Tipos de indicadores

2.769 visualizações

Publicada em

Indicadores de desempenho

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.769
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos de indicadores

  1. 1. 1 Tipos de Indicadores Por Carlos Reis
  2. 2. 2 Conceito • “Características mensuráveis de processos, produtos ou serviços, utilizadas pela organização para acompanhar, avaliar e melhorar o seu desempenho”. • OS INDICADORES NECESSITAM DA DEFINIÇÃO DO QUE MEDIR E O PADRÃO DE REFERÊNCIA DE COMPARAÇÃO …
  3. 3. 3 O que medir... Observam-se os objetivos relacionados aos níveis de: Organização Processo Trabalho/Executor
  4. 4. 4 Medir os objetivos em 3 níveis
  5. 5. 5 • “MEDIMOS PARA QUE POSSAMOS MONITORAR, CONTROLAR E APERFEIÇOAR O DESEMPENHO DO SISTEMA EM TODOS OS TRÊS NÍVEIS.” • (Geary A Rummler) Gerenciamento do desempenho
  6. 6. 6 A partir dos indicadores, podemos definir índices e, a partir destes, estabelecer padrões e metas. 1. Índice: é o valor numérico do indicador num determinado momento. 2. Padrão: é um índice arbitrado ou convencionado como referência de comparação para o indicador. 3. Meta: é o índice desejado para o indicador a ser alcançado por um processo num determinado período de tempo.
  7. 7. 7
  8. 8. 8 PADRÕES DE DESEMPENHO • Padrões Históricos => A utilização dos padrões históricos consiste em comparar o desempenho atual com desempenhos anteriores. Os padrões históricos devem ser usados quando se deseja verificar se a operação está melhorando em relação ao passado. • Padrões de Desempenho Alvos => Esses padrões são estabelecidos arbitrariamente para refletir um nível de desempenho visto como adequado ou razoável. Ex.: ganhar $1 milhão.
  9. 9. 9 PADRÕES DE DESEMPENHO • Padrões de Desempenho da Concorrência => A idéia deste padrão é comparar o desempenho da organização com o da concorrência. A vantagem deste tipo de padrão é que não se concentra em padrões internos, sendo estratégico para o melhoramento. • Padrões de Desempenho Absolutos => São padrões relacionados com objetivos teóricos como o de “zero defeitos”, ou seja, o alcance do grau de excelência.
  10. 10. 10 Tipos de Indicadores • Indicadores de Eficiência • Indicadores de Eficácia • Indicadores de Capacidade • Indicadores de Produtividade • Indicadores de Qualidade • Indicadores de Lucratividade • Indicadores de Rentabilidade • Indicadores de Competitividade • Indicadores de Efetividade • Indicadores de Valor
  11. 11. 11 Eficiência •Fazer certo a coisa. •Foco no processo. •Ligada aos recursos aplicados. •Reduzir os custos. Relação das entradas consumidas com as metas estabelecidas.
  12. 12. 12 Eficácia • Fazer a coisa certa. • Foco no produto. • Obter resultados. • Aumentar o lucro. Relação das saídas geradas com as metas estabelecidas.
  13. 13. 13 Exemplo • Construir a ponte com os melhores recursos eficiente; • Terminar de construir a ponte eficaz; • Mas se a ponte levou o nada a lugar nenhum, não foi efetiva! • 100 % eficaz, não garante o sucesso! Se o objetivo é mal traçado, 100% eficaz é 100% ruim.
  14. 14. 14 Capacidade • O indicador de capacidade relaciona uma determinada produção realizada em um intervalo de tempo. • Cada máquina tem a capacidade de produzir 1000 peças por dia.
  15. 15. 15 Produtividade • Representa o resultado da relação entre as saídas de um trabalho e os recursos utilizados para sua produção. • Não é representado em forma de percentual • Podem ter diversas medidas, como, quantidade por homens/ hora/ máquina. RELAÇÃO DAS SAÍDAS GERADAS COM AS ENTRADAS CONSUMIDAS
  16. 16. 16 Exemplo • Analisando o trabalho de uma área de produção, verificou-se que cinco diretores expediram 1000 boletins em 1 hora de trabalho. Assim, teríamos: • Produção: 1000 boletins • Recursos consumidos: 5 diretores e 1hora • IP = 1000 = 200 boletins/diretor/hora 5
  17. 17. 17 Qualidade • Qualidade do processo eficiência; • Qualidade do produto eficácia; • Qualidade para o cliente efetividade. • Qualidade é a relação entre as saídas totais e as conforme ou adequadas ao uso (sem defeitos, desvios, problemas ou erros) TOTAL DE DESVIOS/PROBLEMAS/ERROS x 100 QUANTIDADE TOTAL PRODUZIDA
  18. 18. 18 Exemplo • Se a diretora da Escola X expediu 40 boletins errados em 200 boletins que se preparou ao todo, o indicador de qualidade irá apontar: • (160 boletins corretos x 100) = 80% 200 boletins totais • 80% de conformidade ou 20% de oportunidade de melhoria!
  19. 19. 19 Lucratividade • Mede a relação entre os valores ($) obtidos pelo lucro e o valor total das vendas. • É demonstrado em forma de percentual. LUCRATIVIDADE = LUCRO / SAÍDAS GERADAS
  20. 20. 20 Rentabilidade • Rentabilidade indica o percentual de remuneração do capital investido na empresa. • A rentabilidade esperada para micro e pequenas empresas é de 2% a 4% ao mês sobre investimento. Rentabilidade = Lucro Líquido / Entradas
  21. 21. 21 Exemplo - Lucro Líquido mensal: R$ 2.000,00; - Investimento total: R$ 80.000,00; - Taxa de rentabilidade: 2,5 % ao mês. O prazo de retorno do investimento realizado é calculado da seguinte forma: - Prazo de retorno: 40 meses. Prazo = Investimento / Lucro Líquido.
  22. 22. 22 Competitividade • Relação de concorrência que se estabelece entre 2 ou mais organizações no sentido de atender as necessidades de um mesmo cliente. • Pode ser avaliado com, por exemplo, a participação do mercado que a empresa possui. • Para que a organização seja competitiva é necessário ter qualidade e produtividade.
  23. 23. 23 Efetividade • Fazer certo as coisas certas. Para a organização ser EFETIVA, precisa ser, também, EFICIENTE e EFICAZ. • Apresentar resultados globais positivos ao longo do tempo (permanentemente).
  24. 24. 24 Efetividade • Em ONG’s a efetividade pode estar ligada a missão ... Exemplo: uma escola não deseja apenas que seus alunos se formem, mas que consigam se colocar no mercado. • Dentre as atividades gerenciais, uma das que mais se destacam é o acompanhamento Pós-venda.
  25. 25. 25 Valor Valor é a razão entre o que se recebe e o que se dispende. benefício s custos Monetários Tempo Energia Intangíveis Práticos Intangíveis Valor = benefícios = ____benefícios práticos + benefícios intangíveis_______ custos custos monetários + de tempo + de energia + intangíveis
  26. 26. 26 Indicadores & Estratégia • Os objetivos e metas podem variar em função do tempo, por exemplo: – Hoje: Reduzir custos (meta), indicador de eficiência; – Amanhã: melhorar o atendimento ao cliente, indicadores da qualidade.
  27. 27. 27 Limitações • Um indicador não diz o que fazer para melhorar, ele apenas oferece relações numéricas que refletem a situação atual. • Se hoje estamos gastando R$ 1.000,00 para atender a 500 clientes, o indicador não vai dizer se isso é bom, ruim ou se está de acordo com o esperado.

×