Bom história de sergipe

3.247 visualizações

Publicada em

Apresentação de forma prática e com slides, muito bom.. Pelo menos eu gostei.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.247
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Neste passo mostra como sergipe era dominado política e economicamente pela Bahia.
  • Causas da crise de 1950 na industria em Sergipe.
  • Bom história de sergipe

    1. 1. Historia de Sergipe Concurso
    2. 2. A pré-história deSergipe• A pré-história e o período quevai do surgimento do homemate o surgimento da escrita .• A arqueologia e a ciência queestuda os grupos humanosmuito antigo.• Em Sergipe o materialarqueológico vem sendopesquisado desde o século XIX.• Os principais pólosarqueológicos de Sergipe são:Canide, Cristinapolis, SantoAmaro, Divina Pastora, FreiPaulo, Lagarto e Pacatuba.
    3. 3. Os índios do Brasile de Sergipe• Principais grupos indígenaseram: Tupi, Je, Narauque e osCaribe.• Em Sergipe viviam dois dessesgrupos: os Je e os Tupi.• Os Jes habitavam os sertões eos Tupis o litoral de Sergipe.
    4. 4. A conquista deSergipe• Em 1501 Sergipe passa a seralvo de participação portuguesacom a chegada ao território dosportugueses Gaspar de Lemose Américo Vespucio, seguidospor Martin Afonso de Souza em1531.• No período das capitaniashereditárias , o atual território deSergipe fazia parte da capitaniada Bahia, que foi doada aFrancisco Pereira Coutinho.• Com a morte de FranciscoCoutinho, D. João III tornouSergipe uma capitania real.
    5. 5. Origens do nome de SergipeSiriipe ( rio dossiris)Siriipe ( rio dossiris)Sirigi SirigipeSeregipeSergipeSergipe
    6. 6. Franceses emSergipe• Desde o inicio da colonizaçãoportuguesa no Brasil osfranceses se interessaram pelasriquezas existentes em Sergipe.• Essas riquezas eram : pau-Brasil, pimenta e algodão.• A grande relação exercida pelosfranceses foi o não uso deviolência contra os indígenas.
    7. 7. Os jesuítas emSergipe• Formada por padrespertencentes a ordem daCompanhia de Jesus vierampara o Brasil como intuito deimpedir o avanço doprotestantismo.• Os mais famosos foram José deAnchieta e Manoel da Nóbrega.• Somente em 1575 teve inicio aprimeira tentativa de catequesedos indígenas de Sergipe( Gaspar de Lourenço e JoãoSalonio).• Esse processo não rendeumuitos frutos devido a
    8. 8. Interesses porSergipe.• Tomar posse das terras índios eescraviza-los.• Ligar por terra a capitania daBahia a Pernambuco.• Criar gado e plantar cana-de-açúcar.• Expulsar os franceses.• Explorar minérios no sertão.
    9. 9. A primeira Invasão( 1575)• Empreendida por Luis de Brito.• Os índios foram derrotados.• O cacique Surubi morreujuntamente com mais de milíndios.• Outros 1200 foram feitos deprisioneiros ou fugiram para osertão.
    10. 10. A conquista de Sergipe(1590)• A invasão de Luis de Brito em1575 não deu inicio acolonização imediata.• Porém em 1589, Cristóvão deBarros marchou para Sergipecom um exercito de 5000 milhomens e derrotou a ultimaresistência indígena e aoamanhecer do dia 01 de janeirode 1590, chegava ao fim aguerra de Sergipe , com a vitoriadas tropas portuguesas.
    11. 11. O inicio dacolonização• A primeira capital levou o nomedo seu fundador Cristóvão deBarros - São Cristóvão.• De inicio são Cristóvão nãopassava de acampamento desoldados.• A principio a cidade selocalizava próximo próximo afoz do rio Sergipe e em 1607 foitransferida para a colinapróxima ao rio Vaza-Barris.• Entre as dificuldades paracolonização destacam-se: osataques dos piratas franceses, oataque dos índios rebeldes,
    12. 12. A mineração emSergipe• Empreendida por Belchior DiasMoreia.• Iniciou-se na fazenda jabiberi,próximo ao rio real, e partiu emdireção ao sertão da Bahia.• Encontrou salitre e pedraspreciosas no Canyon do sãoFrancisco e nas serras dosertão.• Desenvolveu um expedição aItabaiana em 1619.• belchior morreu em 1622
    13. 13. Os holandeses emSergipe• Os interesses dos holandeses em Sergipeeram : recolher os rebanhos sergipanos,construir fortes no território, controlar acapital: São Cristão, procurar jazidas dematais no sertão.• Desenvolvimento da política de terra arrasada( conde Conde de Bagnoulo).• A retomada iniciou-se em 1645, quando osportugueses conquistaram o forte holandêsde Rio Real e São Cristóvão foi cercada,obrigando os holandeses a se renderem.• Porém a expulsão definitiva do ocorreu em1646, na batalha do Urubu ( atual própria)
    14. 14. Historia de Sergipe II Concurso
    15. 15. Emancipação política de Sergipe• Sergipe durante muito tempo foi comandada pelogoverno provincial da Bahia.• A capitania Sergipe possuía dependênciapolítica(o capitão-mor era escolhido pelogovernador da Bahia) e econômica (asexportações se realizavam pelo Porto deSalvador).• Através da independência, e com a divisão,Sergipe perdeu cerca de 18000 Km² para a Bahia.
    16. 16. Luta pela independência• A primeira tentativa de emancipação se deu em 08/07/1820 quando o reiD.João VI declarou Sergipe independente, nomeando para governar estacapitania o brigadeiro Carlos César Bulamarqui.• Os baianos não obedeceram a ordem do imperador, invadiram Sergipe eaprisionaram o governador Carlos César Bulamarqui.• Após essa primeira, frustrada, tentativa Sergipe passou a lutar ao lado deD.Pedro pela independência do Brasil com o intuito de garantir a consequenteindependência de Sergipe.• O imperador enviai o general Pedro Labatut e Rodrigo de Lamare a Sergipepara combater a tropas portuguesas na Bahia.• Sergipe auxilia o general e em 05/12/1822 D.Pedro decreta valido aindependência de Sergipe.
    17. 17. Sociedade patriarcal e escravista• Desde a colonização Sergipe sempre foi patriarcale escravista.• A sociedade era dividida em três diferentesgrupos econômicos : classe dominante( grandes proprietários de terras e altosfuncionários do governo), homens livres( funcionários públicos, religiosos, pequenosproprietários e comerciantes) e escravos.• A sociedade era dividida socialmente em :caboclo ( índio +branco), cafuzo ( índio +negro) e mulato (braço + negro).
    18. 18. A economia da província• O pau-Brasil: desenvolvido desde 1565 em inicialpelos índios e franceses e posteriormente entre índiose portugueses.• O gado: era utilizado por diversas formas ( alimento,transporte e forca motriz). Possibilitou, também, aformação de povoados como: Nossa Senhora daGloria, Cemitério ( Aquidaba), Carira, Campos ( TobiasBarreto), Simão Dias, Enforcados ( Dores), Curral doBuraco ( Porto da Folha).• A mandioca: possibilitou a ocupação do agrestesergipano, do desenvolvimento da pequena
    19. 19. Sociedade e cultura sergipana• No inicio do século XIX Sergipe possuía cerca de72.236 habitantes divididos em caboclos, cafuzos eMulatos.• Contava, ainda ,com uma cidade ( São Cristóvão) esete vilas : Itabaiana, Lagarto, Santa Luzia do Ithayn,Santo Amaro das Brotas, Vila Nova ( Neopolis), Tomardo Gerúndio e Própria.• Em 1824, Sergipe possuía 233 engenhos e em 1840 jáeram 344.• Um marco do inicio do desenvolvimento cultural em
    20. 20. Aracaju, A nova capital• Aracaju foi elevada a condição de cidade e capitalda província em 17/03/1855, segundo a resolução413 aprovada pela assembléia legislativaprovincial.• Essa historia só passa a ter fundamento a partirde 1853 com a nomeação de Inácio JoaquimBarbosa para presidente da província.• Causas da mudança: Geográfica ( SãoCristóvão não tinha estrutura portuária ),Econômica ( a maior parte das exportaçõessergipanas eram feitas pela barra do rio Sergipe e
    21. 21. A resolução 413Determinava• O arraial de Aracaju seriaelevado a condição de cidade.• A nova cidade seria a sede daAssembléia Provincial.• A capital da província setransferia de São Cristóvão paraAracaju.A reação de SãoCristóvãoSão Cristóvão foicontra.Enviou protesto aoimperador D.Pedro II.Naponuceno Borges( João Bebe Água),organizou um grupode 400 homens paracombater a mudança.O padre da cidadeconvenceu osrevoltosas a nãoprosseguir com olevante.A reação de SãoCristóvãoSão Cristóvão foicontra.Enviou protesto aoimperador D.Pedro II.Naponuceno Borges( João Bebe Água),organizou um grupode 400 homens paracombater a mudança.O padre da cidadeconvenceu osrevoltosas a nãoprosseguir com olevante.
    22. 22. D.Pedro emSergipe• Desembarcou em 11 de Janeirode 1860, na atual ponte doimperador.• D.Pedro visitou vilas e cidades.• Foi recebido com grande festa.• O imperador tinha 35 anosquando governou Sergipe.
    23. 23. Sergipe na guerrado Paraguai• Na grande guerra entre o Brasile o Paraguai ( 1865-1870),lutaram 2.762 soldadossergipanos destacando-se ocoronel Oliveira Valadao e osoldado Francisco Camerino( ficou conhecido como o HeróiPaisano, devido a bravura comque lutou na batalha de Curuzu1866).• Outro participante foi o capitãoAurélio Garcindo Fernades deSá que comandou a canoeiraParnaíba.
    24. 24. A campanha Abolicionista• Os escravos da província eram muito exploradose maltratados.• De 1867 ate 1888,o ultimo ano da escravidão,aconteceram muitas fugas de escravos dosengenhos, alem das varias revoltas de negros nasvilas e cidades sergipanas.• Surgiram diversos mocambos onde destacam-sealgumas figuras como: João Mulungu,Laureano, Dionisio, Saturnino eJosé Maruim.
    25. 25. A republica em Sergipe• Movimento republicano só teve inicio em Sergipeem 1887, com a fundação do clube republicanoem Estancia.• Em 1888 o movimento contou com a participaçãode lideres como : Felisbelo Freire, JosimoMeneses, Lima Junior, Baltazar Gois, VicenteRibeiro, Silvio Romero e Manuel Curvello queorganizaram o clube republicano em laranjeiras.• Aracaju, Própria e Itaporanga contaram com oclube republicano.
    26. 26. A nova realidade política• Sergipe passou a contar com três grupos políticosos Republicanos Antigos, OsRepublicanos Novos e Os Militares.• O primeiro presidente eleito foi JoséCalazans no ano de 1894, porém osRepublicanos Antigos o substituição por JoãoVieira.• Surge, assim, dois Grupos : os Pebas ( osrepublicanos antigos ) e os Cabaus ( ex-monarquistas).
    27. 27. Sergipanos emcanudos• No ano de 1874, Antônio Conselhero andou por Sergipe usando batinaazul, sandálias de couro, rezando o terço, contando ladainhas, fazendoprofecias sobre o fim do mundo e reformando cemitérios e igrejas.• Visitou itabaiana, Campos ( Tobias Barreto), Simão Dias, Riachao do Dantase lagarto.• Em 1893 Conselhero fundou o Arraial de Canudos ou Belo Monte no sertãobaiano próximo ao rio vaza-barris.• A segunda coluna, da quarta expedição, partiu de Aracaju em direção aosertão baiano, comandada pelo general Cláudio Savaget.• Participaram cerca de 400 soldados sergipanos , do 26* batalhão e mais100 da policia estadual.• Em 05 de outubro chegava ao fim a guerra de canudos.
    28. 28. A revolta de Fausto Cardoso• Com o advento da republica em Sergipe, surgiramdois partidos os cabais, liderados por OlímpioCampos, e os pebas liderados por FaustoCardoso.• Em 1904 Fausto Cardoso, junto a outros políticossergipanos passam a fazer oposição ao padreOlímpio campos.• No dia 10 de agosto de 1906, os Faustistas com oapoio da policia atacou o Palácio do Governo eexpulsou O então governador Guilherme deCampos.
    29. 29. Sergipe no século XX• O coronelismo ( patente comprada por ricosfazendeiros).• Na agricultura destacam-se a produção de cana-de-açúcar, algodão, arroz, fumo e lavouras desubsistência.• Surgimento de fabricas de tecidos em Aracaju(2),São Cristóvão (2),Estancia (1), própria(1) eNeopolis(1).• Em 1950 uma crise obrigou diversas fabricas afecharem as portas causando, assim, um elevado

    ×