Aula Tecido ósseo 2013

3.143 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.143
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Tecido ósseo 2013

  1. 1. Tecido Ósseo Silene P. Lozzi
  2. 2. Relembre o que é uma trabécula, quais são seus componentes. Trabécula de osso sendo formada pelo processo de ossificação intramembranosa Silene P. Lozzi
  3. 3. Dê nome ao que está sendo apontado. Faça isso mentalmente… a b c d Silene P. Lozzi
  4. 4. Observe, mais uma vez, a formação de trabécula óssea por ossificação intramembranosa. a a b a c Agora, diga quem é: a) ___________ b) ___________ c) ___________ b Silene P. Lozzi
  5. 5. Identifique osteoblastos e osteócitos na trabécula óssea. Silene P. Lozzi
  6. 6. Estas células (O) são ……… Silene P. Lozzi
  7. 7. Tecido ósseo com trabéculas: esponjoso Silene P. Lozzi
  8. 8. Trabéculas ósseas confluindo para compactação. Silene P. Lozzi
  9. 9. Tecido ósseo sem espaços visíveis... compacto Silene P. Lozzi
  10. 10. Variedades de osso: esponjoso e compacto Silene P. Lozzi
  11. 11. Osso compacto. Identifique componentes a) Canal de Volkmann c b) Canal de Havers c) Sistema intermediário de lamelas d) Osteônio ou Sistema de Havers d Silene P. Lozzi
  12. 12. Diáfise em corte transversal, corada pelo método de Schmorl. http://www.icb.usp.br/mol/7-19-haversdiafise1.html Silene P. Lozzi
  13. 13. Novamente... http://www.icb.usp.br/mol/7-20-haversmedio.html Silene P. Lozzi
  14. 14. Diáfise com sistemas de Havers, sistemas intermediários, circunferencial externo e interno. Identifique-os. http://www.icb.usp.br/mol/7-27-sist-circunf.html Silene P. Lozzi
  15. 15. Observe, no osteônio, lamelas concêntricas de matriz, entre as quais estão as lacunas ocupadas pelos osteócitos Silene P. Lozzi
  16. 16. Mais imagens de osso compacto. (b) (c) Silene P. Lozzi a) Corado com HE. B) Preparado por desgaste. C) Microscopia eletrônica de Varredura.
  17. 17. Agora, já que você sabe reconhecer células e matriz óssea, vamos estudar os processos de ossificação Lembra dos nomes? Silene P. Lozzi
  18. 18. Formação dos ossos chatos do crânio. Silene P. Lozzi Observe a formação de trabéculas ósseas em meio ao mesênquima.
  19. 19. Mesênquima e início da formação de trabéculas por ossificação intramembranosa. http://www.icb.usp.br/mol/7-44-intramembr.html Silene P. Lozzi
  20. 20. Trabécula em formação. Ossificação... http://www.icb.usp.br/mol/7-45-intramembr2.html Silene P. Lozzi
  21. 21. Veja trabéculas ósseas em preparações de osso sendo formado por ossificação intramembranosa Silene P. Lozzi
  22. 22. Silene P. Lozzi
  23. 23. Novamente: Observe a formação de trabéculas ósseas em meio ao mesênquima. Qual é o nome desse processo de ossificação??? Silene P. Lozzi
  24. 24. Agora, vamos estudar ossificação endocondral... Silene P. Lozzi
  25. 25. Osso longo em articulação: Ossificação endocondral Silene P. Lozzi
  26. 26. Formação de trabéculas ósseas (matriz acidófila) em meio a restos de cartilagem (básófila). Esse é o processo de ossificação................. Silene P. Lozzi
  27. 27. Lembre-se: independente do processo de ossificação (intramembranosa ou endocondral) o primeiro osso a ser formado tem o aspecto esponjoso (macroscopicamente) e é primário ou não lamelar) Silene P. Lozzi
  28. 28. Tecido ósseo com trabéculas acidófilas, osteócitos, osteoblastos e osteoclastos. (Verificar nesta figura e nas próximas que o tecido ósseo é imaturo ou primário e formado por ossificação intramembranosa) http://www.icb.usp.br/mol/7-4-organiz-dentrofora1.html Silene P. Lozzi
  29. 29. Tecido ósseo com trabéculas acidófilas, osteócitos, osteoblastos e osteoclastos (maior aumento). http://www.icb.usp.br/mol/7-5-organiz-dentrofora2.html Silene P. Lozzi
  30. 30. Trabéculas de osso primário com matriz heterogênea, osteoblastos, osteócitos. http://www.icb.usp.br/mol/7-6-organiz-celulas1.html e http://www.icb.usp.br/mol/7-7-organiz-celulas2.html
  31. 31. Osteoclastos http://www.icb.usp.br/mol/7-8-organiz-clasto1.html e http://www.icb.usp.br/mol/7-9-organiz-clasto2.html Silene P. Lozzi
  32. 32. No caso de ossificação endocondral, vê-se restos de matriz cartilaginosa sendo substituída por células e matriz óssea http://www.icb.usp.br/mol/7-49-endoc4.html Silene P. Lozzi
  33. 33. É importante que você identifique os elementos apontados em um pedaço de osso longo. Cartilagem articular (hialina) Osso esponjoso na epífise. Disco epifisário Espículas jovens formadas por ossificação endocondral Silene P. Lozzi
  34. 34. Identifique: cartilagem articular, epífise com osso esponjoso, disco epifisário e área de formação de espículas ósseas jovens. Silene P. Lozzi
  35. 35. Identifique o que está apontado pelas setas e confira na próxima figura Silene P. Lozzi
  36. 36. periósteo Disco epifisário Espículas ósseas formadas por ossificação endocondral Silene P. Lozzi Osso esponjoso na epífise
  37. 37. Detalhes do disco epifisário e espículas jovens. Procure osteoclastos. Silene P. Lozzi
  38. 38. Agora, algumas fotos de lâminas para você estudar… Silene P. Lozzi
  39. 39. Silene P. Lozzi
  40. 40. Silene P. Lozzi
  41. 41. Onde está o osteoclasto?? Silene P. Lozzi
  42. 42. Agora, recorde osso primário, secundário, endósteo e periósteo. Silene P. Lozzi
  43. 43. Osso longo em corte longitudinal. Destaque para periósteo. Silene P. Lozzi
  44. 44. Osso longo, corte longitudinal. Em destaque, lamelas em osso secundário ou lamelar... http://www.icb.usp.br/mol/7-11-ossolamelar-naolamelar.html Silene P. Lozzi
  45. 45. Internamente o osso é revestido por endósteo, aqui representados pelos osteoblastos, aderidos às trabéculas. http://www.icb.usp.br/mol/7-6-organiz-celulas1.html e http://www.icb.usp.br/mol/7-7-organiz-celulas2.html
  46. 46. Organização da matriz e células no osso primário ou imaturo até que se torne secundário ou lamelar. Silene P. Lozzi http://www.icb.usp.br/mol/7-13-organiz-colageno.html
  47. 47. E as lamelas podem ser planas ou circulares, como vc já sabe... Silene P. Lozzi

×