parasaber quem será beneficiado com a demolição de um e a edificaçãode outro. Enquanto isto, os militares ficam iguaizinhos àquelepapagaio verde-oliva da piada do português. Nada falam... Masprestam uma atenção...“E sabem de absolutamente tudo que acontece no Brasil” – comofez questão de ressaltar um quatro estrelas numa certa noite estreladade um jantar fechadíssimo na caserna, com todo mundo vestindo após-moderna farda de civil sem gravata - exceto o coronel dainteligência e das Forças Especiais, trajado feito um Rambo, paragarantir a proteção na porta do salão...O perigo é que aqueles que fingem não saber de nada continuamagindo no submundo do Governo do Crime Organizado... Até quando?Nem Deus deve saber mais... Ou será o Barbosa (um dos Deuses doSupremo e agora um togado blindado pelas fardas da inteligência)sabe?Se souber, conta que a gente divulga por aqui... Até porque, nestemundo pontocom, nem a identidade do pobre do Batman é maissecreta... O verdadeiro endereço da Batcaverna, talvez...No meu entender a medida é benfazeja. Imagino que deve termuita gente interessada em "apagar" o ilustre Ministro. Apetralhada está desesperada e é capaz de tudo para atingir seusobjetivos espúrios.

×